You are on page 1of 4

ATO CONSTITUTIVO DA EMPRESA XXXXXXXX LTDA

Pelo presente instrumento particular de constituição de sociedade empresária limitada, os abaixo assinados: FULANO, Brasileiro, (estado civil), Profissão, portador do RG n° 999999, CPF n° 999.999.999-99, nascido em xx/xx/xxxx, residente e domiciliado em (cidade), (rua/av), n°, (bairro), e FULANO, Brasileiro, (estado civil), Profissão, portador do RG n° 999999, CPF n° 999.999.999-99, nascido em xx/xx/xxxx, residente e domiciliado em (cidade), (rua/av), n°, (bairro), resolvem neste e na melhor forma de direito, constituírem uma sociedade empresária limitada, que se regerá por este instrumento, pelas cláusulas e condições seguintes e nas omissões, pela legislação específica que disciplina esta forma societária.

CLAUSULA PRIMEIRA A sociedade girará sob denominação social de XXXXXXX LTDA, e seu uso será obrigatório em todas as operações sociais da sociedade. Parágrafo único – A sociedade iniciará suas atividades após a assinatura desse contrato e sua duração será por tempo indeterminado. CLAUSULA SEGUNDA A sociedade terá sua sede em (cidade), (rua / av), n° , (bairro). CLAUSULA TERCEIRA A sociedade terá por objetivo a atividade principal (descrver a atividade da empresa detalhadamente) e atividades secundárias ( caso aja atividade secundaria). CLAUSULA QUARTA O capital social, totalmente integrado neste ato em moeda corrente do país é de R$ 99999,99 (valor por extenso), representados por 9999 (valor por extenso) Quotas no valor unitário de R$99 (valor por extenso)) cada uma, assim divididas entre os sócios: SÓCIOS R$ % Qtde./Cotas Valor
1/4

sempre no interesse da sociedade. na proporção de suas quotas de capital. sem autorização documentada dos demais sócios. o total ou parte dos lucros poderão ser destinados à formação de Reservas de Lucros. o uso da denominação social ou firma em negócios estranhos aos fins ou assumir obrigações.99 Fulano 50 9. CLAUSULA QUINTA A sociedade será administrada pelos sócios em conjunto e a eles caberão.Fulano 50 9.999 R$ 99. 2/4 . ou então. vedados também os endossos de favores. carta de fiança e outros documentos não análogos que possam acarretar responsabilidade para a sociedade. CLAUSULA OITAVA Todas as cotas da sociedade são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas.99 Parágrafo único – A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas. será procedido o balanço do exercício. judicial e extrajudicialmente. através de doação ou venda.999 R$ 99.999. sendo que os lucros ou prejuízos verificados. mas todos respondem solidariamente pela integralização do Capital Social (art. sem o expresso consentimento dos sócios que irão adquiri-las ou em conjunto cedê-las. bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade. CLAUSULA SÉTIMA Todo dia 31 de dezembro de cada ano. ficando vedado. obedecendo a legislação pertinente. conforme estabelecido pela Lei 6404/76. CLAUSULA SEXTA Fica a critério e em comum acordo dos sócios a retirada mensal. seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros. permanecer em Lucros Acumulados para futura destinação. podendo praticar todos os atos compreendidos no objeto social. a título de pró-labore. responsabilidade ou representação ativa e passiva da sociedade. não terá conselho fiscal. serão distribuídos ou suportados pelos sócios. 1052 CC/2002. Parágrafo único – Fica estabelecido que a sociedade. Parágrafo único – A critério dos sócios e no atendimento de interesses da própria sociedade.999. entretanto.

deverão obrigatoriamente. concussão. na presença de 2 (duas) testemunhas de ambas as partes conhecidas. será lavrado um novo contrato com a inclusão destes. ou por se encontrar(em) sob os efeitos dela. peculato. o acesso a cargos públicos. a sociedade não será extinta. fé pública.Parágrafo único – No caso de algum dos sócios decidir por ceder ou doar sua quotas. sob as penas da lei. assinam o presente em 3 (três) vias de igual teor. Santo André. ainda que temporariamente. que posteriormente para validade. contra as relações de consumo. dar prioridade aos sócios. CLAUSULA DÉCIMA Fica eleito o foro da Cidade de ( nome da cidade) para o exercício e o cumprimento dos direitos e obrigações resultantes deste contrato. por lei especial. CLAUSULA NONA No caso de falecimento de quaisquer dos sócios. deve ser registrado e arquivado. com os direitos legais. de que não estão impedidos de exercer a administração da sociedade. contra o sistema financeiro nacional. levantando-se um Balanço Especial nesta data e se convier aos herdeiros do pré-morto. peita ou suborno. contra normas de defesa da concorrência. a pena que vede. ou por crime falimentar. ou a propriedade. CLAUSULA DÉCIMA PRIMEIRA Os sócios declaram. ou em virtude de condenação criminal. 17 de janeiro de 2013. _______________________ Fulano TESTEMUNHAS _____________________________________________ Ticiane Bognar Campeol RG 30071746-5 SP/SSP ______________________ Fulano ____________________________________________ Alexandro Ramos RG 27126263-1 SP/SSP 3/4 . E assim por estarem justos e contratados. ou contra a economia popular. de prevaricação.

____________________________________ Advogado OAB 4/4 .