You are on page 1of 18

Aula 13

RECOMBINAÇÃO BACTERIANA
Recombinação em Bactérias

Mecanismos de transferência de DNA

Conjugação Transformação Transdução

2
Conjugação

- Mecanismo de transferência genética que envolve uma célula doadora (que


contém um plasmídeo) e uma receptora ( que não contém o plasmídeo)

- É necessário o contato entre as células

- Depende da presença do fator F de


fertilidade (plasmídeo conjugativo)

Características do fator F
- Molécula de DNA circular

- Contém cerca de 40 genes

- Contém genes responsáveis pela formação do


pilus e pela sua transferência

- Replicação autônoma e pode se integrar no


cromossomo
3
4
Etapas da Conjugação

- Formação de pares específicos e Conexão celular -O pilus estabelece


contato entre uma célula doadora (F+) e uma receptora (F-)

- Replicação e Transferência do fator F – Ao ser transferido o


plasmídeo também é replicado

F+ x F - = F + + F+ 5
Hfr (Alta Frequencia de Recombinação)

- Quando o plasmídeo tem a capacidade de integrar-se no cromossomo


bacteriano ele é chamado de epissomo

- A célula F+ passa a ser chamada de célula Hfr 6


Hfr x F- = Hfr + F- recombinante

Quando uma célula Hfr conjuga com uma F- ocorre a transferência de genes
cromossomais da bactéria Hfr para a F-.
7
Transferência
de F’
O plasmídeo integrado ao
cromossomo é excisado do
mesmo.

Durante a excisão genes


cromossomais podem ser
incorporados ao plasmídeo F

O plasmídeo F que contém


genes cromossomais é
chamado de F’

Quando o plasmídeo F’ conjuga


com uma célula F- esta recebe
passa a ser chamada de F’’

F’ x F- = F’ + F’’
8
Transformação
- Frederick Griffith (1928)

Linhagens de Streptococcus pneumoniae

Colônia rugosa Colônia lisa

Linhagem R  não é virulenta Linhagem S  virulenta


(Falta a cápsula de polissacarídeos, (A cápsula de polissacarídeos impede
então ela é reconhecida e destruída a detecção pelo sistema imunológico
pelo sistema imunológico do do hospedeiro)
9
hospedeiro)
Experimento de Griffith (1928)

10
- Transformação

- A tranferência genética a partir da


qual o DNA livre é incorporado em
uma célula receptora, podendo
promover alterações genética.

- Quando uma célula é lisada, o DNA


é extravasado e quebrado

- Algumas células são capazes de


captar estes fragmentos de DNA do
meio (células competentes)

- Estes fragmentos podem então se


integrar ao seu cromossomo

- Portanto teremos uma célula


recombinante

11
Características da transformação

- Competência
- Presença de DNA livre no meio

- Entrada do DNA

- Integração e replicação do DNA

Competência
Final da fase logarítmica

Fatores de competência: Proteínas específicas

12
Transdução

Um vírus bacteriano (bacteriófago) transfere DNA de uma


célula para outra

Tipos de
transdução Tipos de ciclos

Generalizada
Qualquer fragmento do - Ciclo lítico - adsorção,
cromossomo da penetração, replicação,
bactéria pode ser montagem e liberação
transferido - Fagos virulentos

Especializada
- Ciclo lisogênico - adsorção,
Transferência de genes
penetração, integração e
adjacentes ao
replicação
prófago
- Fago temperados
Bacteriófagos

14
Recordando....

Ciclo Lítico e
Lisogênico

15
Transdução generalizada

16
Transdução especializada

Ciclo lisogênico

Ciclo lítico
17
18