You are on page 1of 19

ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR

Elzimar Ricardino Almeida e Silva

 . Alimentação Complementar Oportuna: introduzida a partir do sexto mês de vida.Conceitos  Alimentação Complementar: alimento nutritivo oferecido à criança em adição ao leite materno.

 .CONCEITO  Alimento de transição: preparado especialmente para a criança Alimento consumido pela família e modificado para atender as habilidades da criança.

PRATICAS DE ACONSELHAMENTO Estimule a mãe/cuidador a falar sobre como estão alimentando a criança  Elogie  Informe  .

PRATICAS DE ACONSELHAMENTO Sugira  Confirme o entendimento  Marque consulta de acompanhamento  .

OS DEZ PASSOS PARA A ALIMENTAÇÃO SAUDAVEL DA CRIANÇA MENOR DE 2 ANOS .

2. e cinco vezes ao dia.    1.Dar somente LM até 6 meses.A partir dos seis meses. 4. se estiver desmamada. se a criança receber LM. oferecer de forma lenta e gradual outros alimentos. respeitando a vontade da criança.Oferecer a alimentação complementar sem rigidez de horários. dar alimentos complementares três vezes ao dia.A partir dos seis meses. mantendo LM até 2 anos ou mais. 3. .

verduras e legumes nas refeições .Oferecer diferentes alimentos ao dia (variada e colorida) 7.Estimular o consumo de frutas. começar com consistência pastosa (papas/purês). 6.   5. e gradativamente aumentar sua consistência até chegar à alimentação da família.A alimentação complementar deve ser espessa (grossa) desde o início e oferecida de colher.

Usar sal com moderação. 9. refrigerantes. 10. frituras.Cuidar da higiene (preparo.   8. manuseio.Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar. balas. salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida. oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos. armazenamento e conservação). . café.Evitar açúcar. enlatados. respeitando a aceitação.

     Desvantagens da introdução precoce Substituir o leite materno Déficit de nutrientes Aumenta risco de doença Aumenta risco de gravidez      Desvantagens da introdução tardia Déficit de nutrientes Retardo do crescimento e desenvolvimento Aumenta risco de desnutrição Aumenta risco de anemia .

.

.

Zn.Características dos alimentos adequados   Ricos em energia e micronutrientes (Fe. Vit A. Vit C e folatos) Isento de germes patogênicos. toxinas ou produtos químicos prejudiciais . Ca.

Características dos alimentos adequados    Sem muito sal ou condimentos De fácil consumo e boa aceitação pela criança Quantidades apropriadas .

Características dos alimentos adequados Fáceis de preparar a partir de alimentos da família  Custo aceitável para a maioria das famílias  .

Quantidade e frequência da oferta dos alimentos Q uantidade ofe re cida por re fe ição 7 a 8 três vez esao dia. além da am am entaç ão Idade Fre quê ncia . me se s 12 a 24 me se s além da am am entaç ão três refeiç ões c om dois um a xíc ara/tigela de 250 m l c heia lanc hes entre refeiç ões . além de aum entar radativam ente 2/3de g até um a xíc ara de 250 m l a c ada me se s am am entaç ões frequentes ão refeiç 9 a 11 três refeiç ões c om um 3/4 de um a xíc ara/tigela de 250 m l lanc he entre refeiç ões .

SUPLEMENTAÇÃO DE FERRO    Indicação: Crianças com bx PN e PT a partir de 30°dv na dose de 2mg/Kg dia por 2m Dos 6 aos 24m: 1mg/Kg dia ou dose semanal de 45 mg .

000 UI 12 a 59m 200.000UI Intervalo de 4 a 6 meses .VITAMINA A     Região Nordeste e Vale do Jequitinhonha 6 a 11m 100.

VITAMINA D   Crianças com exposição à luz solar inadequada Dose: 200 a 400 UI .

J..7./0:2.

2039.90.J.0803970701008  .3.003970701008  .F2/.4 :2./0 2 .2.4 97H8701008.2039..3.F2/.42/48 ...7.2.

0./0 2. 706:H3.90.. .

/480/02.$&!%@ 3/.797/0 S/.42-! 0!%.8. 3.5.3.4 7..

5472 48. /.482 2.

/02 ## .3.4:/480 802./.

 20808 . .2 & .0/4 06:9343.4/0.2 & 3907.'% #0447/08900 '..

/.7 3.'% 7./06:.3. 480 . & .42 05484:84.8.