WWW.ELEMECAUTO.BLOGSPOT.

COM

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

1

2- MECANIMO PINHÃO & CREMALHEIRA

1- conjunto carcaça 2- tampão inferior 3- porca inferior da válvula & pinhão 4- anel elástico 5- rolamento inferior 6- anéis de válvula (4) 7- conjunto válvula & pinhão 8- vedador inferior do pinhão 9- bucha plástica (ou rolamento) 10- tubo de ligação 11- tubo de ligação 12- coxins de montagem 13- conjunto cremalheira 14- anel de borracha 15- anel de teflon 16- conjunto tampa dianteira de vedação

17- anel trava 18- vedador interno do cilindro 19- anel elástico 20- vedador superior da válvula & pinhão 21- rolamento de rolo 22- mancal de ajuste 23- anel de borracha 24- mola de ajuste 25- contra-porca 26- bujão de ajuste 27- barra lateral (2) 28- abraçadeira do guarda-pó (2) 29- guarda-pó (2) 30- abraçadeira do guarda-pó (2) 31- contra-porca do terminal (2) 32- terminal de direção (2)

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

2

2.1- Desmontagem
A) Guarda-pó: • com o mecanismo no suporte de trabalho, solte a contra porca da barra lateral e remova os terminais de direção; • inspecione os terminais quanto a folgas, desgaste e coifas de borracha rasgada; • com um alicate solte as abraçadeiras e remova os guarda-pós • inspecione quanto a danos substituindo-os se necessário.

B) Barras laterais: • antes da remoção inspecione as barras quanto a folgas, desgastes e batidas; • com duas chaves fixas remova a barra lateral sempre fixando a cremalheira pelo rebaixo faceado ou pelo próprio dentado; • inspecione as roscas da barra e da cremalheira e remova o resíduo de Loctite

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

3

C) Sistema de ajuste: ATENÇÃO: Antes da remoção do ajuste cicle o mecanismo até o final de curso, para os dois lados, identificando problemas de empenamento de carcaça ou cremalheira • com ferramenta sextavada remova a contra porca do bujão de ajuste; • remova o bujão de ajuste; • remova a mola de ajuste; • remova o mancal e inspecione quanto a desgaste

D) Conjunto válvula & pinhão: • remova o anel elástico superior; • pelo lado oposto, remova o tampão traseiro; • remova a porca inferior; • com auxílio de uma prensa ou extrator especial sacar o conjunto válvula & pinhão, rolamento e vedador superior; • inspecione o conjunto quanto a folgas e desgastes.

lave separadamente o conjunto válvula evitando riscos de contaminações internas; não utilize pancadas na rosca da válvula, evitando deformação ou folga no pino do corpo de válvula; não é recomendado a desmontagem do conjunto válvula, apenas substituição dos anéis de teflon.
ATENÇÃO:

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

4

E) Tampa dianteira e conjunto cremalheira: ATENÇÃO: em alguns mecanismo deverá ser medido internamente da extremidade do cilindro até o anel trava e cuidadosamente furar o cilindro com broca de 2 mm na direção do anel trava. • com um saca pino no orifício do cilindro remova o anel trava; • cremalheira e tampa dianteira de vedação devem ser removido puxando fortemente do cilindro; • inspecione o dentado da cremalheira e folga no embolo, o diâmetro quanto a oxidação, riscos, desgaste e limpe a furação interna da cremalheira para transferência de ar dos guardapós.

F) Vedador interno do cilindro: •com auxílio de um extrator montado no interior do cilindro remova o vedador interno do cilindro, • inspecione o interior do cilindro quanto da risco e desgastes e limpe e elimine rebarbas da furação do cilindro no canal do anel trava.

G) Vedador inferior do conjunto válvula: • o anel elástico do rolamento inferior do conjunto válvula; • com uma alavanca remova o rolamento; • com uma chave de fenda pela região do rolamento empurre a bucha plástica e o retentor inferior do conjunto válvula H) tubulação de ligação: • remova os dois tubos de ligação; • inspecione quanto a amassamentos e danos

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

5

2.2- Inspeção

Após desmontagem e remoção dos vedadores e anéis de borracha, todos componentes deverão ser lavados com solvente para serem rigorosamente inspecionados. ATENÇÃO: Lave o conjunto válvula & pinhão separadamente em solvente limpo devido riscos de contaminações internas. A) Carcaça: • trincas, batidas e empenamento soldas; • deformações externas e internas no cilindro; • pórticos de tubulações e mangueiras; • sistema de fixação no sub frame B) Cremalheira: • fixação do embolo • roscas de fixação das barras laterais • oxidação/ corrosão na cremalheira; • furo de transferência de ar do guarda-pó C) Conjunto válvula & pinhão: • deformações nos canais dos anéis; • dentado helicoidal; • oxidação, sulcos de desgastes; • folga no pino de centralização do corpo de válvula; • folga na glipagem da barra de torção D) Conjunto barra lateral: • roscas de montagem; • batidas e empenamentos na barra; • folga axial e radial na montagem da barra; • torque excessivo de acionamento da barra

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

6

2.3- Montagem
A) Rolamento, vedador e bucha inferior: • instale uma nova bucha plástica no interior da carcaça; • com ferramentas especiais instale simultaneamente rolamento e vedador inferior do conjunto válvula; • certifique-se da correta posição do vedador. • Instale o anel elástico do rolamento inferior; • lubrifique com graxa a base de Lítio a região interna da bucha plástica e vedador.

B) Vedador do cilindro, conjunto cremalheira e tampa dianteira: • instale o anel de borracha e anel de teflon no embolo da cremalheira e utilize um compressor de anéis para garantir acomodação; • separe a capa plástica do vedador e com auxílio de um protetor do dentado instale a parte de borracha na cremalheira (observe a posição correta de montagem); • remova o protetor do dentado e instale a parte plástica do vedador encaixando no corpo de borracha, apoio no embôlo; • preencha do dentado da cremalheira com graxa a base de Lítio; • lubrifique o interior do cilindro com óleo e com auxílio de uma luva de montagem instale a cremalheira; • com auxílio de um fuso e porca pela outra extremidade da cremalheira, puxe-a contra carcaça até máxima resistência do deslocamento da cremalheira. • pela extremidade do cilindro, instale um novo conjunto tampa dianteira com o retentor voltado para o interior do cilindro; • instale um novo anel trava certificando-se do correto encaixe no canal. ATENÇÃO : Utilize os batentes nas extremidades da cremalheira evitando deslocamento do dentado sobre vedador do cilindro.

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

7

C) Conjunto válvula & pinhão: • instale novos anéis de teflon na válvula utilizandose de uma cinta compressora lubrificada com óleo; • centralize a cremalheira e instale o conjunto válvula de tal forma que o rebaixo do parafuso do acoplamento de coluna fique posicionado conforme especificado (consulte tabela de especificações mecanismos) ATENÇÃO: o posicionamento correto do conjunto válvula em função do rebaixo do parafuso evitará o reposicionamento do volante de direção. • instale o rolamento, vedador superior e o anel elástico; • instale a porca inferior com torque de 25 a 35 Nm; • preencha no interior do tampão com graxa e instale na carcaça.

D) Tubulação de ligação: • instale anel de borracha na extremidade do tubo; • lubrifique o anel e a parte externa do cônico do tubo do lado cilindro; • instale os tubos de ligação com torque de 14 a 18 Nm no lado carcaça e 20 a 25 Nm no lado cilindro.

E) Barras Laterais: • adicione 5 a 6 gotas de Loctite 262 nas roscas da cremalheira; • instale as barras laterais usando auxílio de uma chave fixa no dentado ou faceado paralelo da cremalheira no momento de aplicar o torque de 60 a 80 Nm.

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

8

F) Sistema de ajuste: • aplique aproximadamente 30 gramas de graxa a base de Lítio no alojamento do mancal; • instale o mancal seguido do anel de borracha e bujão de ajuste; • com a cremalheira centrada, aperte o bujão até identificar uma resistência no acionamento da válvula; • cicle de 5 a 10 vezes o mecanismo, de batente a batente, provocando o assentamento do mancal sobre a cremalheira e retorne o torque; G) Definição do ajuste: • com a cremalheira centrada, aplique novamente um torque no bujão de 8 a 12 Nm; • retorne o bujão de 30º a 45º máximo; • com torquímetro de relógio de baixo torque, verifique o torque de ajuste no eixo do conjunto válvula & pinhão num curso de 180º do eixo para cada lado (consulte especificações de mecanismos); • instale a contra porca com torque de 60 a 80 Nm e observe se não ocorreu alteração no torque do ajuste; • verifique em todo curso se não ocorre picos de esforço ou trancamento. • torque ideal esta na faixa de 1,50 a 2,50 Nm. H) Guarda-pós: • instale a abraçadeira de maior diâmetro no guarda-pó, • instale o guarda-pó pela barra lateral encaixando na extremidade da carcaça; • lubrifique com graxa o diâmetro de montagem do guarda-pó na barra lateral e aperte as abraçadeiras. ATENÇÃO: Durante alinhamento de direção a abraçadeira menor deverá estar solta para evitar torções no guarda-pó.

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

9

2.4- Testes funcionais
A) Condições de teste: Para cada produto existem algumas condições específicas de testes definidas por uma Engenharia de Produto. De modo geral para a linha de mecanismo tipo Pinhão & Cremalheira adotamos como referência as seguintes condições: • Óleo: tipo A •Pressão máxima: 80 a 90 Bar (1.100 a 1250 PSI) • Vazão: 6,0 a 8,0 LPM • Temperatura: 40º a 60ºC B) Auto Rotação: • após eliminação do ar no sistema, o conjunto válvula não poderá apresentar movimento de rotação para direita ou esquerda. C) Curso de deslocamento: • verificar o curso total do mecanismo (revolução eixo x deslocamento cremalheira)

D) Estanqueidade: • o mecanismo, quando pressurizado não deverá apresentar pontos de vazamento ou marejamento de óleo. • Este teste poderá ser realizado ainda sem a montagem do sistema de ajuste. E) Perdas internas: • com bloqueio da cremalheira, seja em final de curso ou outra posição a ser definida e mantendo esforço de torção máxima na entrada da válvula, as fugas internas de óleo não poderão superar a 900 ml. • Realizar o teste para esquerda e direita. F) Balanceamento de válvula: • com auxílio de um torquímetro no eixo de entrada. Acionar o mecanismo até elevar a pressão no sistema x esforço necessário. Fazer comparativo para outro sentido de giro. • Consultar tabela de especificações de mecanismo. • Deverá ser identificado um equilíbrio de esforço e pressão entre lado direito e esquerdo

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

10

Fev/2003

MATERIAL INFORMATIVO

11

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful