Inteligências Múltiplas

ƒ

As pessoas que possuem essa inteligência desenvolvida, mesmo sem ter passado pela escola, conseguem organizar suas frases de forma clara e objetiva. Normalmente são pessoas que gostam de ler, escrever tem boa memória, ótima verbalização e sabem debater.

Pessoas que podem enxergar as projeções geométricas e têm facilidade para solucionar problemas matemáticos, da área da informática, química ou física. A criança que se recusa a estudar matemática provavelmente não possui essa inteligência desenvolvida.

ƒ

Pessoas com bom sentido de localização, facilidade com mapas, gráficos e diagramas. As crianças que possuem essa inteligência costumam brincar com amigos imaginários. Normalmente não aparece em crianças que apresentam dificuldades em se localizar ou em descrever pequenos trajetos e evitam matérias como geografia.

ƒ

Pessoas com facilidade em se expressar através dos desenhos, pinturas e esculturas, cria imagens mentais. Normalmente não aparece em crianças que dizem que não conseguem e não sabem desenhar.

Presente em crianças que se movimentam ao som de uma música como que obedecendo a ordens, pessoas que tem boa entonação de voz, ritmo, timbre e sensibilidade emocional à música.

Capacidade de resolver problemas ou elaborar produtos utilizando o corpo inteiro ou parte do mesmo. Precisa ser trabalhada quando a criança não consegue fazer atividades que exigem controle motor refinado, como amarrar cadarços, fazer o número quatro com seu corpo, etc.

Pessoas que se descobrem como parte integrante do mundo animal e vegetal. Não aparece em crianças com pouca criatividade.

Pessoas com sociabilidade, cooperação, capacidade de fazer amigos, comunicabilidade. Quando a criança não a tem desenvolvida, torna-se muito tímida e se isola das outras.

Inteligência da autoestima, do auto-respeito e da auto-aceitação, ou seja, é a maneira como a pessoa se vê, como conviver com suas limitações e potencialidades. Crianças exageradamente egoístas não conseguiram desenvolvê-la.

ƒ

O cérebro de todos é constituído das nove inteligências emocionais e isso tem ajudado muito a escola, os professores, os pais e os próprios alunos a entenderem seu processo de aprendizagem. Os professores bem como a escola, de forma geral, precisaram passar por períodos de reciclagem a fim de buscar novas formas de trabalho, que constituam no respeito à integridade do indivíduo, bem como as formas de avaliar os alunos, através da sensatez e da sensibilidade, proporcionando aos mesmos fazerem trabalhos individuais, em grupos, pesquisas e participação nas aulas.