You are on page 1of 2

Não existiria som

Se não houvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim.
(Lulu Santos – Certas coisas)
ANTÍTESE

Como se eu fosse flor, você me
cheira
Como se eu fosse flor, você me
rega
E nesse reggae eu vou a noite
inteira
(Flor do Reggae – Ivete Sangalo)
COMPARAÇÃO

Rato
Rato que rói a roupa
Que rói a rapa do rei do morro
Que rói a roda do carro
Que rói o carro, que rói o ferro
Que rói o barro, rói o morro
Rato que rói o rato
Ra-rato, ra-rato
Roto que ri do roto
Que rói o farrapo
Do esfarra-rapado
Que mete a ripa, arranca rabo
Rato ruim
(Ode aos Ratos – Chico Buarque)
ALITERAÇÃO

Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar
( Exagerado - Cazuza) HIPÉRBOLE

Até o Sol quis ver de onde vem
tanta luz
Nosso amor tem poder, fogo que
nos conduz
Olha só como é bom amanhecer
assim
Nosso amor tem o dom de superar
o fim
(Até o sol quis ver – Exaltasamba)
PERSONIFICAÇÃO


Eu me sinto às vezes meio pá,
inseguro
Que nem um vira-lata sem fé no
futuro (COMPARAÇÃO)
Vem alguém lá, quem é quem,
quem será meu bom
Dá meu brinquedo de furar
moletom.
(Vida Loka (Parte I) – Racionais)
EUFEMISMO

Choram as rosas.
Seu perfume agora se transforma
em lágrimas
(Choram as rosas – Bruno e
Marrone) PERSONIFICAÇÃO

Chove chuva.. Chove sem parar.
(Chove chuva – Jorge Ben Jor)
PLEONASMO

Mudaram as estações
nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa
aconteceu
Tá tudo assim, tão diferente
(Por enquanto – Cássia Eller)
PARADOXO

Eduardo e Mônica eram nada
parecidos
Ela era de Leão e ele tinha
dezesseis
Ela fazia Medicina e falava alemão
E ele ainda nas aulinhas de inglês
Ela gostava do Bandeira e do
Bauhaus
De Van Gogh e dos Mutantes
Do Caetano e de Rimbaud
E o Eduardo gostava de novela
E jogava futebol-de-botão com seu
avô
(Eduardo e Mônica – Legião
Urbana) METONÍMIA

Shimbalaiê, quando vejo o sol
beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai
repousar
(Shimbalaiê – Maria Gadú)
PERSONIFICAÇÃO

Quando olho as estrelas do céu,
Lembro teus olhos de cristal
E tua boca de mel.
Sentia os seus lábios se
encontrando com os meus.
(Você do meu lado - Luan Santana)
SINESTESIA

Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola.
(Geração Coca-Cola – Legião
Urbana) ASSONÂNCIA

Você é a escada da minha subida
Você é o amor da minha vida
É o meu abrir de olhos no
amanhecer
Verdade que me leva a viver
Você é a espera na janela
A ave que vem de longe tão bela
A esperança que arde em calor
Você é a tradução do que é o amor
(Esperando na janela - Cesar
Menotti e Fabiano) METÁFORA

Mentes tão bem...
Que parece verdade o que você me
fala.
(Mentes tão bem - Zezé di Camargo
e Luciano) IRONIA

Um homem quando esta em paz,
Não quer guerra com ninguém.
( Só os loucos sabem – Charlie
Brown) ANTITESE



Minha Brasília amarela
Tá de portas abertas
Pra mode a gente se amar
(Pelados em Santos – Mamonas
Assassinas) METONÍMIA

Eu quero ser pra você
A alegria de uma chegada
Clarão trazendo o dia
Iluminando a sacada “
(Pra Você - Paula Fernandes) -
METÁFORA

"O tempo todo, o tempo todo é
tempo demais
Não é pra sempre, o pra sempre,
sempre se vai
Nem tudo que acaba, tem final"
(Não É Normal - NX Zero)
PARADOXO



Conceito ESCOLA ESTADUAL OSWALDO LUIZ SANCHEZ TOSCHI
Atividade Avaliativa: Figuras de Linguagem.
Praia Grande,_____ de __________________de 2014.
Nome: _____________________________________________ nº: _____
Professor/a:__________________ Série: __________ Valor: ______

Oh, otário eu vou te avisar,
O teu intelecto é de mosca de bar
(Papo Reto – Charlie Brown)
METÁFORA

Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos celebrar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a
vida inteira
(Perfeição-Legião Urbana) IRONIA

Todo mundo tá revendo
O que nunca foi visto
Todo mundo tá comprando
Os mais vendidos
(O Papa é pop – Engenheiros do
Hawaii) PARADOXO

O Papa é Pop,
O Papa é Pop!
O Pop não poupa ninguém
O Papa levou um tiro
À queima roupa
O Pop não poupa ninguém
(O Papa é pop – Engenheiros do
Hawaii) ALITERAÇÃO

ela para
e fica ali parada
olha-se para nada
(paraná)
fica parecida
(paraguaia)
para-raios em dia de sol
para mim
prenda minha parabólica
princesinha parabólica
o pecado mora ao lado
o paraíso… paira no ar
(Parabólica – Engenheiros do
Hawaii) ALITERAÇÃO

Aqui estou, mais um dia.
Sob o olhar sanguinário do vigia.
(Diário de um detento – Racionais)
SINESTESIA

O som das crianças brincando nas
ruas
Como se fosse um quintal
A cerveja gelada na esquina
Como se espantasse o mal
(O que sobrou do céu? - Rappa)
COMPARAÇÃO


As mariposa quando chega o frio
Fica dando volta em volta da
lâmpida pra se esquentar
Elas roda, roda, roda e dispois se
senta
Em cima do prato da lâmpida pra
descansar
(As mariposa – Adoniram Barbosa)
CATACRESE


Eu não pensei que fosse pra tão
longe essa viagem.
Toca o celular é você me mandando
mensagem.
Eu preso nas ferragem sem me
mexer.
Sei que você me escreveu mas
fecho os olhos sem saber o quê.
(Chuva de novembro –Projota)
EUFEMISMO

Numa linda frase
De um postal tão doce
cuidado com doce
São Paulo é um buquê
(Não existe amor em SP – Criolo)
SINESTESIA/METÁFORA

Faço longas cartas pra ninguém
e o inverno no Leblon é quase
glacial.
(Inverno – Adriana Calcanhotto)
HIPÉRBOLE

Minha vida é tipo um filme de
Spyke Lee
Verdadeiro, complicado, mal-
humorado e violento
Você é bonito e eu sou feio
Sua mãe te ama, mas eu te odeio.
(Champanhe E Água Benta - Charlie
Brown Jr)
COMPARAÇÃO/ ANTÍTESE

Se me manda ir embora
Eu saio pra fora ela chama pra trás
Entre tapas e beijos
É ódio é desejo
É sonho é ternura
(Entre tapas e beijos - Leonardo)
PLEONASMO

Uma noite longa
Pra uma vida curta
Mas já não me importa
Basta poder te ajudar
(Lanterna dos Afogados –
Paralamas do Sucesso) ANTÍTESE

Tatibitate
Trate-me, trate
Como um candeeiro, o
Somos do interior do mi-lho

E esse ao de são
Hei de cantar naquela canção
(Uma Brasileira - Paralamas do
Sucesso) ALITERAÇÃO /
ASSONÂNCIA

Tudo tem um começo e um fim
Eu vejo a dor em seu olhar
E mesmo sem querer eu te deixo
partir
(Memórias - Malta) SINESTESIA /
ANTÍTESE

O mundo é uma escola
A vida é um circo
Amor palavra que liberta
Já dizia um profeta
(Gentileza - Marisa Monte)
METÁFORA

Queria querer gritar setecentas mil
vezes
Como são lindos, como são lindos
os burgueses
E os japoneses, mas tudo é muito
mais.
(Podres Poderes - Caetano Veloso)
HIPÉRBOLE

A saudade bateu, foi que nem maré
Quando vem de repente, de tarde
Invade e transborda esse bem me
quer
A saudade é que nem maré.
(Que Nem Maré - Jorge Vercillo)
COMPARAÇÃO

Vai ralando na boquinha da garrafa
É na boca da garrafa
Vai descendo na boquinha da
garrafa
É na boca da garrafa
(Na Boquinha da Garrafa - É O
Tchan) CATACRESE

Tá cansada, senta
Se acredita, tenta
Se tá frio, esquenta
Se tá fora, entra
Se pediu, agüenta2x
(Do It - Lenine) POLISSÍNDETO