You are on page 1of 26

ASPECTOS ÉTICOS E BIOÉTICOS NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR

ENFº ESP. TIAGO PEREIRA DE ALBUQUERQUE

CACOAL 2011

O uso racional de instrumentos e mecanismos no âmbito da saúde deve estar voltado para a prevenção de infecções.

.

ÉTICA BIOÉTIC A BIOSSEGURAN ÇA CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR .

 Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade.ÉTICA: O termo ética deriva do grego ethos (caráter.  Ética é a ciência do comportamento moral dos homens em sociedade.  . modo de ser de uma pessoa).

interfaces neurais. A Bioética visa “dar conta” dos conflitos e controvérsias morais implicados pelas práticas no âmbito das Ciências da Vida e da Saúde do ponto de vista de algum sistema de valores (chamado também de “ética”). células-tronco. transgênicos. suplementos hormonais. etc). buscando re-significar as velhas questões humanas a partir dos fatos novos produzidos pela genética e biotecnologia (clonagem. próteses.  .BIOÉTICA:  A bioética seria um "sub-ramo da ética".

desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços que estão relacionados s saúde do homem”. ensino.BIOSSEGURANÇA: “É o conjunto de ações voltadas para a prevenção. . minimização ou eliminação de riscos inerentes as atividades de pesquisa. produção.

MAS O QUE É INFECÇÃO HOSPITALAR? .

1998) . ou quando puder ser relacionada com a internações/ou procedimentos hospitalares. ou mesmo após a alta. 2005) Convenciona-se infecção hospitalar toda manifestação clínica de infecção que se apresentar a partir de 72h (setenta e duas) horas após a admissão (MS. (SOUZA e MOZACHI.É qualquer infecção adquirida após internação do paciente e que se manifesta durante a internação.

As infecções hospitalares restringem-se àquelas que aparecem durante a internação de pacientes. nem localização particular da infecção.. não estando presentes ou em incubação no momento da admissão..E AINDA. (CHOR et al. não indicando. agente infeccioso específico. mas apenas definindo o espaço físico onde se inicia. portanto. 1990) .

Um dos principais agentes infecciosos: Staphylococ Fonte: The Microbial World (2009) Fonte: Department of Pathology University of Utah (2005) .

Não pode haver dúvidas – “Eu acho” não existe no Controle de Infecção Hospitalar!  .PORTANTO..   No Controle da INFECÇÃO HOSPITALAR a PREVENÇÃO é a razão principal. Qualidade em biossegurança visa o homem/paciente/comunidade e o seu bem estar.  Biossegurança tem uma visão holística pois vê a prevenção e o controle da qualidade no atendimento em saúde..

1º FOCO DE ATENÇÃO NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR ENTÃO A PALAVRA É PREVENÇÃO! .

DINÂMICA .

RESULTADO: NÃO CONTAMIADO CONTAMINADO POR HIV .

2º FOCO DA ATENÇÃO NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É O: .

CONSIDERAÇÕES ÉTICO-LEGAIS NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR .

de 19 de setembro de 1990. de 1990.  CCIH.     Lei 8080. Código Civil Brasileiro. Código Penal.  PCIH . Código de Defesa do Consumidor. Código de Ética da Enfermagem.

Treinamentos funcionários.A IMPORTÂNCIA DA CCIH Redução das IH. revisão e . aos Elaboração desenvolvimento pesquisas. Base de epidemiológicos e de dados Elaboração.

visitantes e outras pessoas no ambiente da instituição. sempre que possível.  Cumprir os dois primeiros objetivos com custo benefício.OBJETIVOS DO PROGRAMA DE CIH  Proteger o paciente. .  Proteger os profissionais de saúde.

PRINCÍPIOS NORTEADORES DA ÉTICA NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR  Beneficência Não-Maleficência Justiça/Respeito    Autonomia/Compromisso .

COMPROMISS O MECANISMOS BIOÉTICOS NO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR RESPEITO CAPACIDADE TÉCNICA INFECÇÃO HOSPITALAR NEGLIGÊNC IA OMISSÃO IMPRUDÊNCI A .

Adoção das medidas de isolamento. Uso racional de antimicrobianos. . Obrigações para com a sociedade.CABE AO PROFISSIONAL:         Obrigações para com os pacientes. Obrigações com os colegas. Obrigações com o hospital . Obrigações para com a pesquisa. Recomendação de vacinação de funcionários.

.SENDO ASSIM. . entre outros). farmacêuticos.  O controle de infecção é labor que ultrapassa os limites do código de uma especialidade exercida apenas por médicos.. biólogos. administradores. pois envolve diversos outros profissionais (enfermeiros.

C./June 1990. N O hospital.616 / 98. Aprova normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Infecção hospitalar: comparação entre dois métodos de vigilância epidemiológica. RS – Brasil. N.  TRABASSO. Modelo Atual do Controle de Infecção Hospitalar no Brasil. Bioética. 1994.REFERÊNCIAS  CAVALCANTE. Ética e Controle de Infecção Hospitalar.2 Rio de Janeiro Apr. F. S. KLEINL. Curitiba. Conselho Nacional de Saúde. J.. VI Congresso Pan-americano e X Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar – Porto Alegre. H.. Cadernos de Saúde Pública vol. F. Editora: Manual Real 2ª Edição. 11 a 15 de setembro de 2006. B. 2005.6 no. que regulamenta as ações de controle de infecção hospitalar no país  SOUZA. Resolução nº 196.  CHOR. V. H. MARZOCHILL.  BRASIL.& MOZXHI. K.  Portaria MS 2. de 10 de outubro de 1996. Brasília: 1996 . D. Manual do Ambiente Hospitalar. P.

MUITO OBRIGADO! .

$ $ A% $  %#  @  $!%#  !# $$ #$!% !%A @  $!%#   $$ !#&  .

8 -7..08.42.4244859.8 -7. -7.392.8/084.820//.4203/....42.348 /44/.84./0 &847.7.085. -7.085.43E748 .7..4248..40.42. -7.08.5086:8.20394 #0.0/..42485.03908 -7.43.4/01:3.08.40.74-.4/0.085.7.085. !# $$  -7.4248.3.5086:8.7../0.

/4708 03970 4:9748 .O/4 /0 :2.-47 6:0 :97.72./0 007.4.8 547 2F/.439740 /0 310.0 /../23897.503./. 48 2908 /4 .H:9.48 .8 0310720748 -O448 1. .4 F .07848 4:9748 57418843../.88.48 548 03.5.$ $$ . 0850.

4  34  #4 /0 ..425.## $ P '%    A9../0 !-.7 4F9. 05/024O.3.7 ..4 4859. .3074 57 .7...4 4859. 0 439740 /0 310. .  P  #       #     310./07348 /0 $.4 03970 /48 2F94/48 /0 ...

:30  P !479.7. $   .

4859.4 4859.J8 P $ & '  $    4859..7 /947.  .8 ./0 574. .2039.  /0 80902-74 /0   P #$ #084:4 3  /0  /0 4:9:-74 /0  43804 . .207.08 /0 .. .3:.  6:0 70:.3 . 3472. /4 2-0390 4859. #0.7 !4794 070 #$ 7.8 03.4 0 5/0244..43.  /4 :79-.8074 /0 439740 /0 310./47.439740 /0 310. /0 $.8  .2039. /4 439740 /0 310...8J.348 7.8 ' 4370884 !.8 /0 5086:8.34 0  4370884 7.3:.   P %#$$ ! 4/04 9:.03/4 80708 :2..4 4859.7 34 5.4.8 70:.7 34 7..

&%  #  .