GUIA DEFINITIVO DO VIDA ORGANIZADA PARA USAR O GTD

NO EVERNOTE – PARTE 5 – ÁREAS DE RESPONSABILIDADE

Hoje o post traz a Parte 5 do Guia definitivo do Vida Organizada para usar o
GTD no Evernote. Confira os posts anteriores na tag Guia definitivo GTD e
Evernote. Hoje falaremos sobre áreas de responsabilidade.
Se você não sabe o que é GTD, clique aqui. Se você não conhece o
Evernote, clique aqui.
Importante: este guia é para uso avançado de ambos, então não focarei em
princípios básicos nesta série. É fundamental conhecer o método GTD e

http://vidaorganizada.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/

16/11/15 20:15
Página 1 de 13

saber manusear o Evernote para acompanhar. hobbies. Exercemos diversos papéis ao longo da vida. Essa reflexão pode ser feita constantemente – geralmente. ligue cada uma dessas palavras ao centro do papel – você. Inserindo as áreas no Evernote Para gerenciar as áreas de responsabilidade. E é sobre eles que falaremos aqui neste post. Por exemplo. eu não o incluí. No centro. escreva cada área de foco na sua vida. apesar de ele existir. amigos. que são justamente esses papéis que exercemos. Assim: http://vidaorganizada. temos uma família. Nós também. Reflita sobre todos os projetos em andamento na sua vida e liste os papéis que você desempenha. no entanto. Quando terminar. Porém. quando você achar que está desempenhando um novo papel ou deixando um deles de lado. estudos etc. não é algo que eu esteja desempenhando. O que são e como definir áreas de responsabilidade? Nossa vida é uma só. hoje. Não tenho qualquer projeto de vida em andamento com relação a esse papel. Pegue uma folha de papel. É assim que faço também. Faça o mesmo. Logo. ou tenha uma única atividade. família. mas é importante refletir sobre os papéis que exercemos no momento. que a gente seja somente de um jeito. Ao seu redor. mas eu preenchi alguns gaps que ele deixou (e que eu identifiquei à medida que ia usando) e está em português. Isso não significa. porque a minha vida inteira eu tive banda. A primeira coisa que você deve fazer é listar suas áreas de responsabilidade.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 2 de 13 . São os papéis em andamento. isso. Todos somos múltiplos – trabalhamos. pois não é minha prioridade. coloque seu nome ou faço um desenho que represente você. nós vamos criar tags dentro do Evernote. Meu guia é baseado no dele. Não pense no passado nem no futuro que você gostaria de ter – foque no presente. Ele usa uma estrutura com apenas dois cadernos e todo o restante gerenciado por tags (ou etiquetas). Eu utilizo como base o guia mostrado pelo Matt Martin. eu poderia ter colocado “música”. Trabalho. do site After The Book.

nós vamos usar nas seguintes notas: Metas e objetivos relacionados à área Projetos da área Tarefas avulsas relacionadas à área Mais uma vez. terá uma visão completa de todos os seus papéis sem precisar ficar clicando em cada uma das tags. Como usaremos as áreas de responsabilidade? Vamos criar uma nota para cada área. quando a gente digitar na nota um “=”. falaremos um pouco sobre o que significa aquela área de responsabilidade na nossa vida. já sejam listadas todas as áreas de responsabilidade que temos na vida.000 ft – Áreas de responsabilidade”. quando você clicar nessa tag.O caractere especial escolhido para representar as tags de áreas de responsabilidade foi o = (igual). Isso faz com que.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 3 de 13 . Isso significa que. Pode ficar à vontade para escrever o que quiser. Com relação às tags de cada área em específico. use a tag “20. Para processá-la. assim: Em cada nota. o que estamos vendo aqui é a explicação para o uso de cada nível http://vidaorganizada.

Hoje falaremos sobre os últimos três níveis do GTD.do GTD no Evernote. Fica como lição de casa para vocês definirem quais são suas áreas de responsabilidade e já criarem essas tags. Você também pode querer ler: Hoje o post traz a Parte 6 do Guia definitivo do Vida Organizada para usar o GTD no Evernote. quando veremos como tudo funcionará na prática. Até o próximo post. entraremos na execução.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 4 de 13 . Confira os posts anteriores na tag Guia definitivo GTD e Evernote. Quando terminarmos de ver todos os níveis. que http://vidaorganizada.

Legal. vira visão.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 5 de 13 . Importante: este guia é para uso avançado de ambos. Se você não sabe o que é GTD. visões para 3 a 5 anos e a vida no geral. podemos lidar com metas. clique aqui. realmente. Passou disso. onde entram os objetivos maiores Quando falamos em metas. mas eu preenchi alguns gaps que ele deixou (e que eu identifiquei à medida que ia usando) e está em português. Ele usa uma estrutura com apenas dois cadernos e todo o restante gerenciado por tags (ou etiquetas). porque é um período mais razoável para gerenciarmos nossos projetos em andamento que apenas 1 ano (como nas resoluções de ano novo). Eu utilizo como base o guia mostrado pelo Matt Martin. Se você não conhece o Evernote. do site After The Book. o que podemos ter é somente uma estimativa. Ou seja: se estiver dentro desse período de 24 meses.correspondem às metas para os próximos dois anos. Se passar disso. É fundamental conhecer o método GTD e saber manusear o Evernote para acompanhar. né? Na minha organização pessoal dentro do Evernote. Sobre os períodos de tempo O David Allen faz essa divisão: Metas para 1 a 2 anos Visão para 3 a 5 anos Vida. clique aqui. o que está em nosso radar de hoje até daqui a 2 anos é o que temos controle no momento. eu faço um pouco diferente e configuro assim: http://vidaorganizada. pois muito ainda pode acontecer até lá. então não focarei em princípios básicos nesta série. É assim que faço também. Meu guia é baseado no dele. é legal lidarmos com o período de 1 a 2 anos. No geral.

que eu resolvo com uma única tacada.000 ft – Vida.000 ft – Metas para 1 a 2 anos. em 50. meu parâmetro pessoal para definir o que é projeto e o que é objetivo é o seguinte: Se é uma ação pontual. que me ajudam muito. Se é um projeto com diversos sub-projetos. no nível 30. http://vidaorganizada. Para facilitar.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 6 de 13 . 12 e 24 meses. eu aprendi que não é legal ficar planejando metas para períodos muito longos. 6. eu tenho objetivos idealizados até 3 e 5 anos. porque senão a gente tira o senso de urgência e acaba usando a meta longa como desculpa para adiar o projeto. é um objetivo. no nível 40. não? Mas foi por isso que eu resolvi quebrar as minhas metas de hoje a dois anos em mais períodos. e também ter noção do que deve ser prioridade para finalizar logo mesmo! Portanto. eu tenho. Diferença entre projeto e objetivo Uma pergunta recorrente é a diferença entre projeto e objetivo.000 ft – Visões para 3 a 5 anos. é um projeto. Coloco o ano na frente para ter uma ideia. mas não acho necessário. Depois. E. para ser mais específica. eu inventei um montão de modas. é uma tarefa. Vou falar sobre cada uma dessas etiquetas mais para baixo.Lendo o livro de produtividade do Tim Ferriss. objetivos para até 3. Profundo. Se é uma tarefa que demanda diversos passos para ser concluída.

6.000 ft – Metas para 1 a 2 anos A ideia é criar sub-tags para as metas de 1 a 2 anos. Se é um objetivo em que ainda não foi iniciado nenhum projeto relacionado. “organizar a área de serviço”. Ok? Se algum desses sub-projetos já estiver em andamento. dentro desse projeto. Não é mecânico – demanda reflexão da nossa parte. vira uma meta para 1 a 2 anos. “Organizar meu apartamento novo”.000 ft – Visões para 3 a 5 anos. Você pode manter todas as suas sub-tags de metas para 1 http://vidaorganizada.Faço dessa maneira e assim fica descomplicado para mim. Mais uma vez. como “organizar o guardaroupa”. dividir em objetivos para 3. de metas para 1 a 2 anos. É assim que eu distingo. é muito provável que ele esteja no nível 40. Nível 30. Por exemplo: eu tenho um projeto que é “organizar meu apartamento novo”. feita na revisão semanal. então. Se deveria ser prioridade.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 7 de 13 . se torna um objetivo. “organizar a despensa”. eu tenho sub-projetos. 12 e 24 meses foi uma escolha minha. então eu deveria ter pelo menos um projeto associado a ele para que ele possa vir para um nível antes. Só que. bem pessoal.

Mas a ideia é fazer essa reflexão anualmente ou sempre que entrar (ou sair) uma área de responsabilidade da sua vida. pois isso pode guiar nossos passos aqui no presente. tags e cadernos na prática. Também coloco os meses na sequência porque eles ficam agrupados e fica mais fácil de reconhecer. mas podemos ter uma ideia.000 ft – Metas para 1 a 2 anos. Não tem como a gente saber exatamente o que vai estar fazendo daqui a 3 ou 5 anos. Estimativas. Eu coloco um asterisco na nomenclatura da tag porque. É importante explicar nível por nível antes de entrarmos nessa parte. para agrupar os objetivos semelhantes. Na nomenclatura da tag. para mim. Ou ainda pode criar sub-tags como “Objetivos – 2014” e “Objetivos – 2015”. que agrupam os objetivos com esses períodos de tempo.000 ft – Visões para 3 a 5 anos É importante lembrar que as visões para 3 a 5 anos são apenas isso: visões. eu prefiro assim apenas porque. Não vou ficar desmembrando a árvore de tags toda vez que for processar uma nota. o Evernote me lista todos os objetivos e fica mais fácil de selecionar o que eu preciso. quando digito * na nota. funciona melhor. Nível 40. Mais uma vez. Nível 50. Os objetivos serão associados a projetos. Fica a seu critério. No próximo post. eu uso dois asteriscos – mais uma vez.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 8 de 13 . O mesmo vale para o 03 e o 05. vou falar da hierarquia dos níveis e tudo ficará mais claro. Eu mesma vivo reformulando essa seção. Mais para baixo.a 2 anos dentro da tag 30. então peço apenas mais um pouquinho de paciência para essa demonstração.000 ft – Vida http://vidaorganizada. eu vou falar sobre como usar as notas.

mas ela é ativa demais para ficar arquivada lá. onde colocamos todas as ideias interessantes para a nossa vida mas que não há espaço para trabalhar nelas atualmente. para fazer um resumão mesmo. me pergunto se não poderia ser uma tag de referência. se eu digitalizo algumas fotos da minha formatura no ensino médio. ou inserir uma foto nela. “Algum dia / Talvez”. por exemplo. http://vidaorganizada. A ideia é ter um registro de todos os anos que vivi. Mas pretendo fazer assim que conseguir. onde anoto marcos e informações especiais. Dá para fazer a acontecer aqui.000 ft – Vida. e fico feliz por ter começado a fazê-lo agora. para ficar bonitinha. Até hoje. e não com 70 anos (não ia conseguir me lembrar de nada). que é a visão geral da nossa vida! É por isso que o GTD é um método tão incrível – não se trata de gerenciar tarefas e agenda. eu faço um apanhado da minha vida no geral. isso é o mínimo.Chegamos à minha parte preferida. à medida que vamos concluindo projetos e alcançando objetivos. Dentro de 50. podemos investir em coisas novas e que nunca “tivemos tempo”. basta linkar a nota na nota de ano correspondente. eu coloco a famosa categoria do GTD. Em Big picture. mas é que demanda digitalizar muito material que ainda não digitalizei. Então. Em Big Picture. Essa tag deve ser vista semanalmente pois. para ficar um post bacana. Estamos falando em encontrar uma maneira de viver uma vida coerente. A ideia é tão legal (eu acho) que daria para fazer um post inteiro sobre ela.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 9 de 13 . eu tenho uma nota para cada ano da minha vida.

A nomenclatura terá três asteriscos. eu tenho as notas acima. de uma perspectiva. e renomear a tag “2014” para “2015”. o que gostaria de ter feito na minha vida? Ser uma boa mãe. deixar um legado. se trata de uma visão. porque acho que tem a ver. Apesar de atualmente estar arquivando os objetivos com suas tags correspondentes. Mais uma vez. Em “Objetivos de lngo prazo”. basta mesclar todas as notas e arquivá-la como “2014” dentro da tag “Big picture”.Dentro da tag “2014” (ano corrente). junto com os anos anteriores.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 10 de 13 . ter http://vidaorganizada. que vou atualizando à medida que tenho essas informações. entram todos aqueles objetivos que eu levarei até pelo menos 10 anos para alcançar. Bem divertido! Também gosto de deixar “Objetivos concluídos” dentro de “Big picture”. eu linkar o que eu quiser que tenha sido relacionado: outros objetivos. uma boa líder. projetos afins etc. estou me perguntando se não vale a pena ter uma única nota para o objetivo concluído e. uma boa esposa. coloco todos aqueles objetivos que são o seguinte: quando eu estiver no meu leito de morte. Quando o ano for concluído. dentro dela. Em “Objetivos de vida”. Exemplo: “*** Comprar uma casa em Campos do Jordão”.

você consiga guardar dinheiro http://vidaorganizada. que também é sugestão do David. “O que eu penso sobre o aprendizado de idiomas”. aquele finalzão. A nomenclatura. se transforme em uma ação imediata que você possa fazer no presente. Exemplos: “Minha visão da maternidade”. tenho a tag “Valores e princípios”. Ou seja. então preciso me apressar para chegar nesses objetivos importantes para mim.estabilidade financeira – cada um tem os seus objetivos de vida. projetos e tarefas Fica mais fácil explicar o funcionamento de todos esses níveis quando a gente utiliza um exemplo. Assim como dar significado às tarefas que estejam em sua TO-DO list hoje. só para me lembrar da cruz e da morte. vou morrer um dia. no futuro. que você vai querer se dar por satisfeito(a) no dia em que estiver morrendo. Você sabe que uma simples busca na Internet pelas taxas de juros de uma caderneta de poupança tem que ser feita porque ela contribui para que. E por aí vai.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 11 de 13 . em vez de ter um asterisco. onde eu tenho uma nota para cada percepção de vida sobre diversos assuntos. então aqui vai: A ideia é que seu objetivo de vida. para ter parâmetros para tomar decisões. “Minha visão sobre minha carreira como organizadora profissional”. Para quê? Oras. Por fim. tem um sinal de mais. Hierarquia de objetivos. A ideia é registrar todo tipo de reflexão que eu tenha a respeito de princípios e valores da minha vida.

porque fazem parte de nosso caráter. Você observará isso. Esses objetivos podem mudar. questione-se se esse objetivo de vida realmente é real para você. mas dificilmente irão. Se não conseguir. pergunte-se se o projeto é coerente com sua fase de vida atual. Faça essa reflexão e liste os objetivos que pretende ter atingido no dia em que estiver partindo desta para uma melhor. Talvez ele deva ir para “Algum dia / Talvez”. – Verificar se sua lista de projetos atuais batem com suas metas de 1 a 2 anos. garantir que todos os seus projetos tenham pelo menos uma próxima ação definida. GTD é ou não é sensacional. ou outro deva sair para ele entrar. – Por fim. Se tem projetos que não tenham nada a ver com elas.para dar entrada em um apartamento que um dia deixará de herança para a sua família. Vale o mesmo raciocínio explicado anteriormente. bastante coisa para fazer antes do próximo post. mas lembre-se de que eles não estão escritos em pedra. se eu quero deixar dois apartamentos para deixar de herança. promovendo estabilidade financeira para ela. hoje quero pedir para você: – Pensar nos seus valores e que objetivos de vida você tem. faça uma análise – está faltando objetivo ou sobrando projeto insignificante? É assim que a gente aprende a definir prioridades. um objetivo para daqui a 3 a 5 anos pode ser comprar um apartamento na planta. Faça isso para cada objetivo de vida. lá no íntimo do seu ser. Por exemplo. Ou seja. hein. Faça isso também com todos os seus objetivos de longo prazo. – Pensar em um objetivo para daqui a 3 a 5 anos que tenha a ver com o objetivo de longo prazo. – Pensar em metas para 1 a 2 anos que estejam relacionadas com seus objetivos de 3 a 5 anos. minha gente? Como lições de casa. como no exemplo acima. Se não conseguir encontrar um objetivo de longo prazo para um objetivo de vida. pessoal? http://vidaorganizada.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 12 de 13 . Eles devem estar relacionados. – Pensar em um objetivo de longo prazo (acima de 10 anos) que contribua para que o seu objetivo de vida seja realizado.

para depois ir simplesmente administrando.A ideia é analisar a vida como um todo mesmo. Você também pode querer ler: http://vidaorganizada. É o que o GTD promove e o Evernote proporciona. Mas o cérebro ainda é só o nosso mesmo. Até o próximo post.com/gtd/guia-definitivo-do-vida-organiz…ra-usar-o-gtd-no-evernote-parte-5-areas-de-responsabilidade/ 16/11/15 20:15 Página 13 de 13 . dar esse chacoalhão inicial.