MANDADO DE SEGURANÇA NO DIREITO DO TRABALHO

Apresentador: SAMUEL

próprio. não amparado por hábeas corpus . . líquido e certo.CONCEITO ‡ O Mandado de Segurança é meio impugnativo constitucional para a proteção de direito individual.

um mandado de segurança trabalhista. ‡ O mandado de segurança no processo trabalhista nunca é estranho a um litígio entre empregado e empregador. que denomina ação mandamental. ‡ Para alguns autores o mandado de segurança é sempre uma ação civil. . não havendo. no entanto. ‡ A natureza incidente do mandado de segurança no processo trabalhista.NATUREZA JURÍDICA ‡ Pontes de Miranda sustenta que é ação de tipo especial. faz com que tal ação se caracteriza como trabalhista. portanto.

OBJETO ‡ Será sempre a cassação ou mudança de um ato judicial relativo a processo originário de conflito de interesses entre empregado e empregador. .

701/88 declara que nos tribunais em que não há grupos de turmas a competência é do Pleno. dispõe que a competência originária para conhecer de MS é dos TRT s. .FUNDAMENTOS ‡ A CLT. ‡ Segundo a mesma Lei. em seu artigo 678. I. ‡ A Lei n 7. ‡ O regimento do TST e dos TRE s dispõem sobre o processo dos mandados de segurança. no TST a competência para apreciar MS é da Seção de Dissídios Individuais ou da Seção de Dissídios Coletivos. porém há diferenças entre os diversos regimentos. b .

e a do réu.CONDIÇÕES DA AÇÃO ‡ Liquidez e certeza do direito ‡ Produção de provas .é a necessidade da sentença para que o bem jurídico possa ser assegurado .esta é deveras limitada. insuscetibilidade de contestação dos fatos e do direito ‡ Legitimidade para agir . com a pessoa obrigada ‡ Interesse de agir .o mandado de segurança exige a identidade da pessoa do autor com a pessoa favorecida pela lei.

PEDRO .

± Ato disciplinar.CABIMENTO ‡ Não cabe impetração de MS visando à cassação de: ± Ato de que caiba recurso administrativo com efeito suspensivo e que independa de caução. ± Despacho ou decisão judicial. salvo quando praticado por autoridade incompetente ou com inobservância de formalidade essencial. quando haja recurso previsto nas leis processuais ou possa ser modificado por via de correição. .

CABIMENTO ‡ Sendo cabível o Mandado de segurança: ± Quando se destina a impedir ou coibir o abuso de autoridade do judiciário trabalhista. independente de produção de outras provas. imediata. mesmo porque não há instrução probatória. ± O direito a ser amparado é claro. decorrente de fatos e situações sobre os quais haja uma comprovação de plano. . ± Somente aqueles que importem em violação ou ameaça a direito líquido e certo.

não cabe no primeiro grau. a competência para julgar mandado de segurança é do Pleno.COMPETÊNCIA ‡ O MS é ação de competência originário do TRT. ‡ Nos tribunais em que não existem Grupo de Turmas ou Seção Especializada. .

5. 2. A autoridade coatora. 6. 7. O juiz ou tribunal a que é dirigida. 3. 4. contendo: 1. O valor da causa. O requerimento para intimação da autoridade coatora.PETIÇÃO INICIAL ‡ Deve atender os requisitos do artigo 282 do CPC. . O pedido e suas especificações. Os fatos e os fundamentos jurídicos do pedido. A qualificação do impetrante.

‡ Ao despachar a inicial. que poderá determinar que seja feita pela mesma forma a intimação à autoridade coatora. é permitido impetrar o mandado por telegrama ou radiograma ao juiz competente. a fim de que. o juiz relator ordenará que seja notificada a autoridade coatora do conteúdo da petição. preste as informações que julgar necessária. no prazo de dez dias. .PETIÇÃO INICIAL ‡ Em caso de urgência.

segue-se os efeitos imediatos. ‡ Da concessão. o que só se verificará na decisão final. podendo ser concedido liminarmente. . mas não definitivo.LIMINAR ‡ O mandado de segurança tem por finalidade provocar a pronta prestação jurisdicional em casos nos quais se torna necessária.

‡ Segundo S. Martins. segundo alguns regimentos internos dos Tribunais.533. o mais correto seria RO para o TST. P. . caberá agravo para o pleno ou turmas ou seção especializada.INDEFERIMENTO ‡ A inicial será indeferimento de plano quando não for o caso de mandado de segurança ou lhe faltar algum dos requisitos previstos na Lei 1. pois a inicial foi indeferida na vara. ‡ Do despacho que indeferir a inicial caberá recurso ordinário.

pode impetrar MS. . se o direito lesado ou ameaçado for de várias pessoas. independentemente das demais.LITISCONSÓRCIO ‡ Não sendo o caso de litisconsórcio necessário. cada uma delas.

Decorrido esse prazo.PRAZO ‡ O prazo para ajuizamento é de 120 dias contados da ciência do ato ilegal praticado pela autoridade coatora. não mais poderá a parte valar-se do mandado de segurança. .

não cabe qualquer recurso. ‡ Tendo como prazo 08 dias para recorrer e o mesmo prazo para contra-razões. que será julgado pelo TST. quando será admissível o recurso extraordinário. salvo se violarem a CF. . ‡ Dos acórdãos prolatados pelo TST no julgamento de mandados de segurança.RECURSO ‡ O recurso cabível da sentença que julga o mandado de segurança é o ordinário. conforme se verifica do Enunciado 201 do TST. desde que se trata de decisões irrecorríveis.