You are on page 1of 105

FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA PARAÍBA GINECOLOGIA

ANTICONCEPÇÃO E PLANEJAMENTO FAMILIAR
Clique para editar o estilo do Ana Maria Lima subtítulo mestre
Anna Luísa Marinho Bruna Barreto Arnaud

4/28/12

4/28/12 O que é Planejamento Familiar?

É o ato de informar e orientar os casais a tomar suas próprias decisões, de forma voluntária e consciente, quanto ao número de filhos que desejam ter, o momento mais adequado para tê-los e o método contraceptivo que querem usar.

Objetivos do Planejamento 4/28/12 Familiar

4/28/12 Exercer a atividade sexual e planejar o número de filhos é um direito de todos .

4/28/12 • Características da paciente • Características do método .

.Alguns conceitos: Critérios de Elegibilidade 4/28/12 Condições médicas que poderiam significar limitações para o uso de diferentes métodos.

Exemplo: ACO 4/28/12 .

4/28/12 .

Método Sem método Coito interompido Tabela Condom masculino ACO e minipílula Índice de Pearl 85 25 9 2t 0.3 .Alguns conceitos: Eficácia 4/28/12 É aferida pelo número de gestações em 100 mulheres utilizando o método em um ano (Índice de Pearl).

Tipos de Métodos Contraceptivos 4/28/12 .

4/28/12 MÉTODOS COMPORTAMENTAIS .

• . não protege contra DST/AIDS. necessita do aprendizado e colaboração do casal. interferem no comportamento sexual do caso.“Métodos de Abstinência Sexual Periódica” 4/28/12 Observação dos sinais e sintomas que caracterizam as várias fase do ciclo menstrual. com consequente abstinência sexual durante período fértil • Deve ser evitado em mulheres na perimenopausa e próximo à menarca pela irregularidade dos ciclos • Menor efetividade em mulheres com ciclos muito curtos (< 26 dias) ou muito longos (> 32 dias) • Vantagens: inocuidade e ausência de custos financeiros • Desvantagens: baixa eficácia.

Método Ogino-Knaus 4/28/12 .

26 – 18= 8 – 11 = 29 18 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Período fértil começa no 8º dia do ciclo menstrual Período fértil termina no 18º dia do ciclo menstrual 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Abstinência sexual .• Exemplo: 4/28/12 Mulher observa durante 12 meses seus ciclos menstruais. e percebe que o mais curto deles teve duração de 26 dias. e o mais longo teve duração de 29 dias.

Método da Temperatura Basal 4/28/12 Corporal .

4/28/12 .

4/28/12 .

Método do muco cervical ou Billings 4/28/12 .

até o 4º dia após a percepção máxima de umidade. ou sensação de lubrificação vaginal.4/28/12 Período de abstinência: da percepção do muco. .

4/28/12 .

• . além de outros sinais que podem contribuir para detectar a ovulação de maneira mais precisa. enxaqueca. sangramento intermenstrual. tais como dor leve e vaga na fossa ilíaca. etc.Método sintotérmico • 4/28/12 “Múltiplos indicadores” Consiste no uso dos três métodos descritos anteriormente de forma combinada.

Coito interrompido 4/28/12 .

4/28/12 .

4/28/12 .

4/28/12 MÉTODO DA LACTAÇÃO E AMENORRÉIA .

4/28/12

Amenorreia •AME •Primeiros 6 meses após o parto

4/28/12

Quando o método for usado correta e consistentemente, a eficácia é de 2 em 100 mulheres nos primeiros 6 meses após o parto.

4/28/12

MÉTODOS DE BARREIRA

.4/28/12 Evitam a gravidez por meio do impedimento da ascensão dos espermatozóides ao útero e tubas. por obstáculos mecânicos. químicos ou ambos.

4/28/12 .

4/28/12 .

formando uma barreira física entre pênis e vagina. Está disponível em uma grande variedade de tamanhos. e alguns são revestidos com espermicidas além do lubrificante. formas. antes do início do ato sexual.Preservativo Masculino 4/28/12 Consiste em um envoltório de látex que deve ser colocado no pênis ereto. cores e texturas. Alguns são lubrificados com silicone ou lubrificantes à base de água. .

4/28/12 O pênis deve ser retirado da vagina logo após da ejaculação. evitando que seu conteúdo saia do .

4/28/12 .

Preservativo feminino 4/28/12 .

4/28/12 Anel com a extremidade fechada deve ser posicionado no fundo da vagina. cobrindo o útero completamente. •Anel com a extremidade aberta é posicionada na • .

4/28/12 .

É colocado na vagina antes da relação sexual.Diafragma • 4/28/12 Dispositivo circular flexível coberto por uma membrana de silicone ou látex. Deve ser utilizado com geléia ou creme espermicida. . Tem formato côncavo a fim de cobrir o colo uterino.

4/28/12 .

•A taxa de falha varia de 6 a 16%. .4/28/12 • Protege contra DST (redução do risco em 50%). mas não protege contra HIV.

Espermaticida • 4/28/12 São métodos químicos de barreira. . que é o meio usado para manter o agente espermaticida aderido ao colo uterino. que consistem em dois componentes: o espermicida químico e uma base inerte.

4/28/12 .

• Lubrificação excessiva 4/28/12 • Colocação dos dedos ou de dispositivo de inserção na vagina (candidíase genital. • . vaginose bacteriana e infecções do trato urinário na mulher) Irritação genital e erosões no epitélio vaginal e do colo uterino (principalmente quando usado com maior frequencia e em quantidades elevadas) Aumentam o risco de transmissão do HIV São pouco eficazes: a taxa de gravidez é de 26 para cada 100 mulheres no primeiro ano de uso.

4/28/12 DISPOSITIVO INTRA UTERINO .

interferindo nas etapas que antecedem a fertilização. .4/28/12 Estimula uma reação inflamatória no útero pela presença de corpo estranho.

4/28/12 .

8% .DIU de cobre 4/28/12 Índice de Pearl é de 0.

4/28/12 .

4/28/12 Pesquisar e corrigir anemia antes da inserção .

4/28/12 SISTEMA INTRA-UTERINO LIBERADOR DE LEVONORGESTREL (SIU-LNG) • Dispositivo em forma de “T” com 32mm de comprimento. . cuja haste vertical é revestida com um cilindro de 19mm de comprimento contendo 52mg de Levonorgestrel. radiopaco.

4/28/12 .

4/28/12 Índice de Pearl: 0.2% .

Efeitos adversos 4/28/12 .

Intercorrências com uso do 4/28/12 DIU .

4/28/12 Contra-indicações ao uso do DIU NÃO PODE! .

Gravidez Infecção puerperal Imediatamente após aborto séptico Sangramento vaginal inexplicado * CA de colo (aguardando tratamento) * CA de endométrio * DIP atual * Fatores de risco para DST * Cervicite purulenta ou clamídia ou gonorréia * AIDS não tratada * 4/28/12 CA de ovário * CA de mama atual (LNG) Antecedente de CA de mama (LNG) Enxaqueca com aura (LNG) ** Cirrose descompensada (LNG) ** TU hepáticos benignos e malignos (LNG) Dça trofoblástica gestacional TVP e TEP atual (LNG) Alterações anatômicas na LES com trombocitopenia (DIU cavidade Cu) * Mioma com distorção da cavidadeLES com Ac antifosfolípide + ou ? .

Gravidez em uso de DIU 4/28/12 • Fios visíveis: remover DIU Fios não visíveis: acompanhar gestação cuidadosamente • .

DIP em uso de DIU 4/28/12 Iniciar antibioticoterapia e retirar o dispositivo caso não haja melhora em 48 horas. .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL 4/28/12 .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL VIA ORAL .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL MECANISMO DE AÇÃO AC COMBINADOS 4/28/12 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL MECANISMO DE AÇÃO AC COMBINADOS 4/28/12 .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL MECANISMO DE AÇÃO PROGESTAGÊNIOS .Eventuais folículos ovarianos maturados .Ciclos anovolutários em 40% dos casos .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL AC ORAIS COMBINADOS 4/28/12 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL AC ORAIS COMBINADOS 4/28/12 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL ANDROGENICIDADE 4/28/12 DOSE .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL 4/28/12 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL
AC ORAIS COMBINADOS CONTRAINDICAÇÕES Mutações trombogênicas Amamentação < 6 semanas do parto Fumo > ou = 35 anos: 15 ou + cigarros por dia História ou TEP e TVP atual AVC: história ou atual CA mama atual 4: Risco inaceitável. Método OMS Cirrose descompensada usado. não deve ser

4/28/12

CONTRACEPÇÃO HORMONAL

4/28/12

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL

MINIPÍLULAS Dose de progestagênico de 1/2 a 1/10 dos ACO combinados; -Apropriada para LACTAÇÃO e perimenopausa -Anovulação em 40 a 50% dos casos
-

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL MINIPÍLULAS INDICAÇÕES Lactantes a partir de 6 semanas pós-parto Não lactantes: iniciar em até 21 dias do parto Doenças mamárias benignas Hipertensão arterial Coagulopatias e cardiopatias valvares Tabagistas > 35 anos Contraindicações ao uso de estrógenos .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL AC POR VIA PARENTERAL Índice de Pearl 0.3% .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL Modo de uso: Administrar até o 5°dia do ciclo por via IM profunda e repetir a cada 90 dias .

06 a 3% .CONTRACEPÇÃO HORMONAL MENSAIS 4/28/12 ESTROGÊNIO NATURAL Índice de Pearl 0.

CONTRACEPÇÃO HORMONAL 4/28/12 MODO DE USO: Iniciados até o 5 °dia do ciclo ou a qualquer tempo se houver certeza da ausência de gravidez e repetir a cada 30 dias .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL VIA VAGINAL 4/28/12 Liberação diária de 15mcg de etinilestradiol e 120mcg de etonorgestrel .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL 4/28/12 Modo de uso: Posicionado em fundo de saco posterior .3 adeve ser retirado e Índice de quando 8 por 100mulheres-ano . deve ser mantido por 3 semanasPearl 0.

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL VIA TRANSDÉRMICA 4/28/12 .

quando Índice escape.CONTRACEPÇÃO HORMONAL 4/28/12 Modo de uso: Utilizado por 3 semanas consecutivas ( um adesivo por semana) com pausa na quarta semana.8% . ocorre sangramento de de Pearl 0.3 a 0.

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL VIA SUBDÉRMICA Modo de uso: Inserido após realização de um botão anestésico e .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL Índice de Pearl 0.05 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA 4/28/12 Índice de Pearl 2% .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA 4/28/12 .

CONTRACEPÇÃO HORMONAL CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA 4/28/12 ATUAM IMPEDINDO FECUNDAÇÃO E SEMPRE ANTES DA IMPLANTAÇÃO .

4/28/12 CONTRACEPÇÃO HORMONAL CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA TAXA DE FALHA (OMS) .

4/28/12 Métodos Contraceptivos Cirúrgicos .

4/28/12 Laqueadura Tubaria .

4/28/12 Laqueadura Tubária .

4/28/12 Esterilização Feminina .

Técnicas de Esterilização Laparoscópica 4/28/12 .

. Anel de Silastic é liberado ao redor da base da tuba .4/28/12 Aplicação do anel de YOON .

Contra-Indicação : Tubas Inflamadas . . na porção ístimica da tuba.4/28/12 Aplicação do Clipe De Hulka Aplicação do clipe .edemaciadas ou de difícil acesso.

4/28/12 Técnica Madlener .

4/28/12 Técnica Pomeroy .

4/28/12 Método de Irving .

4/28/12 Método de Uchida .

Esterilização Masculina Vasectomia 4/28/12 .

4/28/12 Vasectomia .

visando desencorajar a esterilização precoce .período no qual será propiciado a pessoa interessada acesso a serviço de regulação da fecundidade.9.pelo menos 2 filhos vivos.desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico .Planejamento Familiar Lei N. .Homens e Mulheres com capacidade civil plena e maiores de 25 anos .263 de 12 Janeiro de 1996 • 4/28/12 I. incluindo aconselhamento por equipe multidisciplinar.

4/28/12 § . testemunhado em relatório escrito e assinado por dois médicos . por cesariana sucessivas anteriores . ou quando a mulher for portadora de doença de base e a exposição ao segundo ato anestésico ou cirúrgico representar maior risco para sua saúde.É necessário relatório escrito e assinado por dois médicos.§ II.Risco de vida ou a saúde da mulher . ou do futuro concepto .aborto .ou ate 42 dia de pós-parto .ou aborto . É vedada a esterilização cirúrgica em mulher durante os períodos de parto .exceto nos casos de comprovada necessidade.

vasectomia ou de outro método cientificamente aceito .§ A esterilização contraceptivo cirúrgico só poderá ser executada através da laqueadura tubária . 4/28/12 § § .sendo vedada através de histerectomia ou ooforectomia . a esterilização depende de consentimento expresso de ambos os cônjuges . A esterilização cirúrgica com pessoas absolutamente incapazes so poderá ocorrer mediante autorização judicial . Na vigência de sociedade conjugal .

4/28/12 Artigo 15. § Realizar esterilização cirúrgica em desacordo com o Art.10 : Pena : Reclusão de 2 a 8 anos se a pratica não constituir crime mais grave . § .

Em pessoa absolutamente incapaz sem autorização judicial . II.Através de histerectomia ou ooforectomia .Através de cesárea indicada para fins exclusivo de esterilização . V. IV. § § § .4/28/12 A pena é aumentada em 1\3 se a esterilização for praticada : § § I –Durante os períodos de parto ou aborto .Com manifestação da vontade de esterilização com alteração na capacidade de discernimento. III.

2004. Mariano Tamura Vieira.Referências Bibliográficas • 4/28/12 TABORDA. Volume 1. São Paulo: Hospital Israelita Albert Einstein. • FEBRASGO. Rio de Janeiro: Cultura Médica. 308p. Rio de Janeiro. Anticoncepção: manual de orientação. Ginecologia. 2011 . • Apostilas Medcurso. São Paulo: Ponto. Wladimir Correa. 2005. GOMES. Ginecologia: diagnóstico e tratamento.

4/4.5474J892... /... 9:-. 3/.4/4500:./.831./.4 %:-. 4397.50  3..5..84:/0 /1J.0884 .8 0/02. 5...2.

3../0307 ..%F.

3.!42074 .%F..

3 .F94/4/07.

/.F94/4/0&. .

 .43903..3.070.40.882574.:48034574.80..4.942.94O/08 .:.8 /0107039085.109.7. 489089J.7....J/.4  34../434. '....9. 085072.40 . 5O8.4  02-47.7./48 085072.897..8907.4393:. . 39077:54.8. 2549H3.8.:.08907.:.77.4...4/4 4202 4F:2.0..94O/083.7:7.4.:3./48.0.

...038 W $0:74 01....94 80:..981. 02 7020/0.4.308908. W !4/080770.4 439071070 .20390 01.0.74 W !4/028:77310./.9.8..7.424.0790742F94/4F /1J. W 4F20/. $% .9O74 W #0.08 02477.942.2-:.'.038 . 08..0 /0139.!4/0 2047.80. W 4574900.39..4397.42 .4 80:.39.8 /47080 02.942.

/4457.4/070:.. 50884.42J324/0  /.10...4.348 50420348148 .4/.94 .02./0.7../.3907088.42.807E5745.807...4380.7 .77.31089.4708/0..7 0  /0. 503.4 507J4/4346:..48 /08/06:04-807..0 .!..:3//./004.2.:3/4.803970.3074/0 W  420380:0708.8.20394.3/4/0803.4570.30.5./. 08907.0884.439.47..20394547 06:502:9/8.4 /./4./0 3.53.2.

3/4 . 4: ./.9O74 08.3089F8. 8././47. 8.4 4: ./0 A 30.883. /0 5O8 5.0594 908902:3.4 /0 ./0 /.48 A . 02 2:07 /:7.094 348 ..48 .4 5.94 .80 0 .088E74 70. 08907./4 547 /48 2F/.7.08.7.43.390 48 507J4/48 /0 5. /0 -./.4 80:3/4 .794 0 ./0 547 . 30./4 547 /48 2F/. #8.848 /0 .088/.39074708 4: 6:.-4794 4: ..4 705708039.9O74 08. /0 /403.794 0 . 8:.3.77..8 .47 78.-4794 0. 2:07 4: /4 1:9:74 . . 8:.7 2.90  /.794 .77.0/.4 .883./4 02 70. 05484 .088..42574. 2:07 147 5479.794 4: .

43803920394 0570884 /0 . 4: 441470.97.F8 /0 89070./. 08907.4 /0503/0 /0 ./.42 50884.5.-84:9.F8 /.942.. .390 . .0/.80.0391.../0 .77. 08907.08 84 54/07E 4.094 803/4 .77. 4: /0 4:974 2F94/4 .20390 3. .4 8O 54/07E 807 00....0/.97.4 .20390 .942.:9.47707 20/. .3:08  08907.2-48 48 .4 :/.:947.4 ./:7...8 . .942. . ..4 .059.H3.43:.6:0. . 9:-E7. .4397.. /0 84.

794 #0.  #0.43899:7 . 34 ...47/4 ..77.9.8 7.0 .42 4 79   !03. 02 /08.7 08907.  ... 57.4 .:84 /0  .720 2.348 80 .

907.503.4 :/... 802 .794 4: .942.4 ./0 /0 /8.-4794  42 2.F8 /0 89070.  :7.07320394  97./. 4: 441470.:2039..390 48 507J4/48 /0 5.-84:9. . 08907.4 /.F.. 5.7.4 /0 08907. ' 2 50884.414757. ' 97. 138 0.4 .942.31089.F8 /0 ./..4 3./.5..439.0280.:8.9..08E70./0 /0 08907.20390 3.5. . .42 . 3/../.:947.

/27 4770..  $ ..20394 #4 /0 .3074 :9:7.8 0/.9. 87. -079 38903   W #$ 39. '07. $4 !.3074   .09.:4 !4394    5 W 5489.7. 30.4 $4 !.2:7.054 2. '4:20  #4 /0 .3:.8-47E1.8 W % # .3O89. /0 47039. /.:784 30..#0107H3.:4 4859.44.4 0 97.34 %.43.44. F/.