You are on page 1of 42

ALEXSANDER MAGNAVITA

DAIANE BOURGUIGNON
GILMAR CORREA
JOSÉ AUGUSTO CESAR DE SOUZA
SIDNEY ALBERTO DOS SANTOS
Processo de Produção
do Cimento
Fubricuçdo do Cimento
Objetivo: Objetivo:
Adquirir conhecimento basico sobre o
processo de fabricacao do cimento
(matéria·prima, processo e equipamentos e
aplicacoes).
Fubricuçdo do Cimento
O que vamos ver: O que vamos ver:
O que é Cimento
História do Cimento
Matéria-Prima
Etapas do Processo Produtivo
Tipos de Cimento
Mercado
Fubricuçdo do Cimento
O que é cimento? O que é cimento?
O cimento é uma commodity de baixa
substitutibiIidade. Presente em todo tipo de
construção, da mais simpIes moradia até a mais
compIexa obra de infra-estrutura, do início ao
acabamento finaI.
É o componente básico do concreto, que é o materiaI
mais consumido no pIaneta depois da água.
É um produto homogêneo, com variedade Iimitada de
tipos e com especificações e processo de fabricação
semeIhantes em todo o mundo.
Fubricuçdo do Cimento
Um pouco de história: Um pouco de história:
Cimento PortIand:
Cimento hidráuIico produzido peIa moagem de cIínqueres
constituídos essenciaImente por siIicatos de cáIcio
hidráuIicos e uma pequena quantidade de uma ou mais
formas de suIfato de cáIcio (ASTM C150 / NBR 5732).
17S6 ]ohn Esmeaton Calcinacao de calcarios contendo argila.
1824 vicat Nistura de compostos de argila e calcario.
1824 ]oseph Aspdin Oueima de pedras de argila
e calcario, transformando·as
num pó fino. recebeu a pa·
tente do rei Ceorge !v da
!nglaterra (Cimento Portland).
Fubricuçdo do Cimento
Um pouco de história: Um pouco de história:
18SS ]. Louis Lambot Cimento ou concreto armado (Paris).
1832 Louis Nóbrega 1ª producao de cimento no Brasil (Paraiba).
1837 A. Rodovalho Usina Rodovalho (Sao Paulo).
1312 Coverno Estadual Usina em Cachoeiro !tapemirim (ES).
1924 - Companhia Brasileira de Cimento Portland
1855 - Concreto armado
(artefato em cimento)
Fubricuçdo do Cimento
Natéria Prima: Natéria Prima:
Fubricuçdo do Cimento
O processo de fabricacao: O processo de fabricacao:
Via Úmida
A matéria prima é moída e homogeneizada
dentro da água.
Via Seca
A homogeneização se reaIiza a seco.
A primeira é a mais antiga e mais eficaz para obter
homogeneização de materiais sóIidos. Está em
desuso pois requer maior consumo de energia e
está sendo substituída por via seca
Fubricuçdo do Cimento
O processo de fabricacao: O processo de fabricacao:
Pré-aquecedor
Depósito de
Mix Combustíveis
Depósito de
CIínquer
Gesso
CIínquer
Escória ou
pozoIana Moinho de Cimento
Separador
SiIos de Cimento
Carvão/Coque/óIeo
Moinho de Carvão
Homogeneização
CaIcário
Moinho de Cru
ArgiIa
CaIcário
Ensacamento
Britador
Depósito
GRANELEIRO
Fubricuçdo do Cimento
O processo de fabricacao: O processo de fabricacao:
Extração da matéria-prima
Britagem
Pré-homogeneização e Dosagem
Moagem do "cru"
Homogeneização
Pré-aquecimento
Cozedura
Resfriamento
Moagem e adições
EmbaIagem e Expedição
Fubricuçdo do Cimento
Extracao da Natéria Extracao da Natéria· ·Prima Prima
O primeiro passo na produção de cimento é
extrair as matérias-primas, caIcário e argiIa, das
pedreiras
A expIoração de pedreiras é feita normaImente a
céu aberto e a extração da pedra pode ser
mecânico ou com expIosivos.
Fubricuçdo do Cimento
Extracao da Natéria Extracao da Natéria· ·Prima Prima
ina extração de Calcário
Fubricuçdo do Cimento
Britagem Britagem
O materiaI, após extração, apresenta-se em
bIocos, sendo necessário reduzir o seu tamanho
a uma granuIometria adequada.
%ransporte e britagem de Calcário
Fubricuçdo do Cimento
Pré Pré· ·homogeneizacao e Dosagem homogeneizacao e Dosagem
O materiaI britado é transportado para a fábrica e
armazenado em siIos verticais ou armazéns
horizontais.
Essa armazenagem pode ser combinada com
uma função de pré-homogeneização que consiste
em coIocar por camadas o caIcário e a argiIa.
Fubricuçdo do Cimento
Pré Pré· ·homogeneizacao e Dosagem homogeneizacao e Dosagem
CIínquer
20-25% de argiIa. 75-80% de caIcário
As matérias-primas seIecionadas são depois
dosificadas, tendo em consideração a quaIidade
do produto a obter (cIínquer).
Essa dosagem é efetuada com base em
parâmetros químicos pré-estabeIecidos
Fubricuçdo do Cimento
Pré Pré· ·homogeneizacao e Dosagem homogeneizacao e Dosagem
rmazém Horizontal
Silos Verticais
Fubricuçdo do Cimento
Noagem do ¨Cru" Noagem do ¨Cru"
Definida a proporção das matérias-primas, eIas
são retomadas dos Iocais de armazenagem e
transportadas para moinhos onde se produz o
chamado "cru" (mistura finamente moída).
SimuItaneamente à moagem ocorre um processo
de adição de outros materiais: areia (SiO
2
), cinzas
de pirite (Fe
2
O
3
) e bauxite (AI
2
O
3
), de forma a
obter as quantidades pretendidas dos compostos
que constituem o "cru": cáIcio, síIica, aIumínio e
ferro, essenciais na fabricação do cimento.
Fubricuçdo do Cimento
Noagem do ¨Cru" Noagem do ¨Cru"
Moinho de cru verticaI
Fubricuçdo do Cimento
omogeneizacao omogeneizacao
A mistura de "cru", devidamente dosada e com a
finura adequada, deve ter a sua homogeneização
assegurada para permitir uma perfeita
combinação dos eIementos formadores do
CIínquer.
A homogeneização é executada em
siIos verticais de grande porte,
através de processos pneumáticos e
por gravidade.
Fubricuçdo do Cimento
omogeneizacao omogeneizacao
SiIo de Homogeneização
00 ºC
900 ºC
150 ºC
Temperatura da chama é de 2000 ºC
Mistura
Crua
Gás
Forno
Arrefecimento
de CIínquer
150 ºC
Fubricuçdo do Cimento
Pré Pré· ·aquecimento aquecimento
Antes do "cru" entrar no forno, este
será aquecido ao passar peIa torre de
cicIones, onde é iniciado a fase de pré-
aquecimento.
Na torre dá-se a descarbonatação e
inicia-se a pré-caIcinação do materiaI.
Fubricuçdo do Cimento
Cozedura Cozedura
Com as transformações físico-químicas
ocorridas na torre de cicIones devido às
variações térmicas, o "cru" dá Iugar à farinha,
produto apto para entrar no forno.
Ao entrar no forno, a farinha
desIoca-se Ientamente até ao fim
deste passando por um processo
de cIinquerização (1300~1500ºC),
resuItando no cIinquer, produto
com aspecto de boIotas escuras.
Fubricuçdo do Cimento
Cozedura Cozedura
Torre de CicIone: Pré-aquecimento
Forno: Cozedura
Fubricuçdo do Cimento
Resfriamento Resfriamento
Uma vez cozido, o cIínquer sai do forno e segue
para o arrefecedor onde sofre uma diminuição
brusca de temperatura que Ihe confere
características importantes do cimento.
O caIor transportado peIo cIínquer é transferido
para o ar que é recuperado, meIhorando assim o
rendimento térmico do processo.
Fubricuçdo do Cimento
Resfriamento Resfriamento
Arrefecedor
CIínquer
Fubricuçdo do Cimento
Noagem e Adicoes Noagem e Adicoes
O cimento resuIta da moagem do CIínquer, Gesso
e Aditivos (cinzas voIantes, escórias de aIto
forno, fiIIer caIcário) que irão dar as
características ao cimento.
Após a moagem, o cimento produzido é
normaImente transportado por via pneumática ou
mecânica e armazenado em siIos ou armazéns
horizontais.
Fubricuçdo do Cimento
Noagem e Adicoes Noagem e Adicoes
Fubricuçdo do Cimento
Noagem e Adicoes Noagem e Adicoes
Moinho de BoIas
Moinho de BoIas
Fubricuçdo do Cimento
Embalagem e Expedicao Embalagem e Expedicao
A remessa do cimento ao mercado pode ser feita
de duas maneiras: a graneI ou em sacos.
Na forma de graneI é transferido diretamente do
siIo de armazenagem para caminhões-cisterna,
cisternas para transporte ferroviário ou para
navios de transporte de cimento.
Na forma de saco, o cimento é embaIado (através
de máquinas ensacadeiras) e depositados em
paIetes.
Fubricuçdo do Cimento
Embalagem e Expedicao Embalagem e Expedicao
SiIo de Armazenagem SiIo de Armazenagem
Imagens de expedição e transporte do
cimento (graneI e sacos paIetizados)
Fubricuçdo do Cimento
Embalagem e Expedicao Embalagem e Expedicao
O cimento estraga? O cimento estraga?
Fubricuçdo do Cimento
O processo de fabricacao: O processo de fabricacao:
Cimento: O fiIme
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Cimento Portland Comum (CP !) sem quaisquer adicoes além do gesso
Construcao em geral, quando nao sao exigidas propriedades especiais.
Cimento Portland Composto (CP !!) com adicoes CP !!·Z, CP !!·E, CP !!·F
Obras correntes de engenharia civil sob a forma de argamassa, concreto
simples, armado e protendido, elementos prémoldados e artefatos de
cimento.
Cimento Portland de Alto·Forno (CP !!!) com adicoes de escória Alto·Forno
Obras de concreto·massa, tais como barragens, pecas de grandes
dimensoes, fundacoes de maquinas, pilares, obras em ambientes a
gressivos tubos e canaletas para conducao de liquidos agressivos,
esgotos e efluentes industriais, concretos com agregados reativos, pilares
de pontes ou obras submersas, pavimentacao de estradas e pistas de
aeroportos.
Cimento Portland Pozolanico (CP !v) com ad pozolanico (????)
Obras expostas a acao de agua corrente e ambientes agressivos.
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Cimento Portland de Alta Resistência !nicial (CP v·AR!) Alteracoes nas
proporcoes das fases do Clinquer
Blocos para alvenaria, blocos para pavimentacao, tubos, lajes, meio·fio,
mouroes, postes, elementos arquitetönicos pré·moldados e pré·fabricados
Cimento Portland de Baixo Calor de idratacao (BC) É o cimento de Alto·
Forno com baixo calor de hidratacao, determinado pela sua composicao
(fases do clinquer)
Este tipo de cimento tem a propriedade de retardar o desprendimento de
calor em pecas de grande massa de concreto, evitando o aparecimento de
fissuras de origem térmica, devido ao calor desenvolvido durante a
hidratacao do cimento.
Cimento Portland Resistente a Sulfatos (RS) Alteracoes nas proporcoes das
fases do Clinquer
Em ambientes submetidos ao ataque de meios agressivos, como estacoes
de tratamento de agua e esgotos, obras em regioes litoraneas,
subterraneas e maritimas.
Fubricuçdo do Cimento
'ipos de Cimento Portland: 'ipos de Cimento Portland:
Cimento Portland Branco (CPB) A cor branca é obtida a partir de matérias·
primas com baixos teores de óxido de ferro e manganês, em condicoes
especiais durante a fabricacao, tais como resfriamento e moagem do
produto e, principalmente, utilizando o caulim no lugar da argila.
Estrutural: Em concretos brancos para fins arquitetönicos.
Nao estrutural: Em rejuntamento de azulejos e em aplicacoes nao
estruturais.
Fubricuçdo do Cimento
O mercado de cimento: O mercado de cimento:
Fubricuçdo do Cimento
O mercado de cimento: O mercado de cimento:
Fubricuçdo do Cimento
O mercado de cimento: O mercado de cimento:
Obrigado! Obrigado!

,-7.,4/420394

"/;6 
1899065045;6/ :06:6/96 7960::61./90. 616045;6 4.; 9.

794. 7960::687.45;6: .730. :

,-7.,4/420394

"8.46:9 
6:0F20394 89O7,/420394 ,9F7,
!72, 9,5,8/4!74.0884!74/:9;4 %548/020394 07.,/4

1.4 8020.4/420394 "8 045.8 .9F .438:2/4 34 5. 0897:9:7.08 0 574. A 4 .43897:4 /. 4-7.4 /4 .4250.4 . 2.43.6 . /0 317./../0 29./0 !7080390 02 94/4 954 /0 . 8:-899:9-/..-7.70/. .. /0 9548 0 .20394 F :2./.309.8 ..3908 02 94/4 4 2:3/4 . E:.8 82508 247.7094 6:0 F 4 2. /0548 /.42 0850. 2. .20394 13.425430390 -E8. 2.-7.0884 /0 1.42 ..4 .907.. /4 3J.. A :2 574/:94 424H304 .4224/9 /0 -.-..

610.516.93.6:1.. 0.:1. 6:7:715 .30 96 . 9.30 96:065.65 0.1719.305.93. :.-7.0.106476:.30 96 $4.    65:4...93.9..9.516.4/420394 476061:.5:694.

: 547 56 90/.7..

/0 /0 :2.948 /0 .02 /0 ..4 574/:/4 50.4 $%  .8 1472. 45. 24.8 /0 8:1. 4: 2..169691.6#69. 6:. 53.20390 547 8.J36:0708 ..3/ 20394 /7E:.99.E.94 /0 .4 /7E:.43899:J/48 08803.E.5.3.51  20394!479. .39/. 506:03.48 0 :2.

#  .

 %616.9402. :5.36 :5.0696.3 45. 9.6606509.16 #.9: 7961 61045.7494 &  43.36 6956:.807. 6:! /9./4 .-7.3/ .3.7.6.4/6...%616.1.7094.4. /.:3 #.7901.4/420394 476061:.      6:..9./020394!479.36 & 6#.6569.72..20394  425.94.

4/420394 . . 9...#94.-7..

9F7.80. 80. .8.4 57207...4/02.. $0.2. F 24J/..88O/48 89E02 /08:84548706:072. 0 424030.  2.801.7..5. 2/. '.547.F.-7.39.47.4/420394 "7960::61. E:.4 80 70.438:24/00307. 6 '.907.4-907 424030.02.. .  424030../90./. 572.0 089E803/48:-899:J/. /03974 /.

4 6 .-7.4./47 434/0.08 79./90..7.. 05O894/0 42-:89J.7.4/420394 "7960::61.

46:0.

6:0./47 0884 J36:07 8.4: 544.3.0/47 .O04 !7F .O7.20394 ## ..4 $05..7..E74 38. 05O894/0 J36:07 434/020394 . $48/020394 434/07: 424030.E74 05O894 7..

02  !7F 424030.4/.02/4 .9F7..20394  40/:7.6:0. 572.  #0817.02050/4 6 ..4048.7:  424030.4/420394 "7960::61.  97..20394  4.4  !7F .  79.020.02  4./08  2-.-7.2./90.

61. .9. 9...4/420394  ..-7.

#94. 9.

9F7.E74 0 .-0794 0 .8 50/707.48 .4 4: .7. 50/7.8  0547. 572074 5.20390 .4 /.20394 F 097. 3472.8 2. .8 572.884 3. 097.F: .42 0548. 54/0 807 20..4 /0 50/707. /. 574/:4 /0 .8 F 109..8 .3.7 .

9.. 61..-7.4/420394  . .. 9.

9.#94.

097.4/0.. 3.E74 .

.3:42097.E74 .5O8 097. 7.34 ./.088E74 70/:7 4 80: 9..4 2.907. :2.38547900-79.48 803/4 30..4/420394  9.-7. .02/0. 80 02 -4.5708039. ../06:.2.4 . %7.

4/420394  #9 ..-7..

8 88.385479. 66:.F38 47439.. .079.44.E74 0 .72...4 6:0 .03.7.6465.8 4: . .4 2./.8 4 .42-3. . 1:34 /0 57F 424030.72. 1E-7.2.7 547 . ./.42 :2.7..907. .03./4 5. -79./4 02 848 .02 54/0 807 ..72.. 0 .438890 02 ./4 F 97.

4/420394  #9 ...-7.

/.  02 . /48.8 800.7.8 84 /0548 /481..6465./.8 903/4 02 .9F7..-00.4 8 2.438/07.42 -.E74  /0.43.80 5.02 F 0109:.4 .J36:07 88. 66:./48 J36:07   /0././0 /4 574/:94 ./. .48 57F 089.7209748 6:J2.. 4-907 . 6:.8 572.

.-7..4/420394  #9 .

6465. 66:.F247439. .8 72..4 $48'079.

24348 43/0 80 574/: 4 .8 .8 0.4 8J. 4-907 .3.4770 :2 574.8 /0 ...43899:02 4 . $2:9.E. 13..7: 289:7.20394 .03.8 5.4/420394  6.2./08 570903//.20390 24J/./.:90   /0 1472.8 84 70942.02 0 97.8 3.9F7..8 /48 .907. .-7.7.0884 /0 .4 /4 .72.30.:2J34 0 10774 08803../.8 /48 4. ./4 .70.385479. 1.39/.8 6:.-7.8 2. 5745474 /.4169¾ 013/. $  .02 4..8 572.42548948 6:0 . ./4 /0 4:9748 2.7: .8 /0 5790 0  0 -.20390  24..

4169¾ 434/0. .-7.4/420394  6...7:..079.

0 907 .7: /0.4/420394  6465. 5./..7.880:7..-7.079. ./..97./../.08848 530:2E9. 8:.42-3. /0 .4 .4 F 00.42 . 507109.20390 /48.F8 /0 574. 0 . 424030.:9. 02 848 . /0.4 /48 00203948 1472. .48 0 547 7.8 /0 7./4708 /4 J36:07  424030./0 .3/0 54790 ./06:. 13:7. 6  289:7. 507297 :2././..

.-7.4 ..4/420394  6465. 6 $4/0424030.

4/420394  #9 .-7...

907.. 80..2.20394 .9.9:7.7-43.6 3908 /4 .7 34 14734 0890 807E . 1.6:0.       %02507.4/42..57F .6:0.94770/E 80.80 /0 57F .4 0 3..7 50. 94770 /0 ./4 .4308 43/0 F 3..8045.20394 /0J36:07       89:7.4 5.7: 0397../4 .3.. E8 7:..F/0   ./08.88./. 4734 77010..

8 4 ..7 34 14734 4 0397.73.4/420394  619. /084.477/.8 .08 1J8./4 8 .42 . 0397.:7.7 34 14734 .4  =  708:9. 80 039.4 6:J2..3/4 547 :2 574.7: /E :..0884 /0 .88.7..594 5.7. 574/:94 ..20390 ..381472.4 12 /0890 5. 94770 /0 .3/4 34 .36:07 574/:94 .7  1. 1.9F ..8 4. 42 .08 9F72.73.850.36:07.8 97.94 /0 -449.8 08.8 3.4308 /0.-7.

.430!7F . %4770/0..-7.20394 . 473440/:7.4/420394  619.6:0.

J36:07 8..-7.3/4 .45.385479. /0 902507.7.4/420394  %:9.47 97.0/47 43/0 84170 :2.. /4 14734 0 80:0 5..0 .0884 ..7 6:0 F 70.882 4 703/20394 9F72.431070 . /23:4 -7:8.20394 .8 25479./4 504 .9:7./4 2047.4 /4 574.. 4 .3908 /4 .77010.7.6 &2.:507.J36:07 F 97.907J89. ..38107/4 5.4/4 4 .. 4 . 6:0 0 .7.

0/47 J36:07 ..-7.45.6 77010..4/420394  %:9.

24.94 14734 107 .48 .41 : . 4: 20.3.20394 708:9..3.72.-7.03...20394 5O8 .20390 97.O7.8 .F38 47439.7.8 ..3908 08.72./4 547 ..4/420394  6./4 02 848 4: .02 /4 J36:07 0884 0 /9...4 .385479.8 ..E74 6:0 74 /.8 /0 .7 .8 . /.4.907J89. 24..02 4 . 530:2E9.. 0 .20394 574/:/4 F 3472.

.-7.41 : .4/420394  6..

4/420394  6.-7.8 .8 434/04.41 : 434/04...

02 5.20394 .3.3854790 /0 .30 4: 02 8.89073.72..7.48 . 97..8 0 /05489.7. 1472. 7.E74 4: 5./4 54/0 807 109..8 ..3854790 10774..89073./4 .8 5.30 F 97.7.4/420394  4/.-7.307../07. /0 7.20394 F 02-.20394 ...97.F8 /0 2E6:3..8 038.4 4 . /0 8.20390 /4 84 /0 .4 207. /0 /:../48 02 5.38107/4 /709. 1472.48 /0 97. /4 .03..471 6  702088.0908 .2308 . . 3. .8 2.

-7./48 .4/420394  4/.09..3008.038/0050/4097.20394 7.03..02 2.3.471 6 $4/072.485.3854790/4 ..

471 "045.9. 6 .3..6:..-7.4/420394  4/..

/90.. 6 20394 120 .-7..4/420394 "7960::61.

3.51 .-7..6#69..4/420394 '76:145.

3.4/420394 '76:145.-7.6#69...51 .

.-7.3.4/420394 '76:145..51 .6#69.

1 :..1 :#.5165 6: 61.:89.-7.6#69..6 # 064.6#69.3.1::70.51 45.3.3 8.: 45.9 649.51644 # :48.4/420394 '76:145.6#69.516476:.3 416::6 65:.3.:796791.

 #.

 #.

9.6: 79 4631.: 06995.: 1 55.5116 345.16  796. 03 :6/ .9. 694..6: 1 045.6. 1 .5113.6#69. 06509.. "/9.6 :473: .94.16:  .::.3.6 45.4.9.

1 :1:0 9.3.6.6956 # 064.

: 1 06509.6.6956 "/9.

0651 6 1 3 816: .9::6: :6..45.: 1 9.: 0646 /.3..: .17663 506  "/9.6:  35.. 9::6: .: 73.: 7.9: 1 765.9.6: 064 .9. 6 1 :. 61 .: 6 6/9.9.: 06509.9::6: ..9.: 51:.9: 6/9.: :/49:.: 7./6:  0.: 4 .5.:76:.6: 45.6: 73.: 1 ..5: 7 .4.51#663 506 # 064.:.99.51: 145: : 51. : 1 4 85...: .16: 9.:  7:.::.96769.06995.3. .4/5.4/5.6#69.1.

-7..6#69.51 45.3 #.3.%::.3.6#69.4/420394 '76:145.5113...50. 50.

::163 589 3606: 7.: 796769 :1.: 46.:.9. .9.35.9. 6 . :5.9.% 3./6: 3. 7.45. /3606: 7..

6: .98.6 469 : 76:.. 506: 79 .: 345.

4631.16:  79 .

9 .6#69..613.4.6.&3.5.6.69 5.99 5.16: . 6  6045.:  4.:796769 :1./90.45.::163 589 4 .16: 45..: :/4.6#69..6: 6/9.8 1 46: .3.6: %& 3.369119.  :6.9.4/5.: ..: 4 9 : 3.. : 1 ...9::6: 0646 :.6 ..: 45.6 1 . :5.511.9..51%::.3.: :/..

..06476: 6 .::1603 589 :. 116 . 1 06509.51 4.6 .9045. 940.6 0.369119.1673.60..369 1:56316 19.::..4 . 6 16 045. 796791.5.6 1 ::9.76 1 045.. 6956064/.1 1 9.: 1 694 .369 4 7 .6 . 19.: 1 9.7. .516 6 . ..91.:.6 .9 6 1:795145.945.6 1 0. 6 1.

50.1.51 45. 7.9 1 4.:... 9.-7.51 9.506 #  069 /9.9. .3..6 #69.4/420394 '76:145. 6/.6#69.3.

6: /9. .9.5.36:  4 ... 794.93. .5 : 4 0651 : :70.69: 1 16 1 996  4.506: 7.6  46.. .9.9 1.9.: 0646 9:9.98. .45.9.516 6 0. 506: ! 6 :.6 1 .: .730.3 4 06509.9.4 16 7961.6: . 5: . 6 . :.9./90.: 064 /.6  79507.9.3 4 95.34 56 3.5.: 19. : 5 6 :.3.345.45.

..-7.6 .4/420394 "490.161045.

.-7.4/420394 "490..161045.6 .

-7.4/420394 "490...161045.6 .

16 ."/9.