You are on page 1of 5
~ Prefeitura de SAO LOURENGO yr.) LEI N° 2365/2011 Dispée sobre a contratacéo por tempo determinado para atender a necessidades de excepcional interesse publico de que trata 0 inciso VII do art. 97 da Constituicao Estadual. © Prefeito do Municipio de Sao Lourengo da Mata no uso de suas atribuigdes legais, faz saber que a Camara de Vereadores do Municipio aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1° Para atender a necessidades temporarias de excepcional interesse pliblico, a Administragao direta, autarquica e fundacional do Municipio de Sao Lourengo da Mata podera efetuar contratacao de pessoal por tempo determinado, consoante 0 disposto no art. 37, inciso IX, da Constituicao Federal e art. 97, inciso VII, da Constituigao Estadual, nas condiges e prazos previstos nesta Lei Art. 2° Considera-se necessidade temporéria de excepcional interesse publico: I assisténcia a situagdes de calamidade publica; Il. assisténcia a emergéncias em satide publica; Ill admissio de professor substituto e professor visitante; IV- __ projeto especial para atender a encargos temporarios de obras e servigos de engenharia ou de outra natureza cujas peculiandades ou transitoriedade justifiquem a pré-determinacao do prazo; V-_ execugéio de convénio firmado com entidades publicas ou privades para a realizagéo de programa, projeto ou atividades de interesse reciproco; VI-__projetos de corregao do fluxo escolar, desenvolvidos no ambito da Secretaria Municipal de Educacao, destinados aos alunos da rede municipal de ensino com defasagem de idade-série; VII-_atividades tecnicas especializadas necessarias a implantacao de 61g40s ou entidades ou de novas atribuigées definidas para organizagdes existentes ou as decorrentes de aumento transitbrio no volume de trabalho; Prage Dt aij Sebfinho - Conto- CEP 54.725.565 ‘Sao Lourengo da MataPE - GNPY 11.251 392/C001-05, wworsimpe gov.r-prefeitura@simpe govor Fone (61) 3525.2749 3525.9437 ~. Prefeitura de = SAO LOURENCO 3 Ve Vill realizag&o de servigo considerado essencial, cuja inexecugao, quando ameagado de paralisagéio, possa comprometer a salde ou a seguranca de pessoas ou bens; IX. prestagao de servigo bragal de plantio, colheita e distribuigo, em areas de pesquisas agropecuarias e execucao de obras ou servicos de construgdo, conservagdo ou reparos; e X- _atendimento a outros servigos de urgéncia, cuja inexecugao possa comprometer as atividades dos érgaos e entidades da administragao direta e indireta do Municipio de S40 Lourengo da Mata e a regular prestacao de servigos piiblicos aos usuarios. § 1° As contratagées a que se referem os incisos IV, V, VI € VII serao feitas exclusivamente por programa ou projeto, vedado 0 aproveitamento dos contratados em qualquer area da administragao publica, § 2° Ato do Poder Executive dispord, para efeitos desta Lei, sobre a declaracao de emergéncias em satide ptiblica § 3° A contratagao temporaria somente serd celebrada, nas hipdteses previstas no inciso IX, se estiver em trémite, conforme o caso, processo para a realizagao de concurso piiblico ou para a criagao de cargos. Art. 3° O recrutamento do pessoal a ser contratado, nos termos desta Lei sera feito mediante processo seletivo simplificado sujeito a ampla divulgacao, inclusive através do Diario Oficial do Estado ou do Diario Oficial dos Municipios do Estado de Pemambuco - AMUPE, prescindindo de concurso pubblico, § 1° Devera o Poder Executivo diligenciar para que sejam observados critérios objetivos e impessoais de seleedo, mediante a aplicagdo de prova ou a apreciagao de curriculos dos candidatos § 2° A coniratagdo para atender as necessidades decorrentes de calamidade plblica e de emergéncias em satide publica prescindira de processo seletivo. Art. 4° As contratagdes serao feitas por tempo determinado, abservados os seguintes prazos maximos: | - 6 (seis) meses, nos casos dos incisos | e Il do art, 2°, admitida a prorrogacao pelo prazo necessario a superacao da situacdo de calamidade piiblica ou das situagdes de emergéncia em salide publica, desde que 0 prazo total nao exceda a 2 (dois) anos; e SY Prage Dr Arai Sobrino - Cento - CEP 54,735-585 ‘Sao Leurenco da MalaPE - GNP 11.251 8321000105, : \wwrasimpe-gowbr - pefeltura@simpe.govor Fone (61) 35252749 / 3525 9437 / . Prefectura he SAO LOURENCO DY. Il - 2 (dois) anos, nos demais casos do art. 2°, admitida a prorrogacao dos contratos, desde que 0 prazo total ndo exceda a 4 (quatro) anos. Pardgrafo Unico. As prorrogagées de que trata este artigo poderdo ser sucessivas e ter prazos diferenciados, conforme a necessidade do servico a ser executado, obedecidos os prazos totais previsto nos incisos | ¢ Il Art. 5° As contratagdes somente poderdo ser feitas com observancia da dotagao orgamentaria especifica e mediante prévia autorizagao do Prefeito do Municipio, ouvida a Secretaria de Administrago. § 1° A autorizacdo para contratagao, com a indicagao de seu fundamento legal, ser publicada no Diario Oficial do Estado ou no Diario Oficial dos Municipios do Estado de Pernambuco — AMUPE. § 2° Os 6rgaos e entidades contratantes encaminharao a Secretaria Municipal de Administragao, para controle do disposto nesta Lei, sintese dos contratos efetivados. § 3° O contrato de pessoal temporario, com a documentagao que o instruir, @ a sua resciséo, quando ocorrida, serdo remetidos ao Tribunal de Contas do Estado, para conhecimento, registro ou baixa, no prazo de 30 (trinta) dias, contatos da efetivagao da medida, Art. 6° A remuneragao do pessoal contratado nos termos desta Lei seré fixada em importancia nao superior ao valor da remuneracao constante dos planos de carreira ou dos quadros de cargos e vencimentos do servigo publico, para servidores que desempenhem funcao semelhante, ou, nao existindo a semelhanga, conforme as condigdes do mercado de trabalho § 1° Para os efeitos deste artigo, no se consideram as vantagens de natureza individual dos servidores ocupantes de cargos tomados como paradigma § 2° Cabera ao Poder Executivo fixar as tabelas de remunerago para as hipoteses de contratacées previstas nesta Lei. Art. 7° O pessoal contratado nos termos desta Lei ficara vinculado ao Regime Geral de Previdéncia Social, nos termos da legislagao federal. Art. 8° O pessoal contratado nos termos desta Lei nao podera: | - receber atribuigdes, fungdes ou encargos nao previstos no respectivo contrato; e 7 Prage Dr. Arai Sobrinho - Centr - CEP 54.706-585 ral 3 ‘Sao Leurengo da MataPE - GNP 11.254.832/000t-05 c ‘www slm.pe.govbr - pefitra@simpe.govar Fone (1) 3525 2740 /3525.9437 = ~ Prefeitura de SAO LOURENCO F DN ll - ser nomeado ou designado, ainda que a titulo precano ou em substituicdo, para o exercicio de cargo em comissdo ou fungao de confianga. Paragrafo Unico. A inobservancia do disposto neste artigo importaré na resciséo do contrato, sem prejuizo da responsabilidade administrativa das autoridades envolvidas. Art. 9° Para a celebragéo de novo vinculo temporario com pessoal anteriormente contratado devem ser observados os seguintes intersticios, contados do encerramento do contrato precedente: | - 6 (seis) meses, para contratos anteriores com prazo total de vigéncia, incluidas as prorrogagées, de até 1 (um) ano; ll — 12 (doze) meses, para contratos anteriores com prazo total de vigéncia, incluidas as prorrogagdes, de até 2 (dois) anos; € Ill = 24 (vinte e quatro) meses, para contratos anteriores com prazo total de vigéncia, incluidas as prorrogagées superiores a 2 (dois) anos. Pardgrafo Unico. A inobservancia do disposto neste artigo importaré na declaragao da insubsisténcia do novo contrato, sem prejuizo da responsabilidade administrative das autoridades envolvidas. Art. 10. As contratagdes de que trata esta Lei serao efetivadas mediante contrato administrativo, sob regime de direito piiblico, aplicando-se-Ihes, no que couber, 0 disposto no regramento aplicavel aos servidores publicos municipios § 1° Ficam assegurados aos contratados temporarios 0 direito a férias, adicional de férias e gratificagao natalina, vale transporte, diarias e licenca maternidade nos termos da Consolidacao das Leis do Trabalho - CLT. § 2 Qualquer beneficio nao previsto no § 1° deveré ser concedide pelo decreto que autoriza a contratacao. Art. 11. As infragdes disciplinares atribuidas ao pessoal contratado nos termos desta Lei sero apuradas mediante sindicéncia, concluida no prazo de 30 (trinta) dias e assegurada ampla defesa Art. 12. O contrato fimado de acordo com esta Lei extinguir-se-a, sem direito a indenizagdes: L pelo término do prazo contratual; Ww Prage De Arado Sebtinho - Conto- CEP 54.726.566 3 ‘Sao Lourengo da MetaPE - CNP 11.251 832/C001-05, \wwsim.pe-gov.be - prefatura@sim pe govor Fone (61) 3525.2749 3525.9437 ~ Preheifura de. : SAO LOURENGO 3 PEW ll- por iniciativa do contratado, avisada a Administracao com antecedéncia de no minimo 30 (trinta) dias; l____ pelo desaparecimento da necessidade publica ou pela extingao ou conclusao do projeto que ensejou a contratacao temporaria’ e IV - auséncia de idoneidade moral, assiduidade, disciplina, eficiéncia e/ou aptidao para o exercicio da fungéo pelo contratado, assegurados o contraditério a ampla defesa. Art. 13. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicagao. Art. 14. Revogam-se a Lei Municipal n° 2.238/2009, bem como todas as disposigdes legais em sentido contrario. Sao Lourengo da Mata, 21 de dezembro de 2011 SA fuk 7 ETTORE LABANCA Prefeito do Municipio de Sao Lourengo da Mata Praga Dr. Araljo Sabinha - Centra - CEP 54,735-585 ‘0 Lourongo da MataPE -CNPY 11,251 892/000%.05 ww si pe-govr- reteltra@sim pe.govbr Fone (1) 3525.2749 /3525.9437