You are on page 1of 11

CEFET QUíMICA ± TM121 Pedro Uchoa Renata Gudergues Thalita Martins

Tipo Totipotente Pluripotente (céluas-tronco embrionárias) Multipotente (células-tronco adultas) Origem Zigoto ou célula-ovo Massa nuclear interna do bastocisto Diversos tecidos do corpo Potencial Geram um novo ser completo Geram todos os tecidos do organismo Geram os tecidos dos quais se originam .São quaisquer células não-especializadas de espécies vegetais e animais com capacidade de se dividir e originar tanto células idênticas a elas quanto outras mais especializadas e capazes de formar diferentes tecidos e órgãos. capacidade de auto-renovação e transformação nos diversos tipos celulares que formam o corpo. São classificadas de acordo com a sua origem.

Pluripotente Totipotente Multipotente (medula óssea) .

no pâncreas. no músculo esquelético.Células Multipotentes . A injeção de células oriundas da medula óssea de um camundongo é capaz de reconstituir o tecido sanguíneo de outros animais. no epitélio da pele e do sistema digestório. na polpa dentária. Originam células idênticas a elas ou ainda gerar células mais maduras e específicas ao tecido de onde se originaram. São responsáveis pela manutenção de diversos tecidos e pela recuperação de órgãos lesionados. na medula óssea. nos vasos sanguíneos. na córnea e até mesmo na retina. na medula espinhal e no cérebro. cujas células formadas do sangue haviam sido destruídas previamente por irradiação .Células-tronco Adultas Estão presentes no fígado.

A identidade de algumas delas é controversa 3. Coração Raras células-tronco cardíacas foram descobertas perto do átrio. Pulmão Os cientistas acreditam que existam diferentes populações de células-tronco nos pulmões. Fígado Células-tronco hepáticas substituem células velhas e se multiplicam rapidamente quando o órgão é danificado . Cérebro A maioria das células-tronco neuronais é encontrada no cérebro.1. Elas também existem na medula espinhal 2. a câmara superior do coração 4.

Diabetes. Necrose óssea. Insuficiência cardíaca. Elas são produzidas dentro dos ossos e viajam pelo organismo através do sistema circulatório. Derrame. capazes de se transformar em vários tecidos. Intestino Células-tronco produzem milhares de novas células intestinais a cada dia. Esclerose múltipla 7.Músculos Traumas e lesões provocados pelo excesso de exercício induzem as célulastronco a regenerar os músculos . Medula óssea Aqui ficam as células-tronco mais potentes.Cirrose hepática.5. Os cientistas brasileiros estão testando terapias baseadas nessas células em pacientes de: Doença de Chagas. Elas substituem células danificadas durante o processo de digestão 6.

Já as células-tronco mesenquimais. Em verde.O potencial terapêutico das células multipotentes A medula óssea possui células-tronco de dois tipos: hematopoéticas e mesenquimais. células do osso. são encontradas no estroma da medula óssea e também na periferia do osso. músculo liso. podem originar adipócitos. endotélio e macrófagos. célula-tronco da medula óssea no córtex cerebral de uma cobaia . e podem dar origens a todos os nove tipos celulares do sangue. As hematopoéticas dão origem a células especializadas e com capacidade proliferativa reduzida.

Estudos Clínicos Realizados no Brasil (2003-2007) Fonte:Movitae Tipo de Doença AVC Infarto do Miocárdio Isquemia cerebral Queimaduras Célula-tronco utilizada Medula óssea Medula óssea Cordão umbilical Pele Instituição UFRJ PROCEP UFRJ/FioCruz/ Hospital São Luis UFRJ Local RJ RJ RJ/SP RJ .

. trata-se de um processo contínuo. o estresse. A região do cérebro onde se observa a produção de novos neurônios é a neurogênese. Estudos mais recentes observaram a presença de célulastronco no sistema nervoso maduro.Células-tronco adultas oriundas do cérebro Até o final do século XIX. os cientistas acreditavam que não existia adição ou reposição de neurônios durante a vida adulta. não eram observadas alterações estruturais marcantes no sistema nervoso. E existe ainda a possibilidade de obtenção de células-tronco neurais de pacientes já falecidos e estudos vêm sendo realizados na expectativa de utilizar essas células também na prática médica. Estudos envolvendo aplicação de células-tronco derivadas do cérebro buscam comprovar a segurança do procedimento realizando cirurgias com células retiradas do bulbo olfatório. uso de drogas ou doenças neurodegenerativas. da ansiedade e de outras doenças psíquicas. Alguns cientistas relacionam a estimulação da neurogênese com a diminuição da depressão. região do cérebro que recebe novos neurônios. que pode ser acelerado por estímulos como exercícios físicos e mentais ou diminuído por outros como a idade.

G-CSF: fator de estimulação de colônias de granulócitos. uma citocina que aumenta as defesas antibacterianas através do efeito positivo sobre a produção de neutrófilos. .

cict.rj.saude.gov.fiocruz.Stevens Rehen & Bruna Paulsen ‡http://www.EDG 77762-5855.portalmie.htm ‡http://revistaepoca.br/infosaude/refs07200 101.globo.shtml ‡http://www.00.com.br/incl/celulatronco/index.ig.bibiff.br/tag/cancer/ ‡http://www.incl.ufmg.com/Revista/Epoca/0.asp Ambos em 11/09/08 ..‡Células Tronco .com/Canais/gravidez/estagios / ‡http://blogdofavre.html ‡http://www.br/online/arquivos/005053.