Principais causas, Tipos e Características das Migrações

Tipos de Movimentos Migratórios

Migrações definitivas – se estabelece de forma permanente no local de destino. Ex: Brasil: imigrantes Migrações circulares – Atualmente, com as facilidades tecnológicas, as pessoas tem mais possibilidade de voltar à sua terra natal, ou procurar um 3º país p/ morar.

Exemplo Brasil: boias-frias.Migrações Temporárias    Podem ser diárias (deslocamento de trabalhadores). que e´m épocas de colheita se deslocam para locais onde há trabalho. religiosa (peregrinações). realizadas por lazer (turismo). . Sazonais: que dependem das atividades desenvolvidas segundo as estações do ano.

Principais fluxos migratórios internacionais .

Migração Internacionais: 19652000 180 Millones de personas 160 140 120 100 75 80 60 1965 84 105 154 175 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 Año .

Evolução do número de migrantes internacionais. . o número de migrantes mais que duplicou.   Uma das conseqüências do forte crescimento demográfico da segunda metade do século XX foi um grande aumento dos movimentos migratórios. De 1960 a 2005.

Chile.Em seu êxodo. etc. Austrália. Brasil. Nova Zelândia. os europeus criaram “novas Europas”.Antes da II Guerra Mundial: Saem: Áreas superpovoadas da Europa e Ásia (Japão). Uruguai. Argentina. . Chegam em áreas vistas como “vazios a serem ocupados”: Estados Unidos. . Canadá. difundindo: cristianismo e as línguas do Velho Mundo.

as regiões ricas tinham necessidade dessa força de trabalho. .Até 1980: .A chegada de migrantes de países ou regiões pobres não constituía um problema – pelo contrário. em geral barata – nem originava grandes conflitos.A Europa deixou de gerar excedentes demográficos. .

conservam o idioma e os hábitos tradicionais. por via de regra. segundo alguns.Após 1980:   Processo da Globalização (meios) Aumentaram os índices de desemprego nos países desenvolvidos em geral e tornou-se marcante a presença de grupos estrangeiros e seus descendentes. ameaça a unidade nacional. o que. . que.

Migrações em massa: 1991-2005 .

pessoas que fugiram p/ outro país em função de: Guerra. . Cerca de 30% é costituída por trabalhadores ilegais – pessoas que entraram ilegalmente no estrangeiro (ou que entraram legalmente. Cerca de 20% é constituída por refugiados. mas com um visto de turista que já venceu). etc. ou perseguições a certos grupos ou etnias. Canadá: quase metade da população de Toronto (44%) e 37% da população de Vancouver nasceram fora do país. crise política. A ONU calcula que ±3% da população mundial vive fora de seu país.Números:      Calcula-se hoje ±180 milhões de emigrantes.

é enviado ao Brasil anualmente cerca de 5. Origem: Estados Unidos. Ex: No Kuwait. o número de trabalhadores imigrantes já supera a mão de obra local. Japão e países da Europa.    Em vários países do Oriente Médio. Segundo o Banco Mundial.6 bilhões de dólares. os estrangeiros ocupam cerca de 80% dos postos de trabalho. .

Fluxos Migratórios:    Dos países pobres(Sul) para os países ricos (Norte) – Europa e América AngloSaxônica. Entretanto. mas o seu aumento constante tem levado à adaptação de leis de controle de imigração cada vez maior. os países com maior porcentagem de imigrantes na população estão situados no Oriente Médio A imigração traz beneficio aos Países desenvolvidos. .

.

provocam uma série de alterações demográficas. quer sejam internas ou externas.. ..Consequências das Migrações  As migrações. nas áreas de partida e nas áreas de chegada. sociais e econômicas.

pois o crescimento efetivo diminui.Diminuição da população absoluta. tendo implicações da redistribuição da população.  .Consequencias das migrações: Demográficas Áreas de Partida: .  Diminuição da densidade populacional.  Por sexo – ficam mais mulheres do que homens. acentuando-se os desequilíbrios populacionais entre as regiões ou países.  Desequilíbrio na estrutura etária da população:  Por idades – dá-se o envelhecimento da população.  Diminuição da taxa de natalidade e do índice de fecundidade.

pois ao nível das migrações externas os imigrantes costumam ter mais filhos do que os naturais dos países de destino. pois o crescimento efetivo aumenta.Áreas de destino:    Aumento da população absoluta. Rejuvenescimento da população: aumento da população jovem e adulta. aumento da taxa de natalidade e do índice de fecundidade. . Aumento da densidade populacional.

Conseqüências das migrações: SOCIAIS Áreas de partida: Diminuição na intensidade das relações familiares e de amizades. Introdução de novas idéias e culturas.  .

Aumento da população residente em bairros de habitação precária: . pelo menos inicialmente.Áreas de destino: Difusão/propagação de algumas referencias culturais.Aumento do racismo ou da xenofobia (discriminação social). . não tem acesso a uma habitação com qualidade. como. por exemplo. a língua (no caso das migrações externas).a maioria dos migrantes. . no caso das migrações externas.

Econômicas  - - Áreas de Partida: Diminuição da população ativa. Diminuição da atividade ou dinamismo econômico. 2002 – 80 bilhões de dólares. Entrada de divisas ou poupanças dos emigrantes (no caso das migrações externas). Decréscimo do desemprego. 1990 – 30 bilhões de dólares. . Melhoria dos salários.

.  . pois ou são pouco qualificados ou as suas qualificações não são reconhecidas ou aproveitadas.  Aumento da mão-de-obra barata: -no caso das migrações externas.  Aumento da atividade ou dinamismo econômico.Áreas de destino Aumento da população ativa. os imigrantes aceitam trabalhos menos atrativos e menores salários.  Aumento do desemprego.Saída de divisas ( no caso de migrações externas).

.

pelo que contribuíram para a atual repartição da população na superfície da Terra. áreas que lhes são menos favoráveis e a fixar-se noutras que lhe proporcionem melhores perspectivas de vida.. por este ou por aquele motivo.Migrações: Surgem como resposta às fortes desigualdades econômicas.. na medida em que esta tende a abandonar.  . sociais e ambientais entre as diferentes regiões do mundo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful