You are on page 1of 19

3.

1 Estrutura da Tabela
Periódica
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

À medida que o número de elementos


conhecidos foi aumentando, os cientistas
sentiram a necessidade de os organizar.

Desde o século XVIII até aos dias de hoje,


foram surgindo várias propostas de
ordenação. 185 1869 Hoje

2
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

Dobereiner Newlands Mendeleev/Meyers Moseley

Lei das Lei das Ordem Ordem


Tríades oitavas crescente crescente
de massa de número
atómica atómico

1830 1865 1869 1913 Hoje

Evolução cronológica da Tabela Periódica

3
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

Dobereiner formou grupos de três


Leielementos,
das
Tríades
Johann
Dobereiner
as tríades, com propriedades químicas
semelhantes.

Lei das 1830


Tríades
Não conseguiu agrupar todos os elementos em
grupos com as mesmas propriedades.
1830

4
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

Newlands formou grupos de oito elementos, as


oitavas, por verificar que as suas Lei
propriedades
das
se repetiam a cada 8 elementos. Tríades
John Newlands

Lei das 1830


Oitavas

1865

Tabela elaborada Newlands em 1865.


Primeiro sistema periódico publicado, percursor
da Tabela Periódica.
5
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

Lei das
Tríades
Mendeleev/Meyers

Na mesma altura, os cientistas Mendeleev e


Ordem
Meyers consideraram que os elementos
crescente
de massa 1830
deveriam ser colocados por ordem crescente
atómica
de massa atómica.

1869

6
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica
Mendeleev distribuiu os 63 elementos, conhecidos na altura,
em 8 colunas verticais e 12 linhas verticais.

Lei das
Tríades
Mendeleev

Ordem
crescente
de massa 1830
atómica

1869 Tabela elaborada por Mendeleev em 1872.

Atribuiu a cada elemento um número correspondente à


“casa” que ocupava.
Deixou lugares vagos para os elementos que ainda estavam
por descobrir.

7
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

Moseley verificou que o número atómico


Lei das
coincidia com o número de ordem doTríades
elemento
Henry Moseley
na Tabela Periódica.

Ordem
crescente
de número
1830
atómico Este cientista reordenou os elementos químicos
por ordem crescente dos seus números atómicos,
1913 em substituição das massas atómicas.

8
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Evolução histórica

A Tabela periódica atual consiste numa versão mais


completa da Tabela de Mendeleev.

Hoje

Atualmente, conhecem-se 118 elementos, alguns dos quais


são produzidos artificialmente.

9
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Organização da Tabela Periódica


Elementos representativos

• Grupos
1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 0 11 12 13 14 15 16 17 18

Colunas verticais
Elementos de

Grupo
Numerados de 1 a 18 transição

Grupos 1 e 2
Período
Elementos representativos
Grupos 13 a 18
Elementos de transição Grupos 3 a 12

• Períodos n=1
n=2
n=3

Linhas horizontais n=4


n=5

Numerados de 1 a 7 n=6
n=7

n=6
n=7

10
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Organização da Tabela Periódica


• Ordem crescente de número atómico (Z)

Número atómico crescente


ao longo do grupo. 1 2
3 4 5 6 7 9 10

Número atómico crescente


ao longo do período.

11
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Organização da Tabela Periódica


• Metais, não metais e semimetais

Metais
Não metais
Os metais situam-se à esquerda, Semimetais

com exceção do hidrogénio, e os não


metais à direita.

Os semimetais situam-se entre os metais e não


metais por apresentarem propriedades mutáveis.

Em circunstâncias distintas, podem comportar-se


como metal ou como não metal.

12
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Organização da Tabela Periódica

13
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica
Relação entre a configuração eletrónica dos átomos dos
elementos e a sua posição na Tabela Periódica

• Elementos do mesmo período têm o mesmo número de níveis


eletrónicos.

• Elementos do mesmo grupo têm o mesmo número de eletrões de


valência.

Nos grupos representativos:


Grupo 1 - 1 eletrão de valência
Grupo 2 - 2 eletrões de valência
Grupo 13 - 3 eletrões de valência Nestes grupos o número de eletrões de
… valência obtém-se subtraindo 10 ao
Grupo 18 - 8 eletrões de valência número do grupo.

O Hélio(He) é exceção

14
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica
Relação entre a configuração eletrónica dos átomos
dos elementos e a sua posição na Tabela Periódica

• A orbital de valência permite posicionar os elementos em blocos :


s, p, d ou f.

15
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Tabela Periódica como fonte de informação


Propriedade da
substância elementar

Número atómico 30
S
S Estado Físico

133 Raio atómico(pm)

Símbolo do elemento
Zn 1,15×10−18 Energia de 1.ª ionização (kJ/e)

Ponto de ebulição (ºC) 907 [Ar]3d104s2 Configuração eletrónica

Ponto de fusão (ºC) 416,6 65,39 Massa atómica relativa

Massa volúmica (g cm-3) 7,19 Zinco Nome do elemento

Propriedades da substância elementar

16
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Atividade
A partir da informação dada na respetiva “casa” da Tabela Periódica do
elemento potássio, situe o elemento na Tabela Periódica referindo o grupo, o
período e o bloco.

19 S

243

K [Ar]4s1
39,098
Potássio

17
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Atividade - resolução
A partir da informação dada na respetiva “casa” da Tabela Periódica do
elemento potássio, situe o elemento na Tabela Periódica referindo o grupo, o
período e o bloco.

19 S

243

K [Ar]4s1 A partir da configuração eletrónica:


39,098
Potássio
- 1 eletrão de valência Grupo 1
- 4 níveis energéticos (n=4) Período 4
- Orbital de valência do tipo s Bloco s

18
3.1
10º Estrutura da Tabela Periódica

Em síntese

19