You are on page 1of 30

Moeda e Sistema Financeiro

Erinaldo Peixoto \ Iara Simas \ Nathalia \ Taciana

ÍNDICE
CAPÍTULO VIII

1. MERCADO MONETÁRIO 2. MERCADO DE CRÉDITO 3. MERCADO DE CAPITAIS 4. ÍNDICE DA BOLSA DE VALORES 5. MERCADO DE CÂMBIO

Autores: CARMEM APARECIDA FEIJÓ, ELVIO VALENTE, FERNANDO CARLOS G. DE C. LIMA, MARCIO SILVA DE ARAÚJO, PAULO

Introdução

Introdução .

MERCADO MONETÁRIO O mercado monetário brasileiro é regulado pelo Banco Central que por meio de suas operações de mercado aberto regula o nível das reservas bancárias e. busca atingir a meta da taxa de juros básico da economia (a taxa selic) determinada pelo Comitê de Política Monetária (CPCOM). dessa forma. .

que processa a emissão. resgate. pagamento de juros e custódia de títulos do tesouro nacional. .MERCADO MONETÁRIO SELIC SELIC é a sigla de Sistema Especial de Liquidação de Custódia. um sistema eletrônico administrado pelo Banco Central.

.MERCADO MONETÁRIO A TAXA SELIC A taxa SELIC é calculada pela média ponderada das taxas das operações compromissadas de um dia útil registradas no Sistema Especial de Liquidação de Custódia do Banco Central feitas com títulos do governo federal de curto. médio e longo prazos (emitidos pelo Tesouro ou pelo Banco Central).

É considerada a taxa básica de captação dos bancos . A taxa DI Over é apurada com base na média ponderada dos negócios com CDI.Os Certificados de Depósito Interbancários são os títulos de emissão das instituições financeiras. portanto.MERCADO MONETÁRIO CDI E A TAXA DI-OVER CDI .Over extra-mercado. Sua função é. transferir recursos de uma instituição financeira para outra. que lastreiam as operações do mercado interbancário.

MERCADO MONETÁRIO CARACTERÍSTICAS DAS PRINCIPAIS TAXAS DO MERCADO TAXA DI-OVER TAXA SELIC Denominação Depósito Financeiro Sistema Especial de Liquidação de Custódia Periodicidade Diária Diária Normas Taxa média ponderada das Taxa ajustada dos financiamentos operações com DI-Over diários apurados no Sistema extragrupo. há a troca de reservas em D + 0. É a taxa prime do mercado. O Copom estabelece metas periódicas para esta taxa. que serão reservas em D + títulos federais. Nessas operações as Especial de Liquidação e Custódia instituições Definições Taxa média ponderada das Taxa média ajustada dos operações com CDI-Over. Nesta operações 1. Corrige os valores de Imposto de Renda Taxa % ao ano =100 x [(V C / V V)252-1] onde: V V = valor de venda e V C= valor de compra Fórmulas Taxa % ao ano =100 x [(VR / VA)252-1] onde: VR = valor de resgate e VA= valor aplicado . extrafinanciamentos diários apurados grupo. Principais Usos É o benchmark do mercado para aplicações financeiras. Nestas operações as no Sistema Especial de Liquidação Instituições trocam recursos e de Custódia (SELIC) para ADM.

no entanto se os gastos correntes forem maiores do que a receita corrente registra-se um déficit público. O déficit ou superávit orçamentário ode ser classificado em : ‡Primário: corresponde as gastos correntes em comparação às despesas correntes. . O governo pode cobrir suas despesas por meio de impostos e tarifas. e decidir a forma como tais gastos são financiados. ‡Nominal: inclui pagamento de juros sobre a dívida pública interna e externa.MERCADO MONETÁRIO Porque a taxa básica de juros é tão elevada no Brasil? A política fiscal consiste na ação do governo em administrar seus gastos correntes. de investimentos e de transferências.

Isso gera prêmio de risco:o governo é então forçado a elevar a remuneração (taxa de juros) que oferece por seus títulos de dívida. Considera-se que o governo deve muito. Justifica-se dessa forma que a origem do problema dos juros altos é a política fiscal.MERCADO MONETÁRIO Qual a relação entre o nível da taxa de juros e o saldo da dívida pública? A maneira não inflacionaria de cobrir o déficit é pela emissão de títulos de dívida. que é a principal forma de se expandir a dívida pública. então os agentes desconfiam da capacidade do governo de honrar seus compromissos. que por sua vez gera dívida pública imobiliária. .

MERCADO DE CRÉDITO 2a parte .Mercado de Crédito Nathalia Rivinoth .

Formas de Financiamento Bancário para Pessoas Jurídicas (229) até Mercado de Balcão (pag 239) Taciana .xxxx 3a parte .

Índice da Bolsa de Valores Erinaldo Peixoto .INDICE DA BOLSA DE VALORES 4a parte .

INDICE DA BOLSA DE VALORES .

INDICE DA BOLSA DE VALORES AÇÕES São classificadas como ativo de renda variável em oposição ao ativo de renda fixa como caderneta de poupança. considerando o preço dos últimos negócios efetuados. INDICE BOVESPA Representa o valor atual em moeda corrente A BOVESPA calcula e divulga seus índices em tempo real. .

IBRX-50 Calculado pelas mesma metodologia que o índice anterior.INDICE DA BOLSA DE VALORES Outros Índices IBRX ± Índice Brasil Mede o retorno de uma carteira composta por 100 ações entre as mais negociadas na Bovespa. em número de negócios e volumes financeiros. mas utilizando apenas os 50 ações mais negociadas. .

INDICE DA BOLSA DE VALORES O PAPEL DOS INVESTIDORES INSTITUCIONAIS 1 ± O papel dos investidores internacionais: São os maiores administradores de recursos de terceiros de todo o sistema financeiro. confiança do mercada nos títulos emitidos pelo governo e da pouca expressão do mercado de capitais. . Fundos de Investimentos Financeiro ( FIE) Fundo de Aplicação em Cotas ( FAC) Títulos da dívida Pública Destaque na composição da carteira dos fundos de investimentos em virtude da elevada taxa de juros.

 São organizados sob sociedades anônimas  Geram planos de benefícios em caráter previdenciário onde a pessoa física e vinculados a grandes bancos .1 Fundos de Pensão Aberto ( Previdência Privada Aberta)  Acumular recursos por meio de capitalização garantindo a aposentadoria.INDICE DA BOLSA DE VALORES Gráfico Fundos de Investimento do Banco Central 2 ± Fundos de Pensão 2. beneficiar os associados.

Acumulam reservas para o pagamento de sinistros.INDICE DA BOLSA DE VALORES 2 ± Fundos de Pensão 2.1 Fundos de Pensão Fechado (Previdência  Complementar)São organizados pela sociedade civil sem fins lucrativos e associados a empregados públicos e provados. As Ppa`s são supervisionadas pela SUSEP( Superintendência de Seguros privados) . 3 ± Companhias de Seguros Assumem riscos das perdas de pessoas físicas ou jurídicas.

707 1.750 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ 2.727 1.361 2.373 2.597 2.800 2.820 1.899 1.738 1.769 1.293 2.619 1.158 2.882 1.801 1.157 2.660 1.957 1.061 1.845 1.265 2. ANO 2005 COMPRA VENDA 2.844 1.313 2.148 2.312 2.453 2.096 2.883 1.128 2.307 2.150 2007 COMPRA 2.211 2.274 2.704 2.738 1.151 2.591 1.770 1.786 2008 COMPRA 1.157 2.256 2.982 1.749 VENDA 2.932 1.819 1.931 1.313 2.800 1.966 1.139 2.205 2.188 2.799 2.728 1.152 2.060 1.284 .173 2.688 1.591 1.932 1.394 VENDA 1.178 2.612 1.785 VENDA 2.693 2.247 2.452 2.031 1.900 1.705 2.618 1.149 VENDA 2.958 1.661 1.MERCADO DE CÂMBIO Esta taxa nominal é o preço da moeda de um país medido em outra moeda nacional.307 2.088 2.177 2.965 1.394 2009 COMPRA 2.210 2.773 1.412 2.726 1.689 1.095 2.248 2.168 2.612 1.169 2.314 2.931 1.273 2.189 2.598 2.574 2.725 1.138 2.266 2.575 2.089 2.981 1.708 1.413 2.294 2.161 2.692 2.360 2.147 2.206 2.129 2.032 1.172 2.162 2.285 2006 COMPRA 2.257 2.156 2.774 1.372 2.

VENDA (R$) 1.718 1. COMPRA (R$) TX.842 MAR 1.813 2010 JUN 1.779 FEV 1.MERCADO DE CÂMBIO Cotação Ano JAN TX.769 1.785 1.757 MAI 1.756 1.779 1.719 .806 1.841 1.812 1.759 1.786 ABR 1.770 AGO 1.760 SET 1.807 JUL 1.

MERCADO DE CÂMBIO Quando a taxa de cambio aumenta: Desvaloriza ou deprecia A taxa é divulgada pelo banco central ás 19 h diariamente e boletins intermediários a cada meia hora. ‡ São eliminadas dos cálculos as operações cuja as taxas mais divirjam da média e mostrem evidencia artificial de preços. . Ptax : ‡ Taxa diária de referencia ‡ É a média das taxas observadas ponderado pelo volume de transações.

terá ocorrido uma sobrevalorização da moeda. ‡ Se a taxa de inflação no período de um ano no Brasil superar a dos Estados Unidos. mas a taxa de câmbio for a mesma desse período. ‡ .MERCADO DE CÂMBIO MERCADO DE CÂMBIO Ptax : A taxa de câmbio real é calculado pela diferença das taxas de inflação verificadas nos dois países emissores em um determinado período.

MERCADO DE CÂMBIO No mercado câmbio são realizadas as operações que envolvem a troca de moeda nacional por extrangeiras. estes mercados podem ser : Mercado Primário Mercado Secundário. ‡ ‡ .

. Exportadores e importadores através de seus bancos realizam suas transações para troca moeda.MERCADO DE CÂMBIO MERCADO PRIMÁRIO DE CÂMBIO Envolve os bancos e seus clientes. etc.. transferências. Passam também pelo mercado de câmbio as operações de investimentos. empréstimos. Todas as operações no mercado primário e câmbio resultam na entrada e saída de divisas afetando a a balança de pagamentos . pagamentos de juros.

também as corretoras. etc.. Todas as transações são registradas no SISBACEN. hotéis. Além dos bancos atuam. As ações praticadas no mercado interbancário de câmbio são liquidadas na BM&F ( Bolsa de Mercado e Futuros) criada em 1996 reduzindo o risco de crédito e liquidez. distribuidoras e agencias de turismos.. .MERCADO DE CÂMBIO MERCADO SECUNDÁRIO OU INTERBACÁRIO DE CÂMBIO  São as operações de compra e venda realizadas entres os bancos para atender suas demandas de moedas estrangeiras.

 Desde 1999 quando a taxa da câmbio passou a flutuar o banco central deixou a obrigação de acumular reservas internacionais.MERCADO DE CÂMBIO INTERVENÇÃO DO BANCO CENTRAL NO MERCADO DE CÂMBIO O Banco Central é o órgão que fiscaliza e supervisiona i mercado de câmbio. provocando uma queda em sua cotação. . já que não precisava intervir mais no mercado. O Mercado de Cambio influencia todas as decisões de comportamento de mercado monetário. O regime atual da taxa de câmbio é o flutuante e o BCB atual comprando e vendendo divisas para influenciar a taxa de câmbio quando lhe parece adequado ou como mecanismo de controle do volume de reservas internacionais. Uma elevação da taxa de juros tende a aumentar a demanda e reduzir a oferta por moeda estrangeira.

Em 2006 o governo adotou uma política para elevar suas reservas internacionais com objetivo de fortalecer sua posição frente a uma eventual crise internacional. .MERCADO DE CÂMBIO INTERVENÇÃO DO BANCO CENTRAL NO MERCADO DE CÂMBIO Entretanto as condições externas favoráveis e a alta taxas de juros provocaram uma forte valorização do real fazendo que as exportações percam competitividade. todas essas ações contribuíram para impedir uma valorização ainda maior do real.