You are on page 1of 27

MÉTODO SILENCIOSO

- Método Audiolingual – transferir o conhecimento


para o mundo real;

- Aprendizado de uma língua = formação de


hábitos – contestada nos anos 60;

- Noam Chomsky – formação de regras;

- Aquisição – usar os próprios processos de


pensamento ou cognição para descobrir as regras;

- Abordagem Cognitiva – alunos responsáveis pelo


processo de aprendizagem;
- Erros – sinais de que os alunos estavam testando
ativamente suas hipóteses;

- Década de 70 – Abordagem Cognitiva;

- Materiais desenvolvidos – gramática dedutiva e


indutiva;

- Métodos inovadores - Método Silencioso – Caleb


Gattegno;

- O ensino deve ser subordinado ao aprendizado;

- Aprendizagem – processo que começa por nós


mesmos mobilizando nossos recursos interiores
(percepção, cognição, imaginação, intuição, etc.);
ENTENDENDO O MÉTODO
- Quais são os objetivos dos professores que usam
o Método Silencioso?

 Os alunos devem usar a língua para se


expressar. Para isso devem desenvolver uma
independência dos professores e desenvolver o
próprio critério interior para correção.

- Qual é o papel do professor e o papel do aluno?

 O professor é como um técnico ou engenheiro.


Apenas o aluno é capaz de promover seu
aprendizado.
 O professor ajuda no que for necessário, foca a
percepção dos alunos, força a consciência e dá
exercícios para assegurar o acesso à língua. Já o
aluno faz uso daquilo que já sabe, desprende-se
de qualquer obstáculo que possa freá-lo em sua
tarefa de aprender e se engaja ativamente na
exploração da língua.

- Gattegno afirma:

“Aprender é nossa responsabilidade pessoal. O


professor trabalha com o aluno e o aluno trabalha
com a língua”.
- Quais são algumas características do processo
de ensino-aprendizagem?

 Os alunos iniciam seus estudos da língua por


meio de blocos básicos, trabalhando os sons. O
professor usa um quadro específico de cores e
sons. A partir dos sons que os alunos já conhecem
da língua materna, o professor faz com que os
alunos associem os sons da língua alvo à cores.
Essas mesmas cores serão usadas para que os
alunos aprendam as letras que correspondem aos
sons e poderão ler e pronunciar as palavras
corretamente.
- Que áreas da língua e habilidades são
enfatizadas?

 Trabalha-se com a pronúncia desde o início;


 Os alunos devem aprender a melodia da língua;
 Foco nas estruturas sem apresentação explícita
de regras gramaticais;
 Vocabulário restrito de início;
 Não há programa fixo, linear, estrutural;
 Constrói-se estruturas a partir do que os alunos
já sabem e o programa se desenvolve com a
necessidade dos alunos;
Trabalha as quatro habilidades.
- Qual é o papel da língua materna do aluno?

 Significado é entendido focando as percepções


dos alunos e não por tradução;

 Pode ser usada para dar instruções quando


necessário ou para corrigir a pronúncia de um
aluno;

 Conhecimento que alunos têm da língua


materna pode ser explorado para aprender a
língua alvo;
- Como é feita a avaliação?

 Não há testes formais;


 Professor avalia os alunos o tempo todo;
 Professor deve estar solícito às necessidades
imediatas dos alunos;
 O silêncio do professor faz com que ele preste
atenção à seus alunos e saiba de suas
necessidades;
 Critério para saber se o aluno aprendeu: usar o
que aprenderam em novos contextos;
 Professor não elogia e nem critica os alunos para
não haver interferência de um critério interior.
TÉCNICAS UTILIZADAS
- Quadro de sons e cores;

- O silêncio do professor;

- Correção em pares;

- Bastões;

- Gestos de autocorreção;

- Quadro de palavras;
ABORDAGEM COMUNICATIVA
- Objetivo dos métodos – comunicação na língua
alvo;
- Anos 70 – educadores questionaram se estavam
fazendo isso da forma correta;
- Alunos capazes de produzir sentenças na aula,
mas não fora dela;
- Capacidade de se comunicar – mais que dominar
as estruturas e regras gramaticais de uma língua;
- Competência linguística + competência
comunicativa (saber o quê, quando e como dizer).
ENTENDENDO MELHOR O MÉTODO
- Quais são os objetivos dos professores que
utilizam a Abordagem Comunicativa?

 Capacitar os alunos a se comunicarem na língua


alvo. Mostrar aos alunos formas linguísticas,
significados e funções. Preparar os alunos para
escolher a melhor forma dado o contexto social e
o papel dos interlocutores.
- Qual é o papel do professor e o papel do aluno?

 O professor é um facilitador. Tem a


responsabilidade de estabelecer uma situação que
seja propícia à comunicação. Age como um
conselheiro nas atividades, responde as perguntas
dos alunos e monitora o desempenho dos
mesmos. Pode anotar os erros para que sejam
trabalhados em aulas futuras. Também pode ser
um co-comunicador, participando das atividades
junto com os alunos.
 Os alunos são comunicadores. Estão engajados
em negociar significados, em entender e se
fazerem entender. São vistos como
administradores responsáveis pelo aprendizado.

- Características do processo ensino –


aprendizagem:

 Quase tudo é feito com uma intenção


comunicativa;

 Alunos usam bastante a língua em atividades


comunicativas como jogos, teatro e desafios;
- Atividades comunicativas de acordo com
Morrow, têm três aspectos em comum:

 Lacuna informativa – quando uma pessoa sabe


algo que a outra não sabe;
 Escolha – na comunicação o falante tem a
escolha do que dizer e como dizer. Se o exercício é
controlado e os alunos só têm uma maneira de
falar algo, não ocorreu a comunicação de fato.
 Feedback – a comunicação é significativa. O
falante pode avaliar se atingiu seu objetivo pela
resposta de quem o ouve. Se quem o ouve não
pode dar um retorno, não há comunicação.
- Uso de materiais autênticos;
- Pequeno grupo de alunos.

- Que áreas da língua e habilidades são


enfatizadas?

 As funções da linguagem são mais enfatizadas


que a forma. Formas mais simples são
apresentadas de início e a medida em que os
alunos vão ficando mais proficientes, as funções
são reintroduzidas e formas mais complexas são
aprendidas.
- Alunos trabalham a língua no nível do discurso.
Aprendem coerência e coesão. Aprendem as
quatro habilidades da língua desde o início.

- Qual é o papel da língua materna do aluno?

 O uso ponderado é permitido. Mas prefere-se


que a língua alvo seja usada sempre que possível,
não apenas nas atividades orais, mas também na
explicação de exercícios ou solicitação de tarefas.
Assim os alunos percebem que a língua é um
veículo de comunicação e não apenas um objeto a
ser estudado.
- Como é feita a avaliação?

 O professor avalia a forma correta e a fluência


do aluno. Isso pode ser feito de forma informal
em seu papel de co-comunicador ou conselheiro
ou pode ser mais formal usando um teste
integrativo que tenha uma função real de
comunicação.

- Como os erros são corrigidos?

 Erros com relação à forma são tolerados em


atividades que visam desenvolver a fluência do
aluno. O professor pode anotar os erros e retornar
a eles em um exercício que visa a forma correta.
TÉCNICAS UTILIZADAS
- Materiais autênticos;

- Sentenças misturadas;

- Jogos;

- Histórias em quadrinho;

- Desempenhando um papel;
ABORDAGEM LEXICAL
- Filosofia de ensino criada por Michael Lewis;

- Defende a ideia de que a língua consiste em


pedaços prontos chamados de chunks ou itens
lexicais que quando combinados formam textos
coerentes.

Tipos de chunks:
* Isolated words * Polywords
* Collocations * Sentences
- O que são isolated words?

 São palavras simples adquiridas no dia a dia. É o


item lexical que recebe maior ênfase no ensino de
um idioma. Na língua inglesa há mais de 900.000
palavras.

- O que são collocations?

 São combinações de certas palavras usadas


frequentemente pelos falantes de uma língua. As
collocations são infindáveis, mas uma palavra tem
um número limitado de combinações.
- Exemplos de collocations em língua inglesa:

 Have dinner / lunch / breakfast


 Fast food
 Quick shower

- Muitas vezes as collocations não podem ser


traduzidas ao pé da letra. É o caso de stretch the
truth que quer dizer distorcer a verdade.

- O que são polywords?

 São palavras usadas em combinações fixas com


outras palavras e não podem ser alteradas.
- Geralmente, as polywords são formadas por
preposições ou outro elemento sem muito valor
semântico. Só é possível entendê-las em grupo e
não de forma isolada. Veja alguns exemplos:

By the way Upside down Up to now

Os phrasal verbs também fazem parte desta


categoria de chunks.

Put out Give up Get up


- O que são sentences?

 Temos as fixed sentences, ou seja, as sentenças


fixas que não podem ser alteradas, por exemplo,
eu acho que sim, de jeito nenhum, só passando
por cima do meu cadáver. Ao adquirir essas
expressões o falante se sentirá mais confiante e
confortável em determinadas situações. Em inglês
podemos citar como exemplos I´ll get it, I don´t
think so, I hope so, How old are you, entre outras.
Há também as sentenças semi fixas como It´s /
That´s not my fault; Could you pass the ...,
please?
- Características fundamentais da Abordagem
Lexical:

 Os professores são estimulados a falar muito


com seus alunos durante as aulas e valorizam
tanto qualidade como quantidade de input.

 Aumentar o tempo de produção oral dos alunos


não é o foco. Ele participa falando, mas também é
importante ouvir e refletir.

 Nos estágios iniciais os alunos são expostos


passivamente à língua, ou seja, não se espera
muita produção.
- Se os alunos já sabem “Do you... (live in Paris /
have a son / like popcorn) ?” não há razão para
não aprenderem “Did you... (live in Paris / like the
play / have a bike) ?”. Isso aumenta a
possibilidade de o professor falar mais
naturalmente e fazer o aprendizado da segunda
língua mais próximo da língua materna.

- De acordo com Michael Lewis nós fixamos a


maior parte dos léxicos mentais se estes forem
apresentados de modo contextualizado em frases
completas.
- O que é priorizado na Abordagem Lexical?

 o léxico – vários tipos de chunks em polywords;


 a compreensão auditiva em níveis iniciantes e a
leitura em níveis mais avançados;
 atividades de comparação e tradução da língua
materna para a língua alvo e vice e versa;
 o uso do dicionário como um recurso ativo no
processo de aprendizagem;
 a língua com a qual os alunos irão se deparar
fora da sala de aula;
 Fazer com que alunos tirem o máximo proveito
de textos orais e escritos.
- Dicas que os professores podem usar ao
trabalharem com a Abordagem Lexical:

 Não se preocupe se você não consegue entender


tudo que lê ou ouve;
 Não se preocupe com erros ou confusões. Eles
significam que você entendeu parcialmente o que
leu e ouviu e isso é positivo;
 Aumentar o seu vocabulário o ajudará mais que
praticar muita gramática;
 Aprenda expressões completas