Parte 1

Alunos:
Alencar Bernadino
Érica Xavier
Guilherme Almeida
Hotton Feliciano
Leandro Coutinho
Rodrigo Souza

Sistemas de escoamento
Máquinas Hidráulicas
O que são máquinas hidráulicas?

São dispositivos mecânicos que operam transformações
de energia hidráulica em energia mecânica e vice-versa.
Energia Hidáulica
Máquina Hidráulica
Energia Mecânica
B
o
m
b
a
s
T
u
r
b
i
n
a
s
Podem ser classificadas em
três grandes grupos:

• Máquinas Motrizes;

• Máquinas Geratrizes ou operatrizes;

• Máquinas Mistas.
Máquinas Motrizes

Aproveitam a energia hidráulica transformando-a em
energia mecânica.

Acionam outras máquinas. Principalmente geradores
de energia elétrica.

Classificadas devido ao aproveitamento da energia,
utilizando o efeito das forças oriundas da velocidade
da água (energia cinética) e diferenciam-se pela
forma de escoamento.

• Turbinas;

• Rodas hidráulicas ou rodas d’água.
Turbinas

A água escoa por canais formados por pás curvas (rotor).
Rodas hidráulicas ou rodas d’água

Escoamento da água se dá em canais especiais ou
despejada em cubas.













Roda d’água de cima: Aproveitamento de energia é
realizado por efeito do peso da água.
Máquinas Geratrizes

Recebem trabalho mecânico, geralmente fornecido
por uma máquina motriz, e o transforma em energia
hidráulica, comunicando ao líquido um acréscimo de
energia sob as formas de energia potencial e
cinética.

Pertencem a esta categoria todas as bombas
hidráulicas.

São dispositivos ou aparelhos hidráulicos que modificam
o estado de energia que o líquido possui, ou seja,
transformam a energia hidráulica sob uma forma na
outra. Pertencem a esta classe ejetores ou edutores, os
pulsômetros, os carneiros hidráulicos. Estes dispositivos
funcionam como transformadores hidráulicos.
Máquinas Mistas
Veia líquida com máquina
hidráulica
O que é veia líquida?

Veia líquida é um canal de líquido de seção transversal finita
apreciável, onde se pode considerar que todos os pontos possuem
as mesmas condições de escoamento.
•Interferência de uma máquina hidráulica em um
sistema fluido:

Máquinas Motrizes - Retiram a energia da veia líquida, transferindo-a
para o exterior sobre uma outra forma de energia.

Máquinas Geratrizes - Introduzem na veia líquida a energia que
recebem do exterior.
Exemplos práticos
O ponto 1 está localizado antes de uma máquina hidráulica e o ponto 2 está
localizado após a máquina hidráulica. Se ela for usada como máquina motriz,
ela consumirá a energia do líquido fazendo com que a energia do ponto 1 seja
maior que a energia do ponto 2. Logo:

2 1
E E >
f s
h H E E + = ÷
1
Exemplos práticos
Caso a máquina situada entre os pontos 1 e 2 seja uma máquina operatriz, ela
introduzirá energia na veia líquida, logo a energia no ponto 1 será menor do que
a energia no ponto 2, ou seja:


f s
h H E E ÷ = ÷
1
2 1
E E <

Para máquinas motrizes, aplicando Bernoulli, temos:








Para o caso de máquinas operatrizes, temos:


f
h H
g
V P
Z
g
V P
Z + =
|
|
.
|

\
|
+ + ÷
|
|
.
|

\
|
+ +
2 2
2
2 2
2
2
1 1
1
¸ ¸
( ) H h
g
V V P P
Z Z
f
= ÷
÷
+
÷
+ ÷
2
2
2
2
1 2 1
2 1
¸
( ) H h
g
V V P P
Z Z
f
= +
÷
+
÷
+ ÷
2
2
1
2
2 1 2
1 2
¸
Considerando agora não mais pontos 1 e 2, mas entrada e saída da
máquina, e desconsiderando a perda de carga, temos:


Para máquinas motrizes:




Para máquinas operatrizes:



Essas equações fornecem de acordo com cada caso a energia cedida ou
ganha pela máquina hidráulica


( ) H
g
V V P P
Z Z
s e s e
s e
=
÷
+
÷
+ ÷
2
2
`
2
¸
( ) H
g
V V P P
Z Z
e s e s
e s
=
÷
+
÷
+ ÷
2
2 2
¸
Teorema de Torricelli
Teorema de Torricelli
Teorema de Torricelli

Fórmulas aplicadas
2
2
2
2 1
2
1
1
2 2
gy
v
p gy
v
p µ
µ
µ
µ
+ + = + +
2 2 1 1
v A v A =
Teorema de Torricelli
Desenvolvendo o teorema
1
2 2
1
A
v A
v =
atm
p p p = =
2 1
( )
2 1
2
1
2
2 2
2
2 1 y y g
A
A
v ÷ =
|
|
.
|

\
|
÷
( ) ( )
2 1 2 2 1
2
2
2 2
2
y y g v y y g
v
÷ = ÷ =
µ
H g v 2
2
=
Características típicas
Altura manométrica total
Definição: É a energia por unidade de peso que o sistema solicita
para transportar o fluido do reservatório de sucção para o
reservatório de descarga, com uma determinada vazão.
• A altura manométrica total (AMT) é uma consequência da
instalação;

• Depende das características do fluido, da vazão e da altura
geométrica;

• Parâmetro fundamental para dimensionamento de bombas.
Alturas estáticas
Altura de sucção (hs): Diferença de cotas entre a altura
geométrica do centro da bomba e a superfície livre do reservatório.

• Bomba afogada: nível do líquido está acima do centro da
bomba. hs positivo, sucção negativa.

• Bomba não afogada: nível do líquido está abaixo do centro
da bomba. hs negativo, sucção positiva.

Altura de recalque (hr): Diferença entre as cotas dos níveis onde
o líquido é abandonado ao sair pelo tubo de recalque no meio
ambiente (ou outro) e o nível do centro da bomba.

Altura geométrica (hg): é a altura total de elevação, da superfície
livre do reservatório de sucção até o nível onde o líquido é
abandonado no recalque.

Alturas dinâmicas
Altura manométrica de sucção (Hs): Diferença entre as alturas
representativas da pressão atmosférica local e a da pressão de
entrada no rotor.
• Pode ser medida por um vacuômetro antes da entrada da
bomba.
• Representa a energia por unidade de peso que o líquido
deve receber para que partindo do reservatório, vença a altura
de sucção e a perda de carga do tubo de sucção, atingindo a
entrada da bomba adquirindo energia cinética.


Alturas dinâmicas
Altura manométrica de recalque (Hr): Diferença entre as alturas
representativas da pressão na saída (convencionada) da bomba e
a atmosférica
• Pode ser medida por um manômetro após da saída da
bomba.
• Representa a energia que a bomba deve fornecer por
unidade de massa do líquido para que este, partindo da saída
da bomba, atinja a boca da tubulação de recalque ou a
superfície livre no reservatório superior, vencendo altura de
recalque hr e as perdas de carga na tubulação.

Altura manométrica total
Portanto a AMT (H) é a diferença entre as alturas representativas
das pressões na saída e na entrada da bomba, como na equação
abaixo:
Ou ainda:
Altura manométrica total
Onde:
H - altura manométrica total;
hs - altura estática de sucção;
Js - perda de carga na sucção (inclusive NPSHr);
hr - altura estática de recalque;
Jr - perda de carga na linha do recalque;
Vr
2
/2g - parcela de energia cinética no recalque, normalmente
desprezível em virtude das aproximações feitas no cálculo da
potência dos conjuntos elevatórios.
Dimensionamento
03/04/12
Dimensionamento
A Altura Manométrica Total do sistema
(H), ou AMT, pode ser calculada pela
equação:
Esta forma é utilizada para determinação da
altura manométrica total do sistema em
termos de projeto
p geo
s d s d
H H
g
v v p p
H + +
÷
+
÷
=
2
2 2
¸
03/04/12
Dimensionamento
Z
g
v v p p
H
s d s d
+
÷
+
÷
=
2
2 2
¸
Para um sistema já em operação, algumas
das grandezas poderão ser obtidas
diretamente de medições feitas na própria
instalação. Neste caso, a altura manométrica
total pode ser obtida segundo a equação :
Representações
Sistemas de Bombeamento
Serão citados o seguintes sistema de
bombeamento:
• Sistema Afogado;
• Sistema Não Afogado;
• Sistema Aberto e Fechado.



Sistemas de Bombeamento
Uma das situações importantes que
devemos falar antes de começarmos
introduzir os tipos de sistemas de
bombeamento. É falar de fatores que
tornam oferecem quedas de
rendimento do sistema.
Onde o principal é a queda de
pressão.
Sistemas de Bombeamento
Nível de água no reservatório
inferior é suficiente para
manter a bomba “escovada”,
a bomba se acha “afogada ou
de sucção negativa.
Bomba de sucção
positiva, ou “não
afogada”, é aquela
em que o eixo
situa-se acima do
nível do
reservatório,
Sistema aberto e Sistema fechado




Para efeito de simplificação de cálculo podemos assimilar todo
reservatório fechado sujeito a pressões internas, seja na sucção
ou no recalque, à alturas de coluna de líquido. Se a pressão é
positiva a altura também o será, se a pressão for negativa, a
altura será negativa.


Obrigado!

Máquinas Hidráulicas

O que são máquinas hidráulicas?
São dispositivos mecânicos que operam transformações de energia hidráulica em energia mecânica e vice-versa.

Energia Hidáulica

Turbinas

Bombas

Máquina Hidráulica

Energia Mecânica

.Podem ser classificadas em três grandes grupos: • Máquinas Motrizes. • Máquinas Mistas. • Máquinas Geratrizes ou operatrizes.

Acionam outras máquinas. Classificadas devido ao aproveitamento da energia. utilizando o efeito das forças oriundas da velocidade da água (energia cinética) e diferenciam-se pela forma de escoamento. .Máquinas Motrizes Aproveitam a energia hidráulica transformando-a em energia mecânica. Principalmente geradores de energia elétrica. • Rodas hidráulicas ou rodas d’água. • Turbinas.

.Turbinas A água escoa por canais formados por pás curvas (rotor).

.Rodas hidráulicas ou rodas d’água Escoamento da água se dá em canais especiais ou despejada em cubas. Roda d’água de cima: Aproveitamento de energia é realizado por efeito do peso da água.

Pertencem a esta categoria todas as bombas hidráulicas. . geralmente fornecido por uma máquina motriz.Máquinas Geratrizes Recebem trabalho mecânico. e o transforma em energia hidráulica. comunicando ao líquido um acréscimo de energia sob as formas de energia potencial e cinética.

transformam a energia hidráulica sob uma forma na outra. os carneiros hidráulicos. Pertencem a esta classe ejetores ou edutores. ou seja. Estes dispositivos funcionam como transformadores hidráulicos. . os pulsômetros.Máquinas Mistas São dispositivos ou aparelhos hidráulicos que modificam o estado de energia que o líquido possui.

Veia líquida com máquina hidráulica .

Retiram a energia da veia líquida.Introduzem na veia líquida a energia que recebem do exterior. onde se pode considerar que todos os pontos possuem as mesmas condições de escoamento. transferindo-a para o exterior sobre uma outra forma de energia. Máquinas Geratrizes . . •Interferência de uma máquina hidráulica em um sistema fluido: Máquinas Motrizes .O que é veia líquida? Veia líquida é um canal de líquido de seção transversal finita apreciável.

ela consumirá a energia do líquido fazendo com que a energia do ponto 1 seja maior que a energia do ponto 2.Exemplos práticos O ponto 1 está localizado antes de uma máquina hidráulica e o ponto 2 está localizado após a máquina hidráulica. Se ela for usada como máquina motriz. Logo: E1  E2 E1  E s  H  h f .

logo a energia no ponto 1 será menor do que a energia no ponto 2. ou seja: E1  E2 E1  E s  H  h f .Exemplos práticos Caso a máquina situada entre os pontos 1 e 2 seja uma máquina operatriz. ela introduzirá energia na veia líquida.

aplicando Bernoulli. temos:  P V12   P2 V22  1  Z1      Z2     H  hf     2g    2g    Z1  Z 2   P  P2 1  V12  V22   hf  H 2g Para o caso de máquinas operatrizes. temos: Z2  Z1   P2  P 1  V22  V12   hf  H 2g .Para máquinas motrizes.

e desconsiderando a perda de carga. temos: Para máquinas motrizes: Ze  Z s   Pe  Ps  Ve2  V`s2  H 2g Para máquinas operatrizes: Z s  Ze   Ps  Pe  Vs2  Ve2  H 2g Essas equações fornecem de acordo com cada caso a energia cedida ou ganha pela máquina hidráulica .Considerando agora não mais pontos 1 e 2. mas entrada e saída da máquina.

Teorema de Torricelli .

Teorema de Torricelli .

Teorema de Torricelli Fórmulas aplicadas p1  v12 2  gy1  p 2  2 v 2 2  gy2 A1v1  A2 v 2 .

Teorema de Torricelli Desenvolvendo o teorema A2 v 2 v1  A1 p1  p 2  p atm  A22  2 v2 1  2   2 g  y1  y 2   A  1   v2  2 g H v22  2 g  y1  y 2   v2  2 g  y1  y 2  2 .

Características típicas .

Altura manométrica total Definição: É a energia por unidade de peso que o sistema solicita para transportar o fluido do reservatório de sucção para o reservatório de descarga. com uma determinada vazão. . da vazão e da altura geométrica. • A altura manométrica total (AMT) é uma consequência da instalação. • Parâmetro fundamental para dimensionamento de bombas. • Depende das características do fluido.

hs negativo. hs positivo. • Bomba não afogada: nível do líquido está abaixo do centro da bomba.Alturas estáticas Altura de sucção (hs): Diferença de cotas entre a altura geométrica do centro da bomba e a superfície livre do reservatório. sucção positiva. da superfície livre do reservatório de sucção até o nível onde o líquido é abandonado no recalque. . sucção negativa. Altura geométrica (hg): é a altura total de elevação. • Bomba afogada: nível do líquido está acima do centro da bomba. Altura de recalque (hr): Diferença entre as cotas dos níveis onde o líquido é abandonado ao sair pelo tubo de recalque no meio ambiente (ou outro) e o nível do centro da bomba.

• Pode ser medida por um vacuômetro antes da entrada da bomba.Alturas dinâmicas Altura manométrica de sucção (Hs): Diferença entre as alturas representativas da pressão atmosférica local e a da pressão de entrada no rotor. . • Representa a energia por unidade de peso que o líquido deve receber para que partindo do reservatório. atingindo a entrada da bomba adquirindo energia cinética. vença a altura de sucção e a perda de carga do tubo de sucção.

. • Representa a energia que a bomba deve fornecer por unidade de massa do líquido para que este. partindo da saída da bomba. atinja a boca da tubulação de recalque ou a superfície livre no reservatório superior.Alturas dinâmicas Altura manométrica de recalque (Hr): Diferença entre as alturas representativas da pressão na saída (convencionada) da bomba e a atmosférica • Pode ser medida por um manômetro após da saída da bomba. vencendo altura de recalque hr e as perdas de carga na tubulação.

Altura manométrica total Portanto a AMT (H) é a diferença entre as alturas representativas das pressões na saída e na entrada da bomba. como na equação abaixo: Ou ainda: .

.parcela de energia cinética no recalque.perda de carga na sucção (inclusive NPSHr).altura estática de sucção. Vr2/2g .altura estática de recalque. Jr . hr .Altura manométrica total Onde: H .altura manométrica total. normalmente desprezível em virtude das aproximações feitas no cálculo da potência dos conjuntos elevatórios.perda de carga na linha do recalque. hs . Js .

Dimensionamento .

pode ser calculada pela equação: H pd  ps  2 v d  v s2   H geo  H p 2g Esta forma é utilizada para determinação da altura manométrica total do sistema em termos de projeto 03/04/12 .Dimensionamento A Altura Manométrica Total do sistema (H). ou AMT.

Neste caso. a altura manométrica total pode ser obtida segundo a equação : H pd  ps  v v  Z 2g 2 d 2 s 03/04/12 . algumas das grandezas poderão ser obtidas diretamente de medições feitas na própria instalação.Dimensionamento Para um sistema já em operação.

Representações .

• Sistema Não Afogado. .Sistemas de Bombeamento Serão citados o seguintes sistema de bombeamento: • Sistema Afogado. • Sistema Aberto e Fechado.

Sistemas de Bombeamento Uma das situações importantes que devemos falar antes de começarmos introduzir os tipos de sistemas de bombeamento. É falar de fatores que tornam oferecem quedas de rendimento do sistema. . Onde o principal é a queda de pressão.

a bomba se acha “afogada ou de sucção negativa. . ou “não afogada”. Bomba de sucção positiva.Sistemas de Bombeamento Nível de água no reservatório inferior é suficiente para manter a bomba “escovada”. é aquela em que o eixo situa-se acima do nível do reservatório.

. Se a pressão é positiva a altura também o será. seja na sucção ou no recalque. se a pressão for negativa. a altura será negativa. à alturas de coluna de líquido.Sistema aberto e Sistema fechado Para efeito de simplificação de cálculo podemos assimilar todo reservatório fechado sujeito a pressões internas.

Obrigado! .