GERENCIAMENTO DE MATERIAIS

INTRODUÇÃO 

Com a concorrência por participação no mercado consumidor, as empresas vêm buscando soluções para otimização dos processos.  A gestão dos recursos materiais é uma boa forma de se obter vantagem.

Atividades Englobadas  identificação do fornecedor;  compra do bem ou serviço;  Recebimento;  transporte interno e acondicionamento (armazenagem);  transporte durante o processo produtivo;  armazenagem como produto acabado;  distribuição ao consumidor final.

.

Como o ambiente é competitivo. A administração de materiais é bastante ampla e pode contribuir a partir do momento que envolve as seguintes atividades: . faz-se necessário a busca de alternativas de vencer os concorrentes.

Produtos/materiais em processo. Estoque em Trânsito. Estoque em Consignação. . Produtos acabados. Matéria-prima.Gerenciamento dos recursos materiais: Gerenciamento dos estoques de: Materiais auxiliares.

De quem deve ser comprado.Compras: O que deve ser comprado. Como deve ser comprado. Logística Interna. Onde deve ser comprado. . Quando deve ser comprado. Logística Externa. Por que preço deve ser comprado. Em que quantidade deve ser comprado.

% de falta de matérias-primas. etc. .INDICADORES DE DESEMPENHO: % de erros nas ordens de compra. % de produtos acabados entregues aos clientes nas datas combinadas. % do ativo imobilizado em estoques. % de itens comprados recebidos na data correta. Rotatividade dos estoques.

o controle e a direção da empresa na área de materiais. É responsável pelo equilíbrio de estoques.FUNÇÃO DA GERÊNCIA DE MATERIAIS:  Qual o papel de um gerente de materias dentro de uma organização? É o profissional a quem cabe o gerenciamento. visando um equilíbrio para os outros setores. buscando os melhores resultados em termos de lucratividade e produtividade. . Exerce o POCCC dentro da área de recursos materiais e patrimoniais.

escolha de fornecedores de suprimentos e sua obtenção. monitoração dos status dos materiais como ativo da empresa. introdução dos materiais na empresa. .FUNÇÕES BÁSICAS: antecipação das necessidades de materiais.

Técnicas japonesas de administração tais como o JIT/Kanban.FUNÇÕES BÁSICAS: Uma logística integrada. Desenvolvimento de Parcerias ± fornecedores preferenciais. O ECR (Efficient Consumer Response) ou resposta eficiente ao consumidor ± fornecedores e distribuidores trabalhando juntos para agregar valor para o consumidor e reduzir custos. Uso de simulações. Programação de fornecedores ± manter uma programação integrada entre o PCP da fábrica e o fornecedor via EDI ou Internet. .

Gerência de Estoques .

GERÊNCIA DE ESTOQUES .

mas nunca podemos ser pegos com algum estoque´.DILEMA DA ADMINISTRAÇÃO DO ESTOQUE: ³Devemos sempre ter o produto de que você necessita. .

entre outros.GERÊNCIA DE ESTOQUES Alguns setores diretamente dependentes de um desempenho satisfatório da Gerência de Materiais:     Produção. . Manutenção. Vendas. Setores Administrativos.

 características econômicas particulares de cada setor.  redução de fretes. entre outros.RAZÕES PARA EXISTÊNCIA DOS ESTOQUES:  evita a interrupção no fluxo de produção.  política de vendas do fornecedor.  proteção contra perdas inflacionárias.  perspectiva de aumento imediato do preço do produto. .

. etc.GERÊNCIA DE ESTOQUES Deve-se considerar:  que o número de itens e a diversidade dos mesmos é grande.  que as informações tem de ser precisas e rápidas  que a manutenção de estoques representa parcela significativa do ativo da empresa.

embarque e recepção. custo de qualidade. .IMPACTOS DA ÁREA DE ESTOCAGEM custo de estocagem. custo de encomenda. custo de insuficiência de estoques.

.

objetivo a longo prazo ± desenvolver um conjunto de técnicas que facilitem a gestão de estoques em fundamentos sólidos e contínuos. .OBJETIVOS DE UMA ADMINISTRAÇÃO DE ESTOQUES: objetivo imediato ± diminuir as necessidades de Capital de Giro associadas ao nível de estoques.

. e quantidade de estoque de segurança que se deve manter para que cada artigo assegure um nível de serviço satisfatório para o cliente. quando encomendar.DECIDIR: quanto encomendar.

JIT. .FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO E CONTROLE DE ESTOQUE: MRP MRP II JIT KANBAN Sistema ABC. Ponto de Recomenda. LEC.

. por pedido Cun = Custo de manter o estoque.CÁLCULO DO LOTE ECONÔMICO DE COMPRA (LEC) Onde: D = Demanda do item no período Cp = Custo de pedir. por unidade e por período.

GRÁFICO .

DIMENSIONAMENTO DO ESTOQUE: Sistema ABC Investimento Volume .

Dimensionamento dos Estoques  Sistemas de reposição de estoques Reposição contínua: Este modelo considera que a reposição será iniciada quando os estoques atingirem um determinado ³nível´ pré-determinado chamado ³ponto de pedido´. .

Dimensionamento dos Estoques Reposição periódica: Este modelo considera que a reposição será iniciada ao final de um período de tempo. . Sistema também conhecido como sistema de estoque máximo.

existe um tempo entre o pedido e o recebimento dos itens. Todavia.PONTO DE REENCOMENDA No cálculo anterior. o número de dias para pedir não considera o tempo de entrega do fornecedor. o ponto de reencomenda considera tal espera e pode ser obtido pela seguinte equação: . na maioria dos casos. ou seja. assim que o pedido é emitido a encomenda chega à empresa. Assim.

PONTO DE REENCOMENDA  Ponto de reencomenda = tempo de reposição x demanda diária .

. Quanto manter em estoque com o menor risco de falta de materiais.O maior desafio continuará sendo a busca do equilíbrio entre o nível dos estoques e os recursos financeiros disponíveis.

Para isso um excelente suporte de informática é fundamental. . A área de materiais e seu administrador devem ser os mais dinâmicos possíveis de forma a responder de forma rápida as movimentações do mercado.A tendência é uma buscar incessante por técnicas de previsão que possibilitem minimizar as possibilidades de erro na administração dos recursos. fornecendo as informações em tempo real.

deve ser cada vez mais intensa buscando ganhos para a cadeia como um todo. . fornecedores e compradores.A integração entre as empresas.

Distribuição à montante.GESTÃO DE COMPRAS E DISTRIBUIÇÃO FÍSICA: Processos-Chaves do gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Compras à jusante. . Analogia ao fluxo de água de um rio.

Compreender o Processo. .ATIVIDADES E OBJETIVOS DE COMPRAS:  Atividades: Ligar empresa e fornecedores. Obter Fluxo Contínuo. Qualificar Fornecedores.

4. 2. Para entregar no momento correto. Da fonte correta. . Na quantidade correta. Ao preço correto.ATIVIDADES E OBJETIVOS DE COMPRAS:  Objetivos: Coordenar o Fluxo Contínuo. ³Cinco corretos de compras´: 1. 3. 5. Produtos e serviços da qualidade correta.

. Seleção de potenciais.A FONTE CORRETA: Primeiro passo. Agrupamento. Multi-Souricing x Single-Sourcing. Cadastro.

.FAZER OU COMPRAR? Porque fazer? Porque comprar? Critérios para tomada de decisão.

CICLO DE COMPRAS .

Verificar embalagens.RECEBIMENTO DO MATERIAL Verificar pedido de compra. Verificar qualidade dos materiais. preços unitários. Verificar quantidade. Verificar nota fiscal: elementos contábeis e fiscais. Verificar condições gerais de fornecimento . preços totais.

DIVERGÊNCIAS NO RECEBIMENTO Divergência no pedido de compra e no material recebido: Intervenção do órgão de compras. Divergência de nota fiscal: Intervenção do órgão contábil da empresa. .

Transportes internacionais. Normas existentes. .DISTRIBUIÇÃO FÍSICA: Negociação de Fretes. Seleção de rotas e meios de transporte.

MEIOS DE TRANSPORTE: Rodovia Ferrovia Hidrovia Via Aérea Dutos .

CRITÉRIOS DE ESCOLHA: Velocidade de entrega. Confiabilidade de entrega. . Flexibilidade de rota. Possível deterioração da qualidade.

ANÁLISE DE DESEMPENHO: OBJETIVO DE DESEMPENHO DA PRODUÇÃO MEIO DE TRANSPORTE RODOVIA FERROVIA VIA AÉREA HIDROVIA DUTOS VELOCIDADE CONFIABILIDADE DE ENTREGA QUALIDADE CUSTO FLEXIBILIDADE DE ROTA 2 2 2 3 1 3 3 3 4 2 1 4 4 5 3 5 5 5 2 4 4 1 1 1 5 1 = MELHOR DESEMPENHO 5 = PIOR DESEMPENHO .