You are on page 1of 10

Anne

Frank

Sua vida e
alterações
históricas
Biografia
[Anne Frank 1929-1945]
Anneliese Marie Frank, mais conhecida por Anne Frank, nasceu
em 12 de Junho de 1929 em Frankfurt, Alemanha. É a
segunda filha de Edith Hollander e Otto Frank, casal judeu.
Em 1933 Adolf Hitler assume o poder do povo alemão, nesse
mesmo ano a família Frank foge para a Holanda, pensando
que o seu futuro estaria fora daquele país outrora seguro,
onde Anne Frank durante sete anos leva uma vida
despreocupada e uma infância normal.
Em 1940, a Alemanha ocupa o território holandês pondo
completamente em risco toda a segurança vivida pelos
judeus neste país.
Dois anos depois, em 1942, dá-se início às deportações para os
campos de concentração. Por decisão do pai de Anne esta
família ocupa um pequeno espaço localizado por detrás do
seu escritório, em Amesterdão, onde se instala secretamente
Quando Anne Frank completa treze anos de idade é-lhe
oferecido um diário, onde passa a escrever detalhadamente
os relatos mais impressionantes sobre as atrocidades e os
horrores cometidos na Segunda Guerra Mundial, em forma de
carta escrita para uma amiga imaginária, a quem chamou de
Kitty . Foi no Anexo Secreto que a menina escreve maior
parte do seu diário, relatando o dia-a-dia de receio, angústia,
terror e até a sua paixão por Peter, um jovem quer também
habitava consigo no pequeno compartimento.
A quatro de Agosto de 1944 um informante denuncia o
esconderijo, inicialmente o grupo foi transferido para
Westerbork, campo de triagem para judeus situado no norte
da Holanda. Em três de Setembro foram todos deportados
para Auschwitz, na Polónia.
Anne e Margot (sua irmã) posteriormente foram separadas dos
pais e foram transferidas para o campo de concentração
situado em Hannover na Alemanha, onde ambas passaram
dias assistindo a monstruosidades.
Em Março de 1945, nove meses depois de ter sido presa, morre
de tifo (febre tifóide), não completando sequer dezasseis anos
de idade. Anneliese morre apenas duas semanas antes do
O único sobrevivente foi o seu pai, que regressa a Amesterdão,
onde lhe é entregue por Miep Gies (pessoa quem guardou o
diário de Anne Frank durante a Guerra).
No início de 1947 Otto Frank publica o diário da sua filha e
encarrega-se de divulgar as mensagens da sua filha.
Este testemunho pessoal de uma vítima infantil do holocausto,
divulgou-se rapidamente por todo o Mundo, estando
actualmente escrito em sessenta e oito línguas.
Acontecimentos, locais e
personagens Históricos
– 1929-1945.

Acontecimentos,
locais e
personagens
ØSegunda Grande
Guerra Mundial:
(1939-1945)

Guerra que mais vítimas causou
em toda a história da
Humanidade – 50 Milhões.
Provocada pelos países com os
regimes mais autoritários,
Alemanha, Itália e Japão.
As principais potências aliadas
foram a China, França, Grã-
Bretanha, União soviética e
Estados Unidos.
ØNazismo/Adolf Hitler
Regime político de carácter autoritário que se desenvolve na
Alemanha.

Defende o racismo e a Perseguição e
tentativa
Superioridade da raça ariana de abolição dos judeus
Liderado por em solo alemão e nos
Adolf Hitler. seus territórios
conquistados.
ØCampos concentração:

Locais onde os nazis levavam os judeus para os exterminar.
Sendo estes “Campos de exterminação” um dos sítios
simbólicos do Holocausto.

 Westerbork;
 Auschwitz;
 Hannover (local onde
Anne Frank morreu)
Curiosidades sobre os campos de
concentração:

Ø Estima-se que tenham sido mortas 6 milhões de pessoas,
onde posteriormente eram queimados no chamado
“crematório”, simbolizando 10% dos mortos de toda a
Segunda Guerra Mundial;
Ø O método mais utilizado para matar judeus, ciganos ou até
mesmo os homossexuais, eram as câmaras de gás, mas
muitos deles morriam desnutridos e outros ainda eram
castigados, permanecendo em pequenas celas durante vários
dias, pendurados ou mesmo deixados a morrer à fome;
Ø Utilizavam as pessoas como cobaias para o desenvolvimento
de técnicas médicas, como por exemplo muitas mulheres
judias serviram para o desenvolvimento de um método para
a esterilização.
O que Anne Frank mudou:
Deu a conhecer ao Mundo, a partir do seu diário, vários
pormenores e a vivência aterrorizadora da Segunda Grande
Guerra Mundial, e mais que isso, passou detalhadamente as
monstruosidades que o regime nazista fez para com os
judeus.
Os seus depoimentos tornaram-na numa escritora conhecida,
vindo assim a concretizar o seu grande sonho, embora só o
tenha conseguido depois de morrer.