‡Epistemologia - é a ciência do conhecimento ‡Metodologia (um campo da epistemologia) pode ser definida como a ciência de descobrir as coisas

O homem reconhece que as circunstâncias futuras são causadas pelas presentes; O homem aprende que os padrões de causa-efeito são probabilísticos por Natureza; O homem procura questionar os quês e os porquês das coisas, e perseguem estes objetivos através da observação e da interpretação. Se o homem fosse um sistema à prova de erro, bastaria a pesquisa do dia-a-dia para validar o nosso conhecimento das coisas.

(p. pois. no serviço à vida.URBANO ZILLES ‡ Os novos desafios colocados pelo progresso da tecnociência mostram que as normas éticas tradicionais tornaram-se insuficientes e. (p.06) . mas o transforma.O caráter ético do conhecimento científico . por um lado. sérios problemas éticos. (p.01) ‡ Sem dúvida exige-se uma nova ética.05) ‡ A aplicação do conhecimento envolve. por vezes. baseada. (p. inadequadas para os nossos dias.01) ‡ Quem tem o conhecimento tem o poder. pois a ciência não se restringe a interpretar o mundo. na objetividade e. por outro.

São muitas e diferentes as ciências.07) . (p.Pode a própria ciência ou os próprios cientistas elaborar uma ética? (p.) (p. 06-07) A socialização das conquistas do conhecimento científico.. (p. 06) Essa é uma questão muito complicada porque não existe simplesmente a ciência.. a rigor. 07) Em ciência. em geral. É próprio da pesquisa romper padrões existentes. (p. não há verdades evidentes.07) O que a ciência reivindica é que seus enunciados formam um conjunto logicamente coerente e corroborado pela experiência. Os próprios enunciados relativos aos fatos são já frutos de uma interpretação à luz dos conhecimentos aceitos. não exige uma formação especial. Será difícil encontrar uma receita igual para todas elas (.

10-11) A política da ciência e da técnica faz parte de um processo mais amplo e mais complexo no qual. para tratar desses novos problemas.08) A realidade complexa do mundo da ciência e da técnica é ambígua.(p. (p. pois. (p. se criaram subdisciplinas. como a bioética na medicina.08) A questão ética é tão urgente que.08) A opção por uma ou outra alternativa.A história da ciência mostra que os cientistas são seres humanos capazes tanto de grande engajamento político quanto de fanatismos. combina determinadas vantagens com determinadas desvantagens. mas ética ou política. (p. em algumas áreas do conhecimento. 13) . na prática. raras vezes se chega a um denominador comum. contudo. não é científica. via de regra. (p.

(p. pois trabalham na periferia das decisões.9p. da economia e da ecologia. (p. como é a questão da globalização. da justiça social.13) Instituições políticas e grupos de pesquisadores devem refletir sobre as chances e riscos que envolvem novas descobertas. Especialização quase sempre significa distanciamento. Essa situação afasta os cientistas das possibilidades e necessidades do mundo exterior. sobretudo por parte daqueles que se dedicam à pesquisa. (p.14) . 13) Os expertos em teoria do conhecimento e teoria da ciência têm uma tarefa difícil. 14) Seria fundamental que a formação em teorias e métodos científicos incluísse a teoria do conhecimento.A pesquisa científica mexe em questões que decidem a sobrevivência da espécie humana.

mas concentre-se também no que é comum ‡ Interpretação ilógica ‡ Usar explicitamente sistemas lógicos de interpretação . ‡ Observação seletiva ‡ É importante observar os casos que saem do padrão comum. ‡ Generalização abusiva ‡ Repetição do estudo para que se possa ter confiança nos resultados.A pesquisa nossa de todos os dias: equívocos e propostas de solução ‡ Imprecisão nas observações ‡ Utilização de instrumentos de avaliação/observação validados e indicação da sua precisão.

A tradicional ideia de ciência Ideia/tema O que causa X ? Interpretação da Teoria Y causa X Hipótese Expectativa teórica Operacionalização Hipótese testável Observação (testagem da hipótese) .

É o fator manipulado (geralmente) pelo investigador. Em uma pesquisa. Independentes Dependentes Consiste nos valores a serem explicados. a variável independente é o antecedente e a variável dependente é o consequente. em virtude de serem influenciados ou afetados pela variável independente. Resposta a algo que foi manipulado. determina ou afeta uma outra variável.As variáveis X(y): independentes e dependentes é a que influencia. .

As ciências físicas: Elementos do modelo das ciências físicas ‡ Medições precisas ‡ Ligações claras entre a teoria e observações ‡ Pouca ou nenhuma necessidade de realizar amostragens aleatórias .

Teórico) Objetivo e Hipóteses Método a)Desenho. Literatura Respostas Tema Modificado Projeto Introdução) (Enquad. d)Procedimentos: e) Cronograma Novo Tema Interesses Resultados Discussão Novos Interesses . b)Sujeitos.Passos da pesquisa ‡ Teoria Tema Rev. c)Instrumentos.

Escolha do tema e revisão de literatura ‡ Uma vez escolhido o tema. você já passou por uma das praxes acadêmicas mais difíceis. .

finalidades ‡ Refinar o tema. ‡ Aprender sobre as abordagens conceituais e metodológicas.Revisão de literatura . ‡ Identificar quem trabalha na área. sem mais nada a fazer. ‡ Ler seguidas horas.. ‡ Elaboração de hipóteses de estudo. ..

Escolha estudos exemplares. Observe a bibliografia desses artigos/capítulos de livros (mas leiam o texto primeiro.Revisão de literatura: uma fonte perene de novas ideias ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Procure textos de revisão.. Veja artigos de revisão.) . Identifiquem os autores lidos: Quem são os grandes nomes da área? Quais são as publicações que tratam do seu tema de forma consistente? Converse com os seu orientador..

‡ Google acadêmico . ‡ Sites das revistas científicas.A internet como fonte de pesquisa ‡ Utilização de bases de dados: ‡ Scielo.

‡ São eles que vão proporcionar o espírito crítico apropriado ao seu trabalho. pois esse registro é essencial para o seu desenvolvimento. se forem diferentes das do texto. registrem. fracos e o tema do que leu. ‡ Leia o enquadramento teórico.Leitores críticos ‡ Sintetizar ‡ Pontos fortes. a metodologia e os resultados dos trabalhos de pesquisa lidos e depois procure chegar às suas conclusões. .

você acha que tem muito tempo.A escrita Lembre-se: Você não está escrevendo para você. afinal. provavelmente. todos os seus textos serão objeto de correcções. O bloqueio do escritor Não seja perfeccionista. Preocupe-se com a revisão de seu texto. ‡ Cuidado com as tarefas alternativas ‡ Tudo lhe vai parecer mais importante do que escrever. ‡ Não é preciso escrever sequencialmente. ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ . pois.

mas também acópia das ideias. pois elas é que são o cerne da investigação .Honestidade intelectual ‡ ‡ ‡ ‡ Plágio .é uma desonestidade científica É relativamente fácil de perceber O que é: Não só as citações diretas sem indicação da fonte.

.. justificativa . . ‡ O relato do mundo exterior tal como ele é. mantendo o máximo de neutralidade possível. o texto científico obedece a uma estrutura reconhecida pela comunidade acadêmica como ideal. ‡ Independente do objeto de estudo. ‡ O estilo do não-estilo. ‡ A circulação em um cenário específico.A linguagem científica ‡ A linguagem diversas linguagens linguagem científica. uma estrutura que corresponde à ação do texto: Introdução. ‡ Passividade do autor. ‡ Linguagem científica Quais os atributos que lhe conferem o estatuto de científica? ‡ Os mesmos atributos que transformam determinados procedimentos em ciência.

‡ São objeto de avaliação específica.Referências bibliográficas ‡ Essenciais. . ‡ Permitem avaliar a profundidade com que trabalharam o tema. ‡ Na revisão de literatura será raro o parágrafo que fazem sem pelo menos uma referência bibliográfica. ‡ Sustentam cientificamente o trabalho.

‡ Formas de arquivo das fontes: Não existem regras. .Referências ‡ Criem uma forma de registro do que consulta. a melhor forma é aquela adaptada ao seu estilo. ‡ Façam-no SIMULTANEAMENTE à sua pesquisa.