ESTADO DE MINAS - QUINTA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2003

PÁGINA 19

GERAIS

❚ BHTRANS

TRABALHADORES ESPERAM NOVA PROPOSTA PARA DECIDIR OS RUMOS DAS NEGOCIAÇÕES

BH fica sem fiscais de trânsito nas ruas
Motoristas mais ousados e imprudentes tiveram liberdade para trafegar sem grandes problemas, ontem, pelas ruas da capital. Funcionários da BHTrans fizeram greve e manifestação em frente à empresa no Buritis, região Oeste de Belo Horizonte. Com o movimento grevista, a fiscalização do trânsito ficou prejudicada. Segundo a assessoria da BHTrans, o número de manifestantes foi pequeno. De acordo com as projeções feitas, 45% dos empregados cruzaram os braços. Deste total, 70% são funcionários que trabalham como fiscais e técnicos de trânsito e, o restante, estão lotados no setor administrativo. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Assessoramento, Pesquisas, Perícias e Informações no Estado de Minas Gerais) (Sintappi) forneceu números diferentes. Segundo a diretoria do sindicato, a paralisação só não atingiu gerentes e supervisores. Os trabalhadores não ficaram satisfeitos com as propostas feitas pela empresa no dia 4, que oferecia reajuste de 18% para todos os funcionários e mais 1,5% para 30% daqueles que se saíssem melhor na avaliação que seria feita. O sindicato apresentou contraproposta na última sexta-feira, reivindicando reajuste de 24% , inclusão de benefícios como planos de saúde e ticket-refeição, além do pagamento de divídas trabalhistas do dissídio coletivo ocorrido entre 2002 e 2003.

JAIRO CHAGAS/JORNAL DA MANHÃ

ABASTECIMENTO

Caminhões-pipa custeados pela Ferrovia Centro-Atlântica estão abastecendo hospitais, creches e escolas. Moradores se viram como podem

❚ DESASTRE

MORADORES DE UBERABA BUSCAM SUPERMERCADOS E DISTRIBUIDORAS PARA FAZER ESTOQUE. MEDIDAS DE EMERGÊNCIA PODEM PERMITIR A RETOMADA DO FORNECIMENTO EM DOIS DIAS

RESPOSTA
A previsão da greve é de apenas um dia e as atividades da BHTrans devem se normalizar hoje. Os grevistas, no entanto, afirmam que esperam resposta da empresa para decidir se haverá novas paralisações. A BHTrans ainda não decidiu que estratégia irá seguir e nada adiantou sobre possíveis punições para quem, se o movimento for retomado, aderir à greve.

População promove corrida pela água
Enquanto hospitais, creches captação direta do rio Grande”, e escolas de Uberaba, no Triân- explica André Luis Teixeira Fergulo Mineiro, têm o abasteci- nandes, professor da Universidamento de água assegurado pela de de Uberaba e integrante do chegada de dezenas de cami- Comitê da Bacia do Rio Araguari. nhões-pipa, os moradores da ciEnquanto os moradores se dade correm a supermercados e mobilizam para garantir água distribuidores de água mineral pelo menos para o consumo espara não passar sede. Já falta sencial, parte do comércio contaágua em muitas casas e o abas- biliza aumento no movimento. tecimento só deve voltar ao nor- Priscila Moreira da Silva, que mal no sábado. Ontem, o Centro vende água mineral, diz que a de Operações de Desenvolvi- procura nunca foi tão grande. mento e Saneamento de Ubera- “Todo mundo está estocando, ba (Codau) e representantes da com medo de passar sede. O teleFerrovia Centrofone não pára e Atlântica decidios entregadores ram desviar o não têm tempo curso do córrego nem de ir ao Lajeado para banheiro”, conA Assembléia Legislativa ta. Na loja de dentro do reserde Minas Gerais vatório que abasPriscila ainda aprovou, ontem, em tecem a cidade. restam 600 gacaráter de urgência, “Essa provilões, mas o prodência emergenprietário já viauma audiência pública cial deve ser conjou para São para debater medidas cluída em dois Paulo para reemergenciais e dias, tempo nepor o estoque. averiguar as principais cessário para a causas do acidente APAVORADOS construção de ambiental em Uberaba. dez quilômetros “Estamos toSerão convidados de tubulação”, dos apavorados, representantes da anuncia Cláudia porque ninFerrovia CentroSepúlveda AncoAtlântica e os secretários guém sabe até ni, membro do quando esse municipal e estadual de Comitê dos problema vai Meio Ambiente, além de Afluentes do Baitécnicos e ambientalistas durar. Em outuxo Rio Grande, ao bro, a cidade filigados ao setor. “Só qual pertence o cou sem água e falta definir se a rio Uberaba. Homuita gente audiência vai ser em je, representantes passou dificulBelo Horizonte ou em da Codau e do dade”, lembra a Uberaba, para marcar a Comitê da Bacia salgadeira Madata”, diz o deputado do Araguari se ria Aparecida Fahim Sawan (PSDB), reúnem para deFraga, que já autor do pedido de finir outra transpensa em armaposição, a do rio zenamento. “As Claro, que deve aumentar a va- pessoas estão ansiosas e têm razão do rio Uberaba. O encontro zão. O risco de contaminação já estava marcado há mais tem- existe e, por isso, o abastecimenpo e a companhia precisa apenas to foi suspenso. A orientação é de um parecer do comitê. economizar e usar a água que No final do ano passado, a ci- estamos distribuindo nos camidade sofreu por 12 dias com a nhões-tanque”, explica Hugo Bifalta de água, devido à estiagem chuette, presidente do Codau. e ao baixo nível do rio Uberaba. As 40 escolas da cidade e os “Desde essa época, há estudos oito hospitais não tiveram propara transpor metade do curso blemas ontem, já que estão sendo rio Claro em casos de emer- do abastecidos por caminhõesgência, como o provocado por pipa. Até o Exército está ajudanesse acidente ambiental. A mé- do a encher os caminhões, cusdio prazo, há projetos para se teados pela Ferrovia Centroconstruir uma adutora fazendo a Atlântica. “Recebemos água

CONTAMINAÇÃO
O QUE ESTÁ NO RIO UBERABA
METANOL
CARACTERÍSTICAS

Inflamável, incolor, se mistura à água e é extremamente tóxico. Usado principalmente em combustíveis automotores
REAÇÕES

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Se inalado ou ingerido: irrita membranas, causa dor de cabeça, sonolência, náusea, perda de consciência, amnésia, fraqueza, coma e morte Em contato com olhos: diminuiu campo visual e percepção de cores, provoca visão turva e até cegueira ISOBUTANOL
CARACTERÍSTICAS

Inflamável e altamente explosivo, é empregado em tintas, vernizes e tíner. Em contato com a água, libera ácido acético
REAÇÕES

Se ingerido: hemorragia do estômago e intestino, danos ao fígado, rins e problemas cardíacos e pulmonares Se inalado: irrita membranas, causa vertigem, náusea e inconsciência Em contato com a pele: ressecamento e irritação OCTANOL
CARACTERÍSTICAS

JUAREZ RODRIGUES

GREVE

Funcionários da empresa fizeram assembléia e decidiram parar

Inflamável, se mistura com facilidade à água. É usado em combustíveis automotores.
REAÇÕES

❚ OBRAS

Se inalado ou ingerido: irrita membranas, causa dor de cabeça, sonolência, náusea e ataca o fígado e o pulmão Em contato com olhos e com a pele: irritação CLORETO DE POTÁSSIO
CARACTERÍSTICAS

Liberado trecho da 381
O Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), liberou para tráfego, na manhã de ontem, o trecho da BR-381,que desmoronou em 1º de maio por causa de infiltração. O km 395, próximo a Bom Jesus do Amparo, causou problemas para os motoristas, que tiveram que usar a rodovia federal, até que o Dnit improvisou desvios provisórios que ajudaram a normalizar o tráfego. O término da obra estava previsto para 15 de junho, 45 dias depois do desmoronamento. O Dnit, no entanto, conseguiu terminar e entregar a obra em 40 dias. O buraco só pôde ser tapado porque o Ministério dos Transportes liberou verbas. O valor da obra não foi divulgado pelo órgão porque estão sendo esperadas as conclusões de trabalhos em outros pontos críticos da rodovia, para que o levantamento de custos seja feito.

É tóxico e extremamente solúvel em água. Usado em fertilizantes e na mineração. Empregado também na injeção letal para aplicação da pena de morte dos Estados Unidos
REAÇÕES

Se ingerido: irritação na mucosa estomacal, náusea, vômito, diarréia, fraqueza e distúrbios circulatórios. Em casos mais graves, arritmia e parada cardíaca Se inalado: irritação e lesões nas vias aéreas e pulmão Em contato com a pele e com os olhos: irritação e ressecamento Também causa danos a hortaliças

sem custo. A prefeitura e o Corpo de Bombeiros nunca nos deixam na mão”, diz aliviada a administradora do Hospital Santa Lúcia, que até ontem ainda usava a água de seu reservatório, mas já se prepara para pedir

ajuda. No Hospital-Escola da Faculdade de Medicina, os funcionários já economizam. “Estamos optando pela limpeza a seco, quando possível”, revela a assistente administrativa Rejane Oliveira. (FO/CA)

❚ NAMORADOS

Estudo aponta sucateamento do sistema
Estudo do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), sob o título Minas Gerais do Século XXI, com dados de 2000, coordenado pelo engenheiro civil e professor da PUC Minas Ramon Victor César, aponta que a malha ferroviária principal do Estado, na qual está inserida a Ferrovia Centro-Atlântica S/A, não apresenta boas condições de conservação. “Alguns trechos são exceção, pois passaram por programas recentes de recuperação”, diz a pesquisa. O equipamento ferroviário de maneira geral em Minas, segundo levantou o estudo, apresenta deficiências, em função da ausência de manutenção no período anterior à privatização das ferrovias no Brasil. “A malha ferroviária está inadequada, não só para atender ao fluxo atual, como também para suportar um novo ciclo de desenvolvimento”, comenta o professor. Os grandes problemas apontados pelo estudo do BDMG envolvem vias, equipamentos, sistemas de controle e instalações operacionais com problemas de manutenção; capacidade de transporte reduzida; pátios e terminais inadequados às necessidades atuais, com reflexos nos custos, além de conflito do tráfego dos trens com o sistema viário nas cidade, onde houve grande ocupação populacional no entorno das linhas. Em Minas Gerais, a malha ferroviária é dividida em dois grupos: a de bitola larga, composta por linhas, ramais e variantes ligando Minas aos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, e que desde 1996 é operada pela MRS Logística; e a malha de bitola métrica, formada por um conjunto de linhas, distribuídas entre três concessionárias: a Ferrovia Centro-Altântica S/A e a Companhia Vale do Rio Doce (Estrada de Ferro Vitória-Minas) e a Ferrovias Bandeirantes S/A. (CA)

Seresta faz homenagem
Uma seresta com músicas de Tom Jobim e Vinicius de Morais para homenagear os casais apaixonados. O programa romântico acontece hoje, às 20h30, na Praça Duque de Caxias, bairro Santa Tereza. A “Seresta dos Namorados”, promovida pelo Coral Júlia Pardini, faz parte do evento Inverno Musical, e busca popularizar o canto-coral. No repertório, Minha Namorada e Eu sei que vou te amar, de Tom e Vinicius. Pelo 26º ano, o coral promove o evento. Além do programa especial para os namorados, o grupo irá se apresentar no dia 22, na Igreja São Paulo da Cruz, no Barreiro; dia 24, no Espaço Cultural Padre Dino Barbieri, na Escola Dom Orione, na Pampulha ; e dia 6 de julho, na Praça São Jorge, no bairro Lagoa, região de Venda Nova. Os programas serão sempre à tarde e têm supervisão de Eduardo Andrade e a regência da Maestrina Elza do Val Gomes, com apoio da Prefeitura de Belo Horizonte.