ACORDO ORTOGRÁFICO 1990

Como chegámos aqui? O que vai mudar?
ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Noção de ortografia
grega

Ortografia:

palavra composta por termos de origem

orthos

(reto, direito, correto)

+ graph[ia]

(escrita,

representação)

Ortografia = escrita correta

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990
Joam Franco Barretto, ORTOGRAFIA DA LINGVA PORTUGUEZA, 1671

Noção de ortografia

História da ortografia
• Ausência de normas gráficas, permitindo que a mesma palavra surgisse escrita no mesmo texto de modos diferentes home, homee, ome, omee = homem • Duplicação da vogal para identificar a sílaba tónica ou o timbre aberto da vogal ceeo (céu); Meestre (Mestre); gallees (galés)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia
• Nasalação das vogais através
– do uso do til: manhãas = manhãs – da duplicação do acento: mááos = mãos – da utilização de m ou n, indiferentemente: lomge = longe; senpre = sempre; capitam = capitão

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia
• Uso dos dígrafos ph, th, ch (com valor de k) e rh para representar fonemas gregos:
philosophia, theatro, chimica, rheumatismo, sepulchro, orthographia…

• Escreviam-se as consoantes mudas e as duplas resultantes da junção dos prefixos: enxucto, prompto; immundo, approximar

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia
• Simplificação da ortografia através de reformas, a primeira das quais data de 1911, mas que resulta de documentos anteriores da responsabilidade do prof. Gonçalves Viana. O Brasil não foi tido em conta, criando-se um problema que agora se procura resolver.

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia
• Eliminação dos dígrafos de origem grega ph, th, ch e rh:
pharmacia > farmácia; chimica > química rhetorica > retórica; theatro > teatro

• Exclusão das letras k, w e y:
lyrio > lírio; muyto > muito

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História da ortografia
• Supressão de consoantes mudas quando não influenciavam a vogal precedente e das consoantes duplas exceto rr e ss:
licção > lição; prompto > pronto grammatica > gramática; innocente > inocente;

• Regularização da acentuação gráfica, gene-ralizando o acento nas palavras esdrúxulas

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos

• Procurando corresponder ao desejo de simplificação por parte do Brasil, iniciam--se conversações para unificar a ortografia em 1927, sendo assinado um acordo entre os dois países em 1931

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos
• Na década de 40, divergências entre os Vocabulários Ortográficos da Academia de Ciências de Lisboa e da Academia Brasileira de Letras levaram a que o Brasil acabasse por não ratificar o acordo, mas as normas deste são fixadas em Portugal por Decreto-Lei, em 1945.

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos
• Nova tentativa de unificação entre 1971-73, abandonada devido ao 25 de Abril • Novo acordo em 1986, que inclui já os PALOP. Tendo sido muito contestado pelos portugueses, motivou uma nova versão em 1990, tendo

«aprovado em 1991
sido

para

ratificação»

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos
• A oposição ao acordo dificultou a sua entrada em vigor, que só foi possível através de protocolos modificativos, um dos quais determina que basta a ratificação por três países para entrar em vigor
ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos
• O acordo já foi ratificado por:
– Brasil – Cabo Verde – São Tomé e Príncipe – Guiné – Portugal (Decreto do PR n.º 52/2008 de 29 de Julho) – Timor Leste
ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

História dos acordos
• Em Portugal o acordo já entrou em vigor, havendo várias publicações que o adotaram: • No próximo ano lectivo 2011-2012, introduzido no ensino básico e secundário é

• A partir de janeiro de 2012, entra em vigor na

Administração Pública

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Estrutura do acordo
As regras do acordo estão contempladas em 21 bases que se podem organizar em várias áreas:
– alfabeto e nomes próprios estrangeiros (base I) – grafia de consoantes e vogais (bases II a VII) – acentuação (bases VIII a XIV) – uso do hífen e apóstrofo (bases XV a XVIII – uso de maiúsculas e minúsculas (base XIX) – outros aspectos (bases XX e XXI)
ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: alfabeto
Base I – Alfabeto (26 letras)
• Reintrodução das letras k, w e y, cujo uso continua restringido à grafia de nomes estrangeiros e seus derivados e a alguns símbolos, siglas e designativos de unidades de medida, o que já acontecia: Kant, kantiano; darwinismo; taylorista km, kg, watt, W (oeste) , TWA, …

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: grafia
Base IV – Consoantes mudas
• Queda das consoantes mudas c e p, que é a alteração mais significativa e a mais questionada – ação, ato, diretor, aflição, exato, ator – ótimo, adoção, Egito (?)
• Nas contas dos especialistas, são quase 3500 palavras nessas circunstâncias

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: grafia
Base IV – Consoantes mudas
• O c e p mantêm-se quando, nas pronúncias cultas, são invariavelmente proferidos
– convicção, compacto, ficção, opção

• Dupla grafia nos casos em que há variação na pronúncia
– infecção/ infeção; ceptro / cetro; facto / fato – sector / setor; peremptório / perentório

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: grafia
• Indique as formas a usar em Portugal à luz do novo acordo
 ervanário ou herbanário  intercepção ou interceção  olfacto ou olfato  sumptuoso ou suntuoso  contactar ou contatar  espetáculo ou espectáculo

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: grafia
• Indique as formas a usar em Portugal à luz do novo acordo
 ervanário ou herbanário  intercepção ou interceção  olfacto ou olfato (?)  sumptuoso ou suntuoso  contactar ou contatar  espetáculo ou espectáculo

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
Bases VIII, IX e X
• Duplicação da grafia de certas palavras agudas, graves e esdrúxulas, tendo em conta as normas cultas portuguesa e brasileira
– caraté, bebé, cocó / caratê, bebê, cocô – ténis, pónei / tênis, pônei; judo / judô – gémeo, oxigénio / gêmeo, oxigênio

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
Base IX – Palavras graves
• Supressão do acento em palavras graves
– creem, deem, leem, veem (e derivados) – asteroide, boia, heroico (e todas as palavras graves com o ditongo tónico oi, tal como já acontecia em comboio e dezoito)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
Base IX – Acentuação de homógrafos
• Supressão do acento nas formas verbais para (de parar) e pelo (pelar) e no substantivo polo, usado antes para os distinguir, respectivamente, da preposição para e das contrações pelo (per+lo) e polo (forma antiga de por + lo)
• Mas mantém-se em pôde para distinguir de pode; e em pôr para distinguir de por (prep.)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
Base IX – Acentuação de homógrafos
• É facultativo o uso do acento grave para distinguir as formas do pretérito perfeito (amámos ou amamos; louvámos ou louvamos, etc.), para as distinguir das formas do presente do indicativo
• É também facultativo em dêmos (conjuntivo) e fôrma (nome) para distinguir de demos (perfeito do indicativo) e de forma (de formar)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
• Acentue o texto seguinte, tendo em conta as normas do acordo:
O João e o amigo leem corretamente, embora não saibam por os acentos certos nas palavras. Ainda mal sabem escrever e enfrentar a escrita, para eles, e um exercicio tão heroico como se enfrentassem uma enorme jiboia.
in Destacável Noesis n.º 81

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação
• Acentue o texto seguinte, tendo em conta as normas do acordo:
João e o amigo leem corretamente, embora não saibam pôr os acentos certos nas palavras. Ainda mal sabem escrever e enfrentar a escrita, para eles, é um exercício tão heroico como se enfrentassem uma enorme jiboia.
in Destacável Noesis n.º 81

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Palavras compostas
• Mantém-se o uso do hífen nos compostos cujos elementos (nome, adjetivo, verbo…) mantêm as suas características e acento próprios, podendo o primeiro estar reduzido
– dois nomes: ano-luz, decreto-lei; arco-íris – nome e adjetivo: guarda-nocturno; amor-perfeito; alcaide-mor – dois adjetivos: luso-brasileiro; surdo-mudo

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Palavras compostas
• Mantêm o hífen
– verbo e nome: guarda-chuva, conta-gotas; – numeral e nome: primeiro-sargento; segundafeira; primo-infeção; mil-folhas • Há exceções que se grafam como se fossem palavras aglutinadas, por se ter perdido a noção de composição: – girassol, madressilva, pontapé, mas também paraquedas, mandachuva (?)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Palavras compostas
• Mantém-se o uso do hífen nos topóminos compostos iniciados por grã, grão, por forma verbal ou cujos elementos estão estejam ligados por artigo – Grã-Bretanha; Grão-Pará – Quebra-Costas, Trinca-Fortes – Trás-os-Montes, Montemor-o-Velho

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Palavras compostas
• Mantém-se ainda o hífen em compostos com os advérbios mal e bem, assim como com recém, além, aquém e sem – bem-vindo, mal-estar (mas há várias exceções: benfeitor, malvisto, malcriado…) – recém-nascido, além-fronteiras, semvergonha
ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Palavras compostas
• Usa-se o hífen nos compostos que designam espécies botânicas e zoológicas, ligados ou não por preposição ou outro elemento
– couve-flor, abóbora-menina, – ervilha-de-cheiro; erva-do-chá – cobra-capelo; andorinha-do-mar, cobra-d’água

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XV – Locuções
• Na generalidade das locuções não se usa o hífen, excepto em casos consagrados pelo uso (como cor-de-rosa, mais-queperfeito…)

– fim de semana; cor de vinho – ele próprio; nós mesmos; cada um – à parte; à vontade
– e locuções prepositivas (abaixo de) e conjuncionais (ao passo que)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XVI – Palavras derivadas
• Supressão do hífen, como regra geral, nas derivadas com prefixo ou pseudoprefixo, incluindo os casos em que estes terminam em vogal e o elemento seguinte começa por r ou s, dobrando a consoante
– antirreligioso, contrarrelógio, semirreta – microssistema, minissaia, ultrassónico

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XVI – Palavras derivadas
• Supressão do hífen nas derivadas com prefixo ou pseudoprefixo (designadas compostos morfossintáticos pela actual TLEBS), nos casos em que estes terminam em vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente – agroindustrial, extraescolar, autoestrada, hidroeléctrico, aeroespacial

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XVI – Palavras derivadas
Todavia, o hífen utiliza-se em alguns caos:
• quando o segundo elementos começa por h ou por vogal igual à final do prefixo (antihigiénico, sub-hepático, anti-inflamatório, micro-onda) Com circum e pan nos casos em que o segundo elemento começa por vogal, m, n ou h (circum-navegação, pan-americano, pan-hispânico)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XVI – Palavras derivadas
Utiliza-se ainda
• quando o prefixo termina em r e o elemento seguinte começa por r (hiper-realista, super-resistente) • com determinados prefixos: ex-, vice- ou vizo-, soto- ou sota- e com os prefixos tónicos pós-, pré- e pró- (ex-presidente, vicerei, soto-mestre, pós-tónica, pre-história, pró-americano)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
Base XVII - Clíticos
• Mantém-se o hífen com os pronomes em posição mesoclítica e enclítica
– comprá-lo-ei, telefonar-lhe-emos – deixa-o, julga-se, cala-te

• Suprime-se o hífen que unia as formas monossilábicas de haver à preposição de
– há de, hei de, hás de, hão de

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
• Assinale as palavras que não estão corretas à luz do acordo
hiper-realista hiper-mercado sextafeira anti-religioso hetero-avaliação anti-sistema extraletivas retro-visor préaviso circumambiente anti-higiénico anti-inflamatório mal-humorado cooperação ultra-rápido plurissignificativo

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: hifenização
• Assinale as palavras que não estão corretas à luz do acordo
hiper-realista circum-ambiente anti-higiénico anti-inflamatório mal-humorado cooperação ultrarrápido plurissignificativo hipermercado sexta-feira antirreligioso heteroavaliação antissistema extraletivas retrovisor pré-aviso

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: maiúsculas/minúsculas Base XIX
• Passam a escrever-se com minúscula
– os nomes dos dias, meses, estações do ano

sábado, março, primavera
– os termos fulano, sicrano, beltrano – os pontos cardeais (excepto nas abreviaturas ou quando designam uma região) – este, sul (mas SW e Norte na frase: A terra dele fica no Norte)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: maiúsculas/minúsculas Acordo: acentuação Base XIX - Axiónimos
• Passam também a escrever-se com minúscula os axiónimos (palavras que constituem formas de tratamento) e os hagiónimos, podendo estes ser também grafados com maiúscula
– senhor doutor Rui Sá, senhor juiz – santo António ou Santo António

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: maiúsculas/minúsculas Acordo: acentuação Base XIX
• Podem grafar-se indiferentemente com maiúscula ou minúscula
– os títulos de livros ou obras (O Crime do Padre Amaro / O crime do padre Amaro) – os nomes que designam domínios do saber, cursos e disciplinas (Matemática / matemática) – logradouros públicos, templos e edifícios (rua ou Rua Júlio Dinis; igreja ou Igreja do Bonfim)

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação Acordo: recursos
• O texto que a seguir se apresenta está escrito segundo as normas ainda em vigor. Sublinhe o que muda, ou pode mudar, com o novo acordo:
O meu primo José costuma visitar Lisboa na Primavera, que começa a 21 de Março. Este ano há-de vir nas férias da Páscoa. Como adora livros, aproveita sempre para visitar a Biblioteca da Faculdade de Letras, que fica na Alameda da Universidade. Há-de trazer-me, como sempre, um livro. Na Primavera passada, ofereceu-me os Novos Contos da Montanha, de Miguel Torga, que adorei.
in Destacável Noesis n.º 81

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação Acordo: recursos
• O texto que a seguir se apresenta está escrito segundo as normas ainda em vigor. Sublinhe o que muda, ou pode mudar, com o novo acordo:
O meu primo José costuma visitar Lisboa na primavera, que começa a 21 de março. Este ano há de vir nas férias da Páscoa. Como adora livros, aproveita sempre para visitar a B/biblioteca da Faculdade de Letras, que fica na A/alameda da Universidade. Há de trazer-me, como sempre, um livro. Na primavera passada, ofereceume os Novos C/contos da M/montanha, de Miguel Torga, que adorei.
in Destacável Noesis n.º 81

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação Acordo: recursos
• Portal de língua portuguesa, que disponibiliza, além da ferramenta Lince, um conversor de textos para a nova ortografia, vários vocabulários com as palavras que mudam e até jogos
http://www.portaldalinguaportuguesa.org/

• Página da Priberam com um dicionário que nos permite ver a grafia das palavras antes e depois do acordo; também disponibiliza um conversor
http://www.priberam.pt/dlpo/

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Acordo: acentuação Acordo: recursos
• Casteleiro, João Malaca (2009) – Vocabulário ortográfico de língua portuguesa, Porto Editora. • Gomes, Francisco Álvaro (2008) – O acordo ortográfico, Ed. Flumen/Porto Editora. • Jansen, M. et alii (2008) – Vocabulário – As palavras que mudam com o acordo ortográfico, Caminho. • Pinto, Paulo Feytor (2009) - Novo acordo ortográfico da língua portuguesa, INCM/APP.

ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful