You are on page 1of 44

Cada característica genética é determinada pela presença de proteínas.  Cada proteína é formada por aminoácidos.  Cada sequência de aminoácidos forma uma proteína específica para formar uma característica.

São todos os genes de uma espécie, um conjunto haplóide de cromossomos. Humano: n = 23 pares (é o genoma).

Haplóide: n (um, não é duplo) Diplóide: 2n (dois, é duplo)

. São filamentos que armazenam o gene com o DNA.

 Um veio do pai e outro da mãe. . tem a mesma característica e centrômero no mesmo local. no mesmo local (lócus).

 Segmento ativo do DNA. como se fosse receitas. .

 DNA é constituído de várias unidade que são os nucleotídeos. . Cada nucleotídeo é formado por um fosfato. um açúcar (desoxirribose) e uma base nitrogenada.

Timina e citosina são as perimídicas. Guanina a Citosina    . Ademina e guanina são as Púricas. Ademina se liga a Timina.

. Bb.. FF.). É o conjunto 2n. Genótipo: Constituição genética de um indivíduo determinada por seus genes (Aa. rr..

     Genes Alelos: Lócus: Fenótipo: P = G + E + GE Homozigoto: Heterozigoto: .

. AaNn  AN Na aN an É só cruzar as características diferentes (letras).

 DNA  RNA  Proteína .

.

 .DNA + Proteína (histona)  +50% é responsável pela forma física e regula a atividade do DNA.

.

Interfase Mitose Meiose .

.

 .Síntese de RNAm  Produção de proteínas quinases que dependem de ciclinas.

 Replicação de material genético (DNA) Forma as cromátides irmas  .

 DNA é verificado para entrar em divisão. .

 Crescimento de órgãos.  .  Seu papel é distribuir o DNA que foi duplicado na interfase. Regeneração de tecidos. Produção de células de defesa. Renovação celular.Células 2n gera células filhas 2n.

.

.

.

.

.

.

 Meiose I  MeioseII .

.

 Leptóteno: Filamentos finos e já duplicados .

. é um pareamento ponto por ponto conhecido como sinapse . Zigóteno: Começa a atração e o pareamento dos cromossomos homólogos.

. como existem. o conjunto forma uma tétrade ou par bivalente. quatro cromátides. Paquíteno: A espiralação progrediu: agora. são bem visíveis as duas cromátides de cada homólogo pareado. então.

Os quiasmas representam as regiões em que houve as trocas de pedaços. Essas regiões são conhecidas como quiasmas (qui corresponde à letra “x” em grego). Em seguida. fenômeno conhecido como crossing-over (ou permuta). Diplóteno: Ocorrem quebras casuais nas cromátides e uma troca de pedaços entre as cromátides homólogas. os homólogos se afastam e evidenciam-se entre eles algumas regiões que estão ainda em contato. .

.

a espiralação dos cromossomos aumenta. . Diacinese: Os pares de cromátides fastam-se um pouco mais e os quiasmas parecem “escorregar” para as extremidades.

 Metáfase I Anáfase I Telófase I   .

.

 Cromossomos duplicados. Centríolo duplica novamente.  .

 Cromossomos se prendem pelo centrômero. .

 Duplicação dos centromeros. . cromátides irmãs se separam.

. Separa 4 células filhas.