FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA ENFERMAGEM 2010.2 DISCIPLINA:BASES PSICOLÓGICAS DO PROCESSO DE CUIDAR.

GESTALT
A TEORIA DA FORMA

PROFESSORA:TEREZA GLÁUCIA

HISTÓRICO 
Aproximadamente a partir de 1870 alguns

pesquisadores alemães começaram a estudar os fenômenos perceptuais humanos, especialmente a visão;  Os gestaltistas estavam preocupados em compreender quais os processos psicológicos envolvidos na ilusão de ótica, quando o estímulo físico é percebido pelo sujeito como uma forma diferente da que ele tem na realidade.

HISTÓRICO 
Seus expoentes mais conhecidos foram Kurt

Koffka, Wolfgang Köhler e Max Werteimer. Criaram as Leis da Gestalt relativas à percepção humana, que até hoje se mantêm válidas.

MAX WERTHEIMER
Max Wertheimer era um psicólogo de origem tcheca. Fundou o movimento da Gestalt. ³O todo é diferente da soma das partes´, este é o slogan do movimento da Gestalt. O que a pessoa é (o todo) são junções de várias características próprias dela (as partes).

KURT KOFFKA
Kurt Koffka nasceu em Berlim em 1886. Foi um dos mais criativos fundadores da psicologia da Gestalt. Ao final da guerra escreveu o artigo:³A Percepção: Uma Introdução à Teoria da Gestalt´ (Koffka, 1922), apresentava os conceitos básicos da escola e os resultados e as implicações de suas copiosas pesquisas.

WOLFGANG KOHLER
Psicólogo alemão, Wolfgang Kohler nasceu a 21 de Janeiro de 1887, em Tallinn, na Estónia, e foi um dos mais famosos teóricos da psicologia da forma Para Kholer a forma não é um corte ou um perfil ilusório da matéria, mas sim uma realidade concreta e objectiva que deve ser estudada de forma cientifica

FRITZ PERLS
Fritz Perls (18931970), considerado o pai da Gestaltterapia. Fritz propôs o conceito de que o desenvolvimento psicológico e biológico de um organismo se processa de acordo com as tendências inatas desse organismo, que tentam adaptá-lo harmoniosamente ao ambiente.

GESTALT-TERAPIA 
Defende a tese de que o homem só pode

ser compreendido, através da relação que ele tem com o meio;  Parte do pressuposto que o processo de conscientização é fundamental para que o indivíduo, possa estabelecer contatos de boa qualidade com o meio.

CONCEITOS GERAIS (HOMEOSTASE) 
Para Pelrs a homeostase é um processo de

auto-regulação, no qual o indivíduo precisa manter um equilíbrio dos seus sentimentos para poder se ajustar ao meio em que convive.

FIGURA E FUNDO 
O processo de formação de figura-fundo é

dinâmico, o organismo seleciona e desenvolve formas próprias de autoconservação. Qualquer fenômeno observado nunca é uma realidade objetiva em si.  A figura depende do fundo sobre o qual aparece; o fundo serve como uma estrutura ou moldura em que a figura está enquadrada ou suspensa, e por conseguinte, determina a figura. 

Temos como exemplo de figura e fundo , as

Ilusões de ótica, que faz a nossa percepção definir prioridades, entre figura e fundo e era através dessas ilusões que os gestaltistas começaram a estudar os fenômenos perceptuais humanos, especialmente a visão.  Seus estudos procuravam entender como se davam os fenômenos perceptuais, tendo se utilizado em grande parte deles, de obras de arte.

GESTALT NAS OBRAS DE ARTE (ILUSÃO DE ÓTICA-PRINCÍPO DA IMAGEM E FUNDO)

ILUSÃO DE ÓPTICA UMA VELHA OU UMA JOVEM?

ILUSÃO DE ÓPTICA

QUANTOS TIGRES VOCÊ VÊ?

COELHO OU PATO?

Salvador Dali-Artista que usava os princípios da Gestalt

OBRAS DE JULIAN BEEVERILUSÕES DE ÓPTICA MODERNA

ILUSÕES DE ÓPTICA MODERNA

AWARENESS 
É uma forma de atenção sobre a forma, uma reflexão da forma em si mesma. Temos uma hierarquia de necessidades que continuamente se desenvolvem e organizam.  A awareness não é estática, é um processo de orientação que se renova a cada instante. Entrar em contato com o mundo é o reconhecimento do ambiente.  Processo de estar em vigilante contato com os eventos mais importantes do campo indivíduoambiente.

CONTATO E FUGA 
Conceito que defende estabelecer contatos;  O conceito de fuga é bastante relativo a

adequação desse comportamento está relacionado à consciência envolvida na situação.  Temos como exemplo de contato e fuga a afinidade e a repulsa.

CONCLUSÃO 
Para nossa equipe ficou, com esse trabalho, a

conscientização de que devemos nos autoconhecer para assim administrar nossas emoções e moldar nossos comportamentos ao meio em que vivemos.  Com isso poderemos no futuro interagir harmoniosamente com colegas de trabalho e pacientes que precisarão de nossa atenção.

BIBLIOGRAGIA 
KIYAN,A.M.M. E a Gestalt Ermerge: Vida e 

  

Obra de Frederick Perls. São Paulo:Altana, 2001; www.igestal.psc.br; igsp@gestaltsp.com.br; www.infopedia.pt; http://gestaltterapeuta.blogspot.com

EQUIPE
ANTÔNIA HIROMOMI CHÉRLIA DRYELLE FÁBIA GLÊNYA JÉSSICA e SELMA