Grupo: Leonardo Ruffo Hugo Lobato Rafael Moraes Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) Universidade Federal do Rio

de Janeiro (UFRJ) Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Sumário € € € € € € € € € Max Weber A Burocracia de Max Weber A Teoria da Burocracia Disfunções da Burocracia segundo Merton Segundo Max Weber O Modelo Burocrático Gifford e Elizabeth Pinchot Disfunções geradas pela burocracia ( segundo os Pinchot) Os três tipos de autoridade .

Max Weber € € € € € € € € A história das companhias comerciais da idade média A história agrária romana Dedicou-se ao ensino da economia política e de questões agrárias Pesquisa empírica na região do Leste do rio Elba Grande especialista de questões e problemas agrários Weber propunha a unificação das ciências humanas integrando a compreensão e a explicação A noção de "tipo ideal³ Teóricos influenciados pelo pensamento weberiano .

o comportamento dos membros dela participantes. que não possibilitam uma abordagem global. integrada e envolvente dos problemas organizacionais  A necessidade de um modelo de organização racional capaz de caracterizar todas as variáveis envolvidas. a partir da descoberta dos trabalhos de Max Weber. é aplicável não somente à fábrica.A Burocracia de Max Weber Desenvolveu-se dentro da administração ao redor dos anos 1940 € A teoria da burocracia €  A fragilidade e parcialidade tanto da Teoria Clássica como da Teoria das Relações Humanas. bem como. o seu criador . mas a todas as formas de organização humana e principalmente às empresas  O crescente tamanho e complexidade das empresas passam a exigir modelos organizacionais bem mais definidos  O ressurgimento da Sociologia da Burocracia.

muito minuciosamente e. em hipótese alguma.A Teoria da Burocracia (1) Um homem pode ser pago para agir e se comportar de certa maneira preestabelecida. a qual lhe deve ser explicada. permitindo que suas emoções interfiram no seu desempenho € Uma forma de organização que se baseia na racionalidade € três fatores principais que favorecem o desenvolvimento da moderna burocracia: €  O desenvolvimento de uma economia monetária  crescimento quantitativo e qualitativo das tarefas administrativas do Estado Moderno  A superioridade técnica ± em termos de eficiência ± do tipo burocrático de administração .

repartição ou organização onde o papelório se multiplica e se avoluma. impedindo as soluções rápidas e eficientes  Burocracia = Defeitos do sistema  Entretanto para Max Weber a burocracia é exatamente o contrário € Merton .A Teoria da Burocracia (2) € € O desenvolvimento tecnológico fez as tarefas administrativas tenderem ao aperfeiçoamento para acompanhá-lo Conceito popular: a burocracia é visualizada geralmente como uma empresa.

a Burocracia não é tão eficiente como Weber apresenta. o que causa baixa eficiência. 5. Internalização das Regras e Apego aos Regulamentos Excesso de Formalismo e de Papelório Resistência Mudanças Despersonalização do Relacionamento Categorização como Base do Processo Decisorial Superconformidade às Rotinas e aos Procedimentos Exibição de Sinais de Autoridade Dificuldade no Atendimento a Clientes e Conflitos com o Público . Disfunções: 1. e leva ao excesso de formalismo.Disfunções da Burocracia segundo Merton € € € Merton. 8. da sociologia da ciência e da comunicação de massa Não existe uma organização totalmente racional e o formalismo não tem a profundidade descrita por Weber. de documentação e de papelório. 6. 2. 4. sociólogo estadunidense considerado um teórico fundamental da burocracia. 7. 3.

apenas esquematizou as principais características da burocracia existente´ (Maximiano) De acordo com Chiavenato a burocracia traz consigo diversas vantagens  Racionalidade  A precisão com que cada cargo é definido  As atividades tornam-se previsíveis  Rapidez nas decisões  O trabalho é profissionalizado O tipo ideal de burocracia weberiana tinha como uma das características a previsibilidade do seu funcionamento contribuindo para a obtenção de maior eficiência organizacional .Segundo Max Weber € € € € A preocupação de Weber está na racionalidade. entendida como a adequação dos meios aos fins e uma organização é racional quando é eficiente ³Weber não definiu um modelo padrão para ser aplicado.

garantindo rapidez. a autoridade racional-legal prevalece nas sociedades ocidentais A burocracia. racionalidade.O modelo Burocrático: Objetivos € € € Segundo Weber. redução dos atritos e discriminações. padronização da liderança (decisões iguais em situações iguais) e o alcance dos objetivos . é estabelecida seguindo o princípio da hierarquia O desempenho de cada cargo por parte dos funcionários burocráticos pressupõe uma grande especialização na execução das suas tarefas e trabalho € Objetivos: tornar a organização eficiente e eficaz. homogeneidade de interpretação das normas. em qualquer organização.

Os três tipos de autoridade € Racional-legal Tradicional Carismática € € .

pelo fato de atender as diversas necessidades das empresas da chamada era industrial. . de larga escala e com maciços investimentos financeiros que caracteriza o capitalismo industrial.Gifford e Elizabeth Pinchot € € € Destacam que a burocracia firmou-se como o modelo de gestão básico da maioria das organizações do século XX. padronizada. Aumentou a eficácia da hierarquia. reduzindo os abusos de autoridade e trazendo uma maneira mais eficiente de gerenciamento das tarefas complexas que foram se apresentando à medida que as instituições cresciam Burocracia: um sistema capaz de gerir de forma adequada a produção mecanizada.

Disfunções geradas pela burocracia ( segundo os Pinchot):        € Inflexibilidade Excessiva concentração das decisões Descomprometimento Formalismo excessivo Supervalorização dos meios Favorecimento à corrupção Corporativismo Alertam que a organização burocrática está irremediavelmente fora de sintonia com a realidade contemporânea Não se adéqua esse arranjo ao momento que vivemos € .

Raymundo Faoro. Maurício Tragtenberg. Sérgio Buarque de Holanda. José Guilherme Merquior e. podemos citar:  Max Scheler. Alfred Schütz. David Landes e Anthony Giddens  No Brasil. Antônio Flávio Pierucci e Jessé Souza . Norbert Elias. Karl Mannheim.Seguidores € Dentre os principais teóricos influenciados pelo pensamento weberiano. Ernest Gellner. Leopold von Wiese. Karl Jaspers. Ervin Goffman. atualmente. Gabriel Cohn.

€ Obrigado! .