You are on page 1of 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

CAMPUS DE SOBRAL
CURSO DE MÚSICA – LICENCIATURA
Disciplina: Metodologia e Prática do Ensino de Música no Ensino
Fundamental e
Médio I.
Professor: João Emanoel Benvenuto
Estudante: Miquéias Gomes Ferreira

RESENHA SOBRE JAQUES-DALCROZE

Emille Jaques-Dalcroze: músico, compositor, ator, artista, educador, educador musical.


Estas atribuições designam esta personalidade histórica - tanto para o meio musical, como teatral e
da dança – formulador do método ativo de educação musical chamado de Rítmica.

“Jaques-Dalcroze desenvolveu gradualmente um método de educação musical baseado no


movimento, onde o aprendizado ocorre por meio da música, e pela música, por meio de
uma escuta ativa. A Rítmica – sistema de Educação Musical criado por Jaques-Dalcroze,
que visa a musicalização do corpo – é uma disciplina na qual os elementos da música são
estudados através do movimento corporal.” (MARIANI, 2012, p. 27)

O texto faz um levante da ideia da Rítmica de Jaques-Dalcroze, o situa em sua


contribuição como método de ensino de música reconhecido no mundo todo por músicos,
dançarinos, artistas de teatro, por sua íntima relação do movimento e a sonoridade. Em seguida traz
sua história de vida, finalizando com uma explicitação do método de Dalcroze e algumas aplicações
práticas em sala de aula.
Numa posição inversa, trago a descrição de sua contribuição artístico/musical e como
educador, para em seguida mencionar as principais características desta metodologia, conforme
destacado no artigo de Silvana Mariani para o livro “Pedagogias em Educação Musical” organizado
por Tereza Monteiro e Beatriz Ilari (2012), por fim trago uma atividade prática baseado no método
a Rítmica.
Jaques-Dalcroze foi compositor de canções, operas, todas bastante conhecidas na Franca,
Alemanha e Suíça, dentre inúmeras obras de gêneros diferentes. Compôs sua primeira ópera aos 16
(dezesseis) anos. Como educador destaca-se suas obras para fins didáticos, por exemplo 50 estudos
miniaturas para métrica e rítmica, sendo que sua produção pedagógica inclui livros, artigos, ensaios,
material didático;
Seu método se espalha por toda Europa e América, onde ele passa a ensinar e dar
palestra, chegando a ganhar durante sua vida vários títulos de Doutor Honoris Causa. A educação
musical foi para ele um grande ideal,

“A temática da educação musical será a preocupação maior de Jaques-Dalcroze. Seu grande


desafio será levar a arte para sala de aula, transcender os meios educativos e transformar as
aulas de música em momentos poéticos.” (MARIANI, 2012, p. 30)

Falando no método chamado de Rítmica, o texto destaca as seguintes características


(MARIANI, 2012):
 relação com a escola nova, onde o aluno passa a ter centralidade, participação ativa
no processo de aprendizagem;
 a fulga dos livros para o movimento, tendo o corpo como objeto de expressão de
representação dos elementos da música;
 harmonização das faculdades senso-motoras, mentais e afetivas;
 desvencilhamento de uma prática mecânica;
 rompimento da dicotomia mente-corpo através da audição e atuação do corpo;
 consciência rítmica resultado de uma experiência corporal;
 o método tem que ter elementos da rítmica, solfejo e improvisação;
Por conseguinte, neste texto foi possível conhecer melhor a vida, obra e principalmente
o método educativo em música desta personalidade que merece o destaque neste artigo, corroborado
pela presença em vários estudos, escolas de música, na acadêmia, dentre outros meios.

ATIVIDADE PRÁTICA BASEADA NO MÉTODO ATIVO A RÍTMICA DE JAQUES-


DALCROZE
Atividade proposta para alunos do ensino fundamental e médio.
Os participantes andando em qualquer direção, seguindo o violão; violão marca o andamento
variando entre ritmo dedilhado (lento), puxado (mediano) e batido (rápido); toca-se o violão nas
sete tonalidades e solfeja-se a altura específica - DO RE MI FA SOL LA SI.
O exercício obedece a seguinte sequência. Quando o menestrel canta a nota os participantes em
seguida passam a cantar e seguir os comandos.
Sequência/comandos:
1 – movimentação aleatória nos vários andamentos/2 - ao solfejar DO caminha-se para frente;/3 –
ao solfejar RE caminha-se para trás;/4 – ao solfejar MI caminha-se lateralmente para direita;/5 – ao
solfejar FA caminha-se lateralmente para esquerda;/6 – ao solfejar SOL passa-se a pular no
primeiro tempo;/7 – ao solfejar LA abaixa-se no primeiro tempo e sobe no segundo;/8 – ao solfejar
SI improviso.

REFERÊNCIAS
MARIANI, Silvana. A música e o movimento. In MONTEIRO, Tereza & ILARI, Beatriz (org).
Pedagogias em Educação Musical. Curitiba: InterSaberes, 2012.