o

r
i
e
c
n
a
n
i
F
o
n
a
l
P
e
o
t
n
e
m
a
i
c
n
a
n
i
F
e
d
Órgãos
re

est
m
e
s
o
4
|
o
lh
e
o
C
nando
r
e
F
io
n
o
t
n
A
:
ia
r
o
Aut

Tema 06
Gestão de Risco

em forma idêntica. 16 © 2014 Anhanguera Educacional. 14 Pág. resumida ou modificada em língua portuguesa ou qualquer outro idioma. 4 Pág. 15 Pág. 14 Pág. 8 Pág. . 3 ACOMPANHENAWEB PORDENTRODOTEMA Pág. Caderno de Atividades. Índice CONVITEÀLEITURA Pág. Antonio Fernando. 7 Pág. 2014.Tema 06 Gestão de Risco Autoria: Antonio Fernando Coelho Como citar esse documento: COELHO. Anhanguera Publicações: Valinhos. Proibida a reprodução final ou parcial por qualquer meio de impressão. Órgãos de Financiamento e Plano Financeiro: Gestão de Risco.

você deverá ser capaz de responder as seguintes questões: • Como funciona o mercado de derivativos? • Qual a finalidade da empresa contratar apostas de rendimento de ativos . • Derivativos: modalidades e risco envolvido. Myers.CONVITEÀLEITURA Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Finanças Corporativas: Financiamento e Gestão de Risco. Editora Bookman. • O mercado de moeda estrangeira: risco do câmbio. dos autores Richard A. Conteúdo Nesta aula você estudará: • A importância do seguro nas operações financeiras. Brealey e Stewart C. Habilidades Ao final. 2005.swaps? • De que forma o mercado de moeda estrangeira se comporta perante as cotações? • As variações da moeda estrangeira influenciam na decisão de investimentos? 3 .

no câmbio ou nas políticas econômicas e tributárias do Governo interferir no sucesso de um projeto ou no valor de uma dívida. Uma empresa desenvolve um novo produto e corre o risco desse produto não vender a quantidade esperada. por exemplo. o risco existe em qualquer situação do cotidiano das empresas e das pessoas. em castelhano (riesgo). ou quando se faz alguma coisa com um fim esperado sabendo que há a possibilidade de aquele fim não ser atingido. Como não existe seguro para todas as transações ou para todas as situações de risco em que uma empresa está exposta. 4 . Em finanças. corremos o risco de enfrentarmos um engarrafamento no trânsito e chegarmos duas horas atrasado. uma das opções mais comuns. Os estudos etimológicos da palavra sugerem que ela tenha origem do latim resecum. mas ainda não possuía a conotação de perigo potencial. vimos que risco está associado à terminologia perigo. são os seguros.PORDENTRODOTEMA Gestão de Risco O primeiro registro da palavra risco remonta do século XIV. De qualquer forma. pelo dicionário. Como bem sabemos. Ao sairmos de casa para o trabalho. porque o concorrente lançou um produto similar. utilizada para descrever situações relacionadas às viagens marinhas. Um exemplo disso são os seguros patrimoniais empresariais. muito menos a seguradora. as seguradoras oferecem uma indenização por danos causados ao patrimônio segurado. mas com funcionalidades mais atraentes. Caso o dono do patrimônio opte pelo seguro do prédio e não queira (para diminuir o custo do seguro) segurar os móveis e utensílios que estão no interior do estabelecimento. E então pergunto: como minimizar esse risco? Como se proteger desses acontecimentos imprevisíveis? E será que esses acontecimentos são mesmo impossíveis de prever? Pois bem. Até certo ponto. o risco está envolvido na possibilidade de alguma oscilação nas taxas de juros. vejamos o que temos quando o assunto é risco financeiro. uma reunião importante. “o que corta”. tudo explicado. de acordo com valores pré-definidos e somente nos casos onde ocorrer a catástrofe a qual a indenização estiver relacionada. risco significa algo em que o resultado é incerto. mas nem sempre disponível ou mais viável. não é a natureza que vai preservá-los num incêndio ou numa inundação. perdendo. Tudo isso é possível e provavelmente vai acontecer. como “perigo oculto no mar”. Pronto.

ou seja. Com certa preocupação de que o preço da soja. seja inferior ao preço atual. a empresa desembolsará mais Reais para pagamento da dívida. contratar uma operação que proteja a outra contra riscos de oscilação desfavoráveis de preço. Os hedges são muito usados nas operações com commodities. guarnecer). Para se proteger. e assim possuir ativos e passivos na mesma cotação e neutralizar a oscilação que antes era arriscada. 257) definem swaps de moeda: duas partes. Estabelecer um hedge. uma empresa assume um empréstimo de um milhão de dólares com uma instituição financeira. p. Perceba. Mas antes disso. Hedgear significa proteger uma dívida com um ativo. Por exemplo. Uma objetiva evitar o risco da taxa de câmbio. 5 . numa certa data futura.PORDENTRODOTEMA Uma operação muito comum no meio financeiro é fazer um hedge (na língua portuguesa significa cercar. compensar. Ao invés de garantir que tenha o ativo necessário para equilibrar o passivo. Os contratos com futuros podem ser feitos com ativos financeiros também. é semelhante a fazer um seguro. no momento da colheita e da comercialização. ele se protegeu da queda futura do preço da soja vendendo-a antecipadamente pelo preço que atualmente ele entende ser adequado. 250). o swap também é um acordo onde cada parte quer garantir que o passivo de sua propriedade seja balanceado por um ativo lastreado na mesma taxa ou câmbio. Diferente da operação onde uma companhia possui um passivo e um ativo cotados pela mesma taxa de juros ou moeda. Caso a moeda norte americana aumente de valor. celebram um contrato e concordam em trocar um determinado montante de uma moeda por outro determinado montante de outra moeda. Outra modalidade de hedge que anda ganhando mercado. beneficiando-se portanto do ganho financeiro que o ativo recebido pode gerar. na opinião de Gropelli e Nikbakht (2009. ele pode vender agora toda a quantidade de soja que vai colher no futuro. principalmente instituições financeiras ou corporações. cada um apostando que seu ativo renderá menos que o da outra parte. Essa operação de hedge chama-se contrato de futuro. Caso a empresa não tenha condições de vender seus produtos cotados pela variação da moeda americana. isso pode acarretar sérios prejuízos à companhia. é o acordo de swap. ou seja. Por exemplo. pode contratar com um banco uma aplicação financeira onde a remuneração seja a variação da respectiva moeda estrangeira. p. outra a vantagem das baixas taxas de juros. Na dúvida. o prêmio pago é o custo da proteção contra eventuais perdas pesadas e outras demandas. aposta-se na troca futura recebendo o ativo que iguale o risco já assumido no passivo. pode vender seus produtos (caso o negócio da empresa assim o permita) também lastreados pela cotação do dólar. o swap aposta que diferentes partes possam trocar seus ativos no futuro. veja só como Gropelli e Nikbakht (2009. um produtor de soja vai colher neste ano cinco milhões de sacas em sua propriedade e isso ocorrerá em seis meses. principalmente em grandes empresas. onde as mudanças nos preços – futuros inclusive – são praticamente certas: só não se sabe para quanto e se para cima ou para baixo.

através de suas políticas monetárias. definem o valor de sua moeda em relação a moeda de outros países. os riscos internacionais. ou seja. A mudança na taxa do câmbio. Assim. a procura do dinheiro pelos demais países (oferta e procura). a taxa de juros em alguns países do primeiro mundo. está relacionada a taxa de juros cobrada naquela nação. A essência é a mesma do hedge que já comentamos. Caminhando para o final do tema. Essa definição tem relação direta com a quantidade da moeda disponível. a empresa que possui o passivo pode neutralizar a despesa cambial com a receita cambial. fica evidente que as decisões de investimento no estrangeiro não estão atreladas exclusivamente a variação da moeda daquele país. quando nos referimos a passivos ou dívidas de empresas. Estados Unidos. mas sim na taxa de juros cobrada nos financiamentos e na perspicácia do gestor financeiro em proteger os passivos em moeda internacional. a credibilidade no Fundo Monetário Internacional – FMI. Além disso. mas aqui a preocupação é registrar ativos e passivos na mesma moeda para compensar futuras oscilações no câmbio.PORDENTRODOTEMA O segundo assunto deste tema refere-se aos riscos que extravasam as fronteiras do país. que pode aumentar de sobremaneira um passivo em moeda estrangeira. 6 . e cada país. Cada país possui sua moeda. nesses países o fantasma da inflação praticamente inexiste. a taxa de juros básica que o país cobra dos consumidores. entre outras questões. Inglaterra e Alemanha. Fato é que quando uma empresa possui dívidas em moeda estrangeira. hedges de câmbio. é bastante pequena comparada a taxa que os bancos “tupiniquins” cobram. como Suécia. ou seja. E ai nada mais adequado do que mergulhar no mercado das moedas. A busca por moeda em outros países. O sucesso de um investimento está na capacidade de geração de fluxo de caixa na moeda do país de destino. é muito comum essas possuírem operações de proteção cambial. e não na cotação desta moeda em relação ao mercado mundial do câmbio. Nos casos de empresas que possuem passivos em moeda estrangeira. fazendo com que o temor pelo aumento da taxa de juros que combate o consumo não atrapalhe as decisões sobre investimentos ou financiamentos. a abordagem sobre o risco deve ser analisada.

o Carry Trade e as Taxas de Câmbio. Link para acesso: <http://blog. Acesso em: 2 Jun 2014.pdf>. parte da tese de doutorado do Prof.tudosobreseguros. Acesso em: 2 Jun 2014.infomoney.ACOMPANHENAWEB Tudo sobre Seguros • Aprecie o site Tudo sobre Seguros. Pedro Rossi. Link para acesso: <http://www. Acesso em: 2 Jun 2014.br/o-que-e-swap/>. Mercado de Derivativos: entenda melhor seu funcionamento • Estude o material Mercado de Derivativos: entenda melhor seu funcionamento. Acesso em: 2 jun 2014. O Mercado Internacional de Moedas.br/ultimas-noticias/noticia/231004/mercado-derivativos-entendamelhor-seu-funcionamento>.br/cecon/images/arquivos/observatorio/O_mercado_internacional_de_moedas.org.com. Explica algumas modalidades de derivativos e esclarece os principais pontos tornando o assunto mais simples e de fácil entendimento. Link para acesso: <http://www.unicamp. O trabalho traz informações importantes sobre a trajetória das taxas de câmbio ao redor do mundo entre os anos 2006-2010.br/sws/portal/pagina. O que é Swap e como funciona? • Leia o artigo O que é Swap e como funciona? Esclarece as possíveis dúvidas do investidor sobre essa modalidade de contrato de aposta entre taxas de ativos.com.eco. Link para acesso: <http://www3.bussoladoinvestidor. 7 . o Carry Trade e as Taxas de Câmbio • Leia o trabalho O Mercado Internacional de Moedas.php?l=379>. Um site completo que oferece todas as informações necessárias para conhecer o universo dos seguros no Brasil.

Acesso em: 2 Jun 2014. Link: <https://www.youtube. Tempo: 2:27 / 8:54 / 7:03 Project Finance • BC e Universidade: Mercado de Câmbio 1.ACOMPANHENAWEB Mercados derivativos • Mercados derivativos. Uma sequência de três vídeos que explicam como funciona o mercado de Derivativos. Acesso em: 2 Jun 2014. Dica: no mesmo site assista a sequência completa dos 5 vídeos sobre00 o tema.com/watch?v=M_XBBwUwqaA&list=PL8np81-wlGq99rIMebq3cbgP7T4H45sdi>. 8 . Link: <http://www. Um vídeo bastante ilustrativo que mostra a evolução dos capitais internacionais em relação a política cambial brasileira. Tempo: 1:44 AGORAÉASUAVEZ Instruções: Agora. Leia cuidadosamente os enunciados e atente-se para o que está sendo pedido.com/watch?v=A824sVSeXcM>. A seguir. apresentados pelo mesmo professor. chegou a sua vez de exercitar seu aprendizado.youtube. você encontrará algumas questões de múltipla escolha e dissertativas.

euros 3. domiciliados ou com sede no País e residentes. as operações em moeda nacional entre residentes.000. informe abaixo qual a quantidade de moeda internacional você conseguiria comprar se trocasse R$ 100. realizadas por intermédio das instituições autorizadas a operar no mercado de câmbio pelo Banco Central. ienes 4. Sabendo disso. domiciliados ou com sede no exterior e as operações com ouroinstrumento cambial. Operações de cartões de uso internacional e transferências financeiras postais internacionais também são reguladas e fiscalizadas pelo Banco Central.francos suiços 9 . libras esterlinas 5. O mercado de câmbio é regulamentado e fiscalizado pelo Banco Central e compreende as operações de compra e de venda de moeda estrangeira.AGORAÉASUAVEZ Questão 1 Câmbio é a operação de troca de moeda de um país pela moeda de outro país. diretamente ou por meio de seus correspondentes. dólares 2.00 por: 1.

10 . títulos de crédito. c) I e II são falsas e somente III é verdadeira. a) I e III são verdadeiras e II é falsa. no caso) e lhe traga prejuízo. mas com preço acertado agora (no presente). Ex: Letras do Tesouro. é uma espécie de seguro.AGORAÉASUAVEZ Questão 2 Analisem as três sentenças abaixo e respondam qual a alternativa correta: I. III. mas a troca se dá por ativos financeiros ao invés de mercadorias. Contratos de futuros de commodities entregam produtos ou mercadorias no futuro. 319) uma operação de swap é uma permuta entre ativos: financeiros ou commodities. e) Todas as sentenças são verdadeiras. uma empresa adquire uma dívida numa moeda porque está instalada num país qualquer. ouro. A entrega no futuro desses instrumentos financeiros objetivam proteger a empresa com oscilações futuras de preços. Questão 3 Segundo o Livro-Texto (p. d) Todas as sentenças são faltas. que considera menos arriscada. câmbio. com uma parte interessada e que entenda que seu risco não será afetado pela troca. mas se preocupa que essa moeda oscile (para cima. b) I e II são verdadeiras e III é falsa. II. Os contratos de futuro financeiros funcionam da mesma forma. Explique em no máximo 10 linhas como os Créditos de Carbono podem ser negociados como derivativos. Por exemplo. Daí contrata a troca desta moeda por outra. entre outros.

a) Swap. a empresa se protege (faz um hedge) comprando um ativo e vendendo uma quantia igual de um outro ativo. ela vende um produto lastreado em dólar. c) Hedge. b) Derivativos. 11 . d) Contrato a termo. Questão 5 As sentenças abaixo referem-se a qual das alternativas: I. e) Futuros financeiros. evitando perdas na valorização excessiva do passivo (Livro-Texto. p. Suponha que você possua uma fábrica de pães e que o preço da farinha de trigo. digamos que uma empresa contratou empréstimo em moeda estrangeira (dólar).AGORAÉASUAVEZ Questão 4 Para controlar o risco de oscilação abrupta de um passivo. Por exemplo. no mesmo montante. qualquer 1% para mais ou para menos pode ser fatal. A alta administração da empresa precisa monitorar as posições para saber quais apostas não oferecem risco de perda significativa. para que tenha ativos e passivos equivalentes e corrigidos pelo mesmo indicador. II. principal matéria-prima utilizada. 323). As apostas são feitas somente quando a empresa tem vantagens comparativas que garantam o êxito na operação. saiba que do outro lado sempre tem profissionais especializados em apostas. vá aumentar 12% nos próximos doze meses. Qual operação de hedge você faria para se proteger de aumentos além desse patamar? Justifique sua resposta.

678.030. Suponha que você esteja de partida para os Estados Unidos com R$ 20.076. mas também reduz o valor do financiamento a ser pago (Livro-Texto.076.740. e deverá trocar seus Reais por Ienes para pagar a aquisição. mas deveria trocá-los por Reais para depositar na conta corrente. explique sua decisão se você fosse gestor financeiro de uma empresa multinacional que tivesse dívidas de US$ 50. Essas transações dependem da intermediação de bancos (Livro-Texto.000. Por exemplo: determinada empresa comprou uma máquina fabricada no Japão. receberia Ienes.00 no bolso.00 e R$ 1.648. d) R$ 1.817. que remunera seu capital em 1. p.000.37 e R$ 1.045.045. e precise comprar dólares americanos: qual cotação você usaria para trocar as moedas: dólar comercial ou dólar turismo? Valor de compra ou valor de venda? Questão 7 Considere a possibilidade de investir R$ 1.00 em dois tipos de aplicação: um CDB – Certificado de Depósito Bancário. Qual o valor final de cada aplicação? a) R$ 1. 331).000.750 no início da aplicação e de R$ 1.000.000. Ambas aplicações serão contratadas por 3 meses e a cotação do dólar será de R$ 1. Questão 8 No que tange ao risco da moeda.5% ao mês.5% ao mês de juros.803 (previsão) ao final dos três meses.045. a maioria das empresas preocupa-se em fazer hedge para proteger essa exposição.678. e que preocupado com a oscilação do dólar tivesse que escolher um hedge para proteger essa exposição.000. Pensando assim. e) R$ 1. Quando essas empresas investem pesado em negócios no exterior. 12 . 345). p.000.076.57. ou seja.AGORAÉASUAVEZ Questão 6 As empresas que compram e/ou vendem produtos e/ou serviços entre países estrangeiros precisam adquirir e/ou vender moedas para pagar e/ou receber por suas transações. captam recursos em moeda estrangeira. seria o contrário se estivesse vendendo produtos para um cliente sediado naquele país.37 e R$ 1. b) R$ 1.045.678.00.37 e R$ 1. c) R$ 1.57.000.035. aqui no Brasil.40. Uma queda substancial no valor da moeda reduz o retorno desse investimento.00.045. ou como alternativa depositar o montante num banco americano que pagará 0.648.00 e R$ 1.

segundo os analistas. independentes. acionista. um retorno a valor presente de R$ 150. financiamentos. Considerando a questão da necessidade de hedge (porque o investimento é realizado em outro país onde a moeda local é o Guarani – Livro-Texto. políticas. 13 . investimentos. mas em qualquer situação que envolva Governo e empresas de fora. investimentos.AGORAÉASUAVEZ Questão 9 Determinada empresa decide investir R$ 500. e) financeiro.000 no Paraguai. cambiais. nascentes. não está ligada somente aos __________. financiamentos. governo. fornecedor. p.000. pequenas. Essa preocupação. Esse investimento acumula. produtos. tributárias. grandes. 346). c) cambial. b) participativo. políticas. por parte do Governo. governo. controladora. em três anos. onde a moeda vigente é o Guarani. porque não estão amparadas pelo know-how do(a) __________. cambiais. nascentes. Questão 10 Escolha a alternativa que represente o correto preenchimento das lacunas: “O risco __________ está relacionado a mudança repentina das regras __________. d) político. você se preocuparia com a queda ou crescimento brusco da cotação dessa outra moeda? Justifique sua resposta nas linhas abaixo. depois que uma organização resolveu investir no país.” a) cambial. Empresas __________ sofrem mais com esse risco.

br>. Acesso em: 02 junho 2014.. REFERÊNCIAS Banco Central do Brasil. São Paulo: Saraiva. NIKBAKHT. A. 2005. os contratos de proteção e os riscos envolvidos na valorização e desvalorização das moedas. Ehsan.bcb. GROPELLI. Stewart C. E posteriormente você estudou o mercado de moeda estrangeira. câmbio ou commodities venham causar prejuízos financeiros. Finanças Corporativas: Financiamento e Gestão de Risco. Disponível em: <www. Administração Financeira. Neste segmento você conheceu melhor os contratos de swaps (apostas na troca de ativos) e os derivativos em geral.FINALIZANDO Neste tema você melhorou seus conhecimentos sobre hedge . 2009. Esses contratos são fechados pelas empresas para evitar que oscilações bruscas de taxas de juros. mais precisamente as cotações e troca de moedas. 14 . BREALEY.. A.operações de proteção. Porto Alegre: Bookman.gov. MYERS. Richard A.

o FMI e o Banco Mundial. Corporação: do latim corporis e actio. Movimento de vaivém. Proteção: Ato ou efeito de proteger. 15 . Estas ações são executadas pelos agentes de política econômica. valor. auxílio. por exemplo. Cada vez mais há uma interação com entidades multinacionais. amparo. buscando a consecução de objetivos em comum. dedicação pessoal àquilo ou àquele que dele precisa. quando uma moeda tem lastro os investidores não questionam sua aceitabilidade. o Governo e o Banco Central. Nas operações do nosso mercado financeiro. Desta forma. corpo e ação. uma região ou um conjunto de países. lastro são os títulos dados em garantia de uma operação de open market. concedido ao exercício de certas indústrias. Num sentido mais estrito é uma pessoa jurídica (diferente de pessoa física) que possui direitos similares a uma pessoa física. pelo fato de a economia da maioria dos países encontrar-se globalizada. é um grupo de pessoas que agem como se fossem um só corpo. Garantia de que as cédulas e moedas que circulam na praça têm. e internacionalmente por órgãos como. a saber: nacionalmente. Num sentido amplo é um grupo de pessoas submetidas às mesmas regras ou estatutos. Favor ou privilégio. Oscilação: movimento de um corpo que passa e torna a passar alternativamente pelas mesmas posições. mas sem se confundir com a natureza desta última. Lastro: Termo que é usado para determinar a garantia implícita de um ativo.GLOSSÁRIO Política Econômica: consiste no conjunto de ações governamentais que são planejadas para atingir determinadas finalidades relacionadas com a situação econômica de um país. e neste sentido é sinônimo de agremiação. associação ou ainda empresa. uma só pessoa. Estado de incerteza. pois sabem que seu valor é garantido. de fato. Outra definição: depósito em ouro que serve de garantia ao papel-moeda.

euros 37.00 seria. por emitir GEE.272. 16 .37 4.47 3. Este crédito pode ser negociado no mercado internacional. uma tonelada de dióxido de carbono (CO2) corresponde a um crédito de carbono. negociado no mercado. assegurando que esse ativo sofreria a mesma valorização que o passivo que viesse a ser formado pela compra de farinha de trigo.806. dólares 48. ienes 4. francos suíços 46. O preço dessa permissão. Por convenção. também pode ser convertida em créditos de carbono. Comprar créditos de carbono no mercado corresponde aproximadamente a comprar uma permissão para emitir GEE. deve ser necessariamente inferior ao da multa que o emissor deveria pagar ao poder público.781. utilizando-se o conceito de Carbono Equivalente. de: 1. igualmente geradores do efeito estufa.68 2.64 5. na data de 24 de maio de 2013. neste caso na variação do preço do trigo na Bolsa de Mercadorias e Futuros.108. Questão 3 Resposta: Créditos de carbono ou Redução Certificada de Emissões (RCE) são certificados emitidos para uma pessoa ou empresa que reduziu a sua emissão de gases do efeito estufa (GEE).926.99 Questão 2 Resposta: Alternativa E.000. libras esterlinas 32.965.GABARITO Questão 1 Resposta: A quantidade de moeda estrangeira trocada por R$ 100. Questão 4 Resposta: Deve ser feita uma aplicação financeira lastreada em commodities. A redução da emissão de outros gases.

000 já existente.Questão 5 Resposta: Alternativa B. e a valorização ou desvalorização da moeda se equivalem entre os ativos e passivos da companhia. ou então trocaria um ativo de minha propriedade lastreado em taxas de juros por outro ativo de outra empresa. A cotação pela taxa de compra é usada quando se tem dólares para vender. Questão 10 Resposta: Alternativa D.000. esse tipo de cotação é pouco utilizado e ainda sim somente pelas agências de turismo no ato da venda de pacotes de viagens. eu não me preocuparia com a queda ou crescimento pontual da cotação do Guarani. já ficou provado que o sucesso do investimento num outro país não está diretamente ligado ao câmbio da moeda. face a dois motivos: as empresas fazem hedge de câmbio para proteção. e em relação ao dólar turismo. Questão 9 Resposta: Apesar do Guarani ser uma moeda de pouca expressão. cuja variação estivesse relacionada com a cotação do dólar. Questão 8 Resposta: Compraria um ativo lastreado na mesma moeda. Questão 7 Resposta: Alternativa A. Questão 6 Resposta: Para comprar dólares a operação baseia-se na cotação da “taxa de venda” do “dólar comercial”. Diante dessas exposições. 17 . dólares norte americanos. Assim. apostaria na valorização do dólar como forma de equilibrar o passivo de R$ 50.