Malásia: Mosquitos geneticamente modificados vão combater insectos

transmissores de dengue

2008-04-2
Kuala Lumpur, 29 Abr (Lusa) - As autoridades da Malásia tencionam utilizar milhões de mosquitos
geneticamente modificados para aniquilarem outros insectos da mesma espécie transmissores da doença
do dengue aos humanos, informa a imprensa local.
A solta dos mosquitos ocorrerá em Maio, a título experimental, em Ketam, uma ilha de pescadores a sul
da capital, Kuala Lumpur.
Segundo dados do Ministério malaio da Saúde, cerca de 9.800 pessoas contraíram o dengue no primeiro
trimestre de 2008, 25 das quais morreram.
O teste dos mosquitos "Aedes" geneticamente modificados para que provoquem a morte das larvas das
fêmeas com que se cruzam, será supervisionado pela empresa britânica Oxiter, especializada na
biotecnologia dos insectos.
No entanto, grupos ecologistas malaios criticaram estas medidas, considerando que a mutação genética
dos insectos pode piorar a situação.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=936729

GATTACA
RESUMO DA HISTÓRIA
Gattaca é o filme de estreia do neozelandês Andrew Niccol que, através do personagem Vincent,
faz uma narrativa sobre um futuro possível onde o destino de todo o ser humano depende de seu
código genético.
A narrativa tem como centro da análise a vitória de Vincent - personagem desempenhada por
Ethan Hawke - sobre a estrutura social dominante e a forma como este personagem consegue
ludibriar todo um sistema baseado na estrutura de estratificação social-biológica.
Vincent Freeman é concebido de forma natural, "fruto do amor" (God’s child) embora a forma
habitual na época fosse a concepção artificial onde a melhor combinação de genes possível era
seleccionada a partir dos patrimónios genéticos dos pais. Desta forma, procura-se um
aperfeiçoamento da espécie, erradicando o máximo de doenças e imperfeições possíveis e
aumentando a esperança média de vida. A programação genética do ser humano, reflecte-se na
estrutura social. As discriminações já não se devem ao estatuto social, poder económico, cor da
pele,
género ou opção social. A discriminação provém da ciência. Uma nova sociedade, com novos
valores, novos preconceitos – a Eugenia.
Vincent nasce na condição de "inválido", considerado pela sociedade como um portador crónico
de doenças. Um fraco destinado à derrota. Com o tempo, os pais de Vincent começam a
aperceberse
das dificuldades em criar um “inválido” naquele contexto social e também eles acabam por ter
poucas esperanças naquele filho. Resolvem então ter o segundo filho pela forma tradicional da
época. Nasce Anton que, desde a infância, apresentava uma vitalidade e aceitação social favorável,
diferente do irmão.
Durante a infância, Vicent descobre a paixão pela Astronomia e deseja vir a ser astronauta.
Contudo, tal era completamente impossível na estrutura social vigente, facto que os seus pais lhe
lembram para que não alimente esperanças. No entanto, ao vencer o irmão geneticamente superior
numa corrida de natação, Vicent decide perseguir o seu sonho de ser piloto na empresa espacial
Gattaca e um dia viajar para o espaço e deixa a casa dos pais, passando a sobreviver de empregos
"marginais". O nome Gattaca, foi criado a partir das iniciais das quatro substâncias que compõem o
DNA; as cadeias nitrogenadas Timina, Citosina, Guanina e Adenina.
Através de um agente clandestino, que contrabandeia identidades genéticas, Vincent conhece

onde gado. No entanto. a 14ª lua de Saturno. já que mesmo os relacionamentos são sustentados pelo contexto social-biológico. mas. Encerra com a vitória concretizada de Vincent sobre o sistema de biocontrole e a sua partida para Titã. Paralelo ao contexto central há a figura de Irene . peixes.. no escrutínio feito pela polícia ao edifício.unicamp. Numa altura em que a genética está na ordem do dia. ao ser assassinado um dos directores gerais da empresa.descrita como o último lugar puro do planeta. O 6º Dia é a história da luta de Gibson para resgatar sua vida e sua família. Como todos os habitantes deste ambiente cuidadosamente controlado. e até o animal de estimação da família podem ser clonados. Vincent consegue tornar-se um dos melhores pilotos da Gattaca e um dos responsáveis pela missão de um ano a Titã. uma vez que. devido à importância do meio. pode ser uma análise falaciosa e perigosa. segundo o seu perfil genético. nadador premiado que fica paraplégico. matou o director à pancada. chega a casa depois de quase morrer num acidente e descobre que seu clone está lá substituindo-o. não tinha qualquer instinto violento e que. como atesta o filme. O assassino tinha sido o seu chefe que. a única coisa que se pode determinar pela análise do genoma é o potencial do indivíduo. limpeza dos objectos onde toca para eliminar ao máximo os resquícios do corpo "inválido" como fios soltos. Adam agora tem que se proteger dos perseguidores e tentar descobrir quem está por trás desta terrível conspiração. é encontrada uma pista que coloca Vincent. de um futuro não muito distante. Desta forma. Este filme chama a atenção para a racionalização da importância da genética na construção do ser humano. até o dia em que Adam Gibson (Schwarzenegger). é importante ter sempre presente esta noção para que não nos deixemos deslumbrar ao ponto de construirmos uma sociedade discriminatória e injusta para a qual o filme nos tenta alertar. É também explorado o caso de Eugene. Lincoln espera ser escolhido para ir para "A Ilha" . mostrando a força da vontade. contudo.htm) O 6º dia O realizador Roger Spottiswoode cria um mundo. (baseado em http://www.Uma Thurman . O final da história consiste na resolução do crime. sendo este determinante no desenvolvimento da personalidade e competências do indivíduo. tais como esfoliação constante. submetendo-se a diversos tratamentos para se tornar mais parecido com ele e adquirindo hábitos necessários para sustentar esta identidade. em nada implicando Vincent. Mas Lincoln depressa descobre que toda a sua existência é uma mentira. Vicent vê toda sua vitória sobre o sistema ameaçada.. Lincoln Six-Echo (McGregor) é residente num instituto aparentemente utópico. um inválido. A passar-se por um válido. unhas e pele.que vive um romance com o protagonista e através do qual se questionam as bases do sistema. Vincent assume a identidade de Eugene. . Tem ainda de transportar consigo amostras de sangue e urina de Eugene para os constantes testes médicos a que está sujeito e para ludibriar os sistemas de identificação. um pai de família. o ser perfeito agora paraplégico que não aguentou a pressão da perfeição e se tentou suicidar. A Ilha Em meados do século XXI. Vincent volta a reencontrar o seu irmão e volta a vencê-lo. na empresa onde só deveriam existir válidos.Eugene.br/ifch/hz144/1S2000/Informacao_meio_controle/FilmeDanilo1. tornando-se imediatamente o principal suspeito. Mas clonar humanos é ilegal. Realça que cada pessoa é o resultado das interacções complexas entre o seu património genético e o meio.

1 milhões de euros. Vão partilhar um prémio de cerca de 1. "É agora possível produzir quase todos os tipos de modificações do ADN no genoma do rato. diabetes e cancro”. afirma o Comité Nobel.10. Os cientistas. anunciou hoje.Descoberta na área da genética vence o Nobel da Medicina Por Pedro Rios Publicado: 08. segunda-feira. Juntos desenvolveram uma técnica que permite recriar doenças humanas em ratos através da introdução de mudanças genéticas nas células estaminais do animal. e Oliver Smithies. A técnica "já produziu mais de 500 modelos em ratos de doenças humanas. Os cientistas norte-americanos Mario Capecchi e Oliver Smithies e o inglês Martin Evans venceram o prémio Nobel da Medicina 2007 pelo seu trabalho na área da genética. permitindo aos cientistas estabelecer os papéis dos genes individuais na saúde e na doença". incluindo doenças cardiovasculares e neurodegenerativas. Os três investigadores são professores universitários: Mário Capecchi. desenvolveram uma técnica que permite desactivar determinados genes. os cientistas fizeram descobertas "inovadoras" "que levaram à criação de uma tecnologia imensamente poderosa" "aplicada virtualmente em todas as áreas da biomedicina – da investigação básica ao desenvolvimento de novas terapias". que trabalham em laboratórios dos Estados Unidos e Grã-Bretanha. em Cardiff. na Carolina do Norte. Martin Evans. Segundo o Comité Nobel. na Universidade de Utah. Com este processo. no envelhecimento e nas doenças". Oliver Smithies e Martin Evans distinguidos pela criação de uma "tecnologia imensamente poderosa" usada em quase todas as áreas da biomedicina. . na fisiologia dos adultos.2007 | 13:06 (GMT) Mario Capecchi. "é possível perceber o papel de vários genes no desenvolvimento embriónico. A técnica permitiu uma maior compreensão de doenças cardiovasculares e cancros.