ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO

1 - MERCADO INTERNACIONAL DE SEQUESTRO DE CARBONO • “Overview” • O Mercado Comprador De Certificados • Projetos Selecionados • Transações Selecionadas • Declarações do Presidente da CO2e.com • Modelo de Certificado 2 - FONTES DE RECURSOS • Fontes Multilaterais e Governamentais • “Green Funds” e Outras Fontes Privadas • Investidores 3 - CONCEPÇÃO BÁSICA DO PROJETO 4 - ESTRUTURAÇÃO JURÍDICA DO PROJETO 5 - ROTEIRO DO PROJETO 6 - CUSTO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO

MERCADO COMPRADOR DE CERTIFICADOS

• North American Carbon (EUA) • Epcor Utilities (Edmonton, Canadá) • Pilot Emission Reduction Trading - PERT (Toronto, Canadá) • Greenhouse Gas Emission Reduction Trading • GERT (Vancouver, Canadá) • Transalta Corporation (Canadá) • Parceria Natsource - Environmental Resources • Trust Tullet & Tokio Liberty • Hydro Quebec (Canadá) • Tokio Electric Power (Japão) • Ontário Power (Canadá) • Sumitomo (Japão)

MERCADO DE SEQÜESTRO DE CARBONO PROJETOS SELECIONADOS

PROJETO 1 - Rio Bravo 2 - Carfix 3 – Kirkmore Park 4 – Olafo Project

PAÍS Belize Costa Rica Rep.Tcheca Guatemala

ÁREA 6.014 ha

FINANCIADOR Wisconsin Electric Company Fundecor

ANO 1994

15.000 ha

Face (Holanda) DANIDA(Dinamarca) NORAD(Noruega) SIDA(Suécia)

1993

5 – Sabak 6 – Rusafor

Malásia Rússia

1.400 ha

New England Electric System EPA (USA)

1996

MERCADO DE SEQÜESTRO DE CARBONO TRANSAÇÕES SELECIONADAS

COMPRADOR 1 – TransAlta Co (Canadá) 2 – GEMCO (Canadá)

VENDEDOR Hamburgische Electricitakts Werke (Hew-Alemanha) IGF Insurance Company (USA) State Forests Rede de Filiais Gov. de Costa Rica Gov. de Costa Rica 24.000 ton CO² reductions Maior operação de CO² no mercado (até 2012) 300.000 ton CO² 360.000 ton CO² 1.000 ton CO² 4.000 ton CO²

ANO 2000

PREÇO EUR $ 15

3 – Tokio Electric Power Company 4 – AMOCO 5 – Centre Financial Products Ltda. 6 – Consórcio Noruega

1999 US$ 20/ton de CO² 1997 1999

MERCADO DE SEQÜESTRO DE CARBONO TRANSAÇÕES SELECIONADAS (Cont.)

COMPRADOR 7 - Ontário Power 8 - Ontário Power 9 - Pacific Power 10 - Sumitomo 11 - Sucor Energy 12 - EPCOR Utilities (Edmonton, Canadá)

VENDEDOR Star Lake Partnerships Zahren Alternative Power Corporation State Forest of New United Energy System da Rússia Niagara Mohawk Power Corporation FORTUM (Finlândia)

QUANTIDADE 90.000 ton CO² 2.500.000 ton CO²

ANO 1999 1999

PREÇO

10 milhões ton CO² 1 milhão ton CO² 50.000 ton CO²

1998 1998 2001

DECLARAÇÕES DE CARLTON BARTELS, PRESIDENTE DA CO2e.com
“The corporate world is recognising the necessity to act. Companies are unilaterally stepping out in front of the political debate, declaring selfimposed caps on their emissions or saying,they want to implement solutions rather than face perpetual uncertainty“. “This may be a historical change in how we regulate. Corporations selling carbon-intensive products and carbon intensive businesses making 10, 20 or 30 year investments involving billions of dollars recognise that the problem of global warning is serious and want to make sure those investments are safe under future regulatory framework.”

DECLARAÇÕES DE CARLTON BARTELS, PRESIDENTE DA CO2e.com (Cont.)
- What kind of market development do you expect in the near future in terms of price, volumes, and actors involved? - “For a market that does not yet exist in a legal context it is incredible how much activity there is in the carbon market”.

- When do you expect the market to take off? - “It is already taking off, or rather ramping up. As usual with new markets we have a steady growth curve here which will develop in the direction of exponential growth”.

MODELO DE CERTIFICADO

“This is to certify that 120 tons of carbon dioxide reductions, generated by the Smelting Company facility have been retired in the name of Mr. Smith.”

FONTES DE RECURSOS MULTILATERAIS E GOVERNAMENTAIS
1. BANCO MUNDIAL: • Prototype Carbon Fund • Carbon Investment Fund 2. BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO (BID) 3. CO-FINANCIADORES COM O BID: • Espanha: Parallel Agreement - até 30 anos • Canadá: Canadian International Development Agency (CIDA) • Suécia: Nordic Investment Bank (NIB) 15 a 25 anos • Itália: Mediocredito Centrale (MCC) - 10 + 10 anos • Estados Unidos: International Fund for Agriculture and Development (IFAD) - 3 + 15 anos • França: Francepage • Japão: Japan Bank for International Cooperation (JBIC) - 7 + 18 anos • Holanda: Rabobank International

FONTES DE RECURSOS “GREEN FUNDS” E OUTRAS FONTES PRIVADAS
• Environmental Financial Products (Joyce Foundation, Chicago, EUA) • Environmental Enterprises Assistance Fund (Ong, Washington, EUA) • International Utility Effficiency Partnerships, Inc. (EUA) • Swedfund International Ab (Suécia) • Finnfund Investment Services (Finlândia) • V. Capital com (Robertson Stephens, Arthur Andersen etc) (EUA) • Emission Market Development Group (EMMDG) • Face Foundation • Fonds de Solidarité (Quebec, Canadá) • Global Partners Fund • Green Century Funds

CONCEPÇÃO BÁSICA DO PROJETO
1 - ÁREA: 20 ha por propriedade. Total 2.000 agricultores = 40.000 hectares 2 - UTILIZAÇÃO DA ÁREA: • 40.000 ha com floresta “Nim” ou “Neem” 3 - ESTRUTURAÇÃO JURÍDICA DO PROJETO: SPE • Sociedade Anônima • Participação Acionária: • Proprietário – X% • Investidor – X% • Gestão – X% PRAZO: 10 anos 4 - CUSTO DE IMPLANTAÇÃO DO PROJETO: R$ 1.000,00 por hectare

Total = R$ 40.000.000,00

CONCEPÇÃO BÁSICA DO PROJETO (Cont.)
5 - ESTIMATIVA DE RECEITAS: De Seqüestro de Carbono (nos 40.000 ha): ² • • • 14,68 ton C02/ha x 40.000 ha = 587.200 ton x US$ 20/ton CO2 = US$ 11,744,000/ano Projeto Neem: 8 anos x US$ 11,744,000 ton = US$ 93,952,000 T O T A L: = US$ 93,952,000 US$ 46,976 por agricultor = 5,872 por ano Da Venda da Madeira: • • • Projeto Neem: 40.000 ha x 40 m3 = 1.600.000 m3 x US$ 600 = US$ 960,000,000 (no 10º ano) US$ 480,000 por agricultor = 48,000 por ano Hoje, o preço do M3 de Neem no Mercado está entre US$ 1,200 e 1,500

6 - OUTRAS (EXPLORAÇÃO DA FLORESTA)

ESTRUTURAÇÃO JURÍDICA DO PROJETO

1 - Sociedade de Propósito Específico (SPE) Ou Associações de Produtores / Cooperativas. 2 - Criada exclusivamente para dar existência legal a um projeto e ao seu fluxo de caixa. 3 - Normalmente, uma SA ou uma LTDA. 4 - SA: Possui custos e normas rígidos. 5 - LTDA: Possui simplicidade, sigilo e baixo custo. 6 - Duração: Vinculada à duração do projeto.

ROTEIRO DO PROJETO

1. Pré-avaliação 1.1 - A propriedade 1.2 - A empresa ou grupos empreendedores Capacidade financeira. Capacidade gerencial do projeto 1.3 - “Baseline” 1.4 - Quantificação da capacidade de seqüestro de carbono 2. Lay-out da floresta e projeto 2.1 - Adicionalidade 2.2 - Rendimento 2.3 - Impacto sócio-econômico 2.4 - Adequação ambiental 3. Aprovação governamental. Registro

ROTEIRO DO PROJETO (Cont.)
4. “Funding” do Projeto 4.1 - Financiamento 4.2 - Participação Societária 4.3 - Instrumentação Jurídica 5. Contratação da Plantação 6. Certificação Internacional 7. Elaboração de Prospecto para “Road Shows” 8. “Trading” dos Certificados de Seqüestro 9. Consultoria Jurídica 10.Gerência e Coordenação Geral do Projeto 11. Subprojetos Complementares

CUSTO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO

ITENS “Pre-assessment” – Capacidade de Seqüestro “Layout” e Projeto Aprovação e Carta do Governo. Registro Negociação do Financiamento – Instrumentação Contratação da Plantação Certificação Prospecto para “Road-Shows” “Trading” dos Certificados de Seqüestro Consultoria Jurídica Gerência e Coordenação Geral do Projeto Subprojetos Complementares TOTAL

US$ 20.000 80.000 5.000 20.000 2.000 150.000 2.000 20.000 50.000 100.000 50.000 499.000

PRÓXIMOS PASSOS
• • • • • • • • • • • Desenvolver pesquisas detalhadas sobre a região (FGV) Desenvolver produto (financiamento) do BNB para os agricultores Estruturar projeto integrado de desenvolvimento Fazer parceria com o Governo do Estado de Minas Gerais Fazer parceria com a ONG/OSCIP Vale Solidário Criar cooperativas e/ou Associações de Agricultores Elaborar estudos sobre área e capacidade de Seqüestro de Carbono Elaborar estudos sobre a viabilidade de credenciamento do projeto como MDL junto ao comitê gestor do Protocolo de Kyoto Pesquisar nas Bolsas de Valores o valor de mercado dos Certificados de Emissão – por tonelada Pesquisar o mercado existente para os produtos do projeto: seqüestro de carbomo, sementes, mudas, folhas, medicamentos, cosméticos, madeira. Elaborar e desenvolver acurado sistema de treinamento das pessoas envolvidas, em todos os níveis (FGV)

MOTIVAÇÃO
O

Brasil desmata em média 500.000 hectares por ano  Precisa reflorestar pelo menos 800.000 hectares anuais, segundo acordos internacionais  Realiza menos de 300.000 hectares, com fins comerciais – setor privado

OPORTUNIDADES ADICIONAIS
 Produção

de Óleos – principalmente para agregação ao Diesel  Produção adicional de polpas, doces, frutos  Fixação definitiva do homem no campo, diminuindo a pressão social nas cidades  Criação de significativa clientela para o BNB  Grande desenvolvimento da região, com criação de empregos indiretos  Geração de emprego e renda no campo, a baixo custo para o país

COMPARAÇÕES
Soja – 150 sacas/ha – R$ 2.320,00 Custo – 70% - Terra com qualidade – Alto investimento em máquinas e qualificação da mão-de-obra

Gado – 1,5 boi/ha - R$ 1.200,00 Custo – 70% – investimento inicial significativo – Alimentação e manutenção caros.

Neem - R$ 7.500,00 Custo – Inicial alto. Diluído em 10 anos, o menor de todos = R$ 100,00 por hectare/ano + mão-de-obra.

Risco – Menor no Neem Custo Benefício – Neem maximiza a rentabilidade do Investimento