ROBERT I. SUTTON BARRY M.

STAW

INTRODUÇÃO
‡ É MAIS FÁCIL DEFINIR O QUE NÃO É UMA

TEORIA DO QUE O QUE É UMA TEORIA. ‡ Como explicar por que alguns artigos são vistos como não possuidores de nenhuma teoria em vez de possuidores de alguma teoria.

Novo Dicionário Aurélio .Teoria: y O substantivo theoría significa: ação de contemplar. olhar. examinar. especular.

y Uma teoria forte se inicia com a leitura da literatura que busca estabelecer uma teoria forte de uma teoria fraca. .

.y Escrever uma teoria forte consome tempo e implica um elevado ensaio-e-erro. mesmo para os acadêmicos mais habilidosos.

dados.que por si mesmas.y Consideremos cinco características de um artigo. não constituem teoria: referência. diagramas e hipóteses. listas de variáveis ou construtos. .

1962. y eick(1993.Referências não são teoria y Arti e tt (1991.1986) e e a raiva é c ta i sa ( c actert e i er. ar . 262) s re c ra res: sse a rã é c siste te c as esc ertas e e a a ressã r v ca a a e çã res sta e l ta (Frij a.ela a e ais c ra e r f r al c ac icaçã e ia a ec e e r i f r al c ac icaçã ireta eferê cias sã as vezes sa as c ara e c rir a a sê cia e te ria a c rti a e f aça y . .644) Já e á it ca c icaçã e tr a tri laçã e já e ela at a a la e te r ei e c tr les i tr siv s.1977) .

feitos pelos editores são atendidos com mais citações y Como as fontes citadas estão vinculadas a teoria que esta sendo desenvolvida .y Pedidos para mais teoria .

No entanto. cada um deles um papel diferente.raramente constituem explicações causais y Kaplan (1 ) afirmou que a teoria e os dados desempenham.Dados não são teoria y A maior parte da teoria organizacional é baseada em dados. y Relato de resultados não pode substituir o raciocínio causal .

Lista de variáveis ou construtos não são teoria y Uma teoria deve também explicar por que as variáveis ou construtos ocorrem ou por que eles estão conectados y Listar as características demográficas de pessoas associadas com um dado comportamento não é teoria. y Dividir o mundo em personalidades e determinantes situacionais não constitui. por si só uma teoria do comportamento .

freqüentemente representacional e verbal. mas. por si mesmo. raramente constituem teoria y Diagramas e figuras deveriam ser considerados como apoios de palco e não como a própria representação y Um argumento claramente redigido deveria também excluir a necessidade das figuras mais complicadas que parecem como diagrama de circuitos elétricos y Uma boa teoria é.Diagramas não são teoria y Podem ser uma parte valiosa de um artigo de pesquisa. .

2 ) y Hipóteses não contem argumentos lógicos y Hipóteses são enunciados concisos sobre o que se espera que ocorra.p. Dubin (1 7 . não por que se espera que ocorra y Dar tiro para todo lado .Hipóteses ( ou predições ) não são teoria y Um modelo teórico não é simplesmente um enunciado de hipóteses . distribuir o risco .

Identificando uma teoria forte yÉ a resposta às indagações do porquê yConexões entre fenômenos yEnfatiza a natureza das relações causais .

Teoria forte y Mergulha nos processos subjacentes afim de compreender as razões sistemáticas de uma ocorrência y Investiga micro-processos y Vincula-se aos fenômenos sociais y Explica.1 5) . prevê e da prazer (Weic .

baseado em um trabalho etnográfico intenso yDesenvolver um conhecimento mais fundamental .O argumento contra a teoria John Van Maanen yDescrever narrativas sobre a vida organizacional.

sistemáticos y imaginação disciplinada . desvio aceito . . descontrole consciencioso. preciosos.ASQ (Academy Of Managent Journal e Organization Science ) y Abrange espaço entre teste e construção da teoria y Exige atos criativos e imaginativos.

.Aprender a escrever uma teoria forte pode ou não ocorrer. e quando ocorrem é quase sempre um subproduto acidental do sistema.

Algumas recomendações yTeoria orte + Método orte = Artigo Excepcional. .

y Quando a teoria são particularmente interessantes ou importantes. . deveria haver uma maior liberdade em termos de apoio empírico.

Conclusão .

Ou seja: o evolucionismo. Oswaldo Penna sintetiza estas três ideologias com o seguinte comentário: . estes três ideólogos encabeçaram a lista dos materialistas que mais influenciaram a mentalidade do século XX! Cada um.y O que poderia haver de comum entre Charles Darwin. Sigmund reud e Karl Marx? Muito mais do que a contemporaneidade. fez nascer ideologias e deixou viúva muita gente. o freudismo e o marxismo. o mais importante: criaram o que se pode denominar de pseudociências. granjeou discípulos. E. no seu respectivo campo de atuação.

a visão err nea da ciência se revela na ânsia de estar com a razão . P er c ce íveis era te c ara efeit ar i is as e tes séc l I a e arxis e fre is ca sara séc l . a te ria e rete e ex licar t a a ex lica. de se r test viril . 200 ¤ ¤ £ ¢ ¡ Fonte: José svaldo de   . Polemos: uma análise crítica do dar inismo. i dícios da ereditariedade dos caracteres adquiridos. efeit e a c versã revelaçã i telect al.y Crei e ar i is escreve P er eve a la e te ce er l ar à i éia e e. esc i a s ai a ã i icia s . Brasília. existe re ert ri i teir e reaç es a eter i a a sit açã . os cat licos convictos. era er. da i cidê cia dos ar éti os . os la arckistas. e ase t s s está i s a vi a. da ão de eus. ditora nB (da niversidade de Brasília). y eira Penna. s es isadores or toda a arte i dícios da seleção dar i istas descobre at ral. s de J . rebate Popper. a ri s l sa a va ver a e. s acie tes e Fre t r a -se c scie tes e se P c lex e É i : s e Adler.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful