CASO CLÍNICO

 IDENTIFICAÇÃO
 INICIAIS: S. P. M.  IDADE: 2 anos e 2 meses  SEXO: Feminino  COR: Branca  NATURALIDADE: Goiânia - GO  PROCEDÊNCIA: Goiânia – GO  RESIDÊNCIA: Goiânia – GO  NOME DA MÃE: N. P. C. (25 anos)  NÚMERO DE MORADORES NA CASA: 6

Há 4 dias iniciou tosse produtiva. Após dois dias do inicio do quadro começou a apresentar diarréia de consistência aquosa esverdeada várias vezes ao dia.CASO CLÍNICO  Queixa principal : Diarréia e febre. Mãe refere associação com dor abdominal de intensidade moderada. Junto à tosse tem vômito com restos alimentares. . Fez uso de azitromicina por 3 dias + floratil+ Profenid 9 gotas SOS. Relata que a criança está mais cansada e prostrada.  História da Doença Atual: Mãe refere que há 1 semana criança iniciou com quadro de conjuntivite (SIC) e febre medida (38 graus) que persiste até hoje. Refere hiporexia.

mucosas normocoradas e hidratadas.CASO CLÍNICO  Exame Físico     Temperatura: 39ºC Peso: 8. Hipertrofia de amigdalas. anictérica.800g Estatura: 88cm Inspeção Geral:  REG. . acianótica.  Cabeça:  Sem alterações.  Oroscopia:  Hiperemia de orofoaringe.

2T. dor à palpação difusa.  Aparelho respiratório:  MV rude.CASO CLÍNICO  Exame Físico  Pescoço:  Sem alterações. presença de roncos difusos. Blumberg negativo. sem visceromegalias. FC= 88 bpm. sem sopros.  Abdomen:  RH presentes.  Linfonodos:  Sem alterações. .  Sem edema de membros. FR= 55 irpm.  Tórax:  ACV:  BNF. RCR.

 Relata que a pele da criança esta vermelha e descascando no local da fralda. .CASO CLÍNICO  Interrogatório Sintomatológico:  Refere que a criança está com hiporexia e gemente.

Estatura ao nascer: 50cm.natal: (x) sim ( )não Número de consultas: 8 Apgar: Primeiro minuto = 8 Quinto minuto = 9 Peso ao nascer: 3. PC= 32cm Ordem de nascimento: 1 de uma prole de 1 Condições de nascimento: Teve intercorrências ( ) sim Icterícia neonatal: ( ) sim (x) não (x) não .CASO CLÍNICO  Antecedentes Pessoais          Pré.055g.

CASO CLÍNICO Imunizações 1º Dose BCG Hepatite B Sabin Tetra Rotavírus Antipneumocócica Meningocócica X X X X X X X X X X X X X 2º Doses 3º Doses 1º Reforço 2º Reforço Febre Amarela Hepatite A Varicela Tríplice Viral X .

banana) + leite materno 4. chuchu e beterraba) 3. .CASO CLÍNICO  Alimentação  Aleitamento materno exclusivo até 4 meses  Fez uso de mamadeira: Não. Tarde: Frutas ( laranja. Manhã: Leite materno. Almoço: Papinha ( cenoura.  Alimentação atual da crianças: 1 . 2. Jantar: Papinha e leite materno.

ou entra em contato com locais em que existe mofo a paciente começa a apresentar chiado e falta de ar. .  Antecedentes Familiares:  Nega doenças crônicas na infância sabendo informar apenas que bisavó e bisavô tiveram CA de fígado e intestino.CASO CLÍNICO  Antecedentes Pessoais (Doenças comuns na infância):  Mãe refere que sempre que gripa.

 Profenid (9 gotas caso tenha febre).  Azitromicina ( 2.CASO CLÍNICO  Medicamentos em uso (Posologia):  Dipirona (9 gotas).5 ml ao dia). .

CASO CLÍNICO  DESENVOLVIMENTO  Motor: Sem alterações  Linguagem: Sem alterações .

CASO CLÍNICO Valor encontrado Hemoglobina Hematócrito Leucócitos Segmentados 11 32 10.000 18 .45 Linfócitos Monócitos Plaquetas RDW 34 6 310.42 4.15 .2% 50 .13 32 .500 – 10.70 2-8 130.000 12 .000 15.000 – 400.100 48 Valor de Referência 10 .

.CASO CLÍNICO  Hipótese Diagnóstica:  GECA  Conduta:  Internação.