You are on page 1of 16

Acadêmicos: Alinny R. Santos Cristiane F. Silveira Leandro B. Madruga Nayara R. dos Santos Renata A. Augusto Talita F.

Bortolan Wanderlúcia A. Dantas

 HIPERTENSÃO

ARTERIAL SISTÊMICA

• Acidente vascular encefálico • Infarto agudo do miocárdio • Doença renal crônica terminal.

 DIABETES

MELLITUS

Epidemia

mundial

 OMS

58,5% mortes
 DataSUS

62,8% mortes

1º Lugar em Hospitalizações

O

programa SIS-HIPERDIA é um sistema informatizado para o cadastramento e acompanhamento dos pacientes atendidos pelo sistema único de saúde, portadores de hipertensão arterial e diabetes melitus.

O

software é responsável então por gerar informações para as seguintes hierarquias; gerentes locais, gestores das secretarias municipais, estaduais e ministério da saúde.

 Objetivos:  Gerar

relatórios de monitoramento de resultados clínicos (gestão clínica) para médicos e profissionais da equipe sobre parâmetros e desfechos clínicos do paciente.  Fornecer relatórios que identificam pacientes que não estão recebendo atendimento de acordo com diretrizes clínicas ou que permanecem fora da meta estipulada.  Criar lembretes para determinados pacientes que possibilitem uma busca ativa para melhor gestão do cuidado.  Criar listas de pacientes de ''alto risco'' que requerem uma gestão mais intensiva (gestão do caso).

     

Identificar o cuidado especifico para DM e HAS; Promover uma fiscalização à qualidade clínica; Desenvolver capacitação profissional; Fornecer informações; Implantar programa para os profissionais; Possibilitar o Controle Social.

COSTA, A. A. S. et al. Análise da Eficácia do Programa Hiperdia em uma Unidade Básica de Saúde: da Teoria a Prática. XIII Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e IX Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba, 2009, p. 01-06. BRASIL. Hiperdia: sistema de cadastramento e acompanhamento de pacientes hipertensos e diabéticos. 2011, 02/06/2011; 15:30. Diponível em: http://hiperdia.datasus.gov.br/. BRASIL, M.S. Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus: manual de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Brasília, 2002. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/miolo2002.pdf Acesso em: 08 de agosto 2010. BRASIL. Coordenação nacional de hipertensão e diabetes, ministério da saude,Secretaria de Atenção a Saude, Departamento de Atenção Basica.Janeiro, 2011. BRASIL. Hiperdia-Sistema de cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos. Ministerio da saude, Secretaria executiva, Departamento de informática do SUS. Rio de Janeiro, 2002 (Manual de operação, versão 1.5 M 02) Nóbrega, E.S.L ,Medeiros,A.L.F, Leite,M.C.A .Atuação do enfermeiro no Controle da Hipertensão Arterial em unidades de Saúde da Família - Revista de enfermagem UFPE on line , 2010jan./mar). Protocolo de atendimento disponível em www.diabetes.org.br, acessado em 06.06.2011 as 13:14 horas. SANTOS, Leny Vicente Barbosa dos; BORGES, Cristiane José; ARAÚJO, Maria Aparecida da Silva; SOUZA, Paula Regina de. Principais Desafios Enfrentados Pelos Enfermeiros Em Relação Às Prescrições De Medicamentos No Hiperdia. Cadernos de Estudos e Pesquisas / Vol.15, Nº 33 (JUN 2011) - ISSN 2179-1562.

 