A Alimentação na Vida do Homem

Cátia Borges1 Andreia Coroas2
1: 2:

FCNAUP, Porto S. Nefrologia HSJ; FCNAUP, Porto

Marrocos, 1999

O primeiro estímulo ...

A melhor opção ...

A Alimentação na Vida do Homem
Energia, Hidratos de carbono, Vitamina B1

Proteínas, Cálcio, Fósforo

Cereais

Leite, Queijo, Iogurte

Proteínas, Fósforo Vitamina B12

Vitaminas hidrossolúveis, Minerais, Fibra

Peixe
Energia, Gordura, Vitaminas Lipossolúveis

Fruta e Vegetais

Óleos e gorduras

A Alimentação na Vida do Homem

A constituição do Homem é o resultado da digestão de alimentos e metabolização de nutrientes.

Alimentação e Saúde “Saúde é um estado de bem-estar físico, social e mental e não apenas a ausência de doença.”
Def. OMS 1948

Alimentação e Saúde
Existe alimentação saudável? “ ... Aquele que pretende tratar correctamente da dieta dos Homens tem de conhecer e reconhecer em 1º lugar a natureza humana, ..., bem como as virtudes respectivas de todos os alimentos e todas as bebidas...”
Pseudo-Hipócrates, De Diaeta, 2,1-2

“ Os velhos devem não comer demasiado queijo, ovos cozidos, moluscos, bolbos... Todas as carnes salgadas são melhores do que as frescas...”
Galeno, De Sanitata Tuenda, 5, 6

Alimentação adequada:

“Alimento: toda a substância que é utilizada para nutrir os seres vivos e que contribui para assegurar a sua sobrevivência” “Nutriente: substância contida nos alimentos que fornece a energia e o material necessário para a síntese e manutenção da matéria viva”
F.A. Gonçalves Ferreira-Nutrição Humana

Alimentação Adequada:
Alimentação adequada é a conjugação dos alimentos de forma a obter uma complementaridade de nutrientes (macro e micronutrientes) em cada refeição.

Equilíbrio Nutricional Uma Refeição deve fornecer: •Proteínas •Gordura •Hidratos de Carbono •Fibra •Vitaminas •Minerais

Nutrientes - Que função?
Macronutrientes: •Hidratos de Carbono •Gordura •Proteínas •Minerais Micronutrientes: •Vitaminas - Hidrossolúveis - Lipossolúveis - Macrominerais - Oligoelementos Cada Nutriente tem uma acção metabólica específica Nenhum Nutriente actua isoladamente

Proteínas

Compostos azotados formados aminoácidos unidos em peptídeos.

por

Proteínas

Grandes Fornecedores: • Carne • Peixe • Ovos • Leite e derivados • Leguminosas

Proteínas
Funções: • Construção e reparação de tecidos • Formação de enzimas, hormonas, líquidos e secreções orgânicas • Transporte de nutrientes • Fornecedores de energia - 4 Kcal/g

Proteínas

Proteínas alimentares Digestão Oligopeptídeos Polipeptídeos Aminoácidos Síntese Intermediários Metabólicos+ Ureia Biomoléculas: •Carnitina •L- carnitina •Heme •Hormonas e neurotransmiss ores •Nucleótideos Proteínas Degradação Aminoácidos Intermediários metabólicos

Proteínas

Aminoácidos: • Não essenciais • Essenciais: - arginina - leucina - isoleucina - valina - triptofano - fenilalanina - metionina - trionina - lisina - histidina

Proteínas: • Incompletas •Completas

Proteínas

Músculo

Local de armazenamento das proteínas

Lípidos

Grupo heterogéneo de compostos solúveis em solventes orgânicos que incluem as gorduras, óleos e ceras.

Lípidos
Grandes Fornecedores: • Óleos • Manteiga • Margarina • Banha • Natas

Lípidos
Funções: • Fornecedores de energia- 9 kcal/g • Formação do tecido adiposo • Constituintes das membranas celulares • Formação de hormonas e sais biliares • Transporte de vitaminas lipossolúveis

Lípidos
Lípidos nos alimentos TGL Fosfolipídeos Colesterol

Digestão
AGL + monoglicerídos AGL + lisofosfolipídeos AGL + colesterol

Reconstituídos nas cél. intestinais
TGL Fosfolipídeos Ésteres de colesterol

AGL

Armazenamento de energia

Mem. celular

Esteróides

Sais Biliares

Lípidos

Ácidos Gordos: • Saturados • Monoinsaturados • Polinsaturados • Não essenciais • Essenciais: n-3, n-6

Lípidos
Colesterol: • Componente das membranas celulares • Precursor das hormonas esteróides • Componente de sais biliares

Hidratos de Carbono

Grupo de substâncias caracterizadas por possuírem a fórmula estrutural Cn(H2O)n.

Hidratos de Carbono
Grandes Fornecedores: • Cereais • Frutas • Leguminosas • Vegetais

Hidratos de Carbono
Os alimentos contém 3 tipos de H.C. Açúcares Polissacáridos Fibras

Hidratos de Carbono
Funções: • Fornecedores de energia - 4 Kcal/g • Formação de hormonas • Constituintes da m. celular • Constituintes do DNA e RNA (desoxirribose, ribose)

Hidratos de Carbono- Fibra

Compostos de origem vegetal que não são hidrolizados pelas enzimas do intestino humano.

Hidratos de Carbono- Fibra
Componentes: • Celulose • Hemicelulose • Pentosanos • β-glicanos • Glicofrutanos • Oligofrutose • Pectinas • Amidos resistentes

Hidratos de Carbono- Fibra
Fibras solúveis: • Pectinas • Gomas • Mucilagens • Algumas hemicleluloses Fibras insolúveis: • Celulose • Algumas hemiceluloses • Linhina

Hidratos de Carbono- Fibra
Fibras solúveis- Funções: Retenção de água Lentificam esvaziamento gástrico Lentificam trânsito intestinal  vol. das fezes e freq. das dejecções Fibras insolúveis-Funções: Aceleram esvaziamento gástrico Aceleram trânsito intestinal Captam água  vol. das fezes e freq. das dejecções

Hidratos de Carbono- Fibra
Efeitos fisiológicos: •Afectam o ritmo, local de abs. e metabolismo dos H.C., L, e P •Afectam o balanço mineral e metabolismo dos esteróis •Influenciam a função do cólon, peso e composição das fezes

Hidratos de Carbono- Fibra
Acção no metabolismo da glicose: • Regulador da absorção dos H.C. • Regulação do metabolismo glicídico •  da sensibilidade à insulina Acção no metabolismo dos lípidos: •  da absorção de lípidos •  colesterol LDL

Hidratos de Carbono- Fibra

Fibras

Fermentação bacteriana

Ácidos gordos voláteis • Butírico • Propiónico • Acético

Hidratos de Carbono- Fibra
Ácidos gordos voláteis- Funções: • Estimulam a absorção de água e azoto • Fornecem energia aos enterócitos • Suportam a flora bacteriana • Efeito osmótico • Inibição da transformação maligna das células do cólon • Promovem a proliferação do epitélio do cólon • Inibem a HMGCoA

Hidratos de Carbono
H.C. dos alimentos Fibras Amidos Açúcares
Digestão Gliconeogénese

Monossacarídeos Outros Glicose

Energia
• Glicólise • Ciclo de Krebs • Oxidação fosforilativa • Fermentação anaeróbica

Armazenamento de energia Glicogénio Glicose

Monossacarídeos
• ácidos nucleicos

Oligossacarídeos
• glicolipídeos • glicoproteínas • proteoglicanos

Vitaminas

B1

B2

B6
Ácido fólico

B12
Ác.

C

Biotina

Niacina

pantoténico

A

D

E

K

Vitaminas Hidrossolúveis
Vitaminas Hidrossolúveis Fontes B1 (tiamina) cereais carne, legumes B2 (riboflavina) fígado, ovos, legumes B6 (piridoxina) B12 (cobalamina) C (ác. Ascórbico) Biotina Ác. Fólico Niacina Ác. Pantoténico Principais Funções metabolismo energético metabolismo energético

metabolismo dos a.a. metabolismo dos a.a. , carne, leite, peixe degradação do ac.gordos citrinos, legumes síntese de colagénio e A.O gliconeogénese e síntese ovos, cereais, nozes, peixe de ac. Gordos citrinos, legumes, fígado síntese de proteínas carne, leverdura, amendoim metabolismo energético fígado, vegetais componente da CoA

Vitaminas Lipossolúveis

Vitaminas Lipossolúveis A D E K

Fontes ovos,leite,peixe,vegetais peixe, ovos, manteiga óleos vegetais espinafres, brócolos, alface

Principais Funções pigmento da visão, desenvolvi/o ósseo e t. epitelial, reprodução, s.imune s. imune, secreção de insulina, metab. fosfo-cálcio AO protector das m. celulares coagulação

Minerais
Macrominerais Potássio Cloro Fósforo Magnésio

Sódio Cálcio Oligoelementos Crómio

Cobre

Flúor

Iodo

Ferro

Molibdénio

Selénio

Zinco

Manganês

Minerais

Macrominerais Cálcio
Fósforo Magnésio Potássio Sódio Cloro

Fontes leite e derivados, sardinhas
leite e derivados, carne, peixe, cereais

Principais Funções const. dos ossos e dentes, contracção muscular, transporte de iões

const. dos ossos e dentes,DNA, RNA, ATP, imp. na regulação do pH cereais integrais, nozes, leite, chocolate const. e activados de várias enzimas, estabilizador das m. celulares e ác. nucleicos frutas, leite, carne, cereais, leguminosas regula a p. osmótica do líquido intracelular, regulação do pH, metabolismo dos H.C. e proteínas sal de mesa, mariscos, alimentos de regulador da p. osmótica do extracelular, origem animal regulação do pH e volume dos liq. corporais activador enzimático, componente do HCl do sal de mesa, mariscos, leite, carne, ovos suco gástrico

Minerais
Oligoelementos
Crómio Cobre Flúor Iodo Ferro Manganésio Molibdénio Selénio Zinco

Fontes
cereais integrais, vegetais fígado, moluscos, cereais integrais Água, café, chá, arroz, cebolas sal de mesa iodado fígado, carne, gema de ovo, leguminosas cereais integrais, leguminosas, frutas,chá vegetais, leguminosas carnes, crustáceos moluscos, fígado, leguminosas, leite

Principais Funções
participa na utilização da glicose através da activação de enzimas e da insulina componente enzimas, envolvido na formação do sangue e dos ossos ajuda a prevenir cáries, benéfico para o crescimento e reprodução biossíntese de tiroxina constituição da Hg, importante na tranferência de oxigénio activador de enzimas co-factor de enzimas envolvidas na degradação dos a.a. co-factor de enzimas envolvidas na degradação dos a.a. e a. gordos constituinte de enzimas e da insulina, metabolismo dos ácidos nucleicos

Água

Cerca de 50 a 75% do Homem é constituído por água.
A água constitui: •80% do cérebro •80% do sangue •70% do músculo

Água

Homem 70 Kg: 45 kg é água 15 kg água extracelular 30 kg água intracelular 5 l sangue

Água

A água é necessária para: • Actividade de enzimas, citoesqueleto, cromossomas • Dispersar e dissolver nutrientes e seus transportadores • Dissolver e eliminar resíduos como a ureia e CO2 • Manter o volume circulatório e p. sanguínea

Água

As necessidades de água dependem: • Composição da dieta • Clima e temperatura • Actividade física • Peso corporal

Água

A desidratação pode ser letal porque: • Diminuição do volume sanguíneo • Aumento da temperatura corporal

A Alimentação e Saúde

Adequar Conjugar Complementar

A Alimentação e Saúde
As 10 regras da alimentação e exercício saudável: Começa o teu dia com energia!

Mexe-te!

Faz merendas saudáveis!

A Alimentação e Saúde
As 10 regras da alimentação e exercício saudável: Exercita-te!

Faz a escolhas equilibradas!

A Alimentação e Saúde
As 10 regras da alimentação e exercício saudável: Participa em actividades em família! Come mais cereais e vegetais! Não existem comidas boas ou más!

A Alimentação na Vida do Homem
Recomendações nutricionais: Energia (kcal/kg) H M 55 47 40 40 37 38 Proteínas (g/kg) H M 1 1 0,9 0,8 0,8 0,8

Idade 11-14 15-18 19-24

A Alimentação na Vida do Homem

Recomendações nutricionais: 10-15% Proteínas 55-60% Hidratos de Carbono < 30% de Gorduras

A Alimentação e Saúde
As 10 regras da alimentação e exercício saudável:

Faz desporto escolar!

Faz da alimentação uma actividade agradável

A Alimentação na Vida do Homem
Recomendações nutricionais- Vitaminas
Idade (anos) Vitamina
A (µg RE) D (µg) E (µg α-TE) K (µg) C (mg) Tiamina (mg) Riboflavina (mg) Niacina (mg) Piridoxina (mg) Ac. Fólico (µg) Cobalamina (µg) Ác. Pantoténico (mg)

11-14 H
1000 5 15 50 45 1,3 0,9 12 1,0 300 1,8 4

15-18 M
800 5 15 62 45 1,1 0,9 12 1,0 300 1,8 4

19-24 M H
1000 5 15 60 90 1,5 1,3 16 1,3 400 2,4 5

H
1000 5 15 60 75 1,5 1,3 16 1,3 400 2,4 5

M
800 5 15 65 75 1,1 1,1 14 1,3 400 2,4 5

800 5 15 64 65 1,1 1,0 14 1,2 400 2,4 5

A Alimentação na Vida do Homem
Recomendações nutricionais- Minerais
Idade (anos) Minerais
Cálcio (mg) Fósforo (mg) Magnésio (mg) Ferro (mg) Zinco (mg) Iodo (µg) Selénio (µg) Flúor (mg)

11-14 H
1300 1250 240 12 15 150 40 2

15-18 M H
1300 1250 410 12 15 150 55 3

19-24 M H
1000 700 400 10 15 150 55 4

M
1000 700 310 15 15 150 55 3

1300 1250 240 15 15 150 40 2

1300 1250 360 15 15 150 55 3

SINAIS FÍSICOS DE MALNUTRIÇÃO
LOCAL ASPECTO GERAL SINAL Perda de gordura subcutânea encovado ou face côncava DEFICIÊNCIA Energia Energia e fluído

CABELO

Fácil de arrancar, alopécia seco, quebradiço cabelos encortiçados

Proteína Proteína, biotina Vitamina C

UNHAS

Côncavas Despigmentação transversa

Ferro Proteínas

PELE

Seca, descamativa Seborreia nasolabial Rash psoriasiforme Palidez Hiperqueratose folicular Hemorragia perifolicular Fácil de magoar Hiperpigmentação

Vitamina A, zinco Ácidos gordos essenciais Vitamina A, zinco Ferro, Vitamina B12, Folato Vitamina A Vitamina C Vitamina K ou C Niacina

OLHOS

Cegueira nocturna Fotafobia, xerose Inflamação conjuntival Defeito campo retinal

Vitamina A, zinco Vitamina A Riboflavina, vitamina A Vitamina E

SINAIS FÍSICOS DE MALNUTRIÇÃO
LOCAL BOCA SINAL Glossite (língua vermelha macia) DEFICIÊNCIA Riboflavina, piridoxina, niacina, ác. fólico, vit. B12, ferro Vitamina C, riboflavina Riboflavina, piridoxina, niacina Riboflavina, iridoxina, niacina Zinco Niacina Riboflavina, niacina, ferro Cálcio

Gengivas sangrantes Estomatite angular Queilose Diminuição do paladar ou cheiro Língua fissurada Língua atrófica Perda esmalte dentário

PESCOÇO

Papeira Aumento das paratiroides

Iodo Proteínas

CORAÇÃO

Falência do output elevado

Tiamina

TÓRAX

Cansaço músculos respiratórios

Proteína, fósforo

ABDÓMEN

Ascite Hepatomegalia

Proteína Proteína, gordura

EXTREMIDADES

Edema Fragilidade óssea Dor junção óssea

Proteína Vitamina D Vitamina A ou C

SINAIS FÍSICOS DE MALNUTRIÇÃO
LOCAL EXTREMIDADES SINAL Dor muscular Articulações intumescidas DEFICIÊNCIA Tiamina Vitamina C

MÚSCULOS

Músculos atróficos Força de agarrar diminuída

Proteínas Proteínas

NEUROLÓGICOS

Demência

Tiamina, vitamina B12, folato, niacina Fósforo, niacina Tiamina Tiamina Tiamina Tiamina, piridoxina, vitamina E Vitamina B12 Vitamina B12 Cálcio, magnésio Tiamina, vitamina B12 Iodo

Desorientação aguda Nistagmo Oftalmoplegia Andar tipo-alargado Neuropatia periférica Perda sensação vibração Perda sensação posição Tetania Parestesias Reflexos diminuídos

Adaptado de: Jeanette M. Newton, Charles H. Halsted.Clinical and functional assessment of adults. Em: Maurice E. Shils, James A. Olson, Moshe Shike, A. Catharine Ross, eds. Modern Nutrition in Health and Disease. Baltimore: Williams and Wilkins 1999; 898.

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Marasmo
- degradação muscular generalizada,

- ausência de gordura subcutânea, - aspecto de pele e osso, - peso ≤ 60% peso estimado, - distensão abdominal, - cabelo fino e disperso, - pele seca e fina,

República de Mianamar, 2001

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Marasmo
- letargia, - apatia, - anorexia/voracidade alimentar, - intolerância alimentar, - sinais vitais alterados: Fc, PS, Tax, - complicações de défices nutricionais, - alterações analíticas - morte.
República de Mianamar, 2001

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Kwashiorkor
- edema indolor, mole e geral (pés, pernas, face e MS), - gordura sc presente, - alguma degradação muscular, - défice peso, - estatura normal ou baixa, - apatia, irritabilidade, - choro fácil, - expressão de miséria e tristeza,
Marrocos, 1999

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Kwashiorkor
- lesões da pele, - hiperqueratose e hiperpigmentação, - epiderme descamativa, - exposição dos tecidos subjacentes, - possibilidade de infecção,

Marrocos, 1999

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Kwashiorkor
- cabelo seco, quebradiço, fácil de arrancar sem dor, - cabelo encaracolado torna-se liso, - pigmentação cabelo muda para castanho baço, vermelho ou amarelo esbranquiçado, - alternância aporte nutricional conduz ao aparecimento de bandas no cabelo,
Marrocos, 1999

CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL

Kwashiorkor
- apatia e irritabilidade, - expressão triste e miserável, - anorexia, vómitos pós-prandeais e diarreia frequentes, - exame físico alterado, - sinais vitais alterados, - complicações dos défices nutricionais e morte.
Marrocos, 1999

Exemplo de um plano alimentar:
Sexo: feminino Idade: 15-18 anos Pequeno-Almoço: •1 chávena de leite meio gordo (240ml) •1 pão de trigo •1 fatia fina de marmelada (20g) •200g de maçã Meio-da-manhã: •1 iogurte natural ou dietético de aromas •Meio pão de trigo Almoço: Sopa: quantidade por pessoa para 2 refeições •100g de abóbora •100g de feijão-verde •100g de cenoura •80g de batata •2 colheres de chá de azeite Prato: 100g de sardinhas •3 batatas pequenas

•10g de alface •90g de tomate •5 colheres de chá rasas de azeite Sobremesa: 200g de pêra Meio-da-tarde: •1 iogurte natural ou dietético de aromas •1 pão de trigo •1 fatia fina de marmelada(20g) Jantar: Sopa: metade da quantidade confeccionada ao almoço. Prato: •100g de bife de vitela •10 colheres de sopa rasas de arroz •100g de brócolos • 5 colheres de chá rasas de azeite Sobremesa:200g de laranja Ceia: meio pão de trigo

Exemplo de um plano alimentar- composição nutricional:

Energia: 2200 Kcal Proteína: 92g (17%) H.C. 309g (52%) Gordura:76g (31%) Fibra: 38,5g

Cálcio: 1088 mg Magnésio: 334 mg Fósforo: 1554 mg Ferro: 13,2 mg Zinco: 7,96 µg Caroteno: 16785 µ g Retinol: 4,8 µg

Exemplo de um plano alimentar:
Sexo: masculino Idade: 15-18 anos
Pequeno-Almoço: •1 chávena de leite meio gordo (240ml) •1 colher de sopa rasa de açúcar •1 pão de trigo •1 fatia fina de marmelada (20g) •200g de maçã Meio-da-manhã: •1 iogurte natural ou dietético de aromas •1 pão de trigo Almoço: Sopa: quantidade por pessoa para 2 refeições •100g de abóbora •100g de cuve branca •100g de cenoura •80g de batata •2 colheres de chá rasas de azeite Prato: •140g de salmão •2 batatas pequenas

•100g de brócolos •7 colheres e meia de chá rasas de azeite 1 pão de trigo Sobremesa: 200g de pêra Meio-da-tarde: •1 chávena de leite meio gordo( 240ml) •1 colher de sopa rasa de açúcar •1 pão de trigo •1 fatia fina de marmelada(20g) Jantar: Sopa: metade da quantidade confeccionada ao almoço. Prato: •140g de bife de perú •12 colheres de sopa rasas de arroz •10g de alface •90g de tomate •7 colheres e meia de chá rasas de azeite Sobremesa:200g de laranja Ceia: 1 pão de trigo 1 iogurte natural ou dietético de aromas

Exemplo de um plano alimentar- composição nutricional:

Energia: 2982 Kcal Proteína: 118g (17%) H.C. 412g (52%) Gordura:108g (31%) Fibra: 40g

Cálcio: 1433mg Magnésio: 372 mg Fósforo: 1939 mg Ferro: 13,2 mg Zinco: 11,02 µg Caroteno: 16850 µ g Retinol: 7,2 µg

Marrocos, 1999

Eles são capazes... Nós também devemos ser!

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful