Técnicas de gestão de bases de dados Ficha 2 – Sistemas de informação

1- Sistema de Informação é a expressão utilizada para descrever um sistema automatizado ou mesmo manual, que abrange pessoas, máquinas, e/ou métodos organizados para colectar, processar, transmitir e disseminar dados que representam informação para o usuário. 2- São sistemas que se encarregam de registar todas as transacções contidas em uma determinada operação organizacional. Como por exemplo o sistema de transacções bancárias que regista todas as operações efectuadas num banco. 3- É um sistema de informação interactivo, flexível e adaptável, especialmente desenvolvido para apoiar a solução de um problema ao nível da gerência não estruturado para aperfeiçoar a tomada de decisão. Utiliza dados, prevê uma interface amigável e permite ao tomador de decisão ter sua própria percepção”. 4- Tecnologia: Hardware, Software, Telecomunicações Dados e Informações: Factos/Observações em bruto e tratados Pessoas: Operadores e utilizadores internos e externos da organização Procedimentos: Instruções para a transformação dos dados em informação e sua utilização. Instruções de operação para os operadores e instruções para os utilizadores Propósitos/Objectivos: Os sistemas de informação proporcionam: Informações para a tomada de decisões, informações que ajudam as operações diárias, informações pertinentes para o funcionamento da organização (http://www.ipca.pt/prof/lufer/1999-2000/sig/download/aula4/tsld015.htm) 5- Os objectivos dum sistema são armazenar, tratar e fornecer informações de modo a apoiar as funções ou processos de uma organização. 6- Sistemas de Informação Operacional: tratam das transacções rotineiras da organização; Normalmente encontrados em todas as empresas automatizadas. Sistemas de Informação de Gestão: agrupam e sintetizam os dados das operações da organização para facilitar a tomada de decisões pelos gestores da organização; Sistemas de Informação Estratégicos: integram e sintetizam
Nuno Pimenta 12º C nº 5 Pinhal Novo, 22 de Outubro de 2007 Página 1

dados de fontes internas e externas à organização, utilizando ferramentas de análise e comparação complexas, simulação e outras facilidades para a tomada de decisão da cúpula estratégica da organização. 7- Investigação preliminar: Âmbito, plano de trabalhos e orçamento Análise do problema: Assegurar que o problema, causa e efeitos foram entendidos, antes de propor a solução Análise de requisitos: Identificar requisitos de negócio e soluções técnicas a adoptar Análise da decisão: Assegurar que o problema, causa e efeitos foram entendidos, antes de propor a solução Desenho: Estabelecer esquemas técnicos para a solução escolhida Construção: Construir e testar a solução técnica escolhida Implementação: Converter a solução técnica em solução empresarial Produto: Esta fase é uma segunda etapa do desenvolvimento, agora no sentido de completar o produto. Se a fase de desenvolvimento se processa em profundidade esta acontece em largura. Relatório/Apresentação: Este período é dedicado à escrita do relatório final e da apresentação pública do trabalho de estágio 8- O planeamento estratégico é um processo de gestão que permite estabelecer uma direcção a tomar pela empresa, com o objectivo de se obter uma optimização na relação entre a empresa e seu ambiente. Diz respeito à formulação de objectivos para a selecção de programas de acção e para sua execução, levando em conta as condições internas e externas ao sistema e a sua evolução esperada. Também considera premissas básicas que o sistema deve respeitar para que todo o processo tenha coerência e sustentação

Nuno Pimenta 12º C nº 5 Pinhal Novo, 22 de Outubro de 2007 Página 2