You are on page 1of 21

Saúde da Criança

Desnutrição
&
Anemia
Dez passos para uma
alimentação saudável
Crianças menores de dois anos

• Passo 1 – dar somente leite materno até os seis


meses.
• Passo 2 – á partir dos seis meses, oferecer outros
alimentos.
• Passo 3 – á partir dos seis meses dar cereais, carnes,
frutas e legumes.
• Passo 4 – a alimentação deve ser oferecida de acordo
com os horários de refeição da família.
• Passo 5 – a alimentação deve ser espessa desde o
início e deve ser oferecida de colher.
• Passo 6 – oferecer à criança diferentes alimentos ao
dia.
• Passo 7 – estimular o consumo diário de frutas,
Crianças entre dois e dez anos
• Passo 1 – aumente e varie o consumo de verduras e
legumes, ofereça em cinco porções diárias.
• Passo 2 – ofereça feijão pelo menos uma vez por dia, no
mínimo quatro vezes na semana.
• Passo 3 – alimentos gordurosos devem ser evitados,
podendo ser ofertados no máximo uma vez por semana.
• Passo 4 – modere o uso do sal.
• Passo 5 – procure oferecer pelo menos três refeições e dois
lanches por dia.
• Passo 6 – doces, bolos, biscoitos e outros alimentos ricos
em açúcar devem ser evitados, podendo ser oferecidos
no máximo duas vezes por semana.
• Passo 7 – evite o consumo diário de refrigerantes e sucos
artificiais.
• Passo 8 – para que a criança aprecie sua refeição, ela deve
comer devagar e mastigar bem os alimentos.
• Passo 9 – mantenha o peso de seu filho dentro dos limites
saudáveis para a idade.
• Passo 10 – estimule o seu filho para que seja ativo.
Alimentação saudável = Criança
com saúde e feliz!
Aleitamento
materno
• benefícios imunológicos: se
identificam muitos
componentes
imunológicos no leite
materno ele contém
anticorpos para os
organismos os quais a
mãe foi exposta.

• vantagens nutricionais: Os
três principais
componentes dos
alimentos que
proporcionam crescimento
e energia são proteínas,
Desnutrição Infantil
• A desnutrição é uma doença causada pela dieta
inapropriada, hipocalórica e hipoprotéica. Também
pode ser causada por má-absorção de nutrientes
ou anorexia. Tem influência de fatores sociais,
psiquiátricos ou simplesmente patológicos.
Acontece principalmente entre indivíduos de baixa
renda e principalmente as crianças de países
subdesenvolvidos. Segundo alguns médicos a cada
ano 3,5 a 5 milhões de crianças menores de cinco
anos morrem de desnutrição.

Causas
• A causa mais frequente da
desnutrição é a uma má
alimentação. Ainda, outras
patologias podem desencadear
má absorção ou dificuldade de
alimentação e causar a
desnutrição.

• Vermes intestinais roubando


nutrientes, por exemplo.


Consequências
• O coração perde massa muscular, assim
como os outros músculos do corpo. Em
estágio mais avançado há insuficiência
cardíaca e posteriormente morte.
• O Sistema Imune torna-se ineficiente. O
corpo humano não vai ter os nutrientes
necessários para produzir as células de
defesa. A cicatrização é lentificada.
• O sangue - É possível ocorrer um quadro de
anemia ferropriva relacionada à
desnutrição.
• O Trato gastro-intestinal - há menor
secreção de HCl pelo estômago, tornando
esse ambiente mais propício para
proliferação bacteriana. E o intestino
Solução
• Reeducação alimentar da criança e da família,
acompanhada de uma estruturação social que
possibilite a essa família manter a qualidade
de vida. Isso vai além de tirar a criança do
quadro de desnutrição, é uma questão,
política, social e educacional.

• A idéia da alimentação alternativa começou a


ser disseminada pela Pastoral da Criança, e
consiste no aproveitamento máximo dos
alimentos, evitando desperdícios e buscando
novas fontes de nutrientes. A mais conhecida
é a multi-mistura, feita com farelos (de arroz
e de trigo), da moagem de folhas verdes (de
mandioca, batata-doce, abóbora) e de
sementes (de girassol, melancia, etc.), tudo
isso moído, tostado e peneirado vira uma rica
Pastoral da Criança
• A Pastoral da Criança é um
Organismo de Ação Social
da Conferência Nacional dos
Bispos do Brasil – CNBB.

• Tem como objetivo o


desenvolvimento integral
das crianças e promove, em
função delas, também suas
famílias e comunidades,
sem distinção de raça, cor,
profissão, nacionalidade,
sexo, credo religioso ou
político.
Dra. Zilda Arns Neumann –
mensageira da Paz e do Bem!

• Uma mulher de coragem!


Dra. Zilda viveu para
defender e promover as
crianças, gestantes e
idosos, construir uma
sociedade mais justa,
fraterna, com menos
doenças e sofrimento
humano. Morreu
tragicamente no
terremoto que devastou
o Haiti dia 12 de janeiro
de 2010, logo após fazer
um pronunciamento
sobre como salvar vidas
com medidas simples,
Anemia
Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde

(OMS) como a condição na qual o conteúdo de


hemoglobina no sangue está abaixo do normal como
resultado da carência de um ou mais nutrientes
essenciais, seja qual for a causa dessa deficiência. A
hemoglobina é o pigmento dos glóbulos vermelhos
(eritrócitos) e tem a função vital de transportar o
oxigênio dos pulmões aos tecidos.Estima-se que 90%
das anemias sejam causadas pela deficiência de ferro.

O Ferro é um nutriente essencial para a vida e atua


principalmente na síntese (fabricação) das células


vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para
todas as células do corpo.

Nas crianças a principal causa de anemia ferropriva é o


aumento da demanda de ferro e sua ingestão


insuficiente, que ocorre mais freqüentemente nos
bebês em aleitamento artificial ou após os seis meses
Sinais e sintomas
S ã o v a riá v e is e d e p e n d e m d a g ra v id a d e d o q u a d ro , d a
su a v e lo cid a d e d e in sta la çã o , d o s n ív e is d e
h e m o g lo b in a e d o s sin a is e sin to m a s d a d o e n ça q u e
ca u so u a a n e m ia . P o d e m o co rre r:

• fadiga,fraqueza, indisposição, moleza,


cansaço fácil
• palidez, queda de cabelo, unhas fracas e
quebradiças, pele sêca
• dificuldade de concentração, sonolência,
memória fraca
• vertigens, tonturas, atordoação, desmaio
• palpitações e taquicardia
• dores e inchaço nas pernas
• dispnéia (falta de ar)
• distúrbio de comportamento
alimentar( vontade de comer terra, gêlo,
arroz crú)
Causas
Qualquer condição passível de comprometer a produção ou

de aumentar a taxa de destruição ou de perda dos


glóbulos vermelhos pode resultar em anemia, se a
medula óssea não conseguir compensar a perda dos
glóbulos vermelhos, ou mesmo um aumento das
necessidades de ferro, como ocorre em crianças durante
períodos de crescimento acelerado ou em mulheres
durante a gestação e amamentação.

Os principais tipos de anemia são:


• Anemia da carência de ferro (ferropriva)


• Anemia das carências de vitamina B12 e de ácido fólico


• Anemia das doenças crônicas (fanconi)



Diagnóstico
• Exames Laboratoriais podem ser pedidos:
• O hemograma é o principal exame a ser realizado
quando há suspeita de anemia.
• (Outros exames podem ser utilizados para auxiliar no
diagnóstico, tais como a dosagem de ferritina e ferro
séricos, eletroforese de hemoglobina, teste da G6PD, teste
da resistência globular osmótica, teste de Coombs, teste
de HAM, entre outros)


Dieta e anemia
• A melhor arma para a prevenção da anemia ferropriva é,
sem dúvida, uma alimentação bem variada, rica em
alimentos que naturalmente possuem ferro e os
enriquecidos ou fortificados com o nutriente.

• As melhores fontes naturais de ferro são os alimentos de


origem animal – fígado e carne de qualquer animal – por
possuírem um tipo de ferro melhor aproveitado pelo
nosso organismo.

• Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se as


leguminosas (feijão, grão-de-bico, fava, lentilha,
ervilha), os grãos integrais ou enriquecidos, nozes,
castanhas, rapadura, açúcar mascavo e as hortaliças
(couve, agrião, taioba, salsa). Para uma melhor absorção
do ferro presente nesses alimentos é recomendado o
consumo de alimentos com alto teor de vitamina C como
a acerola, abacaxi, goiaba, kiwi, laranja, limão,
pimentão, repolho e tomate, na mesma refeição. O
Tipos de anemia
• Anemia Fanconi • A n e m ia Fa lcifo rm e
(deformação) ( inchaço )
“Eu vim para que todos
tenham vida e a tenham em
abundância” Jo 10,10