You are on page 1of 2

EC725.

QXD 06/06/10 00:13 Page 28

HEL I C ÓPT EROS

Acima Caracal francês, em voo baixo. Embora não seja fácil a visualização, a aeronave está equipada com redutores de assinatura infravermelho, aplicados sobre a descarga dos motores (Foto: Eurocopter, Frederic LERT).

EUROCOPTER EC725

Um helicóptero para as três forças
Em dezembro de 2008 o Brasil assinou com a Eurocopter um acordo para a produção local de 50 helicópteros EC725, sendo 18 para a Força Aérea Brasileira (FAB) — dois deles para transporte presidencial —, 16 para a Marinha do Brasil (MB) e 16 para o Exército Brasileiro (EB).
guns componentes fundamentais deverá ser realizado no país. Al‐ gumas dessas empresas são a Mectron (radares), Aeroeletrônica (aviônicos) e Turbomeca (motores). O governo espera que o em‐ penho brasileiro abra caminho para eventuais encomendas pro‐ venientes da América Latina, no preenchimento das quais a participação brasileira seria considerável. A família no Brasil A entrada do EC725 em serviço no Brasil representará a in‐ corporação para uso militar em nosso país da terceira geração de helicópteros da família Puma. Nada mau para uma aeronave que representa possivelmente o extremo máximo do desenvolvimento de uma célula básica cujo projeto foi iniciado em meados da dé‐ cada de 1960. Até o presente, mais de 700 exemplares civis e mili‐ tares do Puma/Super Puma/Cougar já foram produzidos, tendo‐se acumulado mais de 3.800.000 horas de vôo. Os helicópteros dessa família atualmente voam com 130 operadores, em 53 países. O Brasil inicialmente adquiriu seis helicópteros SA330L Puma para a FAB, recebidos em 1981. Foram designados CH‐33 e distri‐ buídos ao 3º/8º Grupo de Aviação, sediado na Base Aérea dos Afonsos (BAAF, no Rio de Janeiro – RJ). Esses helicópteros, porém não operaram por muito tempo, pois foram substituídos por oito AS532UL Super Puma. A Marinha, e posteriormente o Exército, também incorporaram o Super Puma ao seus respectivos inventá‐ rios. Atualmente, a FAB usa nove AS532UL (oito CH‐34 e um VH‐ 34, esse para transporte presidencial), operados pelo 3º/8º GAv, na BAAF. A MB possui hoje sete AS532F1 (designados UH‐14), que mobiliam o 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU‐ 2, sediado na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia). O EB uti‐

C

om isso, nosso país tornou‐se o primeiro cliente de exporta‐ ção dessa aeronave, conhecida genericamente como Super Cougar e oficialmente como Caracal. O custo dos 50 helicópteros será de R$5,2 bilhões, e a entregas dos três primeiros exemplares (totalmente construídos na França) deverá ocorrer ainda em 2010; os três primeiros helicópteros mon‐ tados pela Helibras serão entregues em 2013. Também fez parte do contrato o investimento, por parte da Eurocopter, de US$300‐400 milhões na Helibras, incluindo a construção, em Itajubá (MG), de um pavilhão especial para produzir a aeronave. Vale lembrar que a Eurocopter detém 70% da empresa brasileira, com os 30% res‐ tantes sendo controlados pelo governo de Minas Gerais. O acordo especifica ainda detalhes como índices de nacionali‐ zação, e estabelece a Helibras como responsável pelo treinamento de pessoal e fornecedora de ferramentas, banco de provas, e do‐ cumentação técnica. A produção será feita na França, e a monta‐ gem final das aeronaves será realizada no Brasil (à exceção das três primeiras), bem como os ensaios em vôo e no solo. Ao longo da produção, o índice de nacionalização irá subindo até atingir 50% nas últimas aeronaves, entregues em 2020. Além da Helibras, uma dúzia de outras empresas nacionais es‐ tarão envolvidas no projeto, já que a manutenção e reparo de al‐

28 SEGURANÇA & DEFESA

O EC725 pode. Acima Dois EC725 preparam-se para decolar. o alcance é o dobro. O desempenho superior do EC725 o tornou atraente também para a missão de transporte. dois atiradores laterais e dois comandos. alerta radar. com o EC725 UHS.56mm. onipresentes.000 pés) 1. Na parte posterior da Ao lado Um militar desce por corda a partir de um EC725 (Foto: SIRPA-AIR). as metralhadoras de 7. lançadores de chaff e flares. o EC725 tem um de‐ 7. podem ser instalados Comprimento do cabo 80m na cabine tanques de traslado.337kg O EC725 é a primeira variante da família Vel. Como Capacidade do guincho 272kg forma de aumentar o alcance. e aqueles ope‐ sempenho superior.339km sonda (removível) no lado direito da fuselagem. o BR2. O EC725 Resco veio eliminar essa lacuna. para o Super Puma. Frederic LERT). que equipou o seu DAOS (Détachement ALAT d'Operations Spéciales. Carga útil 5. re‐ atendentes dutores de assinatura infravermelho (instalados nas sentados descargas dos motores. Desses lace de dados nacional. alerta de Configuração de evacuação aeromédica 11 macas + 5 aproximação de mísseis. de 5. O DAOS. o Caracal já foi empregado em missões reais própria configuração.arco de tiro desse armamento é muito amplo. na decola‐ lhadoras podem ser disparadas verticalmente para baixo. SEGURANÇA & DEFESA 29 . são basicamente va‐ riantes do Super Puma/Cougar com motores mais potentes. cada um dispondo de 180 tiros. Apesar do peso máximo de decolagem ser de 11. como também pode ser apresentada aos sol‐ com uma metralhadora Minimi. Vale ressaltar que o desempenho do EC725 é muito superior — em relação ao Puma. designados HM‐3 e operados pelo 2º e pelo 4º Batalhões de Aviação do Exército. cuja imagem não só é apresentada nos displays de 15 x rísticas das ameaças potenciais. O pro‐ blema é que. de cruzeiro rápido 262km/h Puma/Super Puma/Cougar a ter possibilidade de rea‐ Autonomia máxima 6. e que desenvolvem. O elemento básico para isso é representado rando no Afeganistão dispõem de um visor de tiro holográfico. é claro. que pode ser alijado.382shp). entretanto. atirando para a frente.EC725. pode ser instalado no nariz um imageador térmico de visada ficuldades.62mm ou 5. para isso dispondo de uma Alcance máximo (a 5. rotor principal de cinco pás. a “bola” do FLIR. sendo que as metra‐ tal Engine Control) em canal duplo. no nariz e os redutores de assinatura infravermelho (Foto: Eurocopter.750kg natura infravermelho). Afeganistão e Chade. e assim a aeronave foi também adotada pela ALAT (Aviation Legère de l'Armée de Terre. a suíte de aviônicos é sulos de 19 foguetes de 70mm. o EC225. ou Destacamento de Operações Especiais da ALAT). Em destaque. inserção e exfiltração de forças espe‐ ciais. evidentemente. cabine existe lugar para um tanque com 990 litros de combustível. assentos blindados para os pi‐ Peso máximo operacional c/carga externa 11. do radar no nariz. dotados de FADEC (Full Authority Digi. O helicóptero O EC725 e seu equivalente civil. manteve em uso seus Puma e Cougar. embora provavelmente todas tenham o en‐ em três teatros de operação: Líbano. em francês — Recherche et Sauvetage de Combat).62mm nas janelas laterais. o Afeganistão é sem dúvida aquele que oferece mais di‐ plo. era impossível realizar uma mis‐ são típica de C‐SAR num raio de 200 milhas náuticas da base. tanques de combustível auto‐vedáveis. etc. mas. por exem‐ três locais. ou dois canhões de 20mm em ca‐ especificada por cada cliente. e que reduzem em 90% a assi‐ Carga máxima externa (gancho) 4. bem Normalmente o EC725 é armado com duas metralhadoras de maior portanto que o de seus antecessores. ou pelas caracte‐ frontal. n dados na cabine. é de sulos. Prova‐ gem. Cabe mencionar alguns outros equipamentos que EUROCOPTER EC725 podem ser instalados e que mostram a elevada capaci‐ Número máximo de assentos (cabine) 29 dade da aeronave: alerta laser. 2. por exemplo. voando a uma altitude de 500 pés.000kg além. cada um armado de Visão Noturna). atirando lateralmente a partir da porta (metralhadora de 12. se esperar que cada uma das Forças Armadas brasileiras tenha sua De 2006 até hoje. Podem também ser transportados dois ca‐ ções meteorológicas. Lá.000kg. seja pelo calor e areia.7mm A aeronave é projetada para voar com qualquer tipo de condi‐ ou canhão de 20mm). Para operações noturnas.QXD 06/06/10 00:13 Page 29 liza oito AS352UE.100shp cada um (potência máxima de emergência = velmente é possível a instalação de armamento mais pesado. a Aviação do Exército francês). com uma carga útil bem maior. dependendo da missão. os Caracal voam com dois 20cm do cockpit (que é do tipo full glass e compatível com Óculos pilotos.56mm atirando por janelas laterais.5 horas bastecimento em vôo. — Peso máximo de decolagem 11. 2. Assim. fuselagem alongada e aviônicos mais mo‐ dernos. infiltrar/exfiltrar um grupo de dez militares a uma distância de 200 milhas náuticas. A gênese do EC725 foi o requisito gerado pelo Armée de l'Air para a substituição dos Super Puma utilizados pelo esquadrão 1/67 “Pyrénées” na missão de Busca e Salvamento em Combate (RESCO. por exemplo. O pelos motores Makila 2A1.200kg lotos.