TRICOTANDO & CROCHETANDO

Slideshows do PG

Introdução

Quando algumas pessoas pensam que tricô e crochê são apenas para as avós, elas não poderiam estar mais equivocadas. Pois, nos últimos anos, tem acontecido um ressurgimento destas técnicas, e os projetos têm ido muito além de cachecóis e luvas. Há inclusive festivais dedicados a estas formas de arte.

Um jogo de xadrez customizado feito em crochê.

"Sorvete" napolitano

"Biscoitos"
http://www.neatorama.com/2012/04/22/granny-square-cookies/

Octopus voluptuosus
http://www.neatorama.com/2012/04/27/crocheted-creatures/

Um zíper gigante tricotado.

Uma agulha de crochê... de crochê. O sonho dela é replicar, replicar, replicar...

Carro agasalhado numa acochegante malha. Criação de Magda Sayeg para Il Lusso Essenziale, festival da arte em Roma.

Em 2006, Theresa Honeywell, de Portland, Oregon, fez esta malha de fios acrílicos para uma moto como parte de uma série de obras.
http://www.womansday.com/Articles/Life/Extreme-Knitting-and-Crochet-Art.html

Em novembro de 2008, Austin, Texas, a artista Magda Sayeg e uma pequena equipe de colaboradores passou cinco dias cobrindo este ônibus abandonado na Cidade do México.
http://www.womansday.com/Articles/Life/Extreme-Knitting-and-Crochet-Art.html

Uma camisola para sua lagosta.

Em 2009, a artista têxtil Liliana Crespi teceu esta "teia de aranha" com fio de algodão para um festival de arte em Key West, na Flórida.
http://www.womansday.com/Articles/Life/Extreme-Knitting-and-Crochet-Art.html

Sarah Louise Burns faz em crochê órgãos humanos, incluindo a glândula tireóide, cérebro, pulmões, pâncreas e aparelho urinário.
www.etsy.com/shop/AnOptimisticCynic

Fora de órbita
É como eu defino este globo ocular feito a crochê, ao qual nem sequer faltam os vasos sanguíneos. No www.instructables.com os interessados vão encontrar, passo a passo, a forma de fazê-lo. Ainda há tempo para isso até a festa do Halloween. Que acha dele o oftalmologista Nelson Cunha?

O agasalho do cara***
O inverno chegando. Uma senhora cuidadosa tricotou esta peça para o neto usar.

Uma linha de produção

Em várias ocasiões, já gastei papel e tinta (força de expressão, isto aqui é um blogue) para tecer comentários sobre uma excitante peça do vestuário feminino: a burca. Sem me aventurar a pôr a nu o mistério que encobre a sua produção, por saber que ela é um segredo trancado a mil e uma noites, digo, chaves.

Aliás, era. Pois acabo de receber uma imagem que mostra como é a linha de produção de uma burca. Custou-me o melhor fotógrafo da casa, o qual, depois de emasculado, passou a trabalhar no local da notícia. PGCS

FIM