You are on page 1of 90

Flor: Estruturas reprodutivas

Androceu

Estigma

Estilete

Gineceu
Filete

Pétalas

Sépalas
Receptáculo floral

Ovário com óvulos

Pedúnculo floral

Flor: Estruturas reprodutivas

Androceu

Estigma

Estilete

Gineceu
Filete

Pétalas

Sépalas
Receptáculo floral

Ovário com óvulos

Pedúnculo floral

Flor: Estruturas reprodutivas

Androceu

Estigma

Estilete

Gineceu
Filete

Pétalas

Sépalas
Receptáculo floral

Ovário com óvulos

Pedúnculo floral

Flor: Estruturas reprodutivas Androceu . (Agavaceae ) .conjunto de estames ‡ Filete ‡ Conectivo ‡ Antera antera conectivo filete estame Agave sp.

Flor: Estruturas reprodutivas Androceu ‡ Fusão dos estames .soldadura Agrupados em feixes Adelfia Estames livres Unidos formando um tubo .Adelfia Fundidos pela antera .

Deiscência: ‡ Longitudinal .

Deiscência: ‡ Longitudinal ‡ Transversal .

Deiscência: ‡ Longitudinal ‡ Transversal ‡ Poricida .

Deiscência: abertura ‡ Longitudinal ‡ Transversal ‡ Poricida ‡ Valvar .

Inserção da antera no filete .

Estaminódios: Estames estéreis Estaminódios estame estaminódio presente ausente .

Flor: Estruturas reprodutivas Gineceu ² conjunto de carpelos (pistilos) ‡ formado pelos carpelos ± que é a parede do ovário ‡ Ovário ‡ Estilete ‡ Estigma .

Flor: Estruturas reprodutivas Em uma flor: ‡ Um ou mais carpelos .

Flor: Estruturas reprodutivas Em uma flor: ‡ Um ou mais carpelos ‡ Livres ou fundidos dialicarpelar gamocarpelar .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos: Gineceu apocárpico Crassula argentea Thunb. .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos: Gineceu Sincárpico Euphorbiaceae .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos: Gineceu Sincárpico .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos Fusão dos carpelos podem formar lóculos Unicarpelar e unilocular .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos Gineceu apocárpico Gineceu sincárpico Fusão dos carpelos podem formar lóculos Unicarpelar e unilocular Tricarpelar e trilocular .

Flor: Estruturas reprodutivas Fusão dos carpelos Gineceu apocárpico Gineceu sincárpico Fusão dos carpelos podem formar lóculos Unicarpelar e unilocular Tricarpelar e trilocular Tricarpelar e unilocular .

Flor: Estruturas reprodutivas Euphorbia cotinifolia L. .

Placentação Disposição da placenta e dos óvulos ‡ Placenta: porção do ovário onde os óvulos se originam e ficam fixados até a maturidade basal apical parietal axial Central livre difusa marginal .

Placentação .

Ovário tricarpelar Acanthus mollis (Acanthaceae) Ovário bicarpelar .

Solanaceae Ovário bicarpelar e plurilocular .

Sarracenia purpurea .

Flor: Estruturas reprodutivas Gineceu ² conjunto de carpelos ‡ Ovário ‡ Estilete ‡ Estigma .

achatado ‡ Inserção no ovário: terminal Basal (ginobásico) Lateral (acêntrico) .‡ Estilete ‡ Forma variável: cilíndrico.

Flor: Estruturas reprodutivas Gineceu ² conjunto de carpelos ‡ Ovário ‡ Estilete ‡ Estigma .

Estigma Forma variável: Ramificado Indiviso Truncado. filiforme Globoso cônico discóide Forma de leque. foliáceo Forma de bico Lobado . não diferenciado.

(Apocynaceae) . (Aristolochiaceae ) Vinca minor L. & Kurz (Apocynaceae) Asarum canadense L.Rauwolfia serpentina Benth.

Liatris pycnostachya Michx. (Asteraceae) Vernonia missurica Raf. (Asteraceae) .

Bignoniaceae

Boraginaceae

Cactaceae
Foto: Marco Pozzana

Sapindaceae

Smilax lasioneuron Hook. (Smilacaceae)

Arisaema triphyllum (L.) Schott (Araceae)

Pentas lanceolata (Forssk.) Deflers (Rubiaceae)

Citrus limon (L.) Burm. f. (Rutaceae)

Oenothera speciosa Nutt. (Onagraceae) Primulaceae .

Nymphaeaceae .

(Myrsinaceae) .Ardisia elliptica Thunb.

Cucurbita pepo L.(Cucurbitaceae) Trilliaceae .

Posição dos órgãos florais Ovário ínfero flor epígina Ovário súpero flor hipógina Ovário semi-ínfero flor perígina .

‡ Hipanto: concrescimento do receptáculo floral com a fusão de sépalas. pétalas e estames Flor epígina Flor hipógina Ele pode ser livre ou não Hipanto livre .

Hipanto livre Hipanto Flor epígina com hipanto .

formada pelo prolongamento do receptáculo e que eleva o gineceu. Euphorbiaceae .Ginóforo: haste bastante alongada.

(Capparaceae) Foto: Dinesh Valke .Crateva sp.

Hibiscus sp. (Malvaceae) .Andróforo: estrutura usualmente tubular formada por inúmeros filetes fundidos.

Androginóforo: prolongamento de receptáculo eleva tanto o gineceu quanto o androceu .

Flores Unissexuadas Flores Unissexuadas masculinas ± flores estaminadas Flores Unissexuadas femininas ± flores pistiladas Flores bisexuadas .Hermafroditas .

Geranium maculatum L. Ellis (Droseraceae) Clusiaceae . (Crassulaceae) Dionaea muscipula J. (Geraniaceae) Crassula argentea Thunb.

Flores estaminadas Bursera simarouba (L. (Burseraceae) .) Sarg.

Diospyros texana Scheele (Ebenaceae) Flor estaminada .

Koch (Juglandaceae ) .Flor pistilada Carya ovata (Mill.) K.

& Nakai Cucurbitaceae .) Matsum.Flor estaminada Flor pistilada Citrullus lanatus (Thunb.

ex Steud.Limnobium spongia (Bosc) Rich. (Hydrocharitaceae ) Flor estaminada Flor pistilada .

MONÓICA DIÓICA Plantas que apresentam flores unissexuadas em indivíduos distintos Plantas que apresentam os dois sexos na mesmo indivíduo (flores unisexuadas ou bisexuadas) .

(Fagaceae) .Planta monóica Inflorescência estaminada e a pistilada na mesma planta Castanea sativa Mill.

Planta monóica .

) Nees (Lauraceae) Flores pistiladas apresentam estaminódios Flores estaminadas .Planta dióica Sassafras albidum (Nutt.

Planta dióica Flor masculina Flor feminina .

Carica papaya L.Flores pistiladas sésseis . Duas plantas ANDROMONÓICA ± ³Mamão-macho´ Inflorescência pluriflora com flores estaminadas e bissexuadas pedunculadas ³Mamão-fêmea´.

.

HERMAFRODITA UNISSEXUADA FEMININA Plantas Ginodióicas .

HERMAFRODITA UNISSEXUADA MASCULINA Plantas Androdióicas .

ANDROMONÓICA Presença de flores hermafroditas e unissexuadas masculinas na mesma planta Presença de flores hermafroditas e unissexuadas femininas na mesma planta GINOMONÓICA .

.

caracterizada pela forma como estas aí se dispõem umas em relação às outras. provido de folhas modificadas chamadas brácteas.INFLORESCÊNCIA ‡ Inflorescência é a parte da planta onde se localizam as flores. ‡ Normalmente consiste em um prolongamento semelhante ao caule. ou raque. . Nas axilas destas brácteas localizam-se as flores.

As inflorescências apresentam frequentemente folhas de proteção (brácteas) com aspecto bastante diversificado: grande ‡ Espata: bráctea que envolve a inflorescência (ex. . a inflorescência feminina do milho está envolvida por várias espatas).

‡ Cúpula: tipo de invólucro de brácteas. que inclui ainda a parte terminal e dilatada do pedúnculo. como acontece nas flores femininas dos carvalhos. em forma de taça. .

que cobre totalmente os frutos e abre pelo cimo na maturação. coberta de espinhos.‡ Ouriço: tipo de cúpula. como acontece no castanheiro. .

A glumela de inserção inferior é designada lema e a outra. de inserção superior.‡ Glumelas: bractéolas que envolvem cada flor da inflorescência das gramíneas. Nas gramíneas cada espigueta está envolvida geralmente por duas glumas . pálea. brácteas escariosas das ‡ Glumas: inflorescências das gramíneas e ciperáceas.

Espigueta de trigo Espiguetas de cevada Espiguetas de centeio Espiguetas de aveiaEspiguetas de arroz .

Inflorescência de uma orquídea. um racemo típico .‡ Racemo: Flores pediceladas dispostas em uma raque simples.

Panícula: Flores pediceladas dispostas em uma raque ramificada. . normalmente ocorrendo apenas nas ramificações.

Umbela de uma espécie de alho. . no ápice da inflorescência.Umbela simples: Flores pediceladas inseridas em um único ponto.

.Umbela composta: inflorescência ramificada de umbelulas.

Espiga: Flores sésseis dispostas em uma raque simples .

. . como nas margaridas. É comum haverem tipos de flores diferentes nestas inflorescências.Capítulo: Flores inseridas em um receptáculo discóide ou arredondado protegido por brácteas.

Dicásio: A raque subdivide-se em duas partes uma ou mais vezes. portando as flores nas extremidades .

Sicônio: Flores sésseis inseridas em um receptáculo carnoso que se fecha sobre elas. . deixando apenas uma abertura no ápice (como ocorre em figueiras).

e as masculinas ao redor.Ciátio: Flores unissexuais dispostas em conjuntos protegidos por brácteas. . A flor feminina encontra-se no centro.

± .Tirso: cacho composto com forma fusiforme e zona de maior largura a cerca de 1/3 da base (ex. alpista).

.Corimbo: tipo de cacho em que as flores. apresentando pedicelos de comprimento desigual. pode ser simples ou composto. se situam ao mesmo nível.

flor do pessegueiro. macieira). Corola característica das espécies da familia das Cruciferae (ex.Tipos de corola: ‡ Dialipétalas e actinomórficas ± Crucífera: quatro pétalas de unha comprida e dispostas em cruz. flor das couves). ± Cravinosa: cinco pétalas de unha comprida. Característica das espécies da família das Rosaceae (ex. . ± Rosácea: cinco pétalas de unha curta.

geralmente inferiores.Dialipétalas e zigomórficas ‡ Papilionácea: corola com cinco pétalas. uma maior. flor da olaia). ‡ . frequentemente unidas (quilha). externa e geralmente superior (o estandarte) que cobre duas pétalas laterais (as asas) e duas internas. flor da ervilheira). É característica da sub-família Papilionoideae das Papilionaceae ou Fabaceae (ex. Pseudo-papilionácea: corola em que o estandarte é menos desenvolvido. estando coberto pelas asas e estas pelas pétalas inferiores (ex.

Simpétalas e actinomórficas ‡ Rodada: corola de tubo curto e limbo aberto (ex. mantendo depois o diâmetro constante. ‡ ‡ ‡ . Campanulada: tubo da corola dilata rapidamente na base. Afunilada: o tubo da corola alarga da base para o cimo (ex. Tubulosa: corola de tubo comprido com o mesmo diâmetro em toda a extensão (ex. flores do disco do girassol). flor da batateira. da beringela). corriola.). Convolvulus arvensis L.

flor do medronheiro).‡ Assalveada: o tubo alarga rapidamente na base e na parte superior (ex. flor do tabaco) ‡ Gomilosa: o tubo alarga rapidamente na base. . mas depois estreita para o cimo (ex.

Ligulada: lábio único. Unilabiada: lábio único geralmente recortado ‡ ‡ ‡ . mas de fauce fechada pelo palato (parte intumescida de um dos lábios). Personada: corola com limbo dividido em dois lábios.Simpétalas e zigomórficas ‡ Labiada: corola com limbo dividido em duas partes ou lábios e de fauce (zona de ligação do limbo ao tubo) aberta (ex. alongado em forma de língua (ex. flor do alecrim). flores marginais do capítulo do girassol).

‡ Flor esporoada: flor que apresenta esporão na corola. . ‡ Flor gibosa: flor que apresenta giba na corola.