You are on page 1of 29

Fotossíntese

Tema da aula: Fotossíntese
• • • Introdução Visão geral da fotossíntese Maquinaria da fotossíntese – Cloroplasto – Fotossistemas • Fotossistema II • Fotossistema I Reações dependentes da luz – Fotofosforilação acíclica – Fotofosforilação cíclica Reações independentes da luz – Ciclo de Calvin Pigmentos fotossintéticos A Fotossíntese e o Ambiente Considerações Finais Referências Bibliográficas

• • • • •

(TAIZ & ZEIGER. A fotossíntese é o único processo biológico importante capaz de aproveitar esta energia. • . 1998) Uma diferença fundamental entre plantas e animais é a forma como é obtida a energia para a manutenção da vida.Fotossíntese Introdução • A vida na Terra depende. da energia do sol. em última instância.

. que são usados como fonte de energia para sintetizar carboidratos e outros compostos orgânicos a partir do CO2 e H2O.Fotossíntese Definição: É o processo onde os organismos fotossintetizantes captam a energia luminosa e sintetizam ATP e NADPH. Equação: 12H2O + 6CO2 luz C6H12O6+ 6H2O+ 6O2 clorofila Ocorrência: Todo o processo fotossintético ocorre no interior do cloroplasto. • Compostos pobres em energia são transformados em compostos ricos em energia. simultaneamente liberam O2 na atmosfera.

Sais minerais: são os nutrientes encontrados no solo. • • 5 .Fotossíntese 1. . fósforo e outros).Luz solar: sem luz não há como ocorrer a fotossíntese. que a planta utiliza na fotossíntese (magnésio. • 2 . • 3 . nitrogênio.Água: é retirada do solo pelas raízes da planta.Clorofila: pigmento verde produzido pelas plantas 4 .Gás carbônico: é capturado pelas folhas através dos estômatos (estrutura interna das folhas).

. • Tilacóides: Elaborado sistema de membranas em forma de vesículas achatadas onde o estroma é atravessado.Constituído por um sistema de membranas e uma matriz homogênea. .Estruturas envolvidas • Cloroplasto: .Cada cloroplasto é envolvido por um envelope constituído por duas membranas. Uma única célula pode conter de 40 a 50 cloroplastos e 1. • Grana: (singular: granum): discos de tilacóides empilhados que se assemelham a uma pilha de moedas.Plastídio que recebe este nome por conter como pigmento principal a clorofila.0 mm2 contém cerca de 500.Possuem forma discóide e medem entre 4 e 6 µm de diâmetro. • Estroma: .000. .

Estruturas envolvidas Parede celular Célula clorofilada Núcleo Folha Cloroplasto Vacúolo Tilacóide Membrana externa Complexo antena Esquema da molécula de clorofila Tilacóide DNA Granum Cloroplasto Estroma Granum Membrana do tilacóide .

Fotossistemas • As membranas tilacóides possuem dois tipos diferentes de fotossistemas. o fotossistema I (PS I) e o fotossistema II (PS II) Os fotossistemas têm dois componentes: antenas receptoras de luz centros de reações fotoquímicas • - .

produzindo o NADPH e um gradiente de prótons transmembrana. É entre os fotossistemas I e II que ocorre o fluxo de elétrons impulsionados pela luz. através da ATP sintase. • • . contém quantidades aproximadamente iguais de clorofila a e b. com o seu centro de reação P680.Fotossistemas • O fotossistema I possui um centro de reação denominado P700 e uma alta relação clorofila a/ clorofila b. que resulta na formação de ATP. O fotossistema II.

Fotoquímica (luminosa ou clara) . Química (escura ou enzimática) .Mecanismo Fotossintético • A fotossíntese é dividida em duas fases: .

Esta fase ocorre em local especializado do cloroplasto: os tilacóides 12 H2O + 12 NADP+ + 18 ADP + 18 Pi → 6 O2 + 12 NADPH + H+ +18 ATP . num processo conhecido como fotólise. ETAPAS: • • • • a) A clorofila absorve energia luminosa. d) O hidrogênio da água combina-se com a molécula carregadora de hidrogênio NADP+. c) Uma certa quantidade de energia luminosa captada pela clorofila é usada para quebrar a água. que desengatilhará um fluxo de elétrons excitados.Fase Fotoquímica • A energia luminosa é utilizada para sintetizar compostos de alta energia (ATP e NADPH + H+). b) Uma parte da energia desses elétrons é transformada em energia química e utilizada para produzir ATP. formando NADPH + H+ (NADP+ reduzido).

Fase Fotoquímica .

Fotofosforilação Acíclica e Cíclica .

açúcar é produzido a partir de CO2 (fonte de energia produzida e estocada).Fase escura ou independente da luz ou de fixação de CO2 • Embora ATP (fonte de energia) e NADPH (poder redutor) para funções metabólicas. • • Os compostos de alta energia produzidos na fase dependente de luz são utilizados para fixar o CO2 do ar em carboidratos. Esta Fase ocorre no estroma dos cloroplastos. estes não servem como energia química para longos períodos de estocagem.Fase química . 6 CO2+ 12 NADPH + 12 H++ 18 ATP → C6H12O6 + 12 NADP+ + 18 ADP + 18Pi+ 6H2O . Nas reações da fotossíntese independentes de luz.

Mecanismo Fotossintético .

 Dividido em três etapas: .  O composto inicial é um açúcar de 5 carbonos: a ribulose 1.Mecanismo Fotossintético • Ciclo de Calvin ou via das pentoses fosfato:  É o nome dado a uma série de reações (13 reações com 11 enzimas diferentes) por meio das quais ocorre a redução do carbono no estroma do cloroplasto.5-bifosfato (RuBP).

Mecanismo Fotossintético  Ciclo de Calvin ou via das pentoses fosfato: .

C4 e CAM. PLANTAS C4 As plantas C4 são assim chamadas por formarem como primeiro produto da fotossíntese o ácido oxalacético (4C). porém mais estáveis. segundo as quais estas são classificadas em plantas C3. ambos com 4C.Mecanismo Fotossintético • Há três tipos de assimilação fotossintética de CO2 pelas plantas clorofiladas. o qual é rapidamente reduzido à ácido málico e ácido aspártico. PLANTAS CAM Plantas do tipo CAM fecham os estômatos durante o dia Plantas suculentas de deserto ou habitats sujeitos a secas periódicas. • • • • • • . por isso são conhecidas como plantas MAC ou CAM. Elas apresentam o metabolismo ácido crassuláceo.

.Mecanismo Fotossintético  PLANTAS CAM Enquanto a via C4 e o ciclo de Calvin (via C3) são espacialmente separados nas plantas C4. nas plantas CAM essas vias são temporalmente separadas.

Clorofila  principal pigmento usado na fotossíntese. Existem vários tipos diferentes de clorofila: • • Clorofila a  ocorre em todos os eucariotos fotossintéticos e nas algas azuis procarióticas Clorofila b  nas plantas vasculares. briófitas. São hidrossolúveis. carotenóides e ficobilinas.Pigmentos fotossintéticos • • • Clorofilas. • Ficobilinas  algas azuis e cloroplastos das algas vermelhas. clorófitas e euglenófitas . alaranjados ou amarelos. Carotenóides  pigmentos lipossolúveis vermelhos.

Pigmentos fotossintéticos .

Vamos exercitar? .

Fatores Limitantes da Fotossíntese FATORES EXTERNOS Luz Temperatura Pressão Parcial de CO2 Disponibilidade de água Disponibilidade de nutrientes Salinidade FATORES INTERNOS Estrutura das folhas Estrutura dos cloroplastos Teor de pigmentos Acúmulo de produtos no interior do cloroplasto Concentração de enzimas Grau de hidratação Presença de nutrientes Efeito da idade foliar .

Fatores Limitantes da Fotossíntese • Para uma mesma temperatura. . a taxa fotossintética (bruta ou líquida) é maior à medida que aumenta a intensidade luminosa. • Para uma mesma intensidade luminosa. a taxa fotossintética é maior à medida que aumenta a temperatura. Após um determinado valor. mesmo que os valores destes fatores continuem a subir. a taxa de fotossíntese pára de aumentar ou até mesmo diminui.

Vamos exercitar? .

• Ocorre na mitocôndria. ciclo de Krebs e cadeia respiratória (ou fosforilação oxidativa) CO2 + H2O + energia (CH2O) + O2 (CH2O) + O2  Fotossíntese CO2 + H2O + energia  Respiração .Glicólise.Fotossíntese e Respiração • Respiração: Processo de quebra gradual da molécula de glicose para liberação da energia que nela se encontra armazenada. em três etapas: .

Este aumento na concentração de CO2 irá afetar a nossa atmosfera. está sendo recolocado na atmosfera.A Fotossíntese e o Ambiente • Na nossa sociedade atual. Algumas plantas crescem mais rapidamente em um ambiente rico em CO2 (as plantas de metabolismo C3). de forma que todo o CO2 que fora fixado pelo processo de fotossíntese durante milhões de anos. toneladas de combustíveis fósseis são queimados todos os dias. todavia as plantas respondem à quantidade de CO2 disponível. outras não necessitam de uma concentração elevada de CO2 para o seu crescimento (plantas de metabolismo C4) • • • . Sabemos que a fotossíntese consome o CO2 e produz O2.

• • • . A celulose é a molécula orgânica mais abundante das plantas e provavelmente a mais abundante na superfície do nosso planeta. A respiração nas mitocôndrias degrada cerca de 50% dos hidratos de carbono produzidos na fotossíntese para obter ATP. como a celulose. tubérculos. e frutos sob a forma de amido.Fotossíntese – Considerações Finais • • Os vasos condutores exportam sacarose produzida nos tecidos verdes. proteínas e gorduras. Os outros 50% são convertidos em outras moléculas tais como lipídeos e aminoácidos e outros açúcares. O excesso de matéria orgânica é armazenado essencialmente em raízes.

isa. Ray F.Referências • RAVEN. www. 2007 – Rio de Janeiro.pdf http://www. Peter H.osvaldoelobo.com.pdf • • • • .com.. Biologia Vegetal. EICHHORN. EVERT..br/biosonialopes http://www.com.utl.htm http://www.biologados.pt/dbeb/ensino/txtapoio/Fotossintese.br/ArquivosEstudo/PLANTAS_C3_C4_CAM. 7ª Edição – Editora Guanabara Koogan.br/botanica/fisiologia_vegetal/fotossintese.editorasaraiva. Susan E.

  /4 /947. . :.42 -7..#0107H3.-.'009.8.3 44.7.44.7..  # $:8.3.3074  0/947.8 W #' !0907 '#% #.3   #4/0..

-4843.4508 995.

.

42 -7. -44./48 .

-49.3.

.*.009.1844.

14948839080 92 995.

.

/404-4 ..42 -7. 48.

76:.4889:/4.

!%$*** 5/1 995.

.

:9 59. 8.

/-0-.

03834.

99.544.

4948839080 5/1 W W W W .