You are on page 1of 3

Confrotando o espírito de JEZABEL

1

JEZABEL- Dados históricos:
JEZABEL foi casada com Acabe, um dos reis de Israel. (I Reis 16:31-32) Ela era filha de Etbaal, rei da Sidônia, que era a cidade mais importante da Fenícia. Jezabel introduziu a adoração dos deuses fenícios em Israel. Recorreu ao dinheiro público para sustentar seus 450 profetas de Baal (deus da terra) mais

400 profetas de Aserá (deusa da fertilidade) I Reis 18:16-19 Ela tentou de todas as maneiras combater o culto e a adoração ao Deus Eterno. Os sacerdotes israelitas foram eliminados ou então tiveram que se exilar no deserto, devido à perseguição da rainha (I Reis 18:4)

JEZABEL
Mencionada dezenove vezes no Velho Testamento (a partir 1 Reis 16 até 2 Reis 9).  Conduzia o povo à idolatria;  Estabeleceu o culto a Baal e sustentava os falsos profetas;  Perseguiu os profetas do verdadeiro Deus;  Casada com Acabe, rei de Israel, o manipulava para o mau;
Rebelde, mas não confrontava a autoridade, porém a controlava pela feitiçaria e manipulação;  Violenta, perversa, etc. Também mencionada em Ap 2:20 como alguém infiltrada na igreja para destruir os santos. “Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se diz profetisa; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos”.

Características de Jezabel – RESUMO:
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Busca destruir os profetas do Senhor (1 Reis 18: 4,13). Sustenta os agentes de Satanás (1 Reis 18:19). Se mantém informada sobre os ministérios dos profetas de Deus (1 Reis 19:1) Ameaça os profetas do Deus vivo (1 Reis 19:2) Amedronta os profetas de Deus (1 Reis 19:3) Tenta deprimir os profetas de Deus (1 Reis 19:4,5) Gera sentimentos de solidão, exclusivismo, desconfiança e lamentação (1 Reis 19:10). 8. Produz simbiose (1 Reis 21:5-7) (Simbiose é um termo que a psicologia que define o relacionamento em grupo, onde há uma interdependência total, e os valores, interesses, e sentimentos do grupo vêm em primeiro lugar. A simbiose produz vários problemas, mas o principal deles é levar as pessoas a se relacionarem com as outras de seu grupo, antes de se relacionarem com Deus, infringindo o maior dos mandamentos – Dt 6:5-6).

1Jo 2:15-17) Seu disfarce:  Apresenta-se com aparência “espiritual” – ela se diz profetiza  Apregoou um jejum para obter (injusta e perversamente) a vinha de Nabote. quebrando assim um fluxo de autoridade e revelação espiritual que estava sobre a sua vida. mas a toleram e assim permitem a ação maligna de Jezabel Sua estratégia: De maneira disfarçada promove a rebelião. mesmo sem confrontar a autoridade ela usa de manipulação. Levanta falsos profetas (Apocalipse 2:20) 11. Quando não conseguem levar as pessoas para o mundo. como espiritualmente (através das várias formas de idolatria). Estimula a sensualidade e o mundanismo (2 Reis 9:30) 2 Sua missão destrutiva na igreja:  Arrastar os crentes de volta para o mundo. Usurpa autoridade (1 Reis 21:8) 10... Mantém as pessoas ocupadas ou entretidas. para que não tenham como obedecer a liderança. Seduz os servos de Deus para se prostituírem tanto sexualmente. 2:20) Pode ser que inicialmente os líderes não concordem plenamente com as suas injustiças e mundanismo. etc.Confrotando o espírito de JEZABEL 9. Produz insubmissão feminina (1 Reis 21:25) 13. muitas vezes tenta levá-las para outras igrejas. idéias inteligentes e aparentemente espirituais que se contrapõem à direção da liderança. trazendo o mundo para dentro dela (Tg 4:4. pressão psicológica.” (Ap. . “Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel que ensina e seduz os meus servos. (1Re 21:716) Sua “brecha” de entrada na igreja: Ela penetra na liderança com sutileza e se aproveita da TOLERÂNCIA dos líderes para se infiltrar e se estabelecer. Exalta o “livre arbítrio” das pessoas para que tenham argumento para não seguir os comandos espirituais da liderança. Produz maridos omissos (1 Reis 21:25) 14. e.11) 12. Produz Conspiração (1 Reis 21:8 . ou  Contaminar a igreja.

etc. mas resisti ao diabo. Rm 13:1) Em nível espiritual – incluindo a autoridade pastoral bem como a autoridade ministerial (Hb 13:17) É desta maneira que você se sujeita à Deus (Tg 4:7) 2 – Nível familiar Depois você precisa combater o “espírito de Jezabel” dentro da sua familia. se manifesta em nossas vidas em nível Pessoal Familiar Ministerial 1 – Nível pessoal Primeiro você precisa combater o “espírito de Jezabel” dentro de você. espirituais. Mesmo quando não há uma confrontação com a autoridade. Alírio Misael Flora Agostinho Fev/2010 . O “espírito de Lúficer” manifesta-se com os seus disfarces. mundanismo. 6:1-5. sensualidade. através de todos os seus disfarces. Fazer guerra explícita a esse espírito em nível pessoal – sujeitando-se voluntariamente às autoridades familiares Em nível social – inclui autoridades civis. (Rm 13:1) Confessar e confrontar esse “espírito de Jezabel” que. ou até mesmo explicitamente. promovendo toda sorte de desobediência no meio do povo de Deus. manifesta-se uma “rebelião passiva” e disfarçada. que tem se estabelecido através da tolerância à rebeldia. Sujeitai-vos. civis. sensualidade.Confrotando o espírito de JEZABEL 3 COMO VENCER O ESPÍRITO DE JEZABEL AUTO-CONFRONTAÇÃO – Reconhecer o espírito de rebelião que se manifesta através da desobediência às autoridades familiares. bem como às autoridades da escola. As autoridades familiares respondem diante de Deus pela integridade espiritual da família (Ef 6:4. e ele fugirá de vós. etc. cheia de desculpas e justificativas para não obedecer à autoridade. (Tg 4:7) Pr. 1Ti 5:8) 3 – Nível Ministerial Finalmente. à Deus. pois. etc. que tem se estabelecido através da tolerância dos líderes à rebeldia. mundanismo. etc. precisamos combater o “espírito de Jezabel” dentro da igreja. trabalho. Somente depois deste posicionamento ousado contra o espírito de rebeldia e desobediência é que a Igreja poderá se levantar com autoridade contra Satanás e fazê-lo fugir. Cada um faz apenas o que acha que convém fazer. (Ef 5:22.