You are on page 1of 10

• Alertando

,
• Prevenindo,
• Incentivando,
• Desenvolvendo,
• Aplicando,
Por favor, vamos ajudar o nosso planeta.
O Pólo Norte não pode perder mais gelo.
• O Pólo Norte, tem vindo a sofrer desde há décadas,
várias alterações climáticas, sendo esta situação muito
grave.
• Se o gelo derreter e o nível da água do mar subir, os
continentes podem ficar submersos, querendo isto dizer
que provocará milhares de mortes e milhares de
desalojados.
• Para que não aconteça esta catástrofe, o primeiro passo
é prevenir. Podemos fazê-lo utilizando carros híbridos,
não poluir a atmosfera com o fumo das fábricas,
deixando de usar pesticidas, realizando a separação de
materiais recicláveis colocando-os num Ecoponto, etc.
A quantidade lixo produzida diariamente por um ser humano é de
aproximadamente 5 kg.

• Ao somar-se toda a produção mundial, os números são assustadores. Uma
garrafa de plástico ou de vidro pode levar 1 milhão de anos para se
decompor e se reintegrar ao meio ambiente. Uma lata de alumínio, leva
aproximadamente 80 a 100 anos. Por cada tonelada de papel produzida, 12
árvores são abatidas. Porém, todo este material pode ser reaproveitado,
transformando-se em novos produtos ou matéria-prima, sem perder as
suas propriedades.

• Separando todo lixo produzido em nossas casas, evitaremos a poluição e
impediremos que a determinados materiais se misturem com os restos de
alimentos, facilitando assim o seu reaproveitamento pelas indústrias.
Depois de separado, o lixo deve ser colocado nos ecopontos ou
encaminhado à colecta selectiva que os levará para os centros de triagem.

• Os detritos despejados em terrenos baldios acabam também por prejudicar
o meio ambiente e gerar graves problemas para a saúde.

• Entrei também nesta luta pela qualidade do nosso futuro
POLITICA DOS 3’Rs
• Não podemos de nos esquecer que a política dos 3R é
uma mais valia para a eficácia da co-incineração, à que
aplica-la através de aprendizagem, do desenvolvimento
e da pratica, sobretudo mas não posso deixar de
salientar, que sem aprendizagem não pode haver
desenvolvidamente nem prática
• Para isso à que realçar os três parâmetros mais
importantes para poder por em prática, Redução,
Reutilização e Reciclagem de resíduos.
Reciclagem e co-incineração um
bem comum

• Eu não discordo da co-incineração, discordo é com o arranjo
institucional encontrado, pois se as cimenteiras gerem o processo
estas não terão incentivos para:
- Reduzir
- Reutilizar
- Reciclar
Ou seja a política essencial do ambiente : os 3 R's. Elas vão fazer a
política do QAA (Queimar, aumentar e armazenar - pois os filtros
não vão ser queimados mas colocados em aterros).
A única política sensata seria parte na reutilização, reciclagem, e
parte na queima (co-incineração ou incineradora dedicada, ou mais
correctamente central termoeléctrica alimentada a resíduos).
O CICLO DOS 3 R para o CONSUMIDOR:
REDUÇÃO, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM

1º Passo: Separação
selectiva por matéria e
deposição no
contentor respectivo
Processo de tratamento de resíduos que consiste na sua
queima em fornos industriais, conjuntamente com os
combustíveis tradicionais. Os resíduos são assim
valorizados energeticamente, pois substituem parte do
combustível usado no forno. Os fornos trabalhando a
elevadas temperaturas das indústrias vidreira, siderúrgica
e cimenteira podem ser usados para o tratamento de
resíduos.
COMO REAGIR À CONSTRUÇÃO DE UMA
INCINERADORA PRÓXIMO DA MINHA
HABITAÇÃO?
FUNDAMENTEI A MINHA RESPOSTA.

Não tenho conhecimentos científicos que me permitam saber se estou de
acordo ou contra a instalação da Co-incineradora junta da minha habitação,
mas encontrei um estudo que como consta da estratégia da UE, verifica-se que
os processos de tratamento controlado por co-incineração são um instrumento
poderoso para atingir os objectivos comunitários de diminuir as emissões de
dioxinas e furanos. Face aos números encontrados torna-se evidente que o
adiamento da solução do problema do tratamento de Resíduos Industriais
Perigosos será altamente nocivo para o Ambiente. Resumindo assim mostra
que, estou muito mais prejudicada com a existência de lixeiras onde são
depositados os resíduos sem qualquer tipo de tratamento.
AGORA SIM Á CO-INCINEREÇÃO
A Co-Incineração deve ser feita sim, mas mediante um
processo seguro e eficaz, onde se instalem medidas
eficazes na prevenção de fuga de gases, com
mangueiras e filtros seguros. O mais importante é
realmente o papel do Governo, que a meu ver não
executa com rigor o trabalho de sensibilização junto das
populações. Apenas ouvimos os pareceres de técnicos e
especialistas que numa linguagem de fraca
compreensão nos asseguram de que o processo não
prejudica a saúde pública. Acho que são necessárias
medidas mais próximas e educativas junto das
populações de forma se afaste a hostilidade e
desconfiança que as pessoas têm deste processo
causadas indirectamente pela posição do Governo.
SOCIEDADE
TECNOLOGIA E
COMUNICAÇÃO
Elementos esclarecedores retirados de:
 http://paginas.fe.up.pt/~jotace/gtresiduos/lixeirascoinc.htm
 http://www.eco-vidange.com
 http://www.confagri.pt/Ambiente/AreasTematicas/Residuos
/Documentos/residuosdocoquepodefazer.htm

16 de Novembro de 2008

Related Interests