You are on page 1of 20

4

1. INTRODUÇÃO

Os elementos de máquinas tratam-se de diversos componentes mecânicos empregados
em máquinas e equipamentos, sendo que de acordo com as suas funções ou aplicações, podem
ser denominados de elementos de fixação, apoio, transmissão, acoplamentos, vedação,
flexíveis, etc.
O intuito deste trabalho é apresentar alguns elementos de maquinas, conhecer os
materiais utilizados e algumas de suas aplicações.

5

2. OBJETIVO
Este trabalho teve como objetivo principal o estudo para agregar o conhecimento sobre
alguns elementos de maquinas, conhecer os materiais utilizados e algumas de suas aplicações.

3. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
3.1. ROLAMENTOS

ROLAMENTO DE ESFERA Os rolamentos rígidos de esferas são os mais amplamente utilizados devido a um conjunto de fatores que passamos a enunciar:  Boa capacidade para suportar cargas radiais.6 O rolamento é um dispositivo utilizado nos maquinários para permitir o movimento relativo controlado entre duas ou mais partes.  Aptidão para operar a elevadas rotações. TIPOS Existem inúmeros tipos de rolamentos que são projetados para lidar com a carga radial.1. rodízios e principalmente os anéis. Os principais tipos de rolamentos são:   Rolamento de esfera Rolamento de rolo  Rolamentos especiais  3. substituindo a fricção de deslizamento entre as superfícies do eixo e da chumaceira por uma fricção de roladura.2.  Grande versatilidade. pois estes constituem os trilhos de roladura e a caixa interposta entre os anéis.1. As aplicações diferentes exigem rolamentos que são projetados para lidar com tipos específicos de carga e quantidades diferentes de peso. as diferenças entre tipos de rolamentos referem-se ao tipo e à capacidade de lidar com o peso.1. APLICAÇÕES 3.2. ou alguma combinação dos dois.1. 3. . a carga de empuxo.1. Os corpos rolantes são caracterizados como bolas.

2. Desalinhamentos superiores aos referidos submetem as esferas e as pistas a esforços adicionais inadmissíveis. Para aplicações onde o espaço é um problema. Essa estrutura. por isso são mais fáceis de encaixar em aplicações menores. é função da folga radial interna quando em funcionamento. Figura 1. por isso. um rolamento de agulhas pode ser utilizado.br/files/small/6672760. a vida do rolamento. ROLAMENTOS DE ROLO Rolamentos são projetados para transportar cargas pesadas.jpg 3. principalmente. da construção interna e das forças que nele atuam. .fg. estes rolamentos possuem pouca capacidade para absorver desalinhamentos. reduzindo.7  Baixo custo. da dimensão do rolamento. Os rolamentos de agulha trabalham com cilindros de pequeno diâmetro.1.Rolamento de Esfera Fonte: http://images. o rolo principal é um cilindro.com. o que significa que a carga é distribuída por uma área maior. significa que o rolamento pode suportar cargas radiais. sem que sejam introduzidos esforços inadmissíveis entre o anel externo e interno. permitindo que o rolamento lide com grandes quantidades de peso.2. o desalinhamento máximo admissível é de 2 minutos angulares. mas não é adequado para cargas axiais. Para rolamentos de duas carreiras de esferas. O desalinhamento angular admissível que um rolamento pode suportar. No entanto. no entanto.

2. tais como rolamentos magnéticos e rolamentos de rolos gigantes.1.2.com. mantém uma estabilidade que lhe permite oferecer suporte a dispositivos que se movam rapidamente.8 Figura 2 – Rolamento de rolo cônico Fonte: http://omicrom.jpg 3. Figura 3 – Rolamento Magnético . como não tem partes móveis. tais como construções e grandes componentes estruturais. O rolamento magnético é encontrado em dispositivos de alta velocidade.br/wp-content/uploads/2015/06/schaeffler. ROLAMENTOS ESPECIAIS Existem vários tipos de rolamentos que são fabricados para aplicações específicas. Os rolamentos de rolos gigantes são usados para mover cargas extremamente grandes e pesadas.

Seria impossível fabricar uma máquina que tivesse seus eixos todos construídos em uma única peça. ACOPLAMENTOS As máquinas geralmente são movidas por motores elétricos.jpg 3. não poderia ser substituído com facilidade. Os eixos geralmente são montados dentro dos cubos por interferência. mas muitas vezes têm o auxílio de uma chaveta ou parafuso. O material para as jaulas evoluiu em forma importante atualmente utilizam-se aços. O motor elétrico.9 Fonte: http://www. Outra caraterística dos rolamentos é a exatidão de suas dimensões a cada parte de ter tolerâncias muito estreitas para um satisfatório funcionamento do conjunto. devem ser tomadas em consideração as temperaturas de operação e uma adequada resistência à corrosão.skf. Existe ainda o elemento que faz a ligação entre os dois flanges.2. . existe um elemento de máquina muito importante que é o responsável por fazer ligações os eixos de uma máquina. entre outros. manganês e molibdênio. MATERIAL Os rolamentos são peças de aço aliado com cromo. por dois flanges. para facilitar a execução de rigorosos tratamentos térmicos e obter peças de grande resistência ao desgaste e à fadiga. Assim. metais de baixo roce e poliamida. de maneira geral. o acoplamento. 3. Os acoplamentos são formados.com/binary/82-248028/width150/Magnetic-bearings. parafusos ou elementos de borracha. por exemplo. O furo onde os eixos são encaixados é chamado de cubo. que são discos de metais nos quais são fixados os eixos. Na seleção dos materiais. que podem ser pinos.3.1.

1. TIPOS Existem vários tipos de acoplamentos e eles recebem uma classificação de acordo com a forma que trabalham. podem ser chamados de:     Fixos Elásticos Móveis Hidráulicos 3.2. assim. São recomendados para transmissão de alta potencia em baixas rotações (<400rpm) e para o acoplamento de eixos longos. são geralmente destinados às aplicações com necessidade de sincronismo torcional ou com constantes reversões de carga. Figura 4 – Acoplamento Fixo .2.2. APLICAÇÕES 3. antes da partida do equipamento. FIXOS Não absorver qualquer tipo de desalinhamento. os choques ou vibrações provenientes do funcionamento da maquina ou da partida do motor. Por não admitirem qualquer tipo de desalinhamento tais acoplamentos necessitam que se faça um alinhamento perfeito dos dois eixos acoplados.10 3.1. tampouco. Por motivo de segurança esses acoplamentos devem ser construídos sem nenhuma saliência. pois provocaria um desbalanceamento no conjunto mecânico quando este entrar em rotação.2.2.

ELÁSTICO Esses elementos tornam mais suave à transmissão do movimento em árvores que tenham movimentos bruscos. e permitem o funcionamento do conjunto com desalinhamento paralelo. pode ser montado.2. elástica ou articulada e elástica. Estes acoplamentos se adaptam a todos os tipos de desalinhamento.11 Fonte: http://s3. fazendo com que o acoplamento seja leve e resistente à corrosão.2. que fornece mais força e vida longa. Os acoplamentos elásticos são construídos em forma articulada. Os cubos são feitos de liga de alumínio de alta força. Permitem a compensação de até 6 graus de ângulo de torção e deslocamento angular axial. . protegendo a condução e máquinas motoras. Acoplamentos elásticos do tipo elastométrico incorporam um componente de borracha pré-comprimido. angular e axial entre as árvores.jpg 3.com/magoo/ABAAAfoCkAF-1.2. após os eixos estarem alinhados.amazonaws. O componente de borracha abate choques e fornece transmissão suave e silenciosa de potência. A montagem é muito simples. Como o componente de borracha é uma inserção partida.

e a rotação é transmitida por meio do encaixe das garras ou de dentes. isto é. Figura 6 – Acoplamento Móvel . obedecem a um comando. Esses acoplamentos transmitem força e movimento somente quando acionados.2.12 Figura 5 – Acoplamento Elástico Fonte: http://s3.2. Os acoplamentos móveis podem ser: de garras ou dentes. Geralmente.3.amazonaws. MÓVEIS São empregados para permitir o jogo longitudinal das árvores.com/magoo/ABAAAfTBgAF-3. esses acoplamentos são usados em aventais e caixas de engrenagens de máquinas-ferramenta convencionais.jpg 3.

Os dois rotores estão montados relativamente um ao outro.br/site/wp-content/gallery/parker-hda/acoplamento-hda.3.com.com. A transferência da força ocorre com um mínimo de desgaste. HIDRÁULICO É um acoplamento hidrodinâmico cujos componentes principais são constituídos de dois rotores de pás – o rotor da bomba e o rotor da turbina – assim como uma carcaça envolvente.manutencaoesuprimentos.13 Fonte: http://chp. MANCAIS .png 3. uma vez que não há nenhum contato mecânico entre as peças que transmitem a força.jpg 3.2.2.br/acoplamentos-hidraulicos. Figura 7 – Acoplamento Hidráulico Fonte: http://www.4.

3. que encerra o casquilho. A maioria das máquinas e equipamentos possuem mancais.2. os mancais são componentes de máquinas destinados a assegurar movimentação rotativa entre duas superfícies. TIPOS Os principais tipos de mancais são:   Mancais de deslizamento Mancais de rolamento 3. Os mancais de deslizamento são elementos de máquinas sujeitos às forças de atrito. O . no interior do qual gira o eixo. A principal função dos mancais de deslizamento. é servir de apoio e guia para os eixos girantes. existentes em máquinas e equipamentos. É sua função posicionar um elemento de máquina que gira em relação a outro. MANCAIS DE DESLIZAMENTO São todos os mancais cujo trabalho se baseia no deslizamento dos elementos envolvidos. O mancal é composto de uma estrutura geralmente de ferro fundido e bipartida (base tampa). A vida útil dos mancais de deslizamento poderá ser prolongada se alguns parâmetros de construção forem observados: Os materiais de construção dos mancais de deslizamento deverão ser bem selecionados e apropriados a partir da concepção do projeto de fabricação. Em outras palavras.14 Os mancais são elementos de máquinas que servem de apoios fixos aos elementos dotados de movimentos giratórios (eixos). APLICAÇÕES 3. Os mancais de deslizamento são muito encontrados em máquinas onde um eixo qualquer sofre forças e o mancal serve de aparo e de guia para este eixo.1. com baixo nível de atrito.2. Mancais de fricção.3. Outro fator importante é a escolha do lubrificante e sua frequência de relubrificação. São conjuntos destinados a suportar as solicitações de pesoe rotação de eixos e árvores 3.3.1. Tais forças surgem devido à rotação dos eixos que exercem cargas nos alojamentos dos mancais que os contêm. lubrificantes adequados para cada aplicação.

Eles limitam as perdas de energia produzidas pelo atrito. levando em consideração o ruído emitido que se classificam como: raspantes. Lembremos que as forças de atrito geram desgastes e calor e.jpg 3. roletes e agulhas.br/wp-content/uploads/2014/11/plain-bearings. O mancal de rolamento é constituído de dois anéis concêntricos e entre esse anéis são colocados elementos rolantes como esferas. ao deslocamento dos eixos. os mancais de deslizamento deverão apresentar um sistema de lubrificação eficiente. considerando as principais funções dos mancais de deslizamento que são apoiar e guiar os eixos.2. Quando o eixo gira dentro do furo é produzido o atrito denominado de escorregamento. para fazer a avaliação do processo de giro. Sendo elementos de máquinas sujeitos às forças de atrito. MANCAL DE ROLAMENTO Este tipo de mancal é utilizado quando é necessário maior velocidade e menor atrito. com folgas ou com falta de lubrificação.15 projeto de fabricação deverá prever as facilidades para os trabalhos de manutenção e reposição. isso permite constatar se o movimento está tendo dificuldades para girar ou não. no caso dos mancais de deslizamento. opõem-se. O comportamento do mancal de rolamento pode ser verificado através do tato e da audição. Já na avaliação pela audição é necessário que o rolamento gire através de rotações reduzidas. se isto ocorrer é porque as pistas estão sujas. estrepitoso ou metálico.3. é necessário girar o rolamento lentamente através do tato. descascadas. Fonte: http://omicrom. também. . Para reduzir esse atrito utiliza-se o rolamento: que é um elemento de máquina que permite o movimento relativo controlado entre duas ou mais partes.2.com. Figura 8 – Mancal de deslizamento. No entanto.

Sobtensão crescente. o material irá se deformar de forma elástica até o ponto em que se deforma permanentemente seja de forma rúptil. seja de forma dúctil o que depende das propriedades reológicas do material e também das condições termodinâmicas e do tempo em que a tensão é aplicada.com/binary/21-5139/622f01_tcm_12-5139.4. neste caso a força é substituída por um momento aplicado e a deformação retilínea pelo deslocamento angular. As molas são feitas geralmente de aço endurecido. medida na direção da própria força. de sofrer tensões sem se deformar permanentemente.16 Figura 9 – Mancal de rolamento Fonte: http://www. e. Trata-se de um elemento único ou uma associação de elementos (sistema) capaz de assumir notáveis deformações elásticas sob a ação de forças ou momentos. Flecha é a deformação sofrida pela mola sob a ação de uma determinada força. Tal conceito pode estender-se também a um elemento elástico sujeito a um binário.jpg 3. portanto. . MOLAS Uma mola é um objeto elástico flexível usado para armazenar a energia mecânica. a rigidez e a flexibilidade. em condições de armazenar uma grande quantidade de energia potencial elástica. Rigidez Propriedade de um material. Os elementos característicos das molas são a flecha.skf.

o máximo auto amortecimento.2.4.jpg 3. em relação aos outros tipos de molas.17 Flexibilidade é a capacidade de um determinado material se tornar flexível. 3. que se pode dobrar. MOLAS DE FEIXES Feixe de molas em lâminas são aqueles geralmente usados nos auto veículos e no material móvel ferroviário.1 TIPOS      Molas de feixe Molas de flexão Molas de torção Mola em anéis Molas belleville 3.2. Esta última característica é muito importante para suspensões dos auto veículos.4.4. além de realizarem. Figura 10 – Feixe de molas Fonte: http://s3.2. APLICAÇÕES 3.com/magoo/ABAAAA1cwAD-3.1.amazonaws. curvar.2. MOLAS DE FLEXÃO .4. O feixe de molas tem características muito semelhantes às do sólido de resistência uniforme. etc. devido ao atrito notável que se manifesta entre uma folha e outra quando estas são obrigadas a deslizar uma sobre a outra por causa das variações de curvatura da mola.

2. solicitada por um binário contido em um plano normal ao eixo da própria mola. sobre o qual é desenvolvida a hélice. a mola se enrola em volta deste tensionando-se.com/magoo/ABAAAfO_MAJ-0. enrolada numa hélice cilíndrica. para obter um momento de reação proporcional àquele a ser medido.18 Molas de flexão em espiral são formadas por uma fita de material elástico.jpg 3.amazonaws. É constituída por uma barra de seção circular . Outra mola de flexão é a mola em taça. Este fato oferece a possibilidade de criar molas com características muito diferentes empregando números maiores de elementos elásticos. um momento torçor.4. que gira em torno do eixo da mola. Aplicando-se ao órgão giratório. Figura 11 – Mola de Flexão Fonte: http://s3. A mola resulta. constituída por um conjunto de pares de conchas. O ângulo de rotação depende do diâmetro do fio e do seu comprimento e não do passo ou diâmetro do cilindro. portanto.3. A carga axial faz achatar as conchas e a flecha total. é tanto maior quanto mais elevado é o número de pares de conchas. Este tipo de mola é aplicado nos equipamentos móveis de quase todos os aparelhos elétricos e mecânicos de medida. A seção retangular constante é posta em espiral plana com uma extremidade fixa e outra presa a um órgão giratório em torno do próprio eixo. Mola de flexão helicoidal é formada por uma barra de seção circular. igual à soma das flechas singulares. chamada mola Belleville. MOLAS DE TORÇÃO Molas de torção são aquelas cuja solicitação predominante é a da torção. posta alternadamente com a concavidade em um sentido e no seu oposto. com uma extremidade fixa e outra coligada a um órgão móvel. A mola de torção mais simples é chamada barra de torção.

4.jardmolas. Submetendo a mola a uma carga axial de compressão.br/images/produto/image_9773658742196. acumulando a distância s. de fato. a hélice de desenvolvimento pode ser com passo constante ou variável. os anéis internos diminuem e os externos aumentam de diâmetro deformando-se elasticamente. MOLA EM ANÉIS Mola em anéis é substancialmente solicitada à tração e à compressão. Mola de torção a hélice cônica é semelhante à precedente. É constituída por um conjunto de anéis de aço temperado. Age como mola quando coliga elasticamente dois órgãos mecânicos que devem submeter-se a afastamentos angulares elásticos relativos. carregada axialmente.jpg 3. do qual a mola é constituída pode ser em seção circular. O fio ou a barrinha de aço.19 de eixo retilíneo. sob a ação da carga axial a solicitação principal do material é de torção. retangular. Outra mola de torção é a mola de torção helicoidal. Acontece então um acostamento recíproco dos anéis e a flecha máxima é atingida quando os seus laterais chegam a se encostar.2. A mola de hélice cônica de seção retangular é largamente aplicada nos pára-choques do material móvel ferroviário.4. Figura 12 – Mola de Torção Fonte: http://www. semi-presos. presa por uma extremidade e sujeita na extremidade livre a um momento que age num plano normal ao eixo da barra. quadrada. com a única diferença de que o fio ou barrinha de aço são enrolados segundo uma hélice cônica.com. sobre as superfícies tronco-cônicas e dispostos alternativamente interna ou externamente. Durante a .

4. Figura 13 – Mola em aneis Fonte: http://www. absorvem parte da energia elástica acumulada.2.vendfix. . enquanto que na fase de distensão. existem diferentes tipos de anilha com dimensões diferentes e processos de fabrico específicos para cada família em função do trabalho que devem desempenhar.5. e podem ser sobrepostas tanto em série como em paralelo.br/images/mola-prato-2. MOLAS BELLEVILLE As molas de prato são anilhas cônicas com propriedades elásticas.png 3. As molas de prato suportam todo o tipo de cargas. Tendo em conta o tipo de aplicação e o uso a que se destinam. tanto em trabalho estático como dinâmico. estas absorvem parte do trabalho executado pela carga.20 compressão há atrito entre as superfícies de contato cônicas.com. As molas de anéis são muito usadas como amortecedores ou empurradores. para a obtenção de forças maiores ou percursos diferentes.

montando-se as molas em serie. neste caso. embora.amazonaws. Pode-se obter uma orça maior para uma mesma deflexão montando-se as molas em paralelo.jpg .21 Além de ocupar pequenos espaços produz grandes variedades de formas para a curva força-deflexão. obtém-se uma deflexão maior para o mesmo valor de força.com/magoo/ABAAAA1cwAD-8. Figura 14 – Molas Belleville Fonte: http://s3. possa haver perigo de instabilidade. Por outro lado.

22 4. você ficará preparado. possivelmente. Se você já trabalha numa indústria. ou ainda se deseja trabalhar como mecânico. por exemplo. CONCLUSÃO Podemos concluir que esses conhecimentos são indispensáveis à mecânica em geral. ou se tem uma empresa. corrigir defeitos que elas apresentem. . para operar máquinas e. precisa saber o que são Elementos de Elementos de Máquina. funções e como são utilizados na prática. quais suas características. Com esse conhecimento.

CUNHA.2 exemplares). G. 2006. 2005.3 . BINI.2 . I D. M. NIEMANN .23 5. LTC. Tolerâncias. Rolamentos e Engrenagens.2 exemplares) (Vol. 2007.2 exemplares) (Vol.Elementos de Máquinas I. . BIBLIOGRAFIA COLLINS. LTC. Projeto Mecânico de Elementos de Maquinas. RABELLO. II e III (Vol. J.1 . L B. Hemus. E. PUGLIESI. Elementos de Maquinas.