You are on page 1of 24

CINÉTICA QUÍMICA

Há reações que ocorrem lentamente e outras que ocorrem rapidamente, fazer essa analogia entre essas reações é tarefa da cinética química.
Ex: crescimento populacional ocorre em ordem geométrica e a produção de alimentos não acompanha. No ponto de vista químico, controlar reações que amadureçam os alimentos mais rapidamente poderia amenizar esse problema.

Cinética química é a parte da físicoquímica que estuda a velocidade das reações e os fatores que a influenciam.
Prof.: Flávio Cunha

: Flávio Cunha TEMPO .CONCENTRAÇÃO PRODUTOS REAGENTES Prof.

: Flávio Cunha t [O [ ] representa a concentração molar ou molaridade da sustância .Vm = n O Δn representa o número de mols da substância. . O módulo significa que os reagentes estão sendo consumidos. logo quando calculamos uma variação(final – inicial) será gerado um valor negativo. Vm = ] t Prof.

: Flávio Cunha .velocidade Equação da Lei de Guldberg .Waage A velocidade da reação é diretamente proporcional à concentração dos reagentes elevado aos seus coeficientes.[reagentes] COEFICIENTES Prof. V = K.

Obs. [CO]1 ORDEM DE UMA REAÇÃO Pode ser vista em função de cada reagente ou de todo o processo. mais expressar a velocidade em função do quanto de reagente se tem no processo. [NO2]1 . Prof. MOLECULARIDADE É o número de moléculas que se chocam em cada etapa da reação. O importante nessa equação da velocidade não é calculá-la.: Flávio Cunha . Ex: NO2(g) + CO → NO(g) + CO2(g) V = k .

A ordem em relação ao CO é 1.Obs. A ordem em relação ao NO2 é 1. A ordem global da reação é 1 + 1 = 2 A molecularidade é = 2 Prof.: Flávio Cunha .

ativação Energia de É a energia mínima necessária para que a reação ocorra.: Flávio Cunha .TEORIA DAS COLISÕES Essa teoria foi desenvolvida no início do século XX e baseia-se na teoria cinética dos gases. Admite que para que ocorra reação entre as moléculas é necessário que elas colidam entre si. ativado Complexo É o estado intermediário entre a quebra das moléculas do reagentes e a formação de novas moléculas no produto. Prof.

: Flávio Cunha .A A B B A B A A B B A Reagentes B Produtos Complexo ativado ( instável e altamente energético) Prof.

B Complexo ativado 1 A2 e B2 reagentes 2 A – B A – B Produtos Caminho da reação Prof.A | | B -----.: Flávio Cunha .H A -----.

H Cl -----.H -----.: Flávio Cunha Caminho da reação .Cl Complexo ativado Energia cal mol Eat 1 H + 1 Cl H 2 HCl Prof.

H ---.IComplexo ativado Energia cal .mol Eat 2 HI H 1 H + 1 I Prof.: Flávio Cunha Caminho da reação .H E I ----.

Considere a reação entre zinco com ácido clorídrico formando cloreto de Zinco e liberando gás hidrogênio. conforme a reação: Zn + HCl → ZnCl2 + H2. a concentração de ácido clorídrico vai diminuindo conforme o gráfico a seguir: Como calcular a rapidez (velocidade) da reação nesse instante (tempo t)? . A medida que decorre o tempo.

a tangente trigonométrica do ângulo ἀ  é dado por: A tangente do ângulo a (inclinação da curva) expressa a velocidade da reação no instante t. . No triângulo retângulo ABC. trace uma tangente à curva pelo ponto P. conforme o desenho a seguir: Escolha. sobre a tangente.Primeiramente. dois pontos A e B.

O volume de gás hidrogênio formado aumenta com o passar do tempo. A velocidade no instante t em termos de variação do volume de gás hidrogênio formado com o tempo pode ser calculado pelo mesmo processo. Veja a figura: .

maior a velocidade da reação. Ex: vit –C em pedaços e inteira ESTADO DE AGREGAÇÃO Quanto maior a possibilidade de choques entre as moléculas. maior é a velocidade da reação. Portanto. Prof.FATORES QUE INFLUENCIAM NA VELOCIDADE DE UMA REAÇÃO SUPERFÍCIE DE CONTATO Quanto maior a superfície de contato. as reações entre os gases deverão ser mais rápidas que as reações entre sólidos.: Flávio Cunha .

elas não deixam de ser importantes. no momento de sua formação (estado nascente). LUZ Apesar de pequeno o número de reações influenciadas pala luz.PRESSÃO A alteração da pressão de um sistema reagente só afeta substâncias gasosas. Um exemplo interessante é dos comprimidos antiácidos efervescentes. que quando envelhecidos diminuem a sua reatividade. a formação do ozônio a partir de oxigênio sob ação da luz ultravioleta e a transformação do CO2 em carboidratos na fotossíntese.: Flávio Cunha . Um aumento da pressão diminui o volume e causa elevação da concentração. Prof. o que acarreta um maior número de colisões entre as moléculas. são mais reativas. Por exemplo. do tipo sonrisal. ESTADO NASCENTE As substâncias quando formadas.

Isto se justifica pelo aumento da velocidade das moléculas. o que significa colisões moleculares mais energéticas.: Flávio Cunha . Conseqüentemente. Prof. a energia cinética também aumenta. choques efetivos.TEMPERATURA Um aumento na temperatura do sistema em reação tem como conseqüência um aumento na velocidade do processo químico. FATOR DE VAN’T HOFF Um aumento de 10° C na temperatura de um sistema duplica a velocidade da reação.

maior será o número de choques entre elas. V = k .CONCENTRAÇÃO Aumentar a concentração dos reagentes em uma reação significa aumentar a quantidade de reagente por unidade de volume. provendo o sistema de um mecanismo alternativo com energia de ativação inferior. Prof. Quanto maior for o número de unidades estruturais reagentes. Os catalisadores são substâncias que aumentam a velocidade de uma reação. [A]x . [B]y CATALISADORES As reações catalisadas são chamadas de catálise. aumenta a velocidade da reação.: Flávio Cunha . Com o aumento do número de choques. sem ser consumidos na reação.

Energia Reação não catalisada Reação catalisada Hr A Hp B Prof.: Flávio Cunha Sentido da reação .

eventualmente.Características dos catalisadores 1. 3.Não sofre alteração na sua quantidade. 2. I-(aq) Ex: H2O2(aq) → H2O(l) + ½ O2(g) Catálise heterogênea Quando o catalisador e o reagente constituem um sistema polifásico.: Flávio Cunha . Pt(s) Ex: H2O2(aq) → H2O(l) + ½ O2(g) Prof. participar de uma etapa da reação mas é totalmente regenerado ao final.Pode. Catálise homogênea Quando o catalisador e o reagente constituem um sistema monofásico.Não sofre alteração química permanente.

5 mols/min Alternativa correta. (a) . a síntese do cloreto de hidrogênio ocorre com o consumo de 3.0 mols/min c)A 2.Atividades 1) Numa certa experiência.0 mols de gás hidrogênio por minuto. A velocidade de formação do cloreto de hidrogênio é igual: ½ H2 + ½ O2 → HCl a)Ao dobro do consumo de gás cloro b)A 3.o mols/min d)A 1.0 mols/min e)A 1.

a)8 b)16 c)2 d)12 e)4 Alternativa correta.Atividades 2) A formação do CO2 pode ser representada pela equação: C(s) + O2 → CO2(g) Se a velocidade de formação do CO2 for 4 mol/min. em mol/min será. (e) . o consumo de oxigênio.

Obs: alimentos sólidos devem ser mastigados várias vezes antes de ser ingeridos. essa retirada provoca o que se denomina ALCALOSE PÓS-PRANDIAL.ou seja. um estado de sonolência após as refeições. Durante a digestão íons de hidrogênio são retirados do sangue para a produção de ácido clorídrico. o torna a digestão mais rápida. (sangue alcalino) Prof. aumentamos a sua superfície de contato. Ao triturarmos os alimentos.: Flávio Cunha .