You are on page 1of 1

EDIÇÃO IMPRESSA 1 of 2

Serviços para Assinantes Loja Login ******** OK Esqueceu-se da password? Registe-se

Caderno Principal Pesquisa nos últimos 7 dias 31 Mai 2008


Caderno P2

11

Cursos de ensino profissional


com vagas para metade dos
alunos que chegam ao
Caderno Principal
secundário
PRIMEIRA PÁGINA
31.05.2008, Isabel Leiria
DESTAQUE

PORTUGAL
Número de inscritos quase duplica em dois
anos. Governo vai dar subsídio aos jovens que
estão a fazer o estágio curricular

As escolas públicas e privadas vão abrir mais 18 mil


vagas para cursos profissionais no próximo ano lectivo,
elevando para quase 50 mil o número total de lugares
disponíveis. Ou seja, o ensino profissional, que dá
direito a uma certificação de estudos equivalente ao 12.º
e a uma certificação profissional, passa a ter capacidade
para metade dos jovens que entram no secundário.
Os números foram anunciados ontem pela ministra da
Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, e abrem
caminho a uma das metas do Governo: passar a ter 50
por cento dos jovens a frequentar uma via profissional,
em vez da situação até aqui vivida, em que a grande
maioria optava pelos cursos gerais, mais orientados
para o prosseguimento de estudos. Parte deles
acabavam por chumbar ou abandonar a escola, por
sentir que essas formações não serviam os seus
interesses, justificou Maria de Lurdes Rodrigues.
Além disso, lembrou a ministra num encontro com
jornalistas destinado a apresentar uma feira dedicada ao
ensino profissional, que se inicia na próxima semana
em Lisboa, grande parte dos países europeus já têm
metade ou mais de alunos a frequentar cursos
profissionalizantes.
A verdade é que, em Portugal, o número de alunos em
cursos profissionais pouco cresceu durante quase uma
década, mantendo-se na ordem dos 30 mil. Foi em
2006/2007 que se deu o salto, com as escolas
secundárias públicas a abrirem as portas às vias
profissionais, até então quase exclusivas dos
estabelecimentos de ensino privados.
Nesse ano, os cursos profissionais foram alargados a
centenas de escolas públicas e o número de alunos
ultrapassou a fasquia dos 40 mil. Para 2008/2009, e
com um aumento das vagas no primeiro ano a rondar os
60 por cento, o Ministério da Educação espera ter 80
mil jovens a frequentar esta via.
O ministério apelou às escolas profissionais para que
atingissem o máximo da sua capacidade e alargou o
financiamento de cursos profissionais aos
estabelecimentos de ensino secundário privados que
têm contratos de associação com o Estado (por não
haver oferta pública). Mas é nas públicas que está agora
o maior número de vagas. Seja onde for, o Governo
assegura o financiamento de frequência dos alunos.
"É necessário criar nos jovens a ideia de que há
oportunidades de formação, muito além do
prosseguimento de estudos, que os qualificam para o
mercado de trabalho. São escolhas de futuro cada vez
mais valorizadas no mercado", disse Maria de Lurdes
Rodrigues.
Para além da já anunciada atribuição de subsídios de
alimentação e transporte para os alunos do ensino
profissional, a ministra da Educação garantiu que os
que realizem este ano os respectivos estágios
curriculares (realizados no final dos três anos de
formação) vão receber um subsídio do Estado. Mas
Maria de Lurdes Rodrigues não chegou a revelar com
exactidão o valor desses apoios.
A mostra de cursos de dupla certificação (escolar e
profissional) disponíveis no país e respectivas saídas
profissionais vai realizar-se no Centro de Congressos de
Lisboa, nos dias 4 a 6 de Junho. No primeiro dia haverá
um seminário dedicado aos 20 anos de ensino
profissional.
48 mil
MUNDO
No próximo ano lectivo vão abrir um total de 48.672
LOCAL
vagas nos cursos de ensino profissional, em escolas
CLASSIFICADOS
públicas e privadas
DESPORTO
48
ECONOMIA
No próximo ano lectivo vai abrir um total de 48.672
OPINIÃO
vagas nos cursos de ensino profissional, em escolas
ULTIMA PÁGINA
públicas e privadas
CAD. ED. PORTO

Achou este artigo interessante? Sim


Caderno P2

PRIMEIRA PÁGINA

CRÓNICAS

TEMAS

CULTURA

PESSOAS

FICAR

ROTEIROS TV

FICAR TV

OUTROS ROTEIROS

JOGOS

http://jornal.publico.clix.pt/default.asp?url=%2Fmain%2Easp%3Fdt%3D20080531%26page%3D11%26c%3DA