• Hemácias (glóbulos vermelhos). • Leucócitos (glóbulos brancos). • Plaquetas. • Plasma.

são as células mais abundantes do sangue. A relação das células em uma amostra de sangue comum é de 600 hemácias para cada leucócito e 40 plaquetas. também conhecidas como hemácias ou eritrócitos. .As células vermelhas compõem de 40 a 45% do sangue. São elas que dão ao sangue a cor vermelha.As células vermelhas.

. uma molécula especialmente projetada para armazenar oxigênio e transportá-lo para as células. sem quebrar enquanto se espremem pelos capilares. que é expulso da célula durante o processo de maturação. Não possui núcleo. Podem mudar bastante de forma. Tem um formato de um disco     bicôncavo redondo e achatado. As hemácias são produzidas na medula óssea dos ossos longos do corpo. Contêm hemoglobina.

 A principal função das hemácias é transportar oxigênio dos pulmões até as outras células do corpo. Elas conseguem fazer isso porque possuem uma proteína chamada hemoglobina. que é a responsável por transportar o oxigênio. .

CO2 CO2 CO2 . levando-o dos pulmões aos tecidos de todo o corpo.A hemoglobina é uma proteína presente nas hemácias. É um pigmento presente no sangue responsável por O2 transportar o oxigênio. constituindo CO2 aproximadamente 35% de seu peso.

ou leucócitos. fazem parte do sistema imunitário (imunológico) e ajudam nosso corpo a lutar contra infecções. No corpo de um adulto normal há de 4 a 10 mil células brancas por microlitro de sangue. é sinal de que há uma infecção.As células brancas. e quando esse número aumenta. Elas circulam no sangue e o usam como meio de transporte até uma área infeccionada. .

micróbios. vírus.Os leucócitos são responsaveis por defender de bactérias. toxinas e parasitas que possam invadir nosso corpo Existem cinco tipos principais de leucócitos: •Neutrófilos •Eosinófilos •Basófilos •Linfócitos •Monócitos .

 Os eosinófilos. Os neutrófilos podem fagocitar de cinco a 20 bactérias durante suas vidas. matam parasitas e desempenham um papel nas reações alérgicas. até 100 durante toda sua vida. por sua vez. existentes em todo o corpo.  Os monócitos são capazes de fagocitar bactérias.  Os basófilos trabalham nas reações alérgicas liberando histamina. Além dos neutrófilos completos. também há neutrófilos imaturos vistos no sangue. .

A plaqueta sanguínea ou trombócitos.A coagulação sanguínea normal depende fundamentalmente da ação das plaquetas. .

. As plaquetas são fragmentos celulares bem menores que as células sanguíneas.  As plaquetas atuam na coagulação do sangue .

 O plasma é a parte líquida do sangue. As células sangüíneas. como a albumina e imunoglobulinas (anticorpos que lutam contra as infecções)  Cerca de 55% do volume total de sangue . flutuam no plasma. fatores coagulantes e proteínas. absorvidos pelo intestino ou produzidos pelo corpo. nutrientes e vitaminas. Também dissolvidos no plasma estão os eletrólitos. como as células vermelhas. hormônios.

tipo O . tipo B .Um grupo sanguíneo ou tipo sanguíneo se baseia na presença ou ausência de duas proteínas (A e B) na superfície das células vermelhas do sangue. tipo AB .nenhuma das proteínas está presente (aproximadamente 40% da população). ou seja. .apenas a proteína A está presente. Como duas proteínas estão envolvidas. há quatro combinações possíveis. quatro tipos sanguíneos (grupos ABO): tipo A .apenas a proteína B está presente.ambas as proteínas estão presentes.

os tipos sangüíneos são descritos como tipo e fator Rh (como O+ . Então. O fator Rh ou está presente (+). A+. ou está ausente (-). AB-)  O+  O A+  A B+  B AB +  AB - . há outra proteína envolvida chamada fator Rh.Além das proteínas A e B.

não tem proteínas para causar coágulos.• tipo O : chamado de doador universal. • tipos AB+ : chamado recept or universal. . pois pode ser doador para qualquer pessoa. pois tem todas as proteínas e assim não formará coágulos.

B. Rh) está presente. As gotas de sangue e anticorpo são misturadas e examinadas para ver se formaram coágulos e o tipo sangüíneo é determinado. Sobre uma gota de sangue. Coágulos significam que uma proteína particular (A. .Tipos sangüíneos são determinados pela colocação de algumas gotas de sangue numa placa de vidro no microscópio. adiciona-se uma gota de solução anticorpo à proteína B. adiciona-se uma gota de solução anticorpo à proteína A (antiA). Sobre uma outra.

 A hepatite B é uma doença infecciosa freqüentemente crônica causada pelo vírus da Hepatite B (HBV). É uma inflamação do fígado causada pelo vírus da Hepatite B (HBV).  O contato acidental de sangue ou secreções corporais contaminadas pelo vírus. . com mucosa ou pele com lesões também transmitem a doença. É transmitida sexualmente ou por agulhas infectadas e pode progredir para cirrose hepática ou cancro do fígado (hepatocarcinoma).

 Situações de risco são as transfusões de sangue. a grande maioria dos casos de Hepatite C não apresenta sintomas na fase aguda. a injeção compartilhada de drogas e os acidentes profissionais.  Diferentemente das hepatites A e B. .  Gestantes contamina das podem transmitir a doença para os bebês. É uma inflamação do fígado causada pelo Vírus da Hepatite C (HCV).

tornando-se crônica e com manifestações sistêmicas. As características mais marcantes da infecção são apresentadas durante os dois primeiros estágios. A sífilis é uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum adquirida por contato sexual com pessoa contaminada.  O diagnóstico é feito pelo médico através da avaliação clínica quanto às formas de contaminação e também pelo exame de sangue. Manifesta-se em três fases: primária. . por beijo ou por transfusão de sangue  Quando não tratada pode progredir. secundária e terciária.

ou seja é um vírus com genoma de RNA.  A infecção por HIV é por via sexual. localizado no núcleo da célula infectada. produz uma cópia do seu genoma em DNA e incorpora o seu próprio genoma no genoma humano. intravenosa ou mãe-filho . É o conjunto de sintomas e infecções em seres humanos resultantes do dano específico do sistema imunológico ocasionado pelo vírus da imunodeficiência humana  O HIV é um retrovírus. que infecta as células e. através da sua enzima transcriptase reversa.

haima (sangue). .  A anemia pode ser aguda (perda súbita de sangue). O termo anemia vem do grego.  O diagnóstico é feito pelo hemograma. an (privação). ou crônica onde não há diminuição do volume sanguíneo total.  Considera-se anemia taxas de hemoglobina abaixo dos 12 g / dL nas mulheres e de 13g/dL nos homens.

.Isso ocorre pois os protozoários Plasmodium se reproduzem no interior das hemácias humanas. que assumem forma semelhante a foices.  Portadores são resistentes a algumas á malária.  O único tratamento é o transplante de medula óssea. É o nome dado a uma doença hereditária que causa a má formação das hemácias.

resultando em agregação plaquetária. com extremidades ponteagudas. deposição de fibrina. lembrando uma foice. isquemia e infarto.  Tendem a agregar-se e bloquear pequenos vasos. A proteína resultante. As hemácias ficam rígidas. . recurvadas. Causada por mutação pontual que resulta na substituição do 6º aminoácido (valina por ácido glutâmico) na cadeia beta da globina. chamada hemoglobina S. alongadas.