UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMIN, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E
SECRETARIADO EXECUTIVO
DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE
DISCIPLINA: EH 0023 – Tópicos Avançados em Contabilidade
CARGA HORÁRIA: 64 horas/aula – 4 créditos PERÍODO: 1º. SEM. 2015
PROFESSORA: Marcelle Colares Oliveira
1. EMENTA: Estudo de tópicos avançados em contabilidade como Leasing, Derivativos, Avaliações
Patrimoniais, Contabilidade em Moeda Constante, Conversão de Demonstrações Contábeis em Moeda
Estrangeira e Contabilidade Social.
2. OBJETIVOS DA DISCIPLINA: Conhecer aspectos conceituais, normativos e a contabilização das
operações com leasing e derivativos; Conhecer os aspectos históricos e conceituais envolvendo a Contabilidade
Social. Conhecer os modelos de Balanço Social; Conhecer os aspectos conceituais, operacionais e normativos
concernentes ao levantamento das Demonstrações Contábeis em Moeda de Poder Aquisitivo Constante e
Conhecer os aspectos conceituais, operacionais e normativos da Conversão das Demonstrações Contábeis em
Moeda Estrangeira.
3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Unidade I – Leasing
 Leasing Operacional
 Leasing Financeiro
 Preponderância da essência sobre a forma

Contabilização das operações de aquisição dos bens, pagamento das parcelas e depreciação

Unidade II - Derivativos
 Histórico
 O que vem a ser; aspectos operacionais; agentes e mercadorias negociadas
 Contabilização
 Pontos polêmicos
 Divulgação por empresas brasileiras e estrangeiras e análise desta divulgação
Unidade III – Contabilidade Social
 Evolução histórica.
 Vertentes: Balanço Ambiental; Balanço de Recursos Humanos, DVA, Balanço Social: modelos
 Informações ambientais: características e formas de divulgação
 Normatização
 Divulgação das informações sócio­econômico­ambientais por empresas brasileiras e estrangeiras e 
análise crítica dessa divulgação
Unidade IV – Avaliações Patrimoniais
 Noção de “Fair Value” para avaliação de Títulos e Valores Mobiliários
 Teste de Recuperabilidade para Ativos Fixos
 Ajuste a Valor Presente para Contas a Receber e a Pagar
 Reconhecimento de “Stock Options”
Unidade V – Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis
 Definições
 Reconhecimento
 Contabilização
 Divulgação

Unidade VI – Demonstração do Resultado Abrangente

Estrutura
Conteúdo

emprego e risco.gov. A leitura e a entrega de resenha de textos selecionados comporão as notas parciais. BIBLIOGRAFIA: ALMEIDA. 2005. Alexsandro Broedel. 3a. alterando o Decreto n o 70. 2005. Contabilidade Internancional 1ª. Altera a legislação tributária federal relativa ao parcelamento ordinário de débitos tributários. Contabilidade e gestão ambiental. IAS . _______. São Paulo. IASB . ed. São Paulo: Atlas. será aplicada uma avaliação final. 2001.404 e da lei 6. SCHMIDT. 2004. Contabilidade e controle de operações com derivativos. 2005.gov. institui regime tributário de transição. ed. São Paulo: Atlas. concede remissão nos casos em que especifica. Jorge Katsumi. Lauro de Araújo.235. _______. 2a. Contabilidade Avançada. 5. Lei 11. LIMA. 2001. PERES Jr. São Paulo: Atlas. 1ª.FERREIRA. São Paulo: Atlas.ed. Atlas. ERNEST & YOUNG.638. Será realizada uma prova para cada unidade incluindo também o conteúdo dos seminários. coordenador técnico Eliseu Martins. de 6 de março de 1972. Derivativos: definições. São Paulo: Atlas. TINOCO. 1999.  As aulas ocorrerão de 10 horas às 11 horas e 40 minutos (podendo iniciar em até 15 minutos    mais e terminar com a mesma variação para mais em minutos que ocorreu no início da aula). São Paulo. Alexandre M. Paulo. Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica. BRASIL.cvm. Atlas. 6.. NIYAMA. De 15 de dezembro de 1976.. A frequência será controlada por meio de chamada no final da aula e os alunos que não estiverem presente no momento da chamada ficarão com falta. 2004. rev. 6ª Edição 2ª Tiragem São Paulo: Atlas. de 27 de maio de 2009. José Hernandez. ed. João Eduardo Prudêncio. Paulo Roberto de. Não será realizada prova de recuperação. Lei 11. As ATIVIDADES INDIVIDUAIS solicidadas SOMENTE SERÃO RECEBIDAS NO INÍCIO DA AULA. Takeshy.385 e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. quadro e notas de aula e apresentação de seminários por alunos sobre temas previamente selecionados. METODOLOGIA DE ENSINO:  Aulas expositivas com utilização de slides.ed. 2005. Maria Elisabeth Pereira. de.International Accounting Standards. José Luiz dos. Contabilidade ambiental: evidenciação dos gastos ambientais com transparência e focada na previsão. SILVA NETO.br. Maisa de Souza. Caso não seja atingida a média final exigida. 9. Manual de Conversão das Demonstrações Financeiras. Luciane Alves. Contabilidade internacional. OLIVEIRA. RIBEIRO. KRAEMER. São Paulo: Saraiva. Lei 6. Balanço social: teoria e prática.br. Manual de Normas Internacionais de Contabilidade: IFRS versus normas brasileiras. Disponível em http://www. METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO:  Os alunos serão avaliados por meio de avaliações parciais (provas escritas) e da apresentação de seminários em equipe com entrega prévia de roteiro de apresentação que deverá conter os tópicos a serem discutidos e bibliografia ao final. Iran Siqueira & LOPES. De 28 de dezembro de 2007.International Accounting Standards Board. Ed. . Disponível em http://www. PAIVA. 1ª. São Paulo: Atlas.. 2008. FIPECAFI. 2003. supervisor de equipe de trabalho Ernesto Rubens Gelbcke. FIPECAFI. et al.941. 2007. Gestão ambiental e responsabilidade social corporativa. CONVERSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: FASB Financial Accounting Standards Board.4.United States Generally Accepted Accounting Principles. 1997. Diretor responsável Sérgio de Iudícibus. . Marcelo Cavalcanti. SILVA e FREIRE (organizadores). USGAAP . e atual. FIPECAFI. Contabilidade Ambiental.404. Aracéli Cristina de Sousa. Dispõe sobre sociedades por ações. São Paulo: Atlas. ed. São Paulo: Atlas. 2009. SANTOS. As ATIVIDADES EM SALA solicidadas SOMENTE SERÃO RECEBIDAS AO FINAL DO HORÁRIO DA AULA NO DIA EM QUE OCORRERAM. 1999. 7ª. Contabilidade Ambiental: uma informação para o desenvolvimento sustentável.S. São Paulo: Pioneira. 2004.cvm. São Pulo: Atlas. e dá outras providências. Manual de contabilidade das sociedades por ações: aplicável às demais sociedades. São Paulo: Atlas. São Paulo: Atlas. FERNANDES. Altera e revoga dispositivos da lei 6. 2003. TACHIZAWA. São Paulo: Atlas.

chamada das AVALIAÇÕES – Unidades I. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DATA/PERÍODO PROVÁVEL 23/2/15 25/2 e 2. II. IV.Observação: Serão adotados na disciplina e veiculados entre os alunos diversos textos para complementação da bibliografia básica. 4. chamada da Prova Final – 2 h/a . III. além das regulamentações mais recentes pertinentes aos assuntos do conteúdo programático. IBRACON e RFB. chamada da Prova Final – 2 h/a 2ª. 15 e 20/4/15 ATIVIDADES/CARGA HORÁRIA Aula Inaugural: apresentação do programa.2 h/a Unidade I – Leasing e avaliação 10 h/a Unidade II – Derivativos e avaliação 10 h/a Unidade III – Contabilidade Social e avaliação 10 h/a 22. V e VI – 2 h/a 1ª. 18. CVM. 9 e 11/3/15 16. 8. 6 e Unidade IV – Avaliações Patrimoniais e avaliação 12 h/a 11/5/15 APRESENTAÇÃO DE SEMINÁRIOS 13. 20 e 25/5/15 Unidade V – Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis e avaliação 8 h/a 27/5 e 1 e 3/6/15 8/6/15 10/6/15 15/6/15 Unidade VI – Demonstração do Resultado Abrangente e avaliação 6 h/a 2a. 18. 23 e 30/3 e 1/4/15 6. 13. bibliografia. 27 e 29/4 e 4. metodologia e cronograma . emitidas pelo CFC.