inteiramente voltado para o setor off-road. o Fim do Asfalto foi criado para atender a uma crescente demanda dos treinamentos empresariais outdoor . montanhas íngrimes. tais como: Segurança de todos os participantes Assertividade na atividade escolhida Envolvimento de todos os participantes durante a atividade Melhores opções de logística na montagem e realização do evento Atividades que proporcionem analogias de grande impacto vivencial Valores compatíveis com o mercado de atividades Outdoor Training . Lembramos que por tratar-se de uma atividade outdoor . Este pré-estudo de atividade Vivencial (Outdoor Training). alinhada aos objetivos estratégicos da empresa. onde a prática era impossível sem a colaboração. garantindo assim. mas um estilo de vida. quando seus idealizadores descobriram no OFF-ROAD. caminhos bloqueados. rios. o Fim do Asfalto ampliou sua participação no mercado fora-de-estrada estreando na TV brasileira um programa jornalístico semanal. observando-se alguns itens básico. A descoberta proporcionou uma perfeita interação entre a prática do OFF-ROAD e os desafios empresariais atuais ! Aproveitando todo know-how adquirido em todos esses anos. bem preparado para transpor os desafios da natureza. pedras. os participantes podem vivenciar uma incrível experiência 4X4. com vasta experiência na participação. o Fim do Asfalto pretende expor algumas opções de atividades off-road . sintonia e trabalho de equipe de um time coeso. alinhada aos objetivos corporativos das organizações. onde através de um método inovador. erosões. lama e muita adrenalina. através da aquisição do antigo Jeep Fordinho 76. tem a finalidade de ajudar na escolha da atividade off-road mais adequada. De lá pra cá. recompensados por lugares indescritíveis. foram inúmeras as trilhas.Fim do Asfalto foi a concretização de um sonho que começou há quase 15 anos atrás. mais do que um simples esporte radical. melhores resultados. Formada por profissionais que atuam diretamente na área de Recursos Humanos desde 1995. desenvolvimento e realização de eventos off-road . em agosto de 2003.

Objetivo da prova: Vence a competição a equipe que cumprir todo trajeto. Os PCs são responsáveis pela aferição das rotas e tempos de cada equipe. perdendo a menor quantidade de pontos. com todos os dados fornecidos pelos PCs à organização da prova. manusear os acessórios e ferramentas para transposição dos obstáculos. Planilha de referência de prova. O complicador. e cada trecho tem uma determinada velocidade média a ser cumprida.Seguem abaixo algumas modalidades off-road outdoor training . acertar o caminho. Objetivo: Ao fim do trajeto. Navegação detalhista. etc. Tubo protetor (Santo Antônio) Descritivo da Prova: Cada equipe recebe uma planilha de orientação. equipados com acessórios para transposição de eventuais obstáculos naturais. 2º e 3º colocados e medalhas de participação para os demais Variáveis que impactam diretamente nos valores do projeto: Modelos dos veículos que serão utilizados Tipos de equipamentos usados para navegação Piloto fornecido pelo Fim do Asfalto . São feitos os cálculos de cada equipe. 01 Navegador e 02 Zequinhas (Auxiliares de campo) Itens de Segurança: Capacetes. contendo todo itinerário da prova através de referências gráficas (desenhos e enigmas) e dados numéricos (kilometragem X tempo ideal da equipe). Obstáculos naturais de baixa dificuldade. avaliadas pelos PCs e pela organização de prova. na verdade. é fácil se fazer o cálculo de onde cada equipe deverá estar durante toda a prova. A largada é feita individualmente com intervalos de 1 minuto entre equipes. implicam em penalizações em pontos perdidos. A navegação em síntese é até muito fácil.) Toda conduta das equipes que estejam em desacordo com as instruções de planilha. orientar externamente o piloto nas travessias de risco. o que significa dizer que a equipe foi a mais "regular". empurrar o veículo em caso de atolamento.. (Essas atividades podem ser compartilhadas com os Zequinhas ) Os famosos Zequinhas também são responsáveis por todo o trabalho braçal (Abrir e fechar porteiras. que podem ser utilizadas na atividades de RAID (Regularidade Absoluta em Itinerário Desconhecido) Características: Baixa velocidade.. em locais não divulgados. rádio comunicador. Durante o trajeto da prova. Recursos Utilizados: Carros com tração nas 4 rodas (qualquer modelo). estar atento às indicações da planilha. equipamento de navegação. são espalhados alguns PCs (postos de controle). Cinto de 3 pontos. etc. é a grande quantidade de tarefas simultâneas que o navegador tem sob sua responsabilidade: controlar o tempo. Como o trajeto é todo dividido em trechos. Troféus para 1º. Composição das equipes: Poderão ser compostas de: 01 Piloto.

são espalhados alguns PCs (postos de controle).Prós e Contras de uma atividade vivencial do tipo RAID Trabalho de equipe Sinergia da equipe durante a prova Promoção do comprometimento da equipe Atribuições muito focadas no piloto e navegador Auto grau de competitividade entre equipes Baixa eficácia na integração entre as equipes Considerações Gerais: Esta modalidade é competitiva por natureza. procurando resgatar a colaboração (dentro das limitações) através de algumas tarefas de objetivo comum durante a prova. estabilidade e segurança. porém. . porém de alto risco e complexidade devido a velocidade em solo de terra e em total desnível. Cinto de no mínimo 4 pontos. Gaiola interna de proteção. poderão haver deslocamentos adicionais até novos pontos de largada de Outras Especiais complementares. 01 Navegador Itens de Segurança: Capacetes. Macacão anti-chama. Licenças específicas para pilotagem. cada uma no seu tempo ideal pré-determinado. Sistema de auto-extinção de incêndio. bem como a distância total da Especial . pelas rotas pré-estabelecidas pela organização. cada equipe recebe uma planilha de orientação. Bancos de Competição. rádio comunicador. equipamento de navegação. que pontuam em favor das equipes. Ao final da prova Especial . Descritivo da Prova: As equipes se dirigem para o ponto de largada (Deslocamento). Chave geral de energia. Durante o trajeto da prova. tendo que estar Prontas para largada da prova Especial . Recursos Utilizados: Carros com tração nas 4 rodas (modelos apropriados para velocidade). Ao chegar no local de largada. A largada é feita individualmente com intervalos de 2 minutos entre equipes. é possível que se façam algumas adequações nas regras para suavizar a competitividade. RALLY CROSS COUNTRY Características: Alta velocidade. Composição das equipes: Poderão ser compostas de: 01 Piloto. equipados com acessórios que proporcionam alta resistência. Planilha de referência de prova. Os PCs são responsáveis pela fiscalização do trajeto de cada equipe. Navegação rápida e dinâmica. Obstáculos naturais básicos. contendo todo o itinerário da prova através de referências gráficas e dados numéricos. em locais não divulgados.

o que significa dizer que a equipe foi a mais rápida Troféus para 1º.Objetivo da prova: Vence a competição a equipe que cumprir todo trajeto no menor espaço de tempo durante as provas Especiais . referentes a capacitação e licenciamento para participação de uma prova tão profissional e cheia de riscos como esta. 2º e 3º colocados e medalhas de participação para os demais Variáveis que impactam diretamente nos valores do projeto: Modelos dos veículos preparados para modalidade Tipo de equipamentos de que serão utilizados para navegação (Computador de bordo/GPS) Itens adicionais de segurança Equipes especializadas para suporte mecânico Prós e Contras de uma atividade vivencial do tipo RALLY CROSS COUNTRY Trabalho de equipe (piloto/navegador) Altíssimo risco de acidentes Altíssimo grau de competitividade Logística altissimamente complexa Investimento muito acima da média de uma atividade convencional Baixa eficácia na integração entre as equipes Considerações Gerais: Além de ser uma modalidade extremamente competitiva. onde pilotos e navegadores devem obrigatoriamente apresentar uma série de documentações comprobatórias. . o Rally Cross Coutry foi idealizado para equipes com muita experiência.

onde são determinados os objetivos da expedição (Macro-objetivos e objetivos secundários) Todos os participantes tem um determinado papel na equipe. quando consegue atingir O macro-objetivo pré-determinado pela organização. Além disso. esse tipo de atividade ainda conta com imprevistos . vão exigir uma boa dose de flexibilidade de toda equipe. topográficos. naturais. etc) Isso sem contar nos elementos surpresas que poderão exigir mudanças radicais na estratégia pré-estabelecida pela equipe. afim de planejar e definir a melhor estratégia. Suprimentos. Rastreadores e Serviços gerais. Obstáculos naturais de média a alta dificuldade. rádio comunicador. Recursos Utilizados: Carros com tração nas 4 rodas (modelos variados. a equipe terá a missão de estudar as informações obtidas de diversas fontes e formas. Composição das equipes: Poderão ser compostas de: 01 Comboio de veículos variados composto de uma grande equipe formada por Comissão estratégica (Líderes). Planilha de roteiros e trajetos. porém altamente equipados para transposição de obstáculos). equipamentos e acessórios para trilha (Pá. Pilotos. Hi-Lifts. Tubo protetor (Santo Antônio) Descritivo da Prova: A equipe é envolvida em uma atividade lúdica. Cabos. Comunicadores e operadores de rádios. composição de informações. Mapas topográficos. remoção de obstáculos. até obstáculos artificiais pré-estabelecidos pela organização. Comissão de reconhecimento. Operadores de campo. vencendo todas as dificuldades da expedição. onde cada função está relacionada com itens específicos da expedição. bem como dimensionar os recursos necessários para atingir o objetivo comum.EXPEDIÇÃO OFF-ROAD OFFCaracterísticas: Baixa velocidade. vários fatores estarão contra a equipe. equipamento de navegação. Navegadores. Antes da saída. Navegação Básica. Desde aspectos climáticos. Objetivo da prova: Essa competição é vencida pela equipe expedicionária. Itens de Segurança: Roupas de alta resistência. travessia de águas. que sem dúvida. que influenciam diretamente nos resultados. Premiação: Troféu para equipe e medalhas para todos os integrantes Variáveis que impactam diretamente nos valores do projeto: Modelos dos veículos que serão utilizados Piloto fornecido pelo Fim do Asfalto Dia da semana em que for realizada . Cordas. Durante a expedição. (Construção de pontes. Guinchos de Arrasto).

Prós e Contras de uma atividade vivencial do tipo EXPEDIÇÃO OFF-ROAD OFFAtividade altamente colaborativa Trabalho de equipe (Team Building) Envolvimento de todos os participantes Sinergia (Todos contribuem para o resultado final) Excelente exercício de percepção Liderança compartilhada Discussão estratégica em grupo Dependência Mútua Conquista Mútua (Superação de metas e limites) Integração de pessoas Algumas atividades podem requerer força física de algumas pessoas Algumas participantes estarão em contato direto com lama/água Considerações Gerais: Uma atividade do tipo Expedição é totalmente colaborativa.Campos do Jordão. comunicação e integração de pessoas.São José dos Campos e Campinas. O Fim do Asfalto possui bases para esta modalidade instaladas nas cidades de: Itatiba. As variáveis poderão ser discutidas previamente. Altamente indicada para reforçar o Espírito de equipe. atingimento de metas comuns. . na intenção de reforçar algumas analogias específicas.

vários fatores dificultarão o progresso das equipes. remoção de obstáculos. que premia um integrante de qualquer uma das equipes. Objetivo da prova: Essa competição oscila entre trechos de extrema colaboração e competição. afim de planejar e definir a melhor estratégia. onde são determinados os objetivos da expedição Todos os participantes tem um determinado papel na equipe em que pertence. onde existem deslocamentos e objetivos comuns até os locais onde acontecem as tarefas especiais . as equipes terão trechos altamente colaborativos e outros especificamente competitivos (Tarefas Especiais). disposição e esforço pessoal em favor de terceiros. (votada pelos próprios integrantes de todas as equipes) 4 Medalhas para todos os demais. as equipe terão a missão de estudar as informações obtidas de diversas fontes e formas. Composição das equipes: Poderão ser compostas de: 02 ou mais comboios de veículos variados. composição de informações. equipamentos e acessórios para trilha (Pá. porém altamente equipados para transposição de obstáculos). equipamento de navegação. Cordas.MODALIDADE MISTA (EXPEDIÇÃO COMPETITIVA) Características: Baixa velocidade. travessia de águas. Suprimentos. Rastreadores e Serviços gerais. Cada comboio é uma equipe formada por Comissão estratégica (Líderes). bem como dimensionar os recursos necessários para atingir os objetivos de cada equipe na expedição geral e nas tarefas especiais. esse tipo de atividade ainda conta com imprevistos . por terem completado o ciclo determinado pela organização. Além disso. Itens de Segurança: Roupas de alta resistência. Pilotos. Durante a expedição. Variáveis que impactam diretamente nos valores do projeto: Modelos dos veículos que serão utilizados Piloto fornecido pelo Fim do Asfalto Dia da semana em que for realizada . Navegação Básica. Desde aspectos climáticos. Comunicadores e operadores de rádios. Comissão de reconhecimento. Hi-Lifts. As equipe serão envolvidas em uma atividade lúdica. Cabos. que sem dúvida. que influenciam diretamente nos resultados. vencendo todas as situações adversas. Mapas topográficos. Recursos Utilizados: Carros com tração nas 4 rodas (modelos variados. Antes da saída. rádio comunicador. Durante a expedição. etc) Isso sem contar nos elementos surpresas que poderão exigir mudanças radicais na estratégia pré-estabelecida pelas equipes. vão exigir uma boa dose de flexibilidade das equipes. Obstáculos naturais de média a alta dificuldade. Navegadores. naturais. Existem duas premiações para esta modalidade: 1 Troféu para o título de melhor equipe na somatória de pontos em tarefas especiais 2 Troféu para a idéia mais mais criativa (votada pelos próprios integrantes de todas as equipes) 3 Troféu Espírito de Equipe . Tubo protetor (Santo Antônio) Descritivo da Prova: Visando reforçar a integração de todos. pela solidariedade. topográficos. Operadores de campo. até obstáculos artificiais pré-estabelecidos pela organização. esta prova pode seguir o conceito colaborativo do tradicional Camel Trophy . Planilha de roteiros e trajetos. (Construção de pontes. de resultados por equipes. Guinchos de Arrasto). onde cada função está relacionada com itens específicos da expedição.

comunicação e integração de pessoas. Esta expedição off-road poderá ser realizada em outra cidade de SP. As variáveis poderão ser discutidas previamente. o Fim do Asfalto possui bases para esta modalidade instaladas nas cidades de: Itatiba. na intenção de reforçar algumas analogias específicas.EXEMPLO DE EXPEDIÇÃO COMPETITIVA: Prós e Contras de uma atividade vivencial do tipo MISTA: (EXPEDIÇÃO COMPETITIVA) Atividade colaborativa/competitiva Trabalho de equipe (Team Building) Envolvimento de todos os participantes Sinergia (Todos contribuem para o resultado final) Excelente exercício de percepção Liderança compartilhada Discussão estratégica em grupo Dependência Mútua Conquista Mútua (Superação de metas e limites) Integração de pessoas Algumas atividades podem requerer força física de algumas pessoas Algumas participantes estarão em contato direto com lama/água Considerações Gerais: A exemplo da atividade anterior. atingimento de metas comuns. a uma dose de competição. Caso as condições não estejam de acordo com os padrões acima. Indicada para reforçar o Espírito de equipe. de acordo com os padrões técnicos e de segurança exigidos pelo Fim do Asfalto. desde que o Fim do Asfalto realize uma análise prévia na região a ser disponibilizada para certificação. essa Expedição Competitiva visa unir uma atividade que é 100% Colaborativa.São José dos Campos e Campinas. .Campos do Jordão.

Todas as atividades outdoor training do Fim do Asfalto são suportadas por uma estrutura técnica completa dimensionada para cada evento: Apoio Médico Apoio Mecânico Pilotos qualificados e experientes nas práticas off-road Equipe de monitores e fiscais de apoio Estrutura de Telecomunicações (Global Star) Equipamentos de navegação (GPS) Suprimentos Gerais Estrutura para captação de imagens para discussão posterior (Debriefing) Em conjunto com Cadu Lemos. o Fim do Asfalto projeta. mapeamento e certificação das trilhas e caminhos utilizados Elaboração de normas de segurança em conjunto com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil local Estabelecimento de rotas de evacuação de emergência Logística de transporte de estrutura dentro das trilhas utilizadas Preparação dos obstáculos especiais e posicionamento dos postos de controle Processo de avaliação médica e pessoal antecipada (via ficha de inscrição) Audio-Visual (Procedimentos de segurança nas trilhas e atividades off-road) Elaboração e distribuição de mapas. manual de regras. monta e gerencia toda infraestrutura de campo para as atividades off-road de Outdoor Training: Definição dos recursos necessários para o programa a ser aplicado Trabalho de dimensionamento da estrutura Definição do grau de dificuldade das atividades Levantamento. normas de segurança e precauções gerais .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful