You are on page 1of 13

BEM-VINDO À DISCIPLINA

ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS E SOCIOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO


Aula 8
Prof. Mauro Leão
MAX WEBER E A
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO

Aula 8
A história humana, segundo Max Weber, poderia ser
definida como um processo crescente de
racionalização das relações sociais. O agir em
sociedade pressupõe determinadas normas, que se
enraízam, institucionalizam e em seguida assumem a
forma de leis.

Para explicar este movimento Weber constrói novamente


uma tipologia, num sentido ideal, destinada analisar as
diferentes formas de dominação legítima.

Aula 8
A DOMINAÇÃO TRADICIONAL
Baseada nas tradições
e mais diretamente
relacionadas às
monarquias absolutistas
do período conhecido
como Idade Moderna.

Dom Pedro II

Aula 8
A DOMINAÇÃO CARISMÁTICA

Nestes casos a legitimidade se


baseia no carisma do líder. Esta
forma de dominação se apresenta,
geralmente, em períodos de
ruptura institucional.

Aula 8
A DOMINAÇÃO RACIONAL LEGAL
Relacionada ao Estado de
Direito e a presença de uma
burocracia em termos
administrativos,cujo princípio
de legitimidade se baseia na
racionalidade e nas
disposições legais.

Aula 8
A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO
PARA MAX WEBER

É neste momento que a sociologia weberiana


atribui um significado relevante para as práticas de
educação. Para Weber a educação é o modo pelo
qual os indivíduos são preparados para exercer
funções, relacionadas à nova realidade
caracterizada pela racionalização da vida, tanto
na administração do aparelho de estado, quanto
nas empresas capitalistas.

Aula 8
A PEDAGOGIA DO CULTIVO

Aula 8
A PEDAGOGIA DO CULTIVO
A pedagogia do cultivo teria como objetivo educar o
indivíduo e prepará-lo culturalmente para a camada social
em que vive, desenvolvendo nele certas formas de
reflexividade, com vistas ao comportamento social. Esta
prática pode ser comparada à educação humanista do
Ocidente, assumindo a característica de uma
“qualificação cultural” no sentido de uma educação de
caráter abrangente.

Aula 8
PEDAGOGIA DO TREINAMENTO

Aula 8
A PEDAGOGIA DO TREINAMENTO
A racionalização da vida social e a crescente
burocratização do Estado moderno, fez com que a
educação deixasse gradualmente de ter como objetivo a
“qualidade da posição do homem na vida” e passasse a se
constituir num projeto especializado com o objetivo de
formar peritos e especialistas, com vistas ao mercado de
trabalho.

Aula 8
Para Weber, a pedagogia do treinamento, imposta pela
racionalidade da sociedade capitalista, se apresentava
como um forte obstáculo ao desenvolvimento do talento e
da própria realização pessoal dos homens, de um modo
geral. Uma racionalidade que mantinha uma relação
utilitarista com o conhecimento e seria destinada apenas
a obtenção de poder e dinheiro.

Aula 8
ACESSEM:

Gonzalez, Wania R.C. A educação à luz da


sociologia weberiana. Disponível em
http://www.anped.org.br/reunioes/25/minicurs
o/educacaoteoriaweberiana.doc

Aula 7