You are on page 1of 23

FISIOLOGIA DOS ESTÔMATOS

■ 1. CONCEITO

Válvulas Turgo - operadas, encontradas:
Frutos, Flores, Caules Jovens e FOLHAS.

Funções:
– a)Transpiração.
– b)Fotossíntese.
– c)Respiração.
– d)Termoregulador.
2.ESTRUTURA, TAMANHO E DISTRIBUIÇÃO.

ANATOMIA DOS ESTÔMATOS: Complexo
Estomático.

– a)Células-Guardas.
– b)Células anexas ou subsidiárias.
– c)Cloroplastos.
– d)Sem Plasmodesmas.
– e)Sem Cutícula.
– f)Parede Celular Espessada em pontos
Estratégicos.
– g)Ostíolo ou Poro.
– h)Câmara sub-estomática.
NÚMERO.

– Pode variar de 1.000 a 100.000 / cm2 de
folha.

TAMANHO MÉDIO.

- 3 a 12 mm de largura.
- 7 a 40 mm de comprimento.
- 100 mm2 de área, quando abertos.
- Corresponde de 1 a 2 % da área
foliar total.
LOCALIZAÇÃO.

- Faces das Folhas (Epiderme adaxial e
abaxial)

a)ANFIESTOMÁTICA. ambas - Ex. Folhas
de regiões áridas.
b)HIPOESTOMÁTICA. abaxial - Ex. Folhas
de regiões úmidas.
c)EPIESTOMÁTICA. adaxial - Ex. Folhas de
plantas aquáticas.
d)ANISOESTOMÁTIA. ambas, porém com
número diferentes.
MOVIMENTAÇÃO DOS ESTÔMATOS.

- Variações na TURGESCÊNCIA das
Células-Guardas.
- Os potenciais de água importantes são:
Ψ os e Ψ P .
- Microfibrilas de Celulose da Parede
Celular.

CAPACIDADE DE DIFUSÃO DE ÁGUA.

- 50 % maior que uma superfície livre.
- 10 a 100 X maior quando estão próximos
e apresentam diâmetro pequeno.
- Capacidade de Difusão = 1/ r2
■ 3.REGULAÇÃO DO MOVIMENTO PELO
AMBIENTE.
DILEMA: ( ? )
■ Abrir para absorver CO2 ⇒ Fotossíntese.)
■ Fechar para evitar perda de água ⇒
Transpiração.
SOLUÇÃO:
■ Regulação Temporal : noite e dia

COMO MOVIMENTAR:
■ Variações na Turgescência Celular - célula
guarda x célula anexa (Ψ P).
FATORES AMBIENTAIS
A) LUZ : Sinal Ambiental.

- Efeito Indireto: Aumento da Fotossíntese
nas Células Guardas.

- Efeito Direto: Luz Azul (440 nm) que atua
como mensageiro (SINAL).

- Abertura Rápida: 5 minutos

- Fechamento Lento: 30 minutos.
- Intensidade de Luz: 1 - 2 % da Luz Solar
Normal.
- Velocidade de resposta: Depende muito da
Espécie.
- LUZ EFETIVA: AZUL - 440 nm.
- FOTORRECEPTOR: FLAVINA (FAD) ou
CAROTENÓIDE (Zeaxantina).
- LUZ VERMELHA: Fotorreceptor;
FITOCROMO.
- Não tem efeito direto na estimulação.
- É indireto: através da Fotossíntese.
- PLANTAS MAC: Não apresentam essa
regulação.
B) CONCENTRAÇÃO DE CO2

■ Aumento: provoca o Fechamento Estomático.

■ Ponto de Saturação.

■ Em Plantas C3 e C4 depende do ponto de
compensação de CO2.

■ C3 = 1/3 do CO2 (0,01%) ; C4 = perto de Zero.

■ " O teor de CO2 provoca máxima abertura quando
se encontra no ponto de compensação" .
C) TEMPERATURA

Condições Normais:LUZ X ÁGUA X TEMPERATURA.

Condições Controladas:

0 - 10 º C : Fechamento.

> 40 º C : Fechamento devido diminuição do
teor interno de água e aumento da respiração
(aumento de CO2).

Ideal : 25 - 30 º C (Experimentos com
Algodão e Fumo).
D) TEOR DE ÁGUA NA FOLHA

■ Abertura: Depende da Turgescência das Células-
Guardas.

■ Depende do Potencial de Turgescência (Ψ P)

■ Déficits de Água Temporário (DAT) ou Déficit do
Meio Dia (DMD) ocorre quando a taxa de
Transpiração é muito maior que a taxa de
Absorção de água pelas raízes.
5. MECANISMOS DA REGULAÇÃO ESTOMÁTICA.

 HIDROPASSIVO: perda de água diretamente para a
atmosfera.

 HIDROATIVO: depende do metabolismo, isto é,
depende da concentração de solutos nas células -
guardas. Depende do Potencial Osmótico (Ψ os).
Depende da Entrada de Íons (K, Cl) e da biossíntese
de compostos orgânicos: malato-2.

 "QUAIS SERIAM NA VERDADE ESTES SOLUTOS
RESPONSÁVEIS PELO MOVIMENTO
ESTOMÁTICO" ??????????????????????
HIPÓTESES
A) F. E. Lloid (1908): Amido - Açúcar.

Luz (pH alcalino)
AMIDO + Pi GLICOSE - 6 Pi
Escuro (pH ácido)

B) S. IMAMURA (1943): Fluxo de K+

C) INFORMAÇÕES RECENTES: K+ e SACAROSE
São importantes no movimento estomático.
D) HIPÓTESE ATUAL:

• K+ , Cl -
• Canal de Influxo
• Canal de Efluxo
• Malato-2
• H - ATPase com seus ativadores: LUZ
AZUL e FUSICOCCINA (FUNGOS).

" PROMOVEM A ABERTURA ESTOMÁTICA"
K+

Luz
Luz Vermelha
Células guardas

Azu
l FAD
KCl Malato de K+
Malato-2
ADP + PI
H+ H+
pH

cloroplasto
ATP
Ψw Ψw
e e
Ψos Ψos H2 O H2 O

H2O
H+
Cl-
H2 O

Célula Anexa Célula Anexa
6. CONTROLE DO MECANISMO DE FECHAMENTO
ESTOMÁTICO POR AÇÃO DO HORMÔNIO ÁCIDO
ABSCÍSICO (ABA).

■ Plantas Sob Estresse Hídrico podem Fechar os
Estômatos mesmo na presença da LUZ SOLAR.

■ COMO OCORRE ESSE CONTROLE

??????????????
OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!